Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

tentando burlar impostos...


AAmado

Posts Recomendados

Galera, tem uma amiga minha nos EUA e eu quero pedir pra ela trazer um MacBook Air 13' completo (256 GB, 2.13 GHz, 4 GB e o SuperDrive) e tou pensando em declarar, já que ela vai me fazer um grande favor...

Mas tou pensando em tentar diminuir os impostos, como estou pegando muitos extras, eu ia falar pra ela "perder" a nota fiscal e ir de acordo com a tabela da receita. Vocês sabem se compensa?

Vejam que a nota fiscal seria de US$ 1858... se ela conseguir encher o saco da receita e convencer que ele é de 128 GB enxuto, o valor seria US$ 1299...

Vocês acham que cola?

Abçs,

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 31
  • Criado
  • Última resposta

Top Postadores Neste Tópico

Pelo que eu ouvi de um pessoal que trás coisas dos EUA e tenta passar despercebido não é tão difícil assim de ser pego não. Tudo bem que a Alfândega usa a "amostragem" e você pode ser o "sortudo" sorteado ou o sortudo (agora sem aspas) que passa despercebido, se ela vier com malas grandes a probabilidade de ser chamada é maior ou estiver nervosa na hora de passar pela RF e tal, eles percebem essas coisas. Com os aparelhos de raios x dá pra ver perfeitamente o MacBook e eles mandam parar logo. Aquela tática de falar que é pra uso pessoal também não tá colando mais e além disso nessa época de Natal é que eles apertam legal acho que só depois de fevereiro as coisas normalizam. Tem que ver também o horário que ela chega, se for de madrugada é mais fácil passar e por aí vai. Lembre-se que se for pego o imposto aumenta bastante!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Vc tem que pensar que os caras da Policial Federal dos aeroportos olham os preços na internet. E sempre que alguém tenta dar uma de malandro eles pegam o preço mais caro que acham, e não adianta argumentar, qualquer coisa é desacato contra funcionário público. Enfim, as chances de dar merda é de 50%, sua amiga pode passar sem declarar ou ter de pagar a taxa do Air mais top. Ou o pior pode ter a mercadoria apreendida, sim conheço gente que já se deu mal a esse ponto. Mas acho que é só pro lado do Paraguai que acontece essas coisas.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Vc tem que pensar que os caras da Policial Federal dos aeroportos olham os preços na internet. E sempre que alguém tenta dar uma de malandro eles pegam o preço mais caro que acham, e não adianta argumentar, qualquer coisa é desacato contra funcionário público. Enfim, as chances de dar merda é de 50%, sua amiga pode passar sem declarar ou ter de pagar a taxa do Air mais top. Ou o pior pode ter a mercadoria apreendida, sim conheço gente que já se deu mal a esse ponto. Mas acho que é só pro lado do Paraguai que acontece essas coisas.

Eu vou pedir pra ela pagar o imposto, a não ser que ela mesma ache tranquilo passar...

E acho que vou pedir pra ela fazer oq falei, dizer que esqueceu a nota fiscal. Por mais que eles peguem pela taxa mais "top" da internet, eu saio ganhando, pq eles não tem como ver que adicionei extras da configuração...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não diga para sua amiga "perder" a nota fiscal, porque como já disseram aí, eles olham os preços que quiserem e podem colocar um preço BEM mais alto pelo seu MacBook Air. E nem adianta argumentar que é 128Gb SSD, etc, eles nem sabem o que é isso e nem vão dar bola.

Experiência própria ;)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sei lá, o Monaco passa sem ser pego ! :P

Minha prima já foi várias vezes pra lá. Na última, ela trouxe meu Xbox na caixa, um Dell pro meu tio na caixa, uma Canon também na caixa e um iPod Touch pra ela só que esse fora da caixa, no bolso, usando.

Aí é a sorte mesmo. Se eles resolverem te chamar, você se fode.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

caso ela mora lá, siga a dica do pessoal e peça para ela trazer como se dela fosse (com as devidas instalações de algumas coisas, claro). Do contrário, a sua tentativa de "elisão fiscal" (é mais bonito do que falar "burlar...") pode se tornar uma problemática de "evasão fiscal"! rs rs

Enfim, pode ser difícil alguém te pegar.. mas pense, não será "vc"... e sim outra pessoa. Isso é constrangedor e ilícito.

Com relação ao "bem de uso pessoal", esquece, para notebook e filmadora é explicitamente proibido, como sempre foi. A permissão de outros bens está ainda lacunosa, mas para note, é bem clara a proibição:

VII - bens de caráter manifestamente pessoal: aqueles que o viajante possa necessitar para uso próprio, considerando as circunstâncias da viagem e a sua condição física, bem como os bens portáteis destinados a atividades profissionais a serem executadas durante a viagem, excluídos máquinas, aparelhos e outros objetos que requeiram alguma instalação para seu uso e máquinas filmadoras e computadores pessoais; e

http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Ins/2010/in10592010.htm

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

caso ela mora lá, siga a dica do pessoal e peça para ela trazer como se dela fosse (com as devidas instalações de algumas coisas, claro). Do contrário, a sua tentativa de "elisão fiscal" (é mais bonito do que falar "burlar...") pode se tornar uma problemática de "evasão fiscal"! rs rs

Enfim, pode ser difícil alguém te pegar.. mas pense, não será "vc"... e sim outra pessoa. Isso é constrangedor e ilícito.

Com relação ao "bem de uso pessoal", esquece, para notebook e filmadora é explicitamente proibido, como sempre foi. A permissão de outros bens está ainda lacunosa, mas para note, é bem clara a proibição:

VII - bens de caráter manifestamente pessoal: aqueles que o viajante possa necessitar para uso próprio, considerando as circunstâncias da viagem e a sua condição física, bem como os bens portáteis destinados a atividades profissionais a serem executadas durante a viagem, excluídos máquinas, aparelhos e outros objetos que requeiram alguma instalação para seu uso e máquinas filmadoras e computadores pessoais; e

http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Ins/2010/in10592010.htm

Esse parágrafo que você citou, salvo engano, é para viajantes residentes no Brasil. Ela mora nos EUA. Ela pode trazer um item de cada (notebook, câmera fotográfica, etc.), desde que usados (fora da caixa já caracteriza como usado, não?). E ela tem que morar há mais de 1 ano nos EUA.

--

Já sobre ser pego.. não é incomum não. É muito fácil ser pego. Principalmente quem vem com muita mala.

Acabei de voltar de Miami e me dei mal sem tentar burlar nada.

Trouxe 2 iMacs pra minha empresa, declarei os quatro.

Pausa para adendo: existe um esquema de muambeiro, você declara algo. Passa com o resto. Pelo menos em Manaus, quando você declara, te mandam logo pagar o DARF e você é liberado. Simples assim.

Voltando, mesmo declarando os 4 iMacs, fui pro raio-x. Estava com o meu iPad. Mas não tinha nota fiscal (foi presente e nunca vi a nota) e nem guia de recolhimento do DARF (foi comprado aqui). E, agora, não existe mais a declaração de saída. Ou seja, quando saí do país, não pude declarar a saída do iPad pra entrar de novo no país sem problema. Resultado: perdi os US$ 500 da minha cota com o iPad (que, por sinal, foi cobrado como um Wi-Fi 16GB.. mas era Wi-Fi + 3G 16GB..claro que eu não reclamei..).

Enfim, e eu não fui o único a passar no raio-x declarando. Vi pouquíssimas pessoas passarem direto.

Já vi muita mulher que a bolsa (a de mão, pessoal) não vai no raio-x. Mas deve variar de mulher pra mulher e de fiscal pra fiscal.

Mas minha recomendação ainda é pagar o imposto. Menos dor de cabeça. E assim você vai poder sair do país com o notebook. Porque você vai ter o DARF. Caso contrário, quando sair (já que não tem mais declaração de saída), vão te parar e taxar o MacBook Air.

p.s.: o fiscal não conhece tanto Apple quanto você. Quando trouxe meu MBP 15" i5, eu realmente perdi a nota fiscal. Declarei, mas tava sem a nota. Ele procurou na Amazon e ia taxar por um valor de US$ 3.398 (nem um Mac Pro standard custa isso). Mas ele foi compreensivo o suficiente pra me deixar mostrar pra ele qual era o meu verdadeiro MBP na loja da Apple e provar, claro, que aquele era de fato o meu. No final, paguei o imposto em cima do valor correto. Mas, se ele fosse menos compreensivo, poderia cobrar os US$ 3.398 e eu não teria muito o que falar.. Eu tava sem nota, ele pegou uma referência que viu na tampa do MBP e procurou na Amazon..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

'e mtu dificil ser pego sim..

trouxe um vaio de 1.000 dolares

dps de 5 meses outro vaio de 2.390 dolares...

dps de 4 meses um macbook pro

dps de 3 meses um macbook air..

tirando ps3, ipad...

vale mais arriscar... se for pego tu paga..

alias tenho amigos que ja vieram ate com imac 27 embaixo do braco e passaram rindo..

kkkkkkkkkkkkk

teve um q veio com uma cadeira daquela do jo soares nas costas

auiahaiuhuaihuiahuia

existe ate casos de eles pararem. olharem que soh tens um note e deixar passar sem pagar nada.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      53,3k
    • Total de Posts
      443,6k
×
×
  • Criar Novo...