Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pasta de cache e armazenamento purgável


gabriel.araujo

Posts Recomendados

Tenho um Macbook Pro e estava com o armazenamento quase cheio e resolvi fazer uma limpeza.

Primeiro, quando abri o Armazenamento, em "Sobre este Mac", notei que havia uma barra cruzada indicando espaço Purgável. Pesquisei e a pagina de suporte da Apple informa que esse espaço aparece quando ativa a Otimização do Sistema no novo macOS Sierra, porém essa opção não está ativada. 

Depois, durante a limpeza, percebi uma pasta de cache com 10GB, a com.apple.bird. Olhei no Google e encontrei que está relacionada com o iCloud Drive e que não teria problemas em remover. Removi ontem, e hoje esta mesma pasta já está com 4GB e crescendo. Gostaria de saber o que fazer pra evitar esse cache gigante.

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 mês depois...
  • Respostas 3
  • Criado
  • Última resposta

Top Postadores Neste Tópico

  • 1 ano depois...

Salve rapaziada, encontrei a solução, é bem simples, tem que abrir o Terminal e digitar o comando: 

dd if=/dev/zero of=~/stupidfile.crap

depois é só esperar e ir monitorando através do utilitário de disco, de tempos em tempos verifique se a memória liberou aqui:  (abra e feche o utilitário para atualizar a cada 5 minutos) Captura de Tela 2018-12-01 às 00.28.08.png

A minha memória tinha mais de 300gb depuráveis, consegui ficar com só 20 utilizando o método.

uma hora o arquivo que está criando um texto com o numero ZERO vai ocupar muita memória e o sistema vai liberar a memória purgavel. Depois é só apagar o arquivo stupidfile.crap da sua pasta principal e da lixeira e finalmente usar sua memória em paz.

 

espero ter ajudado

 

Editado por Rafael Leal
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 mês depois...

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Conteúdo Similar

    • Por BetoGaleazzo
      Calma! Antes de me crucificar pelo "relativamente simples", deixa eu explicar 😅
      Este tópico trata de uma curiosidade técnica e também de uma esperança para um futuro não distante, rs.
      Há alguns anos atrás se alguém dissesse que era possível aumentar a memória de armazenamento dos iPhones, iPads e iPods, seria instantaneamente taxado de mentiroso, porém com o avanço dos reparos a nível microeletrônico, isso se tornou possível. Não só aumentar o armazenamento, mas também reparar devices com defeitos de memória antes tratados como insolucionáveis (famosos erros 9, 4013 e 4014  do iTunes). O conhecimento começou a se disseminar, ferramentas novas foram sendo desenvolvidas e hoje é comum encontrar esse tipo de serviço em assistências especializadas em reparo de placa lógica.  Eu mesmo que nem me considero um gigante do microscópio, tampouco tenho um laboratório super fancy, faço com certa frequência esse tipo de upgrade e reparo.
      O vídeo abaixo mostra o procedimento de upgrade de armazenamento num MacBook Air 2020 M1. Irei explicar o que ele fez e dizer o porquê de ser mais fácil do que nos dispositivos mobile.
       
      Agora vamos lá. Provavelmente você pensou durante todo o vídeo que esse procedimento não é simples "nem aqui, nem na China" (ba dum tss), mas a real é que é simples, apesar de não poder ser feito pelo próprio usuário como nos Macs antigos. Explico: nos iPhones, iPads e iPods, a placa lógica é bem menor, logo a concentração de componentes é bem maior, o que torna o manuseio da estação de solda a ar mais complexo e arriscado. A chance de espalhar ar quente em componentes que não podem sofrer muito calor é grande, demanda muita prática e técnica. Você pode ver como é feito o procedimento em iPhones neste vídeo. A placa do Mac é bem ampla e os chips de memória estão consideravelmente separados dos demais. Outro ponto é que foi "basicamente" tirar dois chips, colocar dois chips e fazer a restauração. Já nos dispositivos mobile o chip NAND é vinculado a outros componentes da placa, até mesmo ao chip responsável pelo WiFi e Bluetooth, e quando é necessário efetuar o reparo ou fazer o upgrade do armazenamento nesses dispositivos, temos que remover também o chip de WiFi/BT (que também tem seus riscos por ficar próximo a diversos componentes importante) e usar um equipamento nada barato pra copiar dados da memória antiga pra nova (número de série do aparelho e outras informações). Então nesse ponto além de mais complexo quanto a remover os componentes sem danificar outros, também existem mais etapas e mais equipamentos necessários. Eu também não vi no vídeo outras complicações possíveis, causadas pelo chip T2 Security ou algo do tipo. -- Lembrando que este procedimento de troca dos chips de memória NÃO remove iCloud e nem senha de firmware/EFI.
      Já há um bom tempo é comum encontrar no AliExpress os chips de memória NAND dos iPhones em todas as capacidades possíveis, novos ou retirados de outro aparelho que não pôde ser reparado. Antigamente só mesmo removendo de outras placas lógicas que não tiveram reparo. Ainda não existem esses chips do Mac para comprar, e obviamente não deve ter muita placa lógica de M1 "morta" por aí pra remover componentes já que o modelo é relativamente novo, porém existe a possibilidade de que esses chips dos Macs venham a ser vendidos no varejo também. Caso aconteça, estamos falando da possibilidade de fazer upgrade de memória de armazenamento, ou reparar Macs que tenham tido problemas nesses componentes, causados por desgaste, por exemplo. Outro indicativo de que pode começar a rolar em breve, é que já existe stencil de reballing para M1 à venda na China, o que significa que por lá já estão fazendo esses procedimentos com mais frequência, inclusive com memória RAM.
      Nos novos Macs com processadores M1 Pro e M1 Max aparentemente o procedimento é o mesmo. Os chips já estão mais concentrados na placa (como você pode ver aqui aos 3m32s), o que vai demandar maior perícia, mas mesmo assim continua mais simples que nos dispositivos mobile.
      É gambiarra? Não! Se feito por um bom técnico que efetivamente sabe o que está fazendo e tem a perícia necessária, é um serviço indetectável. Há até como reaplicar resina após o reparo pra ficar exatamente como veio de fábrica. O sistema reconhece normalmente o novo armazenamento e não existem efeitos colaterais, como pode ocorrer com a função Hibernar quando se faz uso de adaptadores para SSDs NVME M2 nos MacBooks.
      Briga de cão e gato... A Apple dificultando a vida dos usuários e dos técnicos em relação à reparabilidade, mas há esperança. Como eu disse no início do tópico, um dia iPhones com defeito de placa eram condenados à lata do lixo e hoje tem reparo para quase tudo.
    • Por Osni
      Olá!
      Venho encontrando um problema no meu iPhone. Lembro que havia um bug no iOS 15 que mostrava que o armazenamento estava cheio. No meu caso é o contrário. Tenho um iPhone de 64GB e diz que tem 65,7GB livres. Mais alguém com esse bug? Não quero ter que restaurar pra resolver isso.

    • Por Vitória Couceiro
      Boa tarde! Tenho um Mac Air de 121gb de memória de armazenamento e estou tendo um problema porque na análise de armazenamento aparece essa categoria "outro" (print) e eu não consigo localizar de onde vem esses arquivos que estão ocupando mais de 20gb do meu espaço e me atrapalhando para instalar vários programas. Já baixei o OmniDisk e ainda assim nada parece fora do comum... Já fiz inúmeras pesquisas, baixei diversos apps como o cleanmymac e não consigo achar solução!! Se alguém puder ajudar ou teve alguma experiência parecida, por favor dá esse help. 


    • Por Bemhidratada
      Possuo um iPhone SE 16gb, que estava sem memória. 
      baixei o Google Fotos, fiz backup, apaguei todas as fotos e vídeos da galeria. 
      Até aí ok, tudo deu certo. 
      Mas, vi que meu app fotos ainda ocupa mais de 3gb mesmo vazio. 
      O que fazer?

    • Por aka.balaumHD
      Gostaria de saber se foi coincidência ou não, mais após o ultimo update ficou tanto o Chrome e Safari com LAG, (no Chrome fica dizendo Resolvendo Host) alguém mais esta passando por isso ? ou só eu  .?  
      ABS
    • Por David Freitas
      Comprei um Mac Air de 128GB e uso meus arquivos exclusivamente com um HD externo de 1TB. Hoje fiz uma limpeza nos arquivos que estavam baixados (filmes e outros documentos) e apaguei a lixeira, porém, ainda ficou em uso cerca de 810MB de volume "Outros" e 2,82GB de "Outros volumes no Contêiner". Liguei no suporte e informaram que esses arquivos estão perdidos no MAC e não é possível excluí-los, apenas é possível com a formatação da máquina. Questionei também do que se tratava esses arquivos e foi informado que se trata de arquivos que ficaram em CACHE com a prática de fechar a tampa sem reiniciar a máquina regularmente, pois segundo eles, é necessário reiniciar a máquina diariamente.
      Sinceramente, achei um pouco confuso pois todos dizem que não é necessário reiniciar a maquina com frequência, já outros dizem que isso é preciso.
      Eu já tenho pouco espaço pois a maquina só tem 128gb e ainda assim perder 3GB não é fácil. 
       
      E então, quem está com a razão? Vocês sabem o que significa esse espaço, se é normal e se é possível apaga-lo sem a formatação?
      Vide print de tela com o volume ocupado.

    • Por ipflores90
      Pessoal, recentemente resolvi colocar todas minhas fotos originais no Mac para passá-las para um HD externo e poder editar/organizar a partir de um software externo já que o formato do Fotos não me serve.
      O problema é que agora tenho visto uma possível duplicação de arquivos no meu sistema (acredito eu...).
      Na foto, como podem ver, tenho 64GB em fotos. Essas fotos são armazenadas na minha fototeca, que está gerando 57GB em arquivos.
      Logo tenho ali, Fotos 64GB + Documentos (Fototeca) 57GB. Como meu Macbook Air tem míseros 120GB de SSD, está inviável.
      Posso enviar a fototeca pro meu HD externo sem comprometimento dos arquivos? Não sei como devo proceder, acredito que algo esteja errado.
       

    • Por brunildoo
      Eu tenho um Macbook Pro Mid-2012 13.3" com 500GB de HD e 120GB de SSD num Caddy. Estou pensando em aumentar o armazenamento trocando o HD por um de 1TB de 5400rpm ou um de 2TB com  7200rpm.
       
      Gostaria de saber se alguém sabe se o computador suportaria o de 1TB ou o de 2TB
    • Por Yan_
      Tenho um 6s de 16GB, e este problema... O itunes diz que tenho 5,08Gb livres mas o iphone diz que tenho 3,46Gb. Alguém sabe como resolver? Obrigado


    • Por Rudolfh Ramyller Araujo Bantim
      Tenho um MacBook Air de 128gb, que no final são 120GB. Pois bem, estou usando o Mac OS Sierra e o mesmo ocupa entre 65GB e 73GB do espaço com o sistema. Já fiz de tudo e não descobri como reduzir esse espaço, que deveria ser bem menor. Alguém sabe qual é o problema?
  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      53,2k
    • Total de Posts
      443,3k
×
×
  • Criar Novo...