Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Você tem um MacBook nacionalizado ? Já foi com ele para o exterior ?


mjr

Posts Recomendados

Então....O pessoal da alfândega encanou na volta, pediu NF, quis ver embaixo se tinha selo da Anatel ?

 

A última (e única) vez que fui para os EUA acompanhado do meu MAC eu levei a NF e na hora da alfândega disse que estava portando um laptop na bagagem de mão, mas que eu tinha a NF dele e perguntei: Você quer ver ?

 

O cara disse: Não tem necessidade...é do seu uso pessoal.

 

Mas eu queria saber dos demais, principalmente se algum fiscal além de querer ver a NF fez questão de ver o selo da Anatel gravado à laser atrás do MacBook.Podem me ajudar ?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que vai da sorte isso ai, em tese teria que andar com a nota fiscal ao viajar mesmo que ele seja comprado aqui e seja modelo já anatel, se for importado acho que não é nem tanto a questão da nota e sim do comprovante de pagamento do imposto de importação, mas me parece que pelo numero do serial eles conseguem encontrar no sistema que o equipamento foi pago o imposto.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que vai da sorte isso ai, em tese teria que andar com a nota fiscal ao viajar mesmo que ele seja comprado aqui e seja modelo já anatel, se for importado acho que não é nem tanto a questão da nota e sim do comprovante de pagamento do imposto de importação, mas me parece que pelo numero do serial eles conseguem encontrar no sistema que o equipamento foi pago o imposto.

 

Sim, mas tou falando de Macs nacionalizados...ou seja (um exemplo): vc comprou o seu na FastShop...com NF, tudo certinho, anatel gravado embaixo e tal.E ai pinta uma viagem para os EUA...Vc leva a NF com o seu aparelho...Quenem eu fiz alias.

 

Beleza...Na hora da volta eu queria saber se aquele simbolo da Anatel é conferido ou não ou se é só a NF.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Trouxe um MBP do Canadá e recolhi taxas e impostos. Com isso ele passou a ser legalizado.

Um tempo depois fiz outra viagem e na volta pediram pra conferir a bagagem. O MBP estava na mochila, porém eu não havia levado junto o boleto de taxação (pago na primeira vinda)... Não deu outra: taxado mais uma vez no mesmo equipamento.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Trouxe um MBP do Canadá e recolhi taxas e impostos. Com isso ele passou a ser legalizado.

Um tempo depois fiz outra viagem e na volta pediram pra conferir a bagagem. O MBP estava na mochila, porém eu não havia levado junto o boleto de taxação (pago na primeira vinda)... Não deu outra: taxado mais uma vez no mesmo equipamento.

Caraca.

 

Não deu pra argumentar nada?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sim, mas tou falando de Macs nacionalizados...ou seja (um exemplo): vc comprou o seu na FastShop...com NF, tudo certinho, anatel gravado embaixo e tal.E ai pinta uma viagem para os EUA...Vc leva a NF com o seu aparelho...Quenem eu fiz alias.

 

Beleza...Na hora da volta eu queria saber se aquele simbolo da Anatel é conferido ou não ou se é só a NF.

Depende do fiscal, alguns podem nem ligar se você está trazendo um notebook novo, mas outros podem encrencar mesmo tendo o logo da Anatel, portanto o melhor é garantir e levar a NF; afinal, pra que arriscar se a NF praticamente não ocupa espaço.

Eu sempre viajo com meu iPad e sempre levo o comprovante de taxa paga na importação dentro da capa.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na minha ultima viagem só me pediram para ver o notebook ( e conseguentemente ver se tinha o "selo" da anatel ).

 

Como sou consultor, sempre visito empresas e etc, tenho por costume andar com a nota do notebook, como foi dito, não oculpa espaço, joga dentro do Sleeve e ja era  :P

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Trouxe um MBP do Canadá e recolhi taxas e impostos. Com isso ele passou a ser legalizado.

Um tempo depois fiz outra viagem e na volta pediram pra conferir a bagagem. O MBP estava na mochila, porém eu não havia levado junto o boleto de taxação (pago na primeira vinda)... Não deu outra: taxado mais uma vez no mesmo equipamento.

Gente boa o fiscal hein? Já tinha ouvido que pelo número do serial eles conseguiam saber se você pagou quando trouxe o produto, mas pelo visto vai da boa vontade.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Trouxe um MBP do Canadá e recolhi taxas e impostos. Com isso ele passou a ser legalizado.

Um tempo depois fiz outra viagem e na volta pediram pra conferir a bagagem. O MBP estava na mochila, porém eu não havia levado junto o boleto de taxação (pago na primeira vinda)... Não deu outra: taxado mais uma vez no mesmo equipamento.

 

Ce tá zuando, né ?? Puutz, meu ! Que zica !! Mas olha...eu tenho "quase" certeza de que se você fosse buscar a DBA em casa e apresentasse na receita vc poderia retirar o seu equipamento.Afinal o objetivo disso é exatamente provar que você pagou impostos.Você não precisa pagar lá na hora para retirar suas coisas apreendidas.Eu posso estar errado , mas tenho quaaaase certeza !

 

 

Já vi gente sendo taxado mais de uma vez e gente sendo taxada com MacBook de 2010.

 

Quando passei com o meu, o fiscal viu o selo da Anatel e disse: "é nacional".

 

Certo...Mas vc estava sem a NF e comprovou a nacionalização dele através do selo, correto ?

 

O cenário que eu estou tentando me expressar é o seguinte....

 

1) Vc leva o equipamento com selo da anatel e a nf

2) Na hora você apresenta a NF

3) Por ter mostrado a NF, o fiscal vai conferir o selo mesmo assim ou não ?

 

Desculpem eu ter me expressado mal ! Estou tentando entender se o selo da Anatel é a 1a opção deles , segunda ou simplesmente: Ambas.Estou tentando definir a prioridade das coisas, tipo: Se tem a NF...o cara nem vai querer ver o selo.

 

ou então: O cara depois da NF vai querer ver o selo, afinal quem garante que você não pegou uma NF nacional de um amigo seu e comprou um lá fora ? Nesse caso teríamos uma NF brasileira e uma tampa traseira sem selo.E antes que me perguntem: Sim, estou pensando em fazer exatamente isso.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ce tá zuando, né ?? Puutz, meu ! Que zica !! Mas olha...eu tenho "quase" certeza de que se você fosse buscar a DBA em casa e apresentasse na receita vc poderia retirar o seu equipamento.Afinal o objetivo disso é exatamente provar que você pagou impostos.Você não precisa pagar lá na hora para retirar suas coisas apreendidas.Eu posso estar errado , mas tenho quaaaase certeza !

 

 

 

Certo...Mas vc estava sem a NF e comprovou a nacionalização dele através do selo, correto ?

 

O cenário que eu estou tentando me expressar é o seguinte....

 

1) Vc leva o equipamento com selo da anatel e a nf

2) Na hora você apresenta a NF

3) Por ter mostrado a NF, o fiscal vai conferir o selo mesmo assim ou não ?

 

Desculpem eu ter me expressado mal ! Estou tentando entender se o selo da Anatel é a 1a opção deles , segunda ou simplesmente: Ambas.Estou tentando definir a prioridade das coisas, tipo: Se tem a NF...o cara nem vai querer ver o selo.

 

ou então: O cara depois da NF vai querer ver o selo, afinal quem garante que você não pegou uma NF nacional de um amigo seu e comprou um lá fora ? Nesse caso teríamos uma NF brasileira e uma tampa traseira sem selo.E antes que me perguntem: Sim, estou pensando em fazer exatamente isso.

 

eu tava sem a nota do meu, o cara deduziu a nacionalidade pelo selo. se vc tem a nota, melhor ainda, é inquestionável. e é imprevisível o que pode rolar nessas vistorias.

 

meu caso foi num domingo de manhã em que a receita parou 80% dos 3 voos que chegaram no RJ.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, eu tenho uma dúvida: 

 

Se eu comprei um macbook nos EUA e quando fui entrar optei pelo nada a declarar. Consegui passar sem ninguém me chamar. Agora vou precisar ir pros EUA novamente, eu posso agora declarar meu macbook? Vou pagar multa por isso? A questão dos 500,00 USD eu vou ter desconto? 

 

Se eu optar por não declarar e me pegarem, vou pagar a multa desse macbook q comprei da outra vez? 

 

Valeu!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

bem simples, se te pararem na volta vai pagar o preço do macbook que o fiscal julgar, tipo, simples assim. Eles tem 5 anos para cobrar os impostos, então, até se o notebook for de 2008 eles podem multar.

 

a multa é questionável, mas, o pior caso é 100% do valor do produto + 50% do imposto, logo, um MacBook de 999 dolares pode ser multado em US$1.498,50, em alguns casos eles cobram apenas a multa.

 

Os 500 USD que você tem direito é se você DECLARAR, logo, em um MacBook de 999 vc vai pagar  US$499,50 de IMPOSTOS (não existe multa aqui) e com o comprovante de guia de recolhimento você passa a ter o direito de viajar, fazer o que quiser com esse notebook.

 

Se o seu notebook não tem Anatel na tampa eles provavelmente vão exigir uma nota fiscal, eles podem até ficar enchendo o saco se não tiver o serial na nota, se tiver o serial, normalmente corre tudo bem.

 

Se você não tem Anatel e nem nota fiscal... Bem, tomara que o seu fiscal seja legal, pois ele vai poder estimar um valor, aplicar uma multa e ou você paga, ou deixa o notebook lá e começa um processo na Receita Federal para reduzir o imposto ou provar que foi indevido e retirar depois.

 

O negocio é arbitrário mesmo, ruim, mal feito, burrocracia, abuso de poder.. etc.. etc.. mas, é assim que funciona aqui na roça. E em Manaus e Brasília são piores ainda.. galera é doida, não sabe estimar o valor de nada, é um abuso louco.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Até onde sei, e assim me foi explicado por uma pessoa da polícia federal no aeroporto de Guarulhos, se o produto tem sinais de uso, se está cheio de seus documentos dentro e tals, ninguém pode te taxar de nada. Eu sempre entrei no Brasil com produtos que tinham tipo 7 meses de uso e nas vezes que me perguntaram o que tinha, quando dizia que era um laptop, perguntavam: novo ou usado? Eu falava usado e deixavam eu passar de boa. Mas não sei se meu passaporte extramente carimbado ajudava em algo.

 

Se for cobrado erroneamente, você pode entrar com recurso... vc tem como provar que foi comprado no Brasil.

 

Trouxe um MBP do Canadá e recolhi taxas e impostos. Com isso ele passou a ser legalizado.
Um tempo depois fiz outra viagem e na volta pediram pra conferir a bagagem. O MBP estava na mochila, porém eu não havia levado junto o boleto de taxação (pago na primeira vinda)... Não deu outra: taxado mais uma vez no mesmo equipamento.

 

Que historinha estranha... mesmo num equipamento que dava pra ver que era usado? Hmm... e vc não entrou com recurso???

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

 

Que historinha estranha... mesmo num equipamento que dava pra ver que era usado? Hmm... e vc não entrou com recurso???

 

O mais estranho forem ter cobrado duas vezes. Se fosse comigo, deixava lá e voltava com a darf do primeiro pagamento. Se tivesse mesmo que pagar na hora, com certeza entrava com um recurso depois, absurdo isso.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ai ai ai..... eu trabalho fora do Brasil por 6 meses e volto por 2 meses de ferias!!

 

To com o C* na mão NOVAMENTE de voltar.... sempre volto cheio de coisa....

 

Agora to voltando com O meu MBP 17 de sempre....

 

Um MacMini novo, Monitor, PS3 velho meu, iPad Mini, Surface RO, 3DS XL velho meu, WiiU novo, Lumia 920 (BR) iPhone5 novo (pro cunhado).... e uma renca de jogo ....

 

Novo novo só WiiU, iPhone, Macmini mais Monitor, Surface PRO!

 

As coisas pequenas vou muqiar tudo nos meus bolsos q vou de terno, telefones, 3ds etc....

Mini e Surface vou por no meio da minha pasta cheia de papel e documentos heheheheh

 

Vamos ver o q acontece, 90% das vezes desembarco em Guarulhos...

 

Tudo tem documentos meus dentro, fotos, etc... tem como provar q é meu a tempos (sem ser as coisas novas).....q eu praticamente vivo fora do brasil heaheahaehe  tenho muito a chorar se for parado.... mas to com aquele gelo por dentro heaheaheah

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

...

O cenário que eu estou tentando me expressar é o seguinte....

 

1) Vc leva o equipamento com selo da anatel e a nf

2) Na hora você apresenta a NF

3) Por ter mostrado a NF, o fiscal vai conferir o selo mesmo assim ou não ?

 

...

Se apresentar a nota fiscal eles não vão pedir pra olhar o equipamento. A nota fiscal é o comprovante e pronto!

Se não tem a nota fiscal e tem o selo da Anatel, vc vai ser advertido que das próximas viagens leve SEMPRE a nota fiscal junto com o equipamento.

 

Apesar de tudo isso, são muitos fiscais e muitos deles se acham os donos da verdade e f... os passageiros. Já tive várias experiências com essas criaturas ... as vezes que nunca fui parado, as vezes que a moça do raio x parou a esteira com o equipamento dentro e chamou o fiscal na hora pra ver, o fiscal olhou pra minha cara e disse: pode seguir. Já teve vez de pedir pra eu abrir e tirar o mpb do neoprene pra ver, pediu a nota e não olhou embaixo. Outra vez, me parou, pediu pra abrir e olhou embaixo e não pediu a nota ... e da última vez foi muito sinistro, o fiscal me abordou quase na saída e pediu pra eu voltar e perguntou se eu podia mostrar a nota fiscal do notebook e depois de ler a nota e ver que se tratava de um mbp comprado dentro do Brasil ele pediu pra eu ver o notebook e olhou embaixo e disse: peço desculpas senhor eu só precisava confirmar se o produto se tratava do mesmo da nota fiscal. Eu disse: sério! mesmo vendo a nota? ... sim senhor, algumas pessoas já tem o produto e compram outro fora do Brasil e usam a mesma nota fiscal pra outra compra fria.

Eu fiquei de cara pq eu nunca tinha imaginado essa situação de usar a nota de um equipamento no lugar de outro!

Por isso realmente existem muitas coisas que a gente nem passa pela cabeça!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Conteúdo Similar

    • Por Tiago808
      Macbook Pro de 17 polegadas 2008
      Possui problema na placa de vídeo, então é necessário trocar. 
      Não acompanha carregador.
      Demais componentes funcionando.
      Em boas condições estéticas
      R$500
      link mercado livre: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-2043270451-macbook-pro-17-polegadas-_JM


    • Por Mary Staub
      MacBook Pro 13 Retina
      SSD 256GB / 8GB RAM / Intel i5
      450 ciclos de bateria.
      Valor: R$7.200
       
      Entrego em São Paulo.
      11 99698-0224


    • Por Calebe Arruda
      MacBook Pro 13 Retina Early 2014
      SSD 512 gb
      8 gb de ram
      Dual core Intel i5 2.8 ghz
       
      Não possui nenhum risco nem batidas, tanto na tela como na carcaça.
      Teclado sem marcas de uso.
      Completo com todos acessórios originais, carregador, caixa e cabos.
      Bateria com 307 ciclos, fora da tomada ainda aguenta entre 5 e 6 horas fácil.
       
      A tela de retina está apresentado algumas manchas parecendo que teve humidade nas bordas, olhar as fotos.
      Estou vendendo pois recebi um novo Macbook da empresa.
       
      Valor R$ 3.300,00
      Contatos pelo whats: (54) 9-9643-7875













    • Por caioferreira.fs
      Uma maquina incrivel em todos os quesitos, tela, SO, peso, construção, velocidade, bateria incrível. Uma belezinha, vou vender pq preciso de um com mais gb.
      Muito bem conservado, tem uma sombra de leve, de um adesivo que usei por um tempo na tampa.
      Acompanha o carregador e seu cabo original
      https://www.instagram.com/p/CUD7IXyJkX8/?utm_medium=copy_link
       
    • Por Mary Staub
      Entrego em mãos em São Paulo. 
      Motivo da venda: troca pelo iPad Pro 12,9
      441 ciclos de bateria.
      Valor: R$8.200 (apenas o Mac)
      R$9.000 com teclado original e suporte.
       
      WhatsApp: 11 99698-0224









    • Por Ian
      Fala pessoal! 
      Essa semana pensei seriamente em tentar colocar o Big Sur no meu Mac, MacBook Air mid 2012 13 polegadas. Tentei tentei e não consegui, desencanei e desisti. Pensei no risco e caso depois eu fizesse m… e meu Mac nao ligasse mais devido a uma tentativa mal sucedida eu não me perdoaria.  
      Enfim, acontece que  ao deu certo e após isso eu formatei meu laptop todo. Do zero. E, agora com calma observei que a bateria que estava EM MANUTENÇÃO, agora não aparece mais aquele warning, consta como status: Normal. 
      Só pra já poupar algumas questões;
      1- Sim, estou com a última versão do catalina, tanto agora quanto antes de ter formatado. Já era o última versão. 
      2- A bateria está com 400 ciclos, no status de info da bateria consta capacidade máximo em torno de 3800 mAh.
      E aí, já aconteceu isso com vocês? Após a formatação ele “corrigir” a informação da bateria ? 
      Outra coisa… esse lance do Big Sur ou “Bug” Sur em máquinas não suportadas,  vale a pena mesmo? Tipo, desisti porque o meu Catalina supre minhas necessidades numa boa, e como o próprio fabricante não disponibilizou o Sur para minha máquina, penso que eu ficaria indignado caso tentasse burlar isso e colocasse tudo a perder… já vi vários reportes de uma galera que teve problemas.
      Me ajudem aí! 
      forte abs! 
    • Por Johann Roos
      Gostaria de saber se alguém pode me indicar alguma assistência técnica confiável em São Paulo que realize reparos na placa lógica do Macbook Air modelo A1466 e que não cobre um absurdo.
      Moro no interior de SP e não tem muitas pessoas que mexem em mexam em Macbooks, e os que tem cobram muito caro, autorizada então, nem se fala.
      O Macbook parou de ligar de repente uns meses atrás, tentei de tudo que da pra tentar em casa, reset de smc, nvram, pram, abri para desconectar e reconectar a bateria e nada funcionou.
      Ele ficou guardado mais de um mês na gaveta e um dia por brincadeira tentei ligar ele e ele ligou, voltou a funcionar normalmente como se nada tivesse acontecido, isso durou uns 2 meses até dar o mesmo problema de novo. 
      Não dá sinal nenhum de vida a não ser a luz do conector magsafe que acende quando é conectado, verde e depois laranja. 
      Levei em uma assistência aqui falaram que é problema na placa e que da pra fazer o reparo, mas querem cobrar praticamente o valor do próprio macbook. 
    • Por Fernando Braz
      Vendendo meu iPad Air pois não me adaptei, ainda na garantia até ano que vem.
      Acompanha Pencil de segunda geração, película já aplicada e case smart folio.
      R$5.990 completo.
      Sempre utilizado com capa e película, equipamento impecável.
      Aceito troca com macbook M1.

      Retirada em mãos por SP e pagamento na hora via PIX.

    • Por Arthur Scudeiro
      Olá!
      Fui conectar meus AirPods ao MacBook Air e não conectaram, tentei todas as dicas do suporte da Apple. Já até redefini eles, e nada.
      Se puderem me ajudar ou compartilhar o mesmo erro, eu agradeceria!
      Até! 
    • Por Gabriel Orlando
      Boa noite, pessoal!
      Venho querendo adquirir um Macbook air M1 já faz um tempo, e, o que mais me deixa com medo de comprar, é que, o mais "barato" é esse modelo de 256 e 8 de RAM. Eu sou desenvolvedor e vou precisar do XCode, do Android Studio com algumas SDKs do Android, Flutter, Node... Enfim, meu medo é este espaço ser pouco demais e eu acabar ficando na mão. Não sei se todos os softwares e SDKs que eu preciso vão caber na memória e dar uma folga, para talvez editar um videozinho ou outro e talvez até instalar um joguinho ou outro...
      Vocês me recomendariam, para estas necessidades, comprar um de 256 ou de 512?
      Obrigado!
  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      53,1k
    • Total de Posts
      443,2k
×
×
  • Criar Novo...