Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

rafaelalvesgb

Membros
  • Total de itens

    164
  • Registrou-se em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    5

Tudo que rafaelalvesgb postou

  1. Bom saber. Achei que o e-CPF gerava aquele acesso completo que autoridades utilizam para Mandado de Segurança, mas sem reconhecer o jus postulandi. Pelo que consta nesta Resolução do CNJ realmente é possível usar A1 ou A3. Mas, pela leitura que faço, aparentemente seria cabível apenas aos magistrados e serventuários (§3º do art.4º-A): No site do PJe do CNJ, no entanto, consta a seguinte informação: Clareza... a gente não vê por aqui... Em todo caso, continuo achando A3 mais seguro (e a data da validade é maior).
  2. Como eu disse, "a OAB faz reserva de mercado nem esclarece se poderia ser usado outro tipo de certificado para fins profissionais. De igual modo, os tribunais também não prestam qualquer esclarecimento." E digo isso porque já fiz esse questionamento à OAB e nunca obtive qualquer resposta. No máximo, obtive informação por telefone de que "os certificados de advogados devem ser emitidos pela ACOAB, única autorizada a certificar digitalmente os profissionais da categoria". Em todo caso, particularmente, prefiro e (principalmente) acho mais seguro o certificado em mídia física – em especial em razão de golpes (e como já fui vítima, falo com conhecimento de causa, embora compreenda quem pense o contrário). Mas com certeza ter uma opção adicional sempre cai bem... Quanto ao GOV.BR, embora a ideia seja boa, na prática (ao menos para mim) tem sido um desastre. Primeiro porque ainda há muitos conflitos entre os sites antigos e o novo modelo adotado (que, diga-se de passagem, é MUITO RUIM, NADA INTUITIVO E TOTALMENTE SEM UX/UI). A migração forçada causou mais prejuízos do que benefícios, em especial pra quem acessa serviços do governo de várias instâncias (no caso, tenho clientes que atuam em toda a Administração e simplesmente virou um CAOS acessar os sites). Segundo porque a adoção do GOV.BR veio de forma abrupta, sendo que serviços já estabelecidos (como RFB e INSS) foram migrados facilmente, mas outros não. Enfim, embora o governo tenha tido uma ideia interessante de finalmente ter uma política unificada de TI, na prática ela se mostrou completamente cheia de falhas e buracos (vide os vazamentos de dados e invasões de hackers que, muito provavelmente, decorreram dessa migração abrupta sem verificação de gargalos de segurança).
  3. Quando fiz meus testes tempos atrás, o problema era que o applet do Java busca pastas específicas do Windows (C:/Windows/System32/etc....) – ou estou confundindo com outro tribunal. Em todo caso, fiz um novo teste agora e o log do console do Java me retornou a seguinte mensagem: Mar 16, 2021 9:20:17 PM br.jus.tjpr.assinadorcore.A3.AssinadorA3 getProvider INFO: Utilizando AET PKCS#11 de /usr/local/lib/libaetpkss.dylib Mar 16, 2021 9:20:18 PM org.jdesktop.application.Application$1 run SEVERE: Application class br.jus.tjpr.assinadordesktop.AssinadorDesktopApp failed to launch Ou seja, aparentemente o Java está usando um driver do PKCS#11 que não reconhece o token, já que está falhando no lançamento. Pelo que uso do PJeOffice, o driver correto para o SafeNet 5110 seria /usr/local/lib/libeTPkss11.dylib, e não o indicado no Assinador. Mas como o Assinador não permite indicar outro driver, creio que, infelizmente, não será possível usá-lo no macOS enquanto o applet permanecer assim (a menos que eles alterem o applet do Java para permitir indicar o driver correto).
  4. Ao menos para mim é uma incógnita. O Serpro afirma que o NeoID funciona para usar no PJe (e, em princípio, em outros sistemas). Não duvido que seja possível acessar. No entanto, essa certificação é comum (eCPF) e, até onde eu saiba, nós, advogados, precisamos de certificado emitido pela ACOAB – Autoridade Certificadora da OAB. Isto é, precisaria de um certificado emitido por essa entidade reconhecendo que somos advogados. Mas a OAB faz reserva de mercado nem esclarece se poderia ser usado outro tipo de certificado para fins profissionais. De igual modo, os tribunais também não prestam qualquer esclarecimento. Deu certo? Qual foi a solução? Não sei. Recomendaria fazer a instalação do SafeNet com o csrutil desabilitado, caso ainda não tenha feito. Nas vezes que não funcionou pra mim, essa foi a solução. Se já fez esse procedimento, não sei como ajudar, pois meu mac não é M1. Aqui funciona em todos (Safari, Firefox, Edge e Chrome).
  5. Bom, não sei como te ajudar então. O meu é SafeSign também (5110)
  6. Ao clicar no cadeado, clique no ícone > ao lado de "Conexão Segura". Em seguida, vá em Mais Informações (More Information). Após, vá na aba Permissões: A opção de Instalar Extensões (Install Add-ons) geralmente vem desativada ou "Sempre Perguntar". Desmarque a opção "Use Default" (Uso Padrão) e ative Allow (Permitir). Reinicie a página. Se não funcionar de primeira, tente eliminar os cookies dessa página e, em seguida, reinicie o navegador e tente um novo acesso. Isso deve resolver.
  7. Em tempo: consegui acessar o eCAC com o certificado digital. A solução foi desativar o Web Shield do Avast Security. Veja se esse não é o seu caso. Quanto ao emparelhamento, isso significa que o sistema não conseguiu carregar o certificado (fazer login nele). Sugiro fazer um teste: vá em Firefox > Preferências > Privacidade & Segurança > Dispositivos de Segurança Se seu dispositivo já estiver listado, clique no certificado e depois em Log In, digite o PIN do seu certificado e, pronto, em princípio você emparelhou seu certificado com o navegador. Após fazer isso, tente o acesso ao eCAC novamente. Caso seu dispositivo não esteja listado, clique em Load (Carregar) e informe um dos drivers a seguir até que seu token apareça: /usr/local/lib/libaetpkss.dylib /usr/local/lib/libeTPkcs11.dylib /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/Current/libeToken.dylib /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/Current/libikeyTokenEngine.dylilb /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/A/libeTokenHID.dylib Em seguida repita o passo anterior (de fazer login do certificado) e depois tente acessar o site.
  8. Pra mim a opção de entrar com certificado já não funciona faz tempo (desde quando a Receita passou a fazer o login com o Acesso GOV). Mesmo que exista opção de certificado digital, o sistema deles nunca mais reconheceu, seja no Firefox ou no Chrome.
  9. Provavelmente porque você travou alguma configuração (cookies, segurança, etc.). Clique no escudo e no cadeado ao lado da barra de endereços e veja o que está bloqueado como padrão. Faça o desbloqueio personalizado. Se desbloquear, vai instalar com certeza!
  10. Acho que o ideal é questionar alguma certificadora da sua região ou diretamente a sua Seccional da OAB, já que normalmente há convênio para esse tipo de serviço (que, inclusive, sai mais barato). Em todo caso, até onde eu saiba, para emitir o certificado digital com token pela primeira vez só é possível indo presencialmente à certificadora com os documentos considerados obrigatórios. Apenas a renovação pode ser feita à distância e online (e somente via Windows). Então, na prática, não sei se faz sentido comprar a mídia de forma avulsa, até porque pode haver incompatibilidade entre o certificado gerado pela certificadora e a mídia comprada.🤷‍♂️ Em tempo: o Serpro diz que o PJe funciona com certificação em nuvem. Eu não tenho esse tipo de certificado e, portanto, nunca testei para confirmar a veracidade dessa informação, (até porque eu também uso EPROC e eSAJ e acho que esses dois não tem compatibilidade com certificados em nuvem). Em todo caso, não deixa de ser uma opção para se informar (e depois compartilhar aqui😬).
  11. PIN é a senha do seu certificado digital. Usada no TOKEN
  12. Entendi. Que bom que deu certo e fico feliz por ter ajudado. Mas é importante essa troca de experiências aqui no fórum. É compartilhando que a gente evolui junto e da mesma forma que foi ajudado, pode acabar ajudando outra pessoa. Depois faça um teste eliminando algum deles pra ver qual funciona e qual não. Pela imagem, eu acredito que os 3 primeiros funcionam, pois o Adobe reconheceu o token (SafeNet eToken).
  13. Qual sugestão fez funcionar? É importante outros colegas saberem também o que deu e o que não deu certo.
  14. Lá em "Digital IDs" existe uma setinha que abre algumas opções embaixo (Roaming ID Accounts, Digital ID Files, Keychain Digital IDs e PKCS#11 Modules and Tokens). Vá nessas duas últimas. Com o token conectado vá na penúltima opção primeiro. Se seu certificado aparecer, faça o procedimento de login e de inclusão da cadeia de certificados como como confiáveis, conforme mencionei no post anterior. Se não aparecer nada lá, vá na última e tente encontrar o Token indicando algum dos endereços de driver que mencionei: /usr/local/lib/libaetpkss.dylib /usr/local/lib/libeTPkcs11.dylib /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/Current/libeToken.dylib /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/Current/libikeyTokenEngine.dylilb /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/A/libeTokenHID.dylib Se nada disso funcionar, realmente não sei como te ajudar.
  15. O Adobe reconhece o token "automaticamente", mas não os certificados. Para encontrar o token, vá em: Preferences > Signatures > Identities & Trusted Certificates > Digital IDs > Refresh (Preferências > Assinaturas > Identidades e Certificados Confiáveis > IDs Digitais > Atualizar - em tradução livre). Recomendo fazer todo esse passo a passo com o certificado digital desconectado. Clique em Refresh por 2x ou 3x. Somente depois disso insira o token e aperte o Refresh 2x ou 3x novamente. Com isso, ao menos para mim, o certificado apareceu. Daí é só colocar a senha, voltar ao documento e adicionar a assinatura. Ocorre que apesar de o Adobe reconhecer automaticamente o token, não reconhece os certificados inseridos neles como confiáveis. Então, para facilitar o uso e realmente ficar automático, é necessário fazer o Adobe reconhecer de forma forçada esses certificados como confiáveis. Para isso, após ter inserido a senha para desbloquear a visualização dos dados do certificado, dê duplo clique no certificado para abrir o Certificate Viewer (visualizador do certificado). No painel à esquerda constará toda a cadeia de certificados (Autoridade Certificadora > Certisign > OAB > Você - ou algo similar). Clique em cada um deles e vá na aba "Trust" e clique em "Add to trusted certificates..." (Adicionar a certificados confiáveis). Não lembro ao certo, mas é provável que o macOS te peça uma senha para essa autorização – não lembro ao certo. Mas é isso. Depois de ter feito isso, o processo passa a ser totalmente automatizado. Dá, inclusive para inserir sua assinatura na imagem do timestamp. (Uso meu sistema em inglês, mas acredito que se você clicar nesse "Gerenciar ID Digital" que aparece pra ti você já será redirecionado diretamente para essas preferências do programa – a imagem só apareceu pra mim após postar essa resposta. Por isso incluí essas informações em edição) Espero ter ajudado.
  16. É o mesmo token que tenho, então com certeza funciona. Segue passo-a-passo: Após abrir o PDF que deseja assinar vá em Tools (Ferramentas) > Certificates (Certificados) > Open/Abrir > Ao fazer isso, ele te joga de volta para o documento e uma espécie de barra de ferramentas nova aparece (se não me falha a memória, aparece também uma janela pop up dizendo que você tem que selecionar o local onde deseja colocar a assinatura – para isso, é só clicar e arrastar selecionando a área com o mouse) > Em seguida abre um pop up com a relação de certificados existente no computador (A1 e A3) > Escolha seu certificado, digita a senha e salve o arquivo assinado.
  17. Tente isso: Abrir PJeOffice > Configurações do Certificado > PKCS11 > Adicionar Em seguida, adicione um dos drivers dos endereços a seguir e faça o teste em algum site que use o PJeOffice: /usr/local/lib/libaetpkss.dylib /usr/local/lib/libeTPkcs11.dylib /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/Current/libeToken.dylib /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/Current/libikeyTokenEngine.dylilb /Library/Frameworks/eToken.framework/Versions/A/libeTokenHID.dylib Pra mim o que está em negrito foi o que melhor funcionou (Token SafeNet 5110). No entanto, ao fazer isso, às vezes é necessário digitar a senha 2 ou 3 vezes. Tirando esse "inconveniente" (que eu nem acho tão inconveniente porque sempre me esqueço de algo na hora de peticionar kkkk e acaba sendo útil parar no meio do processo), o meu funciona perfeitamente no Safari, Firefox e Chrome. Inclusive, passou a funcionar com outros aplicativos, como Mail e outros. A propósito: o Assinador Offline do PJeOffice NUNCA funcionou pra mim (utilizo como alternativa o Assinador do Serpro e o Adobe Acrobat, que acho melhores, mais fáceis e rápidos de usar); então se o que você deseja é essa função, infelizmente não sei como ajudar.
  18. Tente https://websigner.softplan.com.br/ (pelo Firefox)
  19. Mesma dúvida por aqui, embora o meu MBP não seja M1.
  20. Relato interessante. Eu realmente não sei o que conseguiria fazer na hora, especialmente porque não uso dois celulares. Recentemente passei por uma situação similar (golpe e não furto) que também me fez passar por alguns perrengues. Em razão da minha experiência, também sugeriria adotar as seguintes medidas de segurança: • Sempre tenha mais de um número de recuperação para que você consiga receber códigos de acesso de dupla verificação e segurança. A Apple e o Google permitem indicar números fixos (você recebe o código em chamada) e isso faz MUITA diferença quando se lida com bandidos. • Se realmente não houver forma alguma de reaver o aparelho, o ideal é bloquear os IMEI, de modo que o ladrão não consiga usar o aparelho mesmo se conseguir dar reset. Isto porque (ao menos em princípio) só é possível realizar o desbloqueio do IMEI com apresentação da Nota Fiscal. Então, no máximo, a pessoa terá um super iPod Touch ao invés de um iPhone, efetivamente. • Se possível, seguro anti-roubo/furto é sempre bem-vindo, embora no Brasil os preços sejam bastante abusivos (até mesmo porque o próprio celular é abusivo). Ao invés de seguro, eu passei a juntar por mês esse dinheiro, pois acho melhor do que usar em um seguro. • Sempre que possível, use Nuvem para não perder dados de aplicativos, etc. • Pra mim, a principal: FAÇA BACKUP FÍSICO, DIÁRIO, NO SEU COMPUTADOR (eu faço sempre ao menos um – antes de dormir ou ao acordar – e, quando possível, ao sair de casa). Assim, caso perca ou tenha o celular furtado ou roubado, você conseguirá realizar o backup integral de aplicativos e dados em um novo aparelho (isto porque o backup em nuvem não é completo, acreditem). Além disso, para o caso de furtarem/roubarem o celular desbloqueado, eu adicionaria, também, medidas de segurança para os aplicativos, como só abrir com senha ou Touch/Face ID (ex: bancos, WhatsApp, Telegram, Mercado Livre, Amazon etc.), notas seguras, bem como dupla verificação por SMS ou app. Infelizmente a gente só costuma pensar nesse tipo de situação quando passa por ela. Eu sempre tive muitos cuidados e, ainda bem, consegui resolver tudo em razão das medidas adotadas. No entanto, foi um perrengue bastante complicado, pois como perdi a linha, tive problemas em razão de todas as duplas verificações de senha/segurança, etc., estarem atreladas ao número.
  21. Nunca consegui fazer o Assinador funcionar no macOS. No meu caso, o certificado A3 (token) sequer aparece na relação do programa. Embora os certificados A1 apareçam, ao tentar utilizar o assinador externo ocorre o seguinte erro: No entanto, tenho conseguido usar sem problemas o Projudi para acesso e petição. Então, como alternativa, utilizo ou o Adobe Acrobat Reader ou o Assinador Digital do Serpro
  22. Continuo afirmando: NUNCA vi essa janela antes. Como tenho notebook e o SafeNet 5110 acende a luz quando está conectado, não tenho maiores problemas em saber qual a senha. Vez ou outra erro, mas não é algo que me incomode. Até porque eu deixo ativado por escolha mesmo (acho uma segunda forma de conseguir acessar o macOS). Mas cada um com suas preferências. Em todo caso, pra quem quer ativar, ao menos pelo software que eu uso, a ativação do login pelo token é feita por esse app aqui👇
  23. Gilberto, o Assinador disponibilizado pela ARISP só tem na versão .EXE – isto é, só funciona em Windows. Não há versão para macOS. Se a sua necessidade for apenas a de assinar um documento PDF, existem outras soluções gratuitas para o macOS, como o próprio Adobe Acrobat Reader, o Assinador Digital (Serpro) e o próprio PJeOffice (caso seja advogado) faz assinaturas em PDFs. Agora, se você PRECISA que seja assinado pelo ARISP, as únicas soluções são: 1) ou instalar o Windows no próprio macOS (usando o Boot Camp) – não sei como está essa questão em macOS com chip M1; 2) ou instalar o Windows no macOS em uma máquina virtual (como o Parallels); 3) ou usar uma outra máquina Windows.
  24. roberktum, sinceramente eu nem sei o que significa emparelhar. Se isso significa "fazer funcionar com os sistemas judiciais", a única providência "excepcional" que adotei foi desativar temporariamente o "csrutil" para fazer a instalação dos drivers do Token – o que, acho eu, já é algo padrão e conhecido da maioria dos colegas que usam certificado no macOS (o procedimento está nesse próprio tópico – só ir nas postagens mais antigas). No mais, apenas instalei os softwares respectivos: o programa e a extensão de navegador do Web Signer (para o eSAJ) e o PJeOffice (para o PJe). O EPROC foi o único que não tive que instalar nada e sempre funcionou redondo em todos os navegadores; o PROJUDI só passou a funcionar depois de instalar a última versão do WebSigner (🤷‍♂️ não sei dizer por qual motivo). Depois de feitas as instalações, reabilitei o csrutil e passei a usar normalmente. Agora, se "emparelhar" significa "fazer funcionar com tudo", a única coisa que posso dizer é que depois que passei a usar o 5110 (especialmente depois de instalar a versão SafeNet 10.2.97.0) eu nunca mais tive qualquer problema com o uso de certificado digital no macOS! Faço login, uso todos os sistemas de processos judiciais (PJe, eSAJ, EPROC, PROJUDI) no Safari, Firefox, Chrome, e o certificado digital do token funciona, inclusive, em outras aplicações – nativas ou não – como o Mail, Adobe e Foxit. Também não tenho problema com os certificados em nuvem (do escritório, para emitir NFe, etc.) De resto, eu não sei qual problema vocês estão enfrentando. Eu NUNCA nem tinha visto essas janelas aqui (de notificação, de emparelhamento ou de erro)👇, que o Carlos Alberto tirou print: Detalhe: uso certificado digital desde 2012, quando o certificado ficava na própria carteira da OAB e se usava leitoras de cartão (que ainda tenho). Também já usei o GD Burti e nunca vi esse tipo de janela ou notificação (pra mim, a única forma de acesso era via TokenAdmin). Com o GD Burti eu já conseguia fazer login na máquina, mas tinha dificuldade de usar o certificado fora do Firefox e do Chrome. Atualmente as únicas ações que recebo do sistema são a janela de informar a senha e, às vezes, a de autorizar o site que requisita o acesso. No meu caso, essa janela varia de acordo com a aplicação (se estou no Safari, desce uma janela dos certificados e depois um pop up pra senha; se estou no Firefox/Chrome sempre desce uma janelinha grudada no navegador para indicar o certificado a ser usado e colocar a respectiva senha; no caso do PJeOffice é aquela janela com a descrição do caminho do driver). Apenas isso. Exemplos: • WebSigner (sistema eSAJ - TJCE, TJSP...) – janela própria: • PJeOffice (sistema PJe – TJDFT, TRF1, ...) – janela própria: • EPROC (JFRS, TRF2...) – janela do navegador (Firefox): • PROJUDI (TJGO, ...) – janela do navegador (no caso abaixo, Safari) Então se você puder especificar melhor qual o problema vocês estão tendo, talvez eu (ou outro colega) consiga ajudar (embora eu não seja programador). Mas pode ser que linhas de comando sejam o caminho (no entanto, não é justo dizer que usar linha de comando é um problema do certificado, e sim uma questão de segurança imposta pela Apple ao sistema, pois para o certificado passar a atuar como login/senha de vários programas é necessário que isso seja feito na raiz do sistema; por isso, aliás, o próprio procedimento do csrutil é feito apenas localmente, na própria máquina, e somente em modo de segurança). Mas continuo achando que o fato de ainda não termos apps com UI e UX decentes também decorre do fato de que essas aplicações não são muito usadas. E mesmo as que são, pelo próprio exemplo que vemos no país, tem diferenças de driver, programas, formas de funcionamento, etc. Então é um universo que ainda não é padronizado. Mas, como disse antes, acredito que isso mudará em tempos próximos.
  25. *Essa função é apenas o manual. Mas pelo que li bem superficialmente, não parece algo tão complicado a ponto de só ser feito via linhas de comando (veja, p.ex., que as extensões podem ser feitas via Xcode e, via extensão, poderia se tornar fácil o acesso a várias funcionalidades). O problema, a meu ver, é que essa é uma tecnologia sem muito uso mundo afora. Então pouca gente trabalhou em cima de soluções realmente práticas, com UX e UI. Veja que muitos colegas daqui do fórum usam uma versão do SafeNet que foi encontrada em um site holandês... (não que isso seja problema, mas demonstra que a programação relacionada a esse tipo de produto virou de nicho e só quem realmente precisa usá-la acaba arregaçando as mangas pra fazer soluções amigáveis). Para o público em geral, mesmo de Windows (SO mais usado), certificado digital não é só uma realidade distante... não é sequer realidade... De certa forma, eu fico feliz que a Administração Pública Federal e algumas estaduais e distrital tenham passado a usar esse padrão (especialmente em razão do SEI!). Com mais gente usando, acaba tendo mais gente programando pra esse tipo de tecnologia e, portanto, mais soluções fáceis de usar e configurar. Acredito que teremos grandes avanços no futuro próximo em razão disso.
×
×
  • Criar Novo...