Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Chega de palhaçada né Apple Store


tiico1996

Posts Recomendados

As cartas para VEJA devem trazer a assinatura, o endereço, o número da cédula de identidade e o telefone do autor. Enviar para:

Diretor de Redação, VEJA

Caixa Postal: 11079

CEP: 05422-970, São Paulo, SP

Fax: (11) 3037-5638

E-mail: [email protected]

Por motivos de espaço ou de clareza, as cartas poderão ser publicadas resumidamente. Só poderão ser publicadas na edição imediatamente seguinte as cartas que chegarem à redação até a quarta-feira de cada semana.

Alguém aí tem assinatura?

Estou tentando entrar em contato com um editor da INFO.

MacMagazine não tem que se envolver com isso... eles não podem misturar o lado profissional deles com o que seus usuários de fórum gostariam.

Não peço que eles tomem partido. Apenas que informem: "Brasileiros questionam Apple sobre aumentos nos preços do iMac", com o link para o forum.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Alguém aí tem assinatura?

Estou tentando entrar em contato com um editor da INFO.

Não peço que eles tomem partido. Apenas que informem: "Brasileiros questionam Apple sobre aumentos nos preços do iMac", com o link para o forum.

Eu tenho assinatura da exame e da Superinteressante, serve?

Alguém aí tem assinatura?

Estou tentando entrar em contato com um editor da INFO.

Não peço que eles tomem partido. Apenas que informem: "Brasileiros questionam Apple sobre aumentos nos preços do iMac", com o link para o forum.

A MM até poderia dar um suporte, mesmo sem se envolver formalmente, pois estamos aqui como usuários e não como membros da MacMagazine.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom fazer algo contra isso, não quero voltar ao Windows e não aceito pagar esses preços abusivos.

O movimento é importante, pois se der certo com computadores, quem sabe haverá esperança para outros setores. Que seja um início.

O principal, galera: Não comprem nada da Apple aqui no Brasil, o maior protesto de um consumidor é não comprar. Se em um mês onde eu trabalho os valores estiverem muito abaixo do normal uma atitude é tomada!!!!

Se em um mês a empresa não vender ou chegar muito perto de nada... pode ter certeza que vão reduzir, minimamente, mas vão e aguardarão que voltem os lucros... agora, se ficar em dois ou três meses ai sim teremos mudanças significativas de preços.

Editado por fmaricato
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom fazer algo contra isso, não quero voltar ao Windows e não aceito pagar esses preços abusivos.

O movimento é importante, pois se der certo com computadores, quem sabe haverá esperança para outros setores. Que seja um início.

O principal, galera: Não comprem nada da Apple aqui no Brasil, o maior protesto de um consumidor é não comprar. Se em um mês onde eu trabalho os valores estiverem muito abaixo do normal uma atitude é tomada!!!!

Se em um mês a empresa não vender ou chegar muito perto de nada... pode ter certeza que vão reduzir, minimamente, mas vão e aguardarão que voltem os lucros... agora, se ficar em dois ou três meses ai sim teremos mudanças significativas de preços.

Vou criar um tópico na seção Apple com o título: Desagrado dos usuários da Apple com os preços abusivos, assim podemos chamar mais gente

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se todo mundo mandar emails, espalharmos a ação em outros blogs, chamarmos a atenção d imprensa, eles não vão ter escolha, a não ser pelo menos nos dar uma satisfação!

Deixar de comprar é impossível, pois mesmo que todo mundo do fórum pare de comprar ,ainda tem 500mil fora desse fórum que vão continuar comprando!

Editado por brazlocateli
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Há quase 2 anos que não participo de fórum algum na internet, mas esse tópico aqui me fez repensar essa decisão!

Simplesmente acho ridículo a maneira como a Apple do Brasil se comporta com o usuário Mac no Brasil.

A Apple nunca gastou 1 misero real com marketing em nosso território e, graças aos fieis usuários da marca, estão conseguindo disseminar seus computadores por aqui. Eu mesmo já catequizei, por baixo, 15 pessoas a mudarem para o sistema da Apple. E imagino que o mesmo deva ocorrer com vocês daqui do fórum.

Apesar da Apple possuir um grande mercado com os seus gadgets, dificilmente alguém muda a plataforma do seu computador por causa de seu novo iPhone, iPad ou iPod. É claro que existe exceção, mas de modo geral, quem faz a cabeça das pessoas são as pessoas próximas.

Por que estou falando isso?

Porque, apesar de sabermos que a Apple segue a risca as regras do capitalismo, não tem como não se sentir ofendido ou desprezado pela empresa, com o atual quadro de preços de seus computadores.

Me sinto um otário em carregar a bandeira da empresa e saber que o respeito não é mutuo.

Algum forista levantou, em outro post, os preços dos produtos em várias Apple Stores e podemos ver a discrepância dos preços tabelados aqui, comparado com o resto do mundo! Então, é ou não é um desrespeito?

Além disso tudo, comprei o meu Macbook white em 2010 no Brasil, pelo simples fato de favorecer a Apple store brasileira. Tinha a ilusão babaca que, comprando aqui, estaria mantendo o emprego dos brasileiros.

Ainda restava uma esperança de ver bons preços no BR para esses novos iMacs.. Devo ser muito otário mesmo!

Bom, o dinheiro do Mac está aqui e não sei o que fazer! Comecei até a olhar para alguns computadores com o windows 8. Essa estratégia da Apple foi tão babaca, mas tão babaca, que me fez olhar para o lado.

Enquanto o mundo inteiro gasta rios de dinheiro para fidelizar seus clientes, a Apple Brasil anda no caminho contrário.

Hoje eles estão no topo, mas amanhã podem não estar mais. Deveriam ler um pouco mais a própria história! Nada é eterno...

Agora, a respeito da carta que vocês estão escrevendo, podem contar com a minha assinatura para fazer volume.

Só acho que estamos fazendo o papel de "mulé de malandro", aquela que apanha, mas quer continuar com o marido.

Façam uma reflexão sobre essa carta. Sei que muitos trabalham exclusivamente com os softwares do OSX, mas nada que não possa ser feito com o windows. Cabe a cada um refletir, de maneira ampla, o que essa carta significa.

Esperarei as novidades dos computadores com windows 8 para decidir o que farei. Sinceramente, ainda estou muito indefinido.

Fato que, nunca mais, a Apple Brasil verá novamente a cor do meu dinheiro.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tópico criado na Seção Apple. Assim terá mais visibilidade.

Há quase 2 anos que não participo de fórum algum na internet, mas esse tópico aqui me fez repensar essa decisão!

Simplesmente acho ridículo a maneira como a Apple do Brasil se comporta com o usuário Mac no Brasil.

A Apple nunca gastou 1 misero real com marketing em nosso território e, graças aos fieis usuários da marca, estão conseguindo disseminar seus computadores por aqui. Eu mesmo já catequizei, por baixo, 15 pessoas a mudarem para o sistema da Apple. E imagino que o mesmo deva ocorrer com vocês daqui do fórum.

Apesar da Apple possuir um grande mercado com os seus gadgets, dificilmente alguém muda a plataforma do seu computador por causa de seu novo iPhone, iPad ou iPod. É claro que existe exceção, mas de modo geral, quem faz a cabeça das pessoas são as pessoas próximas.

Por que estou falando isso?

Porque, apesar de sabermos que a Apple segue a risca as regras do capitalismo, não tem como não se sentir ofendido ou desprezado pela empresa, com o atual quadro de preços de seus computadores.

Me sinto um otário em carregar a bandeira da empresa e saber que o respeito não é mutuo.

Algum forista levantou, em outro post, os preços dos produtos em várias Apple Stores e podemos ver a discrepância dos preços tabelados aqui, comparado com o resto do mundo! Então, é ou não é um desrespeito?

Além disso tudo, comprei o meu Macbook white em 2010 no Brasil, pelo simples fato de favorecer a Apple store brasileira. Tinha a ilusão babaca que, comprando aqui, estaria mantendo o emprego dos brasileiros.

Ainda restava uma esperança de ver bons preços no BR para esses novos iMacs.. Devo ser muito otário mesmo!

Bom, o dinheiro do Mac está aqui e não sei o que fazer! Comecei até a olhar para alguns computadores com o windows 8. Essa estratégia da Apple foi tão babaca, mas tão babaca, que me fez olhar para o lado.

Enquanto o mundo inteiro gasta rios de dinheiro para fidelizar seus clientes, a Apple Brasil anda no caminho contrário.

Hoje eles estão no topo, mas amanhã podem não estar mais. Deveriam ler um pouco mais a própria história! Nada é eterno...

Agora, a respeito da carta que vocês estão escrevendo, podem contar com a minha assinatura para fazer volume.

Só acho que estamos fazendo o papel de "mulé de malandro", aquela que apanha, mas quer continuar com o marido.

Façam uma reflexão sobre essa carta. Sei que muitos trabalham exclusivamente com os softwares do OSX, mas nada que não possa ser feito com o windows. Cabe a cada um refletir, de maneira ampla, o que essa carta significa.

Esperarei as novidades dos computadores com windows 8 para decidir o que farei. Sinceramente, ainda estou muito indefinido.

Fato que, nunca mais, a Apple Brasil verá novamente a cor do meu dinheiro.

Legal ver a tua manifestação, pois ela foi antes de tudo racional! Parabéns pela palavra, em especial pelo trecho em que falas que levantamos a bandeira de algo e nos damos por conta de que o respeito não é mútuo. A Apple pisou na bola com os usuários, mas os usuários têm culpa, da mesma forma, em comprar produtos de forma frenética. Mesmo assim, tens razão.

Eu, por exemplo, estava aguardando para comprar o meu primeiro iMac. Sempre usei MacBooks, mas Desktops, ainda usava Apple. Iria comprar dois para por no escritório, assim, aos poucos, iria padronizar o escritório com iMacs. Ocorre que com o preço praticado comprei dois Dell XPS 8500, com Ultrasharp, topo de linha e ainda menos de R$8.000,00.

Editado por Gustavo Jaccottet
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tópico criado na Seção Apple. Assim terá mais visibilidade.

Legal ver a tua manifestação, pois ela foi antes de tudo racional! Parabéns pela palavra, em especial pelo trecho em que falas que levantamos a bandeira de algo e nos damos por conta de que o respeito não é mútuo. A Apple pisou na bola com os usuários, mas os usuários têm culpa, da mesma forma, em comprar produtos de forma frenética. Mesmo assim, tens razão.

Eu, por exemplo, estava aguardando para comprar o meu primeiro iMac. Sempre usei MacBooks, mas Desktops, ainda usava Apple. Iria comprar dois para por no escritório, assim, aos poucos, iria padronizar o escritório com iMacs. Ocorre que com o preço praticado comprei dois Dell XPS 8500, com Ultrasharp, topo de linha e ainda menos de R$8.000,00.

Obrigado pelas palavras, Gustavo!

Eu sempre freqüentei o Macmagazine, mas jamais havia visitado esse fórum. O que me chamou a atenção foi justamente uma mensagem sua em um desses tópicos sobre os altos preços da Apple. Se estou aqui hoje, é graças a você! ehehehehehe

Cara, achei a sua atitude louvável. Abriu mão da sua marca e produto favorito em pró do seu respeito! Eu penso exatamente da mesma maneira!

A decisão é difícil, pois mesmo utilizando o que temos de mais lógico e cerebral, estamos colocando em jogo sentimentos e afinidade com os produtos da marca.

De modo geral, acho que ainda falta essa consciência (sua atitude) para o consumidor brasileiro, para adquirimos o respeito necessário das empresas. Hoje, qualquer produto vendido no Brasil, é vendido com esse maldito ágio. E todo brasileiro aceita pagar passivamente.

Pra mim, isso tudo se justifica graças a política de estímulo ao crédito implementado pelo governo brasileiro. O assunto é extenso, mas começa dai esse nosso problema com a alta custo dos produtos vendidos por aqui. Somado a inexistência de um planejamento familiar, temos esse BOOM de preços que vemos hoje. E por ai vai... (melhor parar senão vão me taxar de chato...eheheh)

Voltando aos novos Macs, não tenho dúvida que estão entre os melhores computadores do mercado e a sua qualidade é única. Não é a toa que são naturalmente mais caros e, como o mercado enxerga isso, aceita pagar um pouco mais que os computadores das outras empresas. Agora, o que fizeram no Brasil é digno de litígio com seus usuários fieis. Pelo menos é assim que me sinto!

Outro dia estava lendo uma reportagem sobre os altos preços de veículos no Brasil e o economista foi bem feliz em sua colocação: A única coisa que abaixa o preço de um produto é a concorrência.

Acho que você está no caminho certo e eu estou na mesma tendência. Só comprarei um computador quando entender que o preço e justificável e compatível com o que os gringos pagam lá fora! É claro que nossos impostos inviabiliza que compremos com valores iguais ou menores que os americanos, mas tem que estar na mesma ordem de grandeza!

Tópico criado na Seção Apple. Assim terá mais visibilidade.

Legal ver a tua manifestação, pois ela foi antes de tudo racional! Parabéns pela palavra, em especial pelo trecho em que falas que levantamos a bandeira de algo e nos damos por conta de que o respeito não é mútuo. A Apple pisou na bola com os usuários, mas os usuários têm culpa, da mesma forma, em comprar produtos de forma frenética. Mesmo assim, tens razão.

Eu, por exemplo, estava aguardando para comprar o meu primeiro iMac. Sempre usei MacBooks, mas Desktops, ainda usava Apple. Iria comprar dois para por no escritório, assim, aos poucos, iria padronizar o escritório com iMacs. Ocorre que com o preço praticado comprei dois Dell XPS 8500, com Ultrasharp, topo de linha e ainda menos de R$8.000,00.

Obrigado pelas palavras, Gustavo!

Eu sempre freqüentei o Macmagazine, mas jamais havia visitado esse fórum. O que me chamou a atenção foi justamente uma mensagem sua em um desses tópicos sobre os altos preços da Apple. Se estou aqui hoje, é graças a você! ehehehehehe

Cara, achei a sua atitude louvável. Abriu mão da sua marca e produto favorito em pró do seu respeito! Eu penso exatamente da mesma maneira!

A decisão é difícil, pois mesmo utilizando o que temos de mais lógico e cerebral, estamos colocando em jogo sentimentos e afinidade com os produtos da marca.

De modo geral, acho que ainda falta essa consciência (sua atitude) para o consumidor brasileiro, para adquirimos o respeito necessário das empresas. Hoje, qualquer produto vendido no Brasil, é vendido com esse maldito ágio. E todo brasileiro aceita pagar passivamente.

Pra mim, isso tudo se justifica graças a política de estímulo ao crédito implementado pelo governo brasileiro. O assunto é extenso, mas começa dai esse nosso problema com a alta custo dos produtos vendidos por aqui. Somado a inexistência de um planejamento familiar, temos esse BOOM de preços que vemos hoje. E por ai vai... (melhor parar senão vão me taxar de chato...eheheh)

Voltando aos novos Macs, não tenho dúvida que estão entre os melhores computadores do mercado e a sua qualidade é única. Não é a toa que são naturalmente mais caros e, como o mercado enxerga isso, aceita pagar um pouco mais que os computadores das outras empresas. Agora, o que fizeram no Brasil é digno de litígio com seus usuários fieis. Pelo menos é assim que me sinto!

Outro dia estava lendo uma reportagem sobre os altos preços de veículos no Brasil e o economista foi bem feliz em sua colocação: A única coisa que abaixa o preço de um produto é a concorrência.

Acho que você está no caminho certo e eu estou na mesma tendência. Só comprarei um computador quando entender que o preço e justificável e compatível com o que os gringos pagam lá fora! É claro que nossos impostos inviabiliza que compremos com valores iguais ou menores que os americanos, mas tem que estar na mesma ordem de grandeza!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelas palavras, Gustavo!

Eu sempre freqüentei o Macmagazine, mas jamais havia visitado esse fórum. O que me chamou a atenção foi justamente uma mensagem sua em um desses tópicos sobre os altos preços da Apple. Se estou aqui hoje, é graças a você! ehehehehehe

Cara, achei a sua atitude louvável. Abriu mão da sua marca e produto favorito em pró do seu respeito! Eu penso exatamente da mesma maneira!

A decisão é difícil, pois mesmo utilizando o que temos de mais lógico e cerebral, estamos colocando em jogo sentimentos e afinidade com os produtos da marca.

De modo geral, acho que ainda falta essa consciência (sua atitude) para o consumidor brasileiro, para adquirimos o respeito necessário das empresas. Hoje, qualquer produto vendido no Brasil, é vendido com esse maldito ágio. E todo brasileiro aceita pagar passivamente.

Pra mim, isso tudo se justifica graças a política de estímulo ao crédito implementado pelo governo brasileiro. O assunto é extenso, mas começa dai esse nosso problema com a alta custo dos produtos vendidos por aqui. Somado a inexistência de um planejamento familiar, temos esse BOOM de preços que vemos hoje. E por ai vai... (melhor parar senão vão me taxar de chato...eheheh)

Voltando aos novos Macs, não tenho dúvida que estão entre os melhores computadores do mercado e a sua qualidade é única. Não é a toa que são naturalmente mais caros e, como o mercado enxerga isso, aceita pagar um pouco mais que os computadores das outras empresas. Agora, o que fizeram no Brasil é digno de litígio com seus usuários fieis. Pelo menos é assim que me sinto!

Outro dia estava lendo uma reportagem sobre os altos preços de veículos no Brasil e o economista foi bem feliz em sua colocação: A única coisa que abaixa o preço de um produto é a concorrência.

Acho que você está no caminho certo e eu estou na mesma tendência. Só comprarei um computador quando entender que o preço e justificável e compatível com o que os gringos pagam lá fora! É claro que nossos impostos inviabiliza que compremos com valores iguais ou menores que os americanos, mas tem que estar na mesma ordem de grandeza!

Obrigado pelas palavras, Gustavo!

Eu sempre freqüentei o Macmagazine, mas jamais havia visitado esse fórum. O que me chamou a atenção foi justamente uma mensagem sua em um desses tópicos sobre os altos preços da Apple. Se estou aqui hoje, é graças a você! ehehehehehe

Cara, achei a sua atitude louvável. Abriu mão da sua marca e produto favorito em pró do seu respeito! Eu penso exatamente da mesma maneira!

A decisão é difícil, pois mesmo utilizando o que temos de mais lógico e cerebral, estamos colocando em jogo sentimentos e afinidade com os produtos da marca.

De modo geral, acho que ainda falta essa consciência (sua atitude) para o consumidor brasileiro, para adquirimos o respeito necessário das empresas. Hoje, qualquer produto vendido no Brasil, é vendido com esse maldito ágio. E todo brasileiro aceita pagar passivamente.

Pra mim, isso tudo se justifica graças a política de estímulo ao crédito implementado pelo governo brasileiro. O assunto é extenso, mas começa dai esse nosso problema com a alta custo dos produtos vendidos por aqui. Somado a inexistência de um planejamento familiar, temos esse BOOM de preços que vemos hoje. E por ai vai... (melhor parar senão vão me taxar de chato...eheheh)

Voltando aos novos Macs, não tenho dúvida que estão entre os melhores computadores do mercado e a sua qualidade é única. Não é a toa que são naturalmente mais caros e, como o mercado enxerga isso, aceita pagar um pouco mais que os computadores das outras empresas. Agora, o que fizeram no Brasil é digno de litígio com seus usuários fieis. Pelo menos é assim que me sinto!

Outro dia estava lendo uma reportagem sobre os altos preços de veículos no Brasil e o economista foi bem feliz em sua colocação: A única coisa que abaixa o preço de um produto é a concorrência.

Acho que você está no caminho certo e eu estou na mesma tendência. Só comprarei um computador quando entender que o preço e justificável e compatível com o que os gringos pagam lá fora! É claro que nossos impostos inviabiliza que compremos com valores iguais ou menores que os americanos, mas tem que estar na mesma ordem de grandeza!

Fico lisonjeado em saber que participas do fórum graças a um post de minha autoria, afinal estamos aqui para agregar idéias, amizades e pontos de vista. O Fórum do MM é o mais rico dos que já participei. Ainda participo de um Fórum sobre o mercado automotivo, mas não tem o mesmo feeling. Eu fico com o computador ligado o dia inteiro, quando estou trabalhando sempre deixo o MM aberto, assim com o Facebook e o Twitter.

A qualidade dos posts, a qualidade da moderação e da administração desse fórum o fazem o melhor dos que já frequentei (e olha que foram vários).

Abração e seja bem vindo!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fico lisonjeado em saber que participas do fórum graças a um post de minha autoria, afinal estamos aqui para agregar idéias, amizades e pontos de vista. O Fórum do MM é o mais rico dos que já participei. Ainda participo de um Fórum sobre o mercado automotivo, mas não tem o mesmo feeling. Eu fico com o computador ligado o dia inteiro, quando estou trabalhando sempre deixo o MM aberto, assim com o Facebook e o Twitter.

A qualidade dos posts, a qualidade da moderação e da administração desse fórum o fazem o melhor dos que já frequentei (e olha que foram vários).

Abração e seja bem vindo!

Obrigado, Gustavo!

Agora que fiz o cadastro no fórum, terei uma participação mais ativa.

Eu percebi que o nível dos posts são muito bons e espero manter o padrão!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Caro uk lima,

Já passou da hora de falar: eles não vão ligar. Já falaram isso aqui antes, já cansaram de falar aliás. As pessoas estão se mobilizando pra fazer algo, então não seja o sem noção que aparece e fala algo que não acrescenta e nem ajuda. Já ouviu dizer que, se não tiver nada de bom pra acrescentar, o silêncio é bem-vindo? Dica dada...

idem ao que falei ao uk lima pra vc...

Sim, não é nossa carta que fará eles cortarem os preço dos produtos. É a diminuição da demanda. Vocês dizem isso o tempo todo e estão certos e eu desde de sempre disse isto também, procurem meus posts do início dessa polêmica que verão que eu falaei que é a demanda alta que permite a eles fazerem isso.

Mas, nosso objetivo com esta carta é questioná-los do porquê disso, mesmo que corramos o risco de receber um "dólar & impostos" como resposta. Outro objetivo, pelo menos meu é, é fazer eles perceberem que as pessoas estão deixando de ser bobas neste país. Os executivos da Apple já trabalharam em outras empresas grandes no Brasil, basta ver no prefil deles no LinkedIn: Ford, Nokia etc. eles estão achando que o povo continua como antigamente, mas não! Existem pessoas como eu, o Gustavo, o tico, criador desse tópico, o JoeD, e todos os outros que não concordam com essa maldição que se arrasta a séculos no Brasil, nós não concordamos e não vamos ficar parados olhando e reclamando, como o povo de antigamente fazia e ainda faz, nós QUEREMOS que isso mude! E enviar esta carta é um começo, um pequeno aviso para eles: olha, as coisas aqui estão mudando, fiquem espertos!

Logicamente, eu gostaria de fazer algo maior, algo que alcançasse milhões de pessoas e permitisse colocar uma pulguinha atrás das orelhas delas, pra que elas questionassem a si mesmas se o que estão fazendo é o correto: comprar por status, esbanjando dinheiro a torto e a direito. Mas o que pode ser feito? Estávamos discutindo aqui há quase uma semana e ninguém foi capaz de dar uma ideia desse tipo. Que ela existe, existe, mas quem a terá? Criatividade é uma coisa que não falta ao ser humano, volta e meia me impressiono com a criatividade humana, mas infelizmente nem todos conseguem acessar por completo essa criatividade, eu sou um exemplo disso. :(

Então, ao invés de chorar as pitangas, vamos fazer algo, e esse algo por hora é enviar essa carta a Apple Brasil.

Mas se alguém aí tiver a "ideia de ouro", não deixe de compartilhar conosco, ok, não seja egoísta. ;)

Bom, o dinheiro do Mac está aqui e não sei o que fazer! Comecei até a olhar para alguns computadores com o windows 8. Essa estratégia da Apple foi tão babaca, mas tão babaca, que me fez olhar para o lado.

Esta sua observação foi muito interessante e pertinente, acho que podemos colocá-la na carta.

Bom, como criaram outro tópico vou "migrar" pra lá, pra manter as conversas centralizadas.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Raramente posto algo aqui,embora sempre leia,mas realmente é uma coisa revoltante,senão abaixarem e muito esse valor voltarei a usar pcs,jamais aceitarei pagar seis mil reais num computadorzinho,por melhor que seja continua sendo um computador,no meio de uma crise financeira estes pilantras aumentam o preço de um produto que possui concorrência em dois mil reais,se fossemos pessoas conscientes, Essa empresa ficaria muitos anos sem vender nada no país,outra coisa vergonhosa em pleno ano 2012 com os ssds no topo tecnológico,a dona Apple me vêem com HD de 5400 rpm em iMac,uma tecnologia de dez anos atras num produto que custa os olhos da cara e ainda retira propositadamente a possibilidade de upgrade de memoria,é muita arrogância com seus clientes afffff!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Joe D, isso é uma abreviação para "João Ninguém"?

Cara, não estou falando para vocês desistirem.

Mas não concordo com vc em várias coisas.

Primeiro, pessoas como a gente que não aceitam certas coisas sempre existiram, mas nos não somos maioria. Enquanto os facínoras eram julgados pelo Supremo, o candidato deles ganhou na maior cidade do pais, e já falam em levar um dos condenados de volta ao congresso na vaga de um deputado que iria sair, então:

Ponto 1- Nós somos minoria

Ponto 2 - Eles são maioria.

No momento em que "nunca antes na história deste pais" um pobre pode comprar um carro, em trocentas prestações, o que vai melhorar em muito sua qualidade de vida, independente de não ter esgoto em casa nem água tratada, sua moradia ser inundada em toda chuva e ratos enormes passearem em sua sala, falar que vai convencer a Apple a abaixar o preço é um exagero.

Acho bom mesmo, registrar nossa indignação, mas volto a falar o óbvio, são duas coisas distintas, eles tem que não vender nada, depois vão olhar a carta, e vão descobrir por quê. Se for ao contrário, e eles venderem muito, vão olhar a carta e rir.

Não se preocupe comigo, não estou morando ai, se tudo der certo, nunca mais volto. Mas não vou comprar de maneira nenhuma nada mais da Apple no Brasil, e se vocês puderem descobrir se estas lojas, tipo FAst compram na Apple Br, ou na Apple EUA, seria uma boa, boicotar tudo quanto é loja, mesmo elas.

Algo maior existe, não vote, os 19% de abstenções no segundo turno já deram um susto na quadrilha, se chegar a uns 40% eles vão sentir que a batata deles está assando. Não basta lutar por preços da Apple, o buraco é mais encima, tem mais coisas para lutar.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

(...)

Algo maior existe, não vote, os 19% de abstenções no segundo turno já deram um susto na quadrilha, se chegar a uns 40% eles vão sentir que a batata deles está assando. Não basta lutar por preços da Apple, o buraco é mais encima, tem mais coisas para lutar.

Concordo com você, lutar só com a Apple não vai eliminar a raiz do problema. Mas temos que começar, certo? Já diz o ditado: "Roma não foi construída em um único dia".

Se essa ação contra os preços praticados pela Apple surtir algum resultado, por menor que seja, já será uma vitória. E servirá de incentivo para as pessoas continuarem a brigar pelas mudanças necessárias.

Editado por Odigooogle
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Joe D, isso é uma abreviação para "João Ninguém"?

Cara, não estou falando para vocês desistirem.

Mas não concordo com vc em várias coisas.

Primeiro, pessoas como a gente que não aceitam certas coisas sempre existiram, mas nos não somos maioria. Enquanto os facínoras eram julgados pelo Supremo, o candidato deles ganhou na maior cidade do pais, e já falam em levar um dos condenados de volta ao congresso na vaga de um deputado que iria sair, então:

Ponto 1- Nós somos minoria

Ponto 2 - Eles são maioria.

No momento em que "nunca antes na história deste pais" um pobre pode comprar um carro, em trocentas prestações, o que vai melhorar em muito sua qualidade de vida, independente de não ter esgoto em casa nem água tratada, sua moradia ser inundada em toda chuva e ratos enormes passearem em sua sala, falar que vai convencer a Apple a abaixar o preço é um exagero.

Acho bom mesmo, registrar nossa indignação, mas volto a falar o óbvio, são duas coisas distintas, eles tem que não vender nada, depois vão olhar a carta, e vão descobrir por quê. Se for ao contrário, e eles venderem muito, vão olhar a carta e rir.

Não se preocupe comigo, não estou morando ai, se tudo der certo, nunca mais volto. Mas não vou comprar de maneira nenhuma nada mais da Apple no Brasil, e se vocês puderem descobrir se estas lojas, tipo FAst compram na Apple Br, ou na Apple EUA, seria uma boa, boicotar tudo quanto é loja, mesmo elas.

Algo maior existe, não vote, os 19% de abstenções no segundo turno já deram um susto na quadrilha, se chegar a uns 40% eles vão sentir que a batata deles está assando. Não basta lutar por preços da Apple, o buraco é mais encima, tem mais coisas para lutar.

Comecemos pelo mais simples: meu nickname no fórum não é abreviação de João Ninguém. É meu nome real com meu sobrenome abreviado... o D.

Agora, essa é a última vez que pretendo responder uma mensagem sua. Por que? Porque noto que vc não presta atenção em nada e continua MATRACANDO sem parar, teclando obviedades, clichês, opiniões sem embasamento em fatos, etc. Vc já respondeu a TANTAS coisas nesse tópico e até agora não entendeu que nossa carta aberta para Apple NÃO ESTÁ PEDINDO PARA QUE BAIXEM OS PREÇOS. Apenas pedindo que EXPLIQUEM como chegaram naquele valor. POR QUE que inflou tanto na hora de converter para reais. Isto que estamos pedindo, Sr. uk lima.

Outra coisa: assim como você, não moro no Brasil. Mas nem por isso deixo de ajudar no que posso. Sua petulância em não ajudar e querer botar defeito no que fazem os outros usuários, é no mínimo irritante de se testemunhar. Já dei a dica para você várias vezes: se não tem nada de bom a acrescentar, colabore com seu silêncio. Outro defeito MEGA teu: ficar falando que deveriamos todos estar pensando nas situações do senado e que deveriamos pensar em protestar problemas maiores do Brasil. Primeiro pergunto: o que VC está fazendo em relação a esses problemas citados por você mesmo? Nada, né? Essa nem vidente precisa ser pra adivinhar.

Estamos fazendo a nossa parte no que se refere a esta história da Apple. Não prometemos revolucionar NADA. Prometemos fazer o que acreditávamos ser nossa função. Estamos pouco nos lixando qual será a resposta. Queremos exercer nosso direito de expressão e ver onde vai dar... AO INVÉS de ficarmos como vc: sentando e reclamando.

Todos são livres para aderir a outras causas (se já não o fazem, né?) e seguir a vida como quiserem. O chato é vir um pessimista "sentar na calçada", e ficar apontando o dedo e rindo da cara de quem está "na rua" promovendo uma movimentação para reinvindicação - seja ela de direitos, melhorias, justiça, etc.

Se eu fosse você, eu fingiria que ia tomar um ônibus de férias onde não tem wi-fi, e sumiria do fórum por uns dias... acho que pelo que vi das pessoas respondendo pra você, estão mais do que cansados dessa sua filosofia derrotista e pessimista.

Uma vez disse isto no fórum, e vou repetir: ninguém gosta de um perdedor amargurado. As pessoas querem se cercar de pessoas corajosas, com disposição, que estão a fim de botar a mão na massa... se vc vem aqui pra reclamar a esmo... ninguém quer ouvir. Vai por mim...

Concordo com você, lutar só com a Apple não vai eliminar a raiz do problema. Mas temos que começar, certo? Já diz o ditado: "Roma não foi construída em um único dia".

Se essa ação contra os preços praticados pela Apple surtir algum resultado, por menor que seja, já será uma vitória. E servirá de incentivo para as pessoas continuarem a brigar pelas mudanças necessárias.

Aprende com o Odigooogle, uk lima!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.
×
×
  • Criar Novo...