Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

roberktum

Membros
  • Total de itens

    191
  • Registrou-se em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    3

roberktum ganhou o dia pela última vez em 10 de abril 2021

roberktum teve o conteúdo mais curtido!

Informações do Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Brasília

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

Conquistas de roberktum

  1. Nem perca seu tempo processando a Apple. Se for pra justiça, que seja contra os bancos, mesmo assim sem garantias. Nunca vi nenhuma vantagem em usar mais de um banco, nos tempos atuais, menos ainda. Uso só o Santander, e, pra me proteger, evito levar o celular com o app, e deixo sempre com a necessidade de digitar mesmo a senha. Já pedi inúmeras vezes para o banco dar um jeito de eu poder usar o computador para autenticar minhas operações, usando, por ex, meu certificado digital, obviamente sem sucesso. Mas esses pedidos deixam claro que sou OBRIGADO a usar app no celular para poder usar minha conta (não há outra forma de gerar os tokens). Se eu tiver algum problema, é o que usarei para responsabilizar o banco. Por fim te dou uma dica: não perca seu tempo buscando alguma ajuda nesse forum. As pessoas são apaixonadas pela Apple e sempre supõe que a própria pessoa cometeu algum vacilo, porque seria IMPOSSÍVEL desbloquear um iPhone. Eu inclusive parei de acompanhar o fórum como acompanhava antes justamente por causa desse assunto. Parece uma religião.
  2. Dá uma lida nos termos do Apple Care, certamente haverá essa informação. NO meu caso, foi dentro do período de garantia. Para a garantia, a troca de aparelho não afeta o prazo, ou seja, se estragar 10 vezes em um ano, terão que dar um jeito 10 vezes, mas não necessariamente com a troca.
  3. Eu já recebi um produto superior ao original, um macbook, porque ele morreu e não havia estoque no Brasil do mesmo modelo. Quiseram me dar um modelo preto, que já era melhor, mas não aceitei, aí tiveram que me dar um modelo um pouquinho melhor. Não achei muita vantagem, porque certamente era recondicionado. Com um ipad, recebi outro igual, mas também não tinha a mesma performance que o anterior, o que também supus decorrer de recondicionamento. Portanto, se for um computador, e ficar claro pra mim que é um problema específico, prefiro muito mais o conserto que a troca. Foi o que ocorreu com o meu atual macbook. Notei um problema na tela com alguns meses de uso (pixel morto, acho), esperei a proximidade do fim da garantia, e trocaram a tampa toda. Fiquei felizão.
  4. Já tirou a função de todas as 5 teclas modificadoras nas pref. do teclado?
  5. A questão é: o que é exagerar nos preços? Apple, no Brasil, deixou de ser uma marca de nicho para ser um marca de luxo. E nesse mercado, quanto mais caro, melhor, é o que o público alvo quer.
  6. Velho, eu sempre tive essa impressão mesmo, de que no windows os problemas com resolução, nitidez, etc, são muito menores. Mas nunca consegui achar nenhum lugar que explicasse ou mesmo admitisse isso. Acho que quem mexe com windows não sabe e quem mexe com mac não quer dar o braço a torcer, sei lá, como sabemos existe esse tipo de fã. Mas como eu não vou usar windows mesmo, acabei não me interessando muito em ficar buscando essa resposta. Já me convenci que só presta, para o meu gosto, um 4K no mac (tendo em vista os tamanhos de tela comuns no mercado). Esse aí seu, Full HD, desse tamanhão, não vai ter reza que resolva, infelizmente - pelo menos que eu saiba. Eu comprei um Dell que eu realmente adorei, fiquei impressionado com a qualidade da construção e tal, mas imagem muito ruim pra texto, especialmente em editores de texto e PDF. Na internet fica menos pior.
  7. Pode ser isso mesmo. Eu comprei um macbook pro fora do Brasil, presencialmente numa Apple Store, mas era personalizado, então chegou pelos correios uma semana depois. A a data da nota fiscal foi de alguns dias depois da compra, mas anterior à data da entrega. Tive problema com a tela, que eu identifiquei quando ainda faltava uns 6 meses para acabar a garantia, aí marquei no calendário o fim da garantia para ficar com a tela o mais nova possível, um ano mais nova que o resto da máquina. Quando cheguei na autorizada, constava no sistema que já tinha expirado, porque estava contando da data da compra na loja. Tive que mostrar a invoice, aí resolveram, considerando a data da nota. Se tivesse expirado por essa data também, mas não pela data da entrega, tenho certeza que não aceitariam, mas estariam agindo contra a lei brasileira, e eu ia me lascar porque provavelmente eu não tinha prova nenhuma da data da entrega e não iria conseguir na justiça.
  8. Será que não pode ser a bateria estufando um pouco?
  9. Vai funcionar. Mas Full HD, em 25", vai ficar uma porcaria, na minha não muito humilde opinião. Densidade baixíssima (PPI). Mas há quem diga que é normal. Eu não entendo, especialmente para ser a tela principal, a não ser pra quem não vai depender muito de texto. Devolvi um 24" excelente há pouco tempo por esse motivo. Para um documento ficar confortável de ler, eu precisaria deixá-lo tão grande que a tela teria muito menos espaço de trabalho que a tela integrada de 13". Não vi sentido. Mas como você deve comprar pela internet, é só testar e ver se te agrada. Caso contrário, devolve, como eu fiz. Se for na loja física, leva o computador e testa lá. Eu consegui resolver isso com essa solução aqui, no terminal: https://spin.atomicobject.com/2018/08/24/macbook-pro-external-monitor-display-problem/ Deu certo. Onde mostrava YPbPr passou a mostrar RGB, e realmente melhorou, mas muito pouco, bem pouquinho mesmo.
  10. De forma alguma. A data de compra é a data em que o consumidor comprou, não o revendedor, que é fornecedor. Além disso, o prazo de garantia se inicia com a efetiva entrega do produto ao consumidor, e não na data de emissão da nota fiscal. Portanto, se a compra foi a distancia e demorou um mês para entregar, a garantia começara a correr um mês depois da data da nota fiscal - mediante, claro, a prova da data da entrega. Dica: conselhos e orientações de quem está no polo oposto de uma disputa não são confiáveis...
  11. Cara, quero deixar claro que não foi uma crítica não, foi mais para dizer que o status faz parte desse tipo de produto, ainda mais num país como o nosso. Quando eu disse que não me importo com status eu quis dizer (mas não disse) quanto ao celular especificamente, não como uma espécie de transcendência espiritual. Acho sim que status é importante, especialmente quando ligado a resultados práticos, como imagem profissional e etc, mas para a minha profissão o celular não conta tanto. Uma caneta Mont Blanc no bolso do terno fala mais alto, por ex. Agora, sobre os preços, realmente estão ainda mais absurdos. Só não acredito que um top de linha de outras marcas sejam muito diferentes - especialmente enquanto a situação atual do país continuar a mesma, com gasolina, plano de saúde, carne, ovo, etc, a preço de artigos de luxo. A depender de quanto tempo isso durar, muita gente que hoje usa iphone precisará mudar seus conceitos.
  12. Tudo depende do seu gosto e do seu bolso. Se você prefere android, qualquer iphone é caro demais ( é o que eu penso sobre um android). Se não sabe qual prefere, só usando um pra saber. Mas achei interessante você perguntar se é tudo "status ou hype". Se você pensa em comprar o iPhone 13, que nem foi lançado ainda, claramente valoriza essas características, já que você pode pagar metade desse preço em modelos anteriores novinhos, lacrados, que vão rodar o mesmo sistema por bem mais que os dois anos que você está acostumado a trocar de celular. E, a não ser em nichos muito específicos, minha impressão é que é incomparável o status de um iPhone perto de qualquer outro celular. Eu sempre usei iphone porque acho o android nojento. Mas não ligo pra status, então fora o primeiro (um 5S), nunca compro o modelo atual, não vejo nenhum sentido nisso, já que dinheiro pra mim é um ponto a ser considerado. Mesmo no caso do 5S, só fui nele porque o modelo anterior não tinha touch ID e o botão home era de pior qualidade. Fosse rico, compraria o mais atual na primeira loja que eu visse, mas mesmo assim só quando o anterior já estivesse estragado ou dando pau. Iphone não é investimento, é despesa, como qualquer outro smartphone intermediário ou flagship.
  13. Se você tem essa convicção, cada dia que passa sem você devolver é tempo perdido. Depois dos 7 dias, você perde o protagonismo e autonomia, passa a depender da boa vontade da Apple. E nenhuma tratativa suspende esse prazo. Eu diria que chance de Apple trocar seu macbook depois disso é nula. A lei de protege contra defeitos do produto, o que claramente não é o caso. O máximo que a Apple fará é arrumar a data no sistema, o que não muda em nada as condições do equipamento em si, por óbvio.
  14. Eu já teria devolvido, nem tanto pelo prazo de garantia, mas pra garantir que de fato ninguém usou. É o jeito mais fácil e incontestável, nem os mais picaretas costumam se recusar a devolução no prazo do arrependimento porque sabem que é causa perdida. Eu só não faria isso se tivesse pagado um preço significantemente mais baixo e não houvesse ciclos gastos na bateria. Aí eu iria pessoalmente a uma autorizada, sem ligar antes no suporte da apple, com a nota fiscal e exigiria que eles alterassem no sistema da Apple imediatamente. Não conseguindo (já que não dá pra forçar os caras), guardaria a nota fiscal e seguiria a vida. Caso houver problemas no período de garantia contado da nota fiscal, aí você já pede o atendimento munido da nota fiscal. Recomendo guardar também a prova do dia que você recebeu, porque as vezes alguns dias podem fazer a diferença, e obviamente a garantia não pode começar a correr antes de você ter a posse do produto.
×
×
  • Criar Novo...