Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

LSD

Membros
  • Total de itens

    71
  • Registrou-se em

  • Última visita

Informações do Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    São Paulo

Últimos Visitantes

955 visualizações

Conquistas de LSD

  1. Conseguir trocar o rosto do faceID sem ter que digitar senha, recuperação da appleID por número de telefone, não pedir senha pra desligar, entre algumas outras (que na verdade são a ausência de ferramentas/soluções de concorrentes), são falhas de segurança sim. Só não foram (aparentemente) exploradas por alguns criminosos. Mas é evidente que, para o usuário de 2021, é necessário ficar mais atento e mudar alguns hábitos. Um aprendizado a mais, mudança de comportamento, que infelizmente não é todo mundo que vai se adaptar. Isso claro, até inventarem um próximo golpe. Acho importante para nós, usuários, deixarmos de lado qualquer ilusão de que o iPhone é "seguro". O que existe é um conjunto de medidas que o usuário pode tomar pra tentar se ferrar menos.
  2. Olha galera, aqui fala como aconteceu o golpe esses dias no vereador aqui em SP. Os caras entraram na conta o Itau do cara, e depois transferiram grana pro Original e depois mais 5 bancos... E o iPhone dele tava desbloqueado. E u achei que o Itau não enviava SMS pra recuperar senha... banco picareta igual a tantos outros por aí... Num caso desses, tanto faz se era iPhone ou Android, fica o alerta pra todos nós...
  3. No iPhone dá pra colocar um passcode alfanumérico, só não sei se todo mundo sabe e usa... eu quando tinha, só usava senha numérica simplona de 4 digitos Outra coisa legal do android é um negócio chamado "fixar aplicativo", p/ex vc tá dirigindo e usando Waze e vem o meliante e rouba teu telefone... ele não consegue sair da tela do waze sem digitar senha. Demorou pra Apple colocar isso no iPhone...
  4. No telefone que eu uso (é um S20+), ele por padrão não deixa desligar o telefone sem colocar senha. Ele tem uma coisa legal que é uma pasta segura: ela só é acessível via impressão digital ou senha alfanumérica, e dentro dela vc pode colocar arquivos ou apps (app do banco, email, fotos, etc). Daí mesmo que o bandido roube o telefone desbloqueado, ele só terá acesso ao que estiver fora dessa pasta. Se o bandido tentar mudar as impressões digitais do aparelho, ele precisa digitar senha pra acessar o menu das digitais (no iPhone que tinha touchID era assim né?). Então dificulta pra mudar as digitais gravadas... E, não sei se é coisa de todos os Samsung, mas o meu nunca deixou gravar uma senha numérica de 4 algarismos, como no meu ex-iPhone... desde o 1o dia eu tive que usar senha alfanumérica... Pra gerenciar as minhas senhas eu uso o Bitwarden. Outra coisa: depois que eu fui vítima do sim swap, eu saí caçando tudo que eu tinha de conta com número de telefone e tirei o meu número (Gmail, Yahoo, Mercado Livre, Facebook, etc). Passei a usar um app que gera tokens (podem testar o Authy, tem também o Microsoft Authenticator), e ainda instalei o gerador de tokens num iPad. Assim, caso eu (ou um meliante) queira recuperar o acesso às contas (ou mesmo registrar/abrir site novo), precisa de um código gerado por esses autenticadores. Bem, entendo que isso vai funcionar por um tempo (até os criminosos lerem isso e "darem o passo adiante"), mas espero que enquanto isso não acontece, que seja de ajuda para quem ler isso!
  5. A XP é terrível. Menos mal que o criminoso consegue sacar dinheiro, mas enviando o dinheiro pra uma conta do mesmo CPF. Mas até aí, se o cara envia pra uma conta que ele já teve acesso, lascou. Uma coisa que eu já pensei em fazer no meu telefone (quando eu tinha iPhone) era deixar uma conta de mail para os bancos que não estivesse registrada num app (Mail, Gmail, etc), que só fosse acessível via webmail. E no caso, a senha disso não ficaria no keychain (aliás senha nenhuma - se o bandido pegar o teu iPhone, o keychain tá lá aberto com tudo disponível).
  6. Eu acho que é necessário tentar descobrir o que os bandidos estão fazendo (se usam algum dispositivo ou software pra hackear o telefone). Hoje p/ex saiu uma notícia de um vereador que teve o iPhone roubado e os bandidos pegaram grana por um app de banco: https://br.noticias.yahoo.com/vereador-tem-celular-furtado-em-162900017.html Ou seja, mais uma vez, mais um iPhone... Será a mesma quadrilha? Enfim, sobre o faceID para login no app do banco - eu não usaria, pelo menos por enquanto. Aliás pra app nenhum. Deixa tudo pra abrir com senha, de preferência alfanumérica. Outra coisa - abandonar o keychain, e no lugar dele, usar um gerenciador de senhas. Falta ainda a Apple implementar um recurso presente em alguns modelos de android - pedir senha pra desligar o aparelho.
  7. Eu posso falar pelo que eu uso, um S20+. Só consegui colocar uma senha alfanumérica pra bloqueá-lo. Não tem essas coisas como 4 numeros... Mesmo cadastrando digital (e de novo, pra ver as digitais ou alterar, precisa entrar uma senha alfanumérica), de tempos em tempos (ao longo do dia) ele te exige uma senha alfanumérica pra desbloquear o aparelho. Outra coisa: tem uma pasta segura, que de novo, só é acessada via senha alfanumérica. Se vc colocar o app do banco dentro dessa pasta, o bandido só consegue abrir o app digitando a senha (ou usando a digital). Mesmos apps de banco que ficam fora da pasta segura, precisam de senha pra abrir ou digital. A maioria deles não aceita o reconhecimento facil da Samsung (com razão, pois é uma piada). Ai a pessoa fala, tá bom, o cara pega e reseta o telefone. Tudo bem, mas aí, precisa da senha do Google, e eu nem sei a minha. Precisa de outro dispositivo pra liberar, no meu caso. Não é igual a appleID que vc recupera a conta com número de telefone. No entanto, entendo que deve haver um software que desbloqueia tudo isso, a exemplo do que acontece com o bypass do iCloud. Nesse caso, ai o que conta é o usuário tomar medidas pra diminuir o seu risco de sofrer golpes, seja com iPhone ou Android. Tem coisas que a Samsung fez (modo SOS, pasta segura) que faz tempo que a Apple já devia ter implementado.
  8. Eu li, tanto a de ontem como a de hoje. Eu conclui que: 1. O que a gente achava que havia de proteção/segurança num iPhone, não existe mais. 2. Além das ferramentas "de sempre", agora há colaboração de funcionários das operadoras de celular, possivelmente de bancos; há ainda os vazamentos de dados (e a venda deles descaradamente, sem vazamento. Eu p/ex recebo todo mês um email - scam - da Claro com uma fatura falsa com o mesmo valor da minha fatura real, mesmos dados - endereço, nome, tudo - na mesma data que a fatura real vence. Evidente que algum funcionário usa os dados dos clientes pra aplicar golpes). Já denunciei e não mudou nada... 3. Além da colaboração e etc., há as ferramentas por ai pra "hackar" o iCloud facim facim. 4. a Apple tem uma falha de projeto nesse esquema de recuperar a appleID por telefone. 5. Sim no Android, dependendo do modelo, é mais fácil (ou menos) de aplicar os mesmos golpes (ou parecidos). 6. Fiquem atentos: quem garante que os criminosos não frequentam o forum aqui e não ficam de olho nas medidas de prevenção apontadas aqui e as usam para "dar um passo a frente" para burlar tudo?
  9. Mais fácil como? Depende do modelo... E sobre o iCloud e etc., depois procurem na internet por "bypass icloud", e vejam o tanto de ferramentas/esquemas pra desbloquear um iPhone "travado no iCloud"...
  10. O problema é que os caras fazem sim swap. (normalmente com ajuda de alguém que trabalha na operadora. Mas dá pra fazer sem também, segundo me falaram na Claro). Eles pegam o seu número e transferem pra outro chip (e dane-se que o seu chip tem senha). Daí fica fácil - dá pra recuperar a appleID via SMS. Pronto, o vagabundo entra no seu iCloud, e daí em diante, ferrou tudo. Todas as "proteções" que a Apple criou, não valem mais nada pra gente no BR. Esses dias eu fui vítima de um golpe de sim swap, a minha sorte é que eu não tinha mais iPhone...
  11. Achei a dica ótima, no meu caso aqui eu testei e tanto o PC como o iPhone aparecem com uns nomes nada a ver, mas consegui transferir uma foto. Valeu!!
  12. Bem eu tenho um MBP 2016 c/touchbar, e desisti da ideia de atualiza-lo. Acho que vou usar até não dar mais. E provavelmente será meu ultimo mac, pois sinceramente, pra mim já deu (os computadores deles pioram a cada geração e ficam cada vez mais caros...). Com o dolar a 6 reais (com uma possibilidade grande de bater quase 7 até o fim do ano, falando do turismo), "quase" vale a pena comprar aqui antes da Apple atualizar valores, MAS, nao é uma prioridade pra mim agora. Claro, tudo pode mudar.
  13. Um relato e uma pergunta... ... tempos atrás eu perguntei aqui sobre adicionar um cartão de dependente no AP. Bem, eu consegui adicionar o meu (faz quase 2 meses na verdade). Funciona normal, como se fosse um titular. ... e uma pergunta: a Porto liberou os cartões dela para serem usados no AP. Alguém por ai conseguiu adicionar e usar? Eu pergunto pois hoje tenho conta no Itaú mas estou para encerrar o meu relacionamento com eles, e, penso em pegar um cartão da Porto para usar no lugar do meu Itau...
  14. Opinião de quem tem um Garmin 235 há 4 anos: 1. O Garmin não vai te ajudar muito a medir as atividades de musculação. Pra bike é OK (mas se isso for importante pra vc, há relogios melhores e mais caros da propria Garmin), e pra corrida funciona MUITO bem. Dá pra vc criar treinos e colocar nele pra vc faze-los de maneira autonoma. 2. Funciona muito bem pra vc acompanhar o seu sono (no AW dá, mas por enquanto precisa de apps pagos e caros pra fazer isso). Minha opinião: se vc corre de maneira mais séria (treina sempre, corre provas, etc), compre um Garmin. Dependendo do seu nível, parta pra um modelo melhor (Serie 7xx ou Fenix). Em outros casos, compre o AW.
×
×
  • Criar Novo...