Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Carlos_Gabriel

Membros
  • Total de itens

    555
  • Registrou-se em

  • Última visita

Tudo que Carlos_Gabriel postou

  1. Eu tenho uma biblioteca um pouco menor, por volta dos 150 GB. Faço o seguinte: - iCloud habilitado para a biblioteca como um todo; - No Macbook e no Mac mini iCloud sincronizado com a opção de baixar originais; - No iPhone e no iPad sincronizado com a opção de baixar otimizadas; - Backup automático dos dois computadores em um TimeCapsule; - Cópias regulares em HD externo do arquivo da biblioteca; Com isso acho que tenho um pouco menos de probabilidade de perder alguma coisa... ?
  2. Com o arquivo Fototeca.photoslibrary copiado, você já tem os originais. Se quiser verificar, vá no Finder, sua pasta de usuário, Imagens e clique com o botão direito sobre o arquivo. Nas opções, escolha Mostrar Conteúdo do Pacote. Lá, nas pastas do pacote, há uma chamada (salvo engano) Master, com as fotos e videos originais. Se quiser, pode fazer o mesmo com o backup do arquivo feito. Abraços!
  3. É uma solução legal, contanto que você lembre de atualizar as fotos na biblioteca do Mac antes de apaga-la do iPhone/iPad. E lembrando que sempre que você apagar uma foto do iPhone/iPad, a mesma será apagada da nuvem. Um ponto de dúvida: quando você deixa a foto otimizada no iPhone (com qualidade pior. A melhor estará no iCloud) e importa para a biblioteca do OS X do iPhone, qual versão será importada? Provavelmente a de qualidade pior. O que eu faria: - Desabilitaria o iCloud em todos os devices e importaria os dados para o Mac e faria backup no HD externo se a opção fosse não pag
  4. Isso, se ultrapassar ele não salva (e acho que desabilita a biblioteca no iCloud). A solução apresentada é válida, com dois pontos: uma vez que você ultrapassar a library no próprio iPhone, vai avisar que precisa comprar espaço. E você terá que lembrar tanto do backup do Mac quanto de sincronizá-lo com o iPhone. Deixar as Fotos de cada um em uma library é válido se as fotos não se sobrepuserem, para não ter arquivos duplicados. É possível ter uma library única, em um local compartilhado, fora da pasta do usuário.
  5. Exato, é isso mesmo. Minha library do Fotos tem hoje 90 GB e nem penso e perde-la. Tenho bastante cuidado com backups dos meus arquivos. Acho que vale a pena pagar o plano de 200 GB para ter backup dos arquivos + Fotos.
  6. Eu faria exatamente o contrário: deixaria ligada o iCloud no OS X e desabilitaria no iPad/iPhone. Eis o por quê: - O HD de Mac (muito provavelmente) é maior que o espaço disponível nos dispositivos com iOS; - Você terá backup automático na nuvem; - O backup em um HD externo é fácil, bastando copiar um arquivo (a library); - Você terá uma biblioteca com somente o que quer nos iPhone/iPad; - Caso precise ver todas as suas fotos, de qualquer computador é só acessar o iCloud.com;
  7. Pois é! Sou meio paranoico com segurança também. Meus arquivos ficam todos na nuvem (iCloud), replicados em 2 HD's em uso (MacBook Pro e Mac Mini), com backup automático no TimeCapsule e manual em um HD externo. Tem que ser uma tragédia nível Guerra dos Mundos para perder alguma coisa... mas aí, quem vai ligar para fotos não é não?
  8. O aplicativo para iOS é legal? A pesquisa de arquivos funciona? Tem sincronia seletiva? Tem como colocar uns screenshots para a gente ver? Somente pelo histórico. Jamais hospedaria alguma coisa no UOL, já que eles tem histórico de problemas com perda de dados de clientes. A MS tem uma história parecida em seus serviços. E tem a questão da privacidade. No Google Drive havia, nos termos de uso alguns pontos bem draconianos e quando se usa o serviço para arquivos de trabalho, segurança e privacidade são essenciais.
  9. Preço acessível é um conceito abstrato. Na minha opinião, o melhor é o DropBox. Hoje não o uso mais pois não quero ter duas contas pagas em serviços diferentes que fazem a mesma coisa. Por isso torço para a melhoria do iCloud Drive.
  10. Usei o DropBox por anos a fio, com o plano de 1 TB, quase cheio. Funciona impecavelmente, com pouquíssimas falhas. Os aplicativos são ótimos, a sincronização seletiva melhorou bastante desde a inicial e horrível implementação e o site é rápido e responsivo. Inverta tudo. É o iCloud Drive. Como já tinha um plano para suportar a library do Photos (100 GB), acabei aumentando meu plano do iCloud Drive e migrando todos os meus arquivos para ele. É um serviço ainda em fase inicial de implementação. O site não é bom, não permitindo maneiras múltiplas de visualizar arquivos (fica aquela imagem gra
  11. Pois é, isso não posso fazer por que uso para sincronizar uma infinidade de arquivos e não quero ter que voltar a ter conta em dois serviços (DropBox e iCloud). Sincronizo desde fontes de sistemas até comprovantes financeiros, dentre muitos outros.
  12. Mas você só desabilitou o app do iCloud Drive? Por que o serviço não dá para desabilitar, uma vez que hoje quase todos os apps usam o iCloud... Tenho a conta de 200 GB e algo como 100 GB só de documentos, sincronizados entre os dois macs que tenho.
  13. Na verdade não. O iCloud funciona como o DropBox, só mostrando o conteúdo. baixa apenas quando precisamos acessá-lo. Lembrando que a maior conta do iCloud tem 1 TB e nenhum iPhone suportaria todos esses dados... De qualquer maneira, já fiz o teste desabilitando o Drive e o Photos e o problema persiste. Então, pensei isso também. Desabilitei o backup no iCloud e o problema persiste. Se fossem dados de backup corrompidos, na primeira restauração o problema cessaria, o que não ocorreu.
  14. Prezados, boa noite, Sou usuário antigo de iPhone (o primeiro foi um 3G) e sempre fui comedido no uso de aplicativos, por isso optei pelo iPhone 6 de 16GB, capacidade que já me atendia no anterior, um 4S. O grande problema é que desde que o adquiri, frequentemente, quando o mesmo está no wi-fi e na tomada, vejo o espaço livre despencar continuamente, até efetivamente zero. Aí nada de atualizar aplicativos, tirar fotos etc. A situação só se resolve com um backup no iTunes, full erase e restore do backup. Fica tranquilo por algum tempo, depois de novo... aparentemente é um backup do iClou
  15. Pois é, aqui não precisei fazer isso e usei as configurações automáticas: botão - real ou virtual - WPS do roteador + acionamento dessa configuração na impressora. Como uso um TimeCapsule o WPS é acionado via software no próprio OS X.
  16. Primeiro, algumas perguntas: você está querendo configurar a impressora direto no Mac ou no roteador? Se for possível a segunda opção, recomendo. Aqui configurei a Epson XP-411 sem sair de frente do computador. Faça o seguinte, nas configurações da impressora busque por configuração automática. Nesse modo, você só tem que selecionar essa configuração na impressora E no roteador, para que eles se configurem. A partir daí, no OS X instale a impressora como uma impressora sem fio. Deve funcionar.
  17. Sim, tem: é só arrastar os álbuns criados para fora da pasta iPhoto Álbuns. Hoje não volto para o iPhoto por causa de um ponto: velocidade. Sugestão? Mova a sua library de volta para o Mac e deixe o TimeCapsule fazer o backup. Mais seguro.... Aqui comprei mais espaço no iCloud para backup das fotos também.
  18. Alguém sabe se houve melhorias no Photos.App? Especialmente se é possível ordenar álbuns por data (álbuns e não fotos nos álbuns, o que jé é possível)? Obrigado!
  19. Uso Filezilla pois o arquivo de configurações é compartilhado entre as versões Windows e OS X e é usado no trabalho mas acho o Transmit o melhor.
  20. As suites são diferentes no iPhone/iPad e no OS X. Se você comprou no iPad vinculado à sua AppleID, não tem risco. Hoje o padrão é o backup do iPad/oPhone ser feito via iCloud. Se quiser os apps em disco, é só sincronizar com o iTunes que a cópia é feita.
  21. Aqui baixo as fotos com qualidade máxima em duas máquinas + backup TimeCapsule das duas + DropBox + HD Externo de tempos em tempos. Além do próprio iCloud. Jamais perdi uma foto sequer... e tenho fotos digitais desde os anos 2000.
  22. no iPhone: Ajustes | iCloud | Fotos | Otimizar no iPhone. Isso fará que uma versão otimizada (menor) seja armazenada no aparelho. Lembre-se de no app Fotos, no Mac marcar para baixar a foto com qualidade total. Eu não confio em manter as fotos com total qualidade apenas na nuvem da Apple. A partir da importação você só precisará fazer o backup da library nova, do Photos, que pelo que entendo está no HD do mac, então o TC pega numa boa. Estou certo?
  23. Você pode mover/copiar/apagar a biblioteca do iPhoto ou do Fotos de maneira independente. O esquema do hard-link que falei mais acima só é válido quando estão no mesmo volume. Aqui apaguei a biblioteca antiga do iPhoto e as fotos, assim como esperado, continuaram na biblioteca do Fotos. Quando você tem a biblioteca do iPhoto convertida e do Fotos, na verdade elas não estão duplicando suas fotos, são links uma da outra. No fundo, apontam para o mesmo espaço onde está o arquivo original. A medida que você incluir novos arquivos no Fotos, eles estarão somente lá. Por isso apaguei o biblioteca
  24. Bem, provavelmente como qualquer outro aplicativo da suite iLife: abra no Finder a pasta Aplicativos, localize o iPhoto e arraste para a Lixeira. Ele tem 1,7 GB aqui na minha máquina. Apenas sugiro aguardar mais um pouco. Pode ser que na sua library do iPhoto convertida para o Fotos ainda haja alguma informação relevante.
×
×
  • Criar Novo...