Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Extinção dos Desktops


jequichan

Posts Recomendados

E para edição de vídeos 4k? Por um bom tempo os desktops serão necessários por serem mais potentes, basta conferir esta notícia de hoje que poderá ter repercussão no próximo iMac: "No próximo mês a Intel lançará uma atualização de seus drivers para a plataforma Ivy Bridge que adicionará suporte a monitores 4K, além de aceleração por hardware na decodificação de vídeos 4K". No "próximo mês"... Pois é, por coincidência no próximo mês talvez tenhamos o lançamento do iMac. É muita coincidência...

Com toda a certeza é muita coincidência, e se não sair agora em Outubro, pode sair no começo do ano.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A sociologia do Marx é a coisa mais furada que extiste, não é nem um pouco bem costurada. O próprio fato das coisas terem acontecido em um pais rural, como a russia, já desmancha tudo que ele falava. Além é claro da evolução natural do capitalismo.

Não adianta bicho, não tem ninguém que faz previsão econômica mais furada que economista. Eles nunca acertam, só de vez em quando, mas sem querer.

Ninguém prevê o surgimento da internet por exemplo. Quer coisa economicamente mais importante que isso?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

E para edição de vídeos 4k? Por um bom tempo os desktops serão necessários por serem mais potentes, basta conferir esta notícia de hoje que poderá ter repercussão no próximo iMac: "No próximo mês a Intel lançará uma atualização de seus drivers para a plataforma Ivy Bridge que adicionará suporte a monitores 4K, além de aceleração por hardware na decodificação de vídeos 4K". No "próximo mês"... Pois é, por coincidência no próximo mês talvez tenhamos o lançamento do iMac. É muita coincidência...

Exatamente. Os retinas não dão conta do processamento necessario para editar video em 4k. Qualquer PROFISSIONAL sabe disso. Pode ser que os dektops acabem para os que não TRABALHAM com computador de alto processamento.

Pergunta a um engenheiro que necessita de calculos gigantescos e matrizes 3d com 10gigas de peso se eles abrem mão ou se sentem seguros de trabalhar APENAS om um Retina ... A RESPOSTA SERÁ: NÃO!!

Pergunte a um arquiteto que pensa em automatizar uma residencia moderna. Criando um central de processamento que vá administrar desde a abertura da porta da garagem, até a quantidade de gelo na geladeira ou o gasto de àgua em descargas ou luz com midia ou mesmo a ventilação da casa enquanto exibe videos na tv, toca musica nas caixas de som e ilumina o jardim dos fundos se ele colocará ou precisa colocar essa responsa num retina: A resposta é não!!

O retina é um excelente computador. O mais poderoso (notebook) da apple, mas como disso lá atrás (antes de começar a ser ridicularizado pelos dois rapazes acima) é que a Lei de Moore vale para a evoluçao da capacidade de processamento, mas também, hoje sabemos disso, pode ser aplicada na DEMANDA de processamento.

Enfim, os desktops não acabarão. Até porque, nem todos querem mobilidade. Muitos querem PROCESSAMENTO. mas um leigo e um home user nunca vai entender isso. Vai insistir em dizer que um iphone no bolso e um retina na mochila é suficiente para calcular qualquer demanda de processamento com folga. É por isso que são home users, n€ao sabem o que é pagar 30 mil por uma base de processamento (eis porque colocar classe social na questão é fora de proposito algum. Em tecnologia as cifras são altas e nenhuma empresa vai frear a evoluçao por conta de classes sociais... aliás, esse argumento chega a ser hilário).

Aliás, chegamos em outro ponto: Um macpro topo de linha sai por uns 11 mil dolares. Vocês acham mesmo que a Apple vai abrir mão desse mecado para vender retinas de 2800 dolares?¡

Gente: vou passar a config de um MacPro (portanto um desktop e qualquer um verá que mesmo os macpro atuais já tem capacidade de processamento infinitamente superior a um retina e mesmo assim não dão mais conta de algumas demanda de processament atuais.

2 Processadores 3.06 GHz Intel Xenon - Cada processador tem Seis Cores (São 12 nucleos de processamento!!)

64 gigas de memória.

Vcs acham que quem usa computadores assim, se sente seguro usando um retina?!?!

Francamente. Esse papo não faz nem sentido...

Editado por Claudio Lisboa
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A sociologia do Marx é a coisa mais furada que extiste, não é nem um pouco bem costurada. O próprio fato das coisas terem acontecido em um pais rural, como a russia, já desmancha tudo que ele falava. Além é claro da evolução natural do capitalismo.

Não adianta bicho, não tem ninguém que faz previsão econômica mais furada que economista. Eles nunca acertam, só de vez em quando, mas sem querer.

Ninguém prevê o surgimento da internet por exemplo. Quer coisa economicamente mais importante que isso?

Se Marx entendesse Freud ele teria feito sérias correções em suas teorias. Ele até poderia ter feito, se tivesse lido Schopenhauer... Marx esqueceu que o homem precisa de liberdade (e foi nessa brecha que o capitalismo devorou Marx) o homem precisa de motivação, prazer, o homem precisa crer, o homem precisa, até, veja vc, idealizar evolução na piramidade social... E para isso sempre usará os titulos, confortos e objetos que julgar estar acima do seus bens... O homem é um invejoso por natureza. O homem não quer igualdade. O Homem não quer o entendimento. Ele quer o bem próprio. Tire o desejar do homem e vai tirar seu vida. É de criar esse bens e desejos (muitos inúteis) que vive o capitalismo... Então, esperar atitudes marxistas de empresas norte americanas e patético. Principalmente quando se está num forum de fas de bens de consumo.ashahahaha... Esses caras alegraram meu dia. Devem ter, no máximo, 23 ou 24 anos, muita vontade de igualdade, contanto que eles digam quem o que é igualdade e o que não é... Que foi o que Marx e toda pratica esquerdista tentou, sem sucesso, fazer. Por isso, sempre descambaram ao autoritarismo e aos discursos hipocritas de igualdade social.... Valeu, vou trabalhar que o mundo é capitalista e que quero comprar meu mac.

Abraço.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Putz, discutir filosofia com incluindo computação as nuvens é dose.

Pior ainda é filosofar pobreza com computador de 11 mil dólares.

Poxa, o tópico estava indo tão bem...

Uma coisa é certa, acabar, acabar não vai mas muita coisa vai mudar, o que acredito é que vai ter mercado para todos os segmentos ($$$) quem não pode ter celular de muitos dólares (ou muitos reais) vai se contentar com o celular barato assim como não vai poder comprar um computador da Apple por 2500 ou 1200 dólares, vai comprar um PC com Win 7 ou 8 por 1 mil reais, portanto acho que vai existir mas irá se restringir a pequenas parcelas.

Eu sou das antigas, trabalho com Mac desde o System 8 com IIFX, IIVX e outros mais, minha filha de 13 anos gostaria de ter apenas um iPad e por que? Pra internet e bate-papo. Ah, se tiver um note no quarto dela também estaria bom, celular é só pra tirar fotos e postar na internet.

Na verdade a gente está olhando pro nosso umbigo mas não dá pra comparar com todo mundo, cada um tem o seu interesse e não acredito que se mate "a caixa" em cima da mesa, ainda tem muita gente que trabalha pesado e muitas das vezes um bom note não dá conta do recado.

Vai trabalhar em edição de vídeo ou produtora de filmes numa tela de 15" para ver o que bom pra tosse. Não tem jeito, o cara vai comprar o seu belo mac com tela de retina e vai jogar na tela de 42" que comprou em trocentas prestações.

Acho que essa imagem abaixo resume bem o que acontece hoje no mercado de computadores. Com toda a sinceridade o cara precisa de tudo isso? Analisemos.

size_590_Bentley_Mulsanne.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Isso é off-topic,

Sinto, jorpaes, mas gostaria de uma última colocação.

Claudio Lisboa, pelo menos chegamos num nível mais civilizado de troca de idéias. Algumas palavras amenas bastam, não é? Isso é ótimo. A gente não tem tempo pra ficar curtindo desencontros e choques de princípios por aqui. Muito embora eles nos chateiem muito, e porisso peçam consideração. Qdo pisam nosso caso, queremos entender que raio de motivação levou a isso, até pra nos questionarmos, vai ver que é verdade. Daí vem a vontade de responder, nos posicionar melhor, ninguém gosta de se ver achincalhado. É o caso. Duma hora pra outra a gente já se vê digladiando com pronomes e substantivos. "Lutar com as palavras é a luta mais vã, entanto lutamos mal rompe a manhã", escreveu um poeta do meu estado, todo mundo conhece. É verdade, até chega uma hora em que as palavras ficam tão duras que tomam conta da razão, como aqui, e ficamos teclando por dezenas de minutos pra escarafunchar argumentos desmoralizantes. Isso então fica bem explicado, mas as ideias não. Não se perde tempo com inutilidades. Nem faz sentido. O processo todo é desmotivante. Pra mim, se o que fazemos é em vão, ou nosso modo de posicionar é insultivo, mudamos de atividade, é assim que funciona. É assim que me coloco frente às suas palavras, Claudio. As posições empanaram as idéias, e não tem mais por que nenhuma das duas.

O que guardo daqui é q diminui a vontade de abrir o site azul do MM, pq isso ao invés agora de disparar o mecanismo de recompensa, que vem pela camaradagem e cortesia dos colegas, quando não dizer até por amizades de fato, o que acaba disparando é o mecanismo das dores. E não é da Maria das Dores. Tomando outra citação, "pra que rimar amor e dor?", e aí pronto, temos trocentas outras atividades que dispensam sofrimento. No final o q fica daqui é q tudo separa, polariza, exclui, desmotiva.

Aos demais colegas, nem teço ideia sobre o tópico mais, prometo. Parece q o que me levou a responde-lo teve um desenrolar pouco feliz.

A sociologia do Marx é a coisa mais furada que extiste, (..)

lima, não é não, é respeitado como sociólogo, não falo da sua critica do e visão de futuro do Ksmo. São duas abordagens diferentes, duas cadeiras diferentes na faculdade de Economia, embora o mesmo autor. Porisso ninguém fala do Adam Smith sociólogo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Isso é off-topic,

Sinto, jorpaes, mas gostaria de uma última colocação.

Claudio Lisboa, pelo menos chegamos num nível mais civilizado de troca de idéias. Algumas palavras amenas bastam, não é? Isso é ótimo. A gente não tem tempo pra ficar curtindo desencontros e choques de princípios por aqui. Muito embora eles nos chateiem muito, e porisso peçam consideração. Qdo pisam nosso caso, queremos entender que raio de motivação levou a isso, até pra nos questionarmos, vai ver que é verdade. Daí vem a vontade de responder, nos posicionar melhor, ninguém gosta de se ver achincalhado. É o caso. Duma hora pra outra a gente já se vê digladiando com pronomes e substantivos. "Lutar com as palavras é a luta mais vã, entanto lutamos mal rompe a manhã", escreveu um poeta do meu estado, todo mundo conhece. É verdade, até chega uma hora em que as palavras ficam tão duras que tomam conta da razão, como aqui, e ficamos teclando por dezenas de minutos pra escarafunchar argumentos desmoralizantes. Isso então fica bem explicado, mas as ideias não. Não se perde tempo com inutilidades. Nem faz sentido. O processo todo é desmotivante. Pra mim, se o que fazemos é em vão, ou nosso modo de posicionar é insultivo, mudamos de atividade, é assim que funciona. É assim que me coloco frente às suas palavras, Claudio. As posições empanaram as idéias, e não tem mais por que nenhuma das duas.

O que guardo daqui é q diminui a vontade de abrir o site azul do MM, pq isso ao invés agora de disparar o mecanismo de recompensa, que vem pela camaradagem e cortesia dos colegas, quando não dizer até por amizades de fato, o que acaba disparando é o mecanismo das dores. E não é da Maria das Dores. Tomando outra citação, "pra que rimar amor e dor?", e aí pronto, temos trocentas outras atividades que dispensam sofrimento. No final o q fica daqui é q tudo separa, polariza, exclui, desmotiva.

Aos demais colegas, nem teço ideia sobre o tópico mais, prometo. Parece q o que me levou a responde-lo teve um desenrolar pouco feliz.

lima, não é não, é respeitado como sociólogo, não falo da sua critica do e visão de futuro do Ksmo. São duas abordagens diferentes, duas cadeiras diferentes na faculdade de Economia, embora o mesmo autor. Porisso ninguém fala do Adam Smith sociólogo.

O cara era um sociólogo, filósofo e economista. O próprio fenômeno da Apple pode ser interpretado pelos livros dele! O abaeda tem toda razão!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Cara ele não acertou nenhuma previsão dele. Tudo errado, e, a propósito, o Freud, principalmente, e hoje toda psicanalise, pisicologia e psiquiatria estão meio na corda bamba lá fora. O Freud já foi retirado como cadeira de diversas universidades sendo estudado hoje mais como curiosidade. O prêmio nobel da área questionou a própria área como ciência, haja visto não haverem pesquisas comprobatórias de nenhuma teoria, e, quando há, desmentem as teorias vigentes, como a análise de comportamento, que no mês passado comprovou-se uma fraude em pesquisa com grupos controlados.

O Marx só analisa um passado, e, em momento algum prevê internet. Não prevê nem automóvel. Seu grande erro, foi pensar que, apesar de o mundo ter passado por uma evolução histórica na qualidade de vida das pessoas durante 1500 anos, isso iria terminar de repente, muita ingenuidade. A melhoria da qualidade de vida nos países europeus no século XX fez com que ninguém quisesse passar pro lado de lá, os países que se tornaram comunistas depois da guerra foram obrigados a isso pois se tornaram colônias da URSS.

E eu acho muito engraçado um cara que vivia as custas de um milionário ficar conversando bobagens. Além de tungar o trouxa do Engels, atacar as empregadinhas proletárias, o sujeito não trabalhava e ficava só vendo a barba crescer. Se tivesse um dedo a menos, eu ia achar que o espírito que reencarnou num cara ai do Br de hoje, era ele mesmo.

Editado por uk lima
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Cara ele não acertou nenhuma previsão dele. Tudo errado, e, a propósito, o Freud, principalmente, e hoje toda psicanalise, pisicologia e psiquiatria estão meio na corda bamba lá fora. O Freud já foi retirado como cadeira de diversas universidades sendo estudado hoje mais como curiosidade. O prêmio nobel da área questionou a própria área como ciência, haja visto não haverem pesquisas comprobatórias de nenhuma teoria, e, quando há, desmentem as teorias vigentes, como a análise de comportamento, que no mês passado comprovou-se uma fraude em pesquisa com grupos controlados.

O Marx só analisa um passado, e, em momento algum prevê internet. Não prevê nem automóvel. Seu grande erro, foi pensar que, apesar de o mundo ter passado por uma evolução histórica na qualidade de vida das pessoas durante 1500 anos, isso iria terminar de repente, muita ingenuidade. A melhoria da qualidade de vida nos países europeus no século XX fez com que ninguém quisesse passar pro lado de lá, os países que se tornaram comunistas depois da guerra foram obrigados a isso pois se tornaram colônias da URSS.

E eu acho muito engraçado um cara que vivia as custas de um milionário ficar conversando bobagens. Além de tungar o trouxa do Engels, atacar as empregadinhas proletárias, o sujeito não trabalhava e ficava só vendo a barba crescer. Se tivesse um dedo a menos, eu ia achar que o espírito que reencarnou num cara ai do Br de hoje, era ele mesmo.

OFF-Topic: o espírito dele encarnou em Buenos Aires, numa Sra. chamada Cristina.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sim, 486 DX4-100 com 8MB de Ram. Perdão. Digito tanto GB que passou despercebido. Hehehehehehe Valeu pelo toque! Um abraço!

Um 486 DX4-100 com 4 mb de ram e creio que 80 mb de hd foi meu primeiro pc, rodava jogos a incríveis 320 x 220 px (o tal do VGA), lembro que colocava ele para rodar o jogo no SVGA (incríveis 640 x 480 px), claro que ficava a tipo 2 quadros por segundo, mas achava a imagem super foda... super real.... kakkakak, bons tempos... :P

Sobre os preços, concordo que abaixaram, mas também é uma questão de percepção, um computador top hoje continua muito caro, mas para pelo menos 90% das pessoas, um computador de R$ 1.500,00 (PC), atende perfeitamente. Se a pessoa quer mais estilo (valor simbólico), não vamos entrar no mérito da qualidade do mac, compra um MAC de entrada com R$ 4.000. Mesmo assim, bem mais acessível que qualquer mac antigamente.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um 486 DX4-100 com 4 mb de ram e creio que 80 mb de hd foi meu primeiro pc, rodava jogos a incríveis 320 x 220 px (o tal do VGA), lembro que colocava ele para rodar o jogo no SVGA (incríveis 640 x 480 px), claro que ficava a tipo 2 quadros por segundo, mas achava a imagem super foda... super real.... kakkakak, bons tempos... :P

Sobre os preços, concordo que abaixaram, mas também é uma questão de percepção, um computador top hoje continua muito caro, mas para pelo menos 90% das pessoas, um computador de R$ 1.500,00 (PC), atende perfeitamente. Se a pessoa quer mais estilo (valor simbólico), não vamos entrar no mérito da qualidade do mac, compra um MAC de entrada com R$ 4.000. Mesmo assim, bem mais acessível que qualquer mac antigamente.

80MB de HDD era pouco, deveria ser 800MB. Com o DX4-100 a IBM colocou um HDD de 800MB ou 1,2GB, da WD, 8MB de RAM e placa S-VGA a 1024x768 num monitor Samsung SyncMaster .28 de tela Semi-Plana. Isso em 1995, 1996. Em 1997 eu comprei (ganhei) um Intel Pentium 200-MMX, já com 64MB de RAM, 4GB de HDD Quantum, placa de vídeo com 4MB dedicados (Vodoo da Creative Labs), Placa de Som Creative Labs e CD-Rom Drive com Infravermelho e até controle remoto. Monitor Sony Trinitron de 17" com caixas de som integradas ao estilo Apple, Presario e InfoWay. Usava para jogar Fifa 97-98, Age of Empires... conseguia a resolução de 1280x1024, já com W98 Beta-2. Rodava Flight Simulator 98 com uma precisão fantástica, alguns meses depois ganhei um Joystick com Force Feedback, da Genius (tenho ele até hoje), depois com anos substituí por modelos da Logitech. Claro que não posso esquecer do meu Drive da Iomega, Zip Drive acho que era o nome, externo, ligado na porta LPT1, modem externo de 33.600 kb/s da US e uma parafernália de fios e cabos e aquela m... estragava toda semana!

Editado por Gustavo Jaccottet
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

80MB de HDD era pouco, deveria ser 800MB. Com o DX4-100 a IBM colocou um HDD de 800MB ou 1,2GB, da WD, 8MB de RAM e placa S-VGA a 1024x768 num monitor Samsung SyncMaster .28 de tela Semi-Plana. Isso em 1995, 1996. Em 1997 eu comprei (ganhei) um Intel Pentium 200-MMX, já com 64MB de RAM, 4GB de HDD Quantum, placa de vídeo com 4MB dedicados (Vodoo da Creative Labs), Placa de Som Creative Labs e CD-Rom Drive com Infravermelho e até controle remoto. Monitor Sony Trinitron de 17" com caixas de som integradas ao estilo Apple, Presario e InfoWay. Usava para jogar Fifa 97-98, Age of Empires... conseguia a resolução de 1280x1024, já com W98 Beta-2. Rodava Flight Simulator 98 com uma precisão fantástica, alguns meses depois ganhei um Joystick com Force Feedback, da Genius (tenho ele até hoje), depois com anos substituí por modelos da Logitech. Claro que não posso esquecer do meu Drive da Iomega, Zip Drive acho que era o nome, externo, ligado na porta LPT1, modem externo de 33.600 kb/s da US e uma parafernália de fios e cabos e aquela m... estragava toda semana!

Por incrível que pareça me lembro desse que foi o primeiro, realmente não lembro exatamente quanto era o HD, mas não lembro dos outros. Eu lembro que ele tinha um botãozinho de turbo, para jogar Stunt (um jogo de corrida de DOS), tinha q "desligar" o turbo para ele rodar a 50 mhz... rsrsrs. Até hj não entendo a ideia daquele botão, quem vai querer deixar o pc mais lento?! E como ele conseguiu diminuir pela metade a frequencia do processador?! Enfim... só nostalgia...rs

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Por incrível que pareça me lembro desse que foi o primeiro, realmente não lembro exatamente quanto era o HD, mas não lembro dos outros. Eu lembro que ele tinha um botãozinho de turbo, para jogar Stunt (um jogo de corrida de DOS), tinha q "desligar" o turbo para ele rodar a 50 mhz... rsrsrs. Até hj não entendo a ideia daquele botão, quem vai querer deixar o pc mais lento?! E como ele conseguiu diminuir pela metade a frequencia do processador?! Enfim... só nostalgia...rs

Verdade. Era Stunts o nome eu acho, mas eu usava o famoso F8 para reservar memória para o DOS e tirar do Windows. Antes do W95, eu usava o MemMaker, que otimizava a memória RAM, era muito legal. Dava para montar a pista, lembra? E sim, tinha Turbo Booster, mas no meu caso sempre caía de 100MHz para 20MHz, tinha essa opção de mudança de Clock nas configurações do sistema.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Verdade. Era Stunts o nome eu acho, mas eu usava o famoso F8 para reservar memória para o DOS e tirar do Windows. Antes do W95, eu usava o MemMaker, que otimizava a memória RAM, era muito legal. Dava para montar a pista, lembra? E sim, tinha Turbo Booster, mas no meu caso sempre caía de 100MHz para 20MHz, tinha essa opção de mudança de Clock nas configurações do sistema.

Isso ai, Stunts, nossa... era muito legal o jogo, dava para montar umas pistas muito doidas. Estava vendo aqui, tem o emulador de dos que funciona no Mac (Dosbox), mas dai para frente não entendi como faz para entrar no jogo, ai vou deixar para depois, mas bateu uma vontade de jogar Stunts.

Desvirtuamos total o tópico....hehe

Se era um DX4-100, então o HDD era mesmo 800MB ou 850MB, as épocas casam. Um amigo tinha um DX2 com HDD dessa capacidade. Quando ganhei meu primeiro micro, um Pentium 100, o hd já era de 1,2GB.

Devia ser 800 mb msm! Eu lembro que já tinha drive de cd no computador, não faria sentido já existir CDs de 650 mb e o pc vir com um hd de 80 mb.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Isso ai, Stunts, nossa... era muito legal o jogo, dava para montar umas pistas muito doidas. Estava vendo aqui, tem o emulador de dos que funciona no Mac (Dosbox), mas dai para frente não entendi como faz para entrar no jogo, ai vou deixar para depois, mas bateu uma vontade de jogar Stunts.

Desvirtuamos total o tópico....hehe

Devia ser 800 mb msm! Eu lembro que já tinha drive de cd no computador, não faria sentido já existir CDs de 650 mb e o pc vir com um hd de 80 mb.

Vamos abrir um em Off-Topic: games retro! Eu pelo W7 consigo jogar Prince of Persia, Stunts... Phatasmagoria (aquele em 7 mídias de CD-ROM), Alone in the Dark I, II e III, Dune II, Doom, Wolf 3D

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Vamos abrir um em Off-Topic: games retro! Eu pelo W7 consigo jogar Prince of Persia, Stunts... Phatasmagoria (aquele em 7 mídias de CD-ROM), Alone in the Dark I, II e III, Dune II, Doom, Wolf 3D

Só jogão... rsrs... esse Phatasmagoria, já ouvi falar muito, mas nunca joguei. Mas, alone in the Dark era muito bom, com aquel 3D poligonal, sem textura...rsrs

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só jogão... rsrs... esse Phatasmagoria, já ouvi falar muito, mas nunca joguei. Mas, alone in the Dark era muito bom, com aquel 3D poligonal, sem textura...rsrs

Phantasmagoria foi um clássico!!!! Mas olha bem, se tu comparar 1995 com hoje, 2012, a evolução dos Consoles foi muito maior que dos Computadores para o quesito jogos. Vejo que isso tem a ver com o uso cada vez mais diversificado dos Computadores. Claro que posso ter uma máquina muito poderosa, com uma GPU de 2K, um Monitor de 5K, mas para jogos, uso PS3, tenho 2 em casa... hehehehe... um Slim e outro Fat. Comprei o Slim pq o fat não rodava LA Noire!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...