Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Espaço para debatermos o fenômeno das tatuagens e suas nuances.


Fernando Motta

Posts Recomendados

Os estigmas mundanos que marcam o corpo de jovens perdidos em ideologias marginalizadas, são fruto de duas coisas: O crime e o rock.

­

Obviamente que estes dois itens estão conectados entre si, e tal fato se dá, pelo motivo de que um leva ao outro. Mas tratando da tatuagem e sua ligação com o crime, observem que sempre que nos deparamos com um marginal, ele tem seu corpo todo marcado com desenhos.

­

Alguns afirmam que a quantidade de desenhos significa o número de crimes que já praticaram, e outros, até chegam a afirmar que o tamanho do estigma está de acordo com o nível do crime.

­­

O indíviduo tatua-se num ato de querer ser notado, reconhecido como cidadão existente, e por sofrer diversas frustrações, e tais frustrações decorrem pelo motivo de que estavam antes apregoados a ideologias desvinculadas com a moral social, como por exemplo o rock. Sentindo-se marginalizado por não ter sido aceito por apreciar essa desmoralização, o indíviduo decide marcar seu corpo por estar sendo nutrido pelo desejo de revolta e a vontade de ser aceito.

­

É um sentimento de inércia que não proporciona nenhum resultado satisfatório, visto que tatuagens e o rock, jamais serão aceitos pela sociedade, que por carregar grande nível de moral e respeito, não aceita tais desvirtuamentos. Sob a revolta que essa frustração causa, começam a praticar crimes, e o nivelamento dessas ações se dá de acordo com o tamanho de suas tatuagens. Observem que "Seriais Killers" possuem enormes tatuagens em seus corpos.

­

Após a observação desses fatos, constata-se claramente que as tatuagens estão totalmente ligadas ao crime. É necessária uma reformulação social para que se evite cada vez mais a proliferação dessas práticas e apreciações, para que em breve, tatuagens e rock sejam apenas estudos históricos de movimentos falhos que não devem ser seguidos pelas futuras gerações.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá Akira! Obrigado pelo elogio e pelas felicitações de boas vindas.

Já cheguei à cursar direito, porém percebi que minha área não é essa, então resolvi concentrar-me na informática e me formar em Web Design.

Disse que não concorda, porém respeita. Tá legal. Qual teoria você toma como base para este pensamento infundado?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá Akira! Obrigado pelo elogio e pelas felicitações de boas vindas.

Já cheguei à cursar direito, porém percebi que minha área não é essa, então resolvi concentrar-me na informática e me formar em Web Design.

Disse que não concorda, porém respeita. Tá legal. Qual teoria você toma como base para este pensamento infundado?

Não, pelo contrário seu pensamento é fundamentado, como aponto no link acima. Lombroso dizia isso que você acaba de dizer, so que em 1830 + ou -. Em síntese, ele achava que o criminoso era nato, principalmente por suas feições e modo de vida, Dizia até que todo feio ou deformado era propenso ao crime. Ele dizia que o feio era mal aceito, não conseguia trabalho nem aceitação das pessoas, causando repulsa à sociedade e com isso se debandava para o crime. Ora, então devo concluir que o criminoso é fruto da sociedade e do meio que vive, jamais por suas características.

Minha discordância, se funda, principalmente por ser Advogado, que por tal razão tenho o dever estatutário de proteger a sociedade de discriminações e de rótulo, principalmente no âmbito criminal. Houve sim uma época que a tatuagem era ligada ao marginal, o encarcerado. Mas, como o direito deve acompanhar a sociedade e suas transformações, não podemos ter tal pensamento (jurídico) hoje. A tatuagem hoje, mesmo não sendo ainda, amplamente aceita pela sociedade, é simbolo de arte que busca a estética.

Claro que existem tatuagens ligadas ao crime, exemplo mais clássico é a caveira com um faca cravada, que significa matador de policial. Mas rotular que todo tatuado é criminoso ou tende a ser, ao minha ótica é um tanto incompativel com os dias de hoje.

Só pra constar, não tenho nenhum tatuagem, até mesmo porque minha área profissional não "permite", mas sou do Rock and Roll!!!! AC/DC - LED - HENDRIX - Black Sabbath - Johnny Cash - Pink Floyd - e por ai vai ..... e nem por isso sou um criminoso ..... Crime seria escutar um sertanejo .... kkkkkk

Um grande abraço.

Akira

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu tenho tatuagens, escuto rock e não sou criminosa. Muito pelo contrário, me considero uma pessoa honesta até demais para os dias de hoje. (o que nem sempre é uma qualidade) Trabalho com interfaces digitais em uma fundação bastante respeitada na área tecnológica. Não tenho problemas com droga ou álcool. Também não fumo.

Discordo TOTALMENTE dessa teoria. Não tenho absolutamente nenhum conhecimento na área de direito, mas costumo pensar e ler muito e acredito que não há como rotular ou generalizar o ser humano dessa forma. Defendo a tatuagem e o rock (apesar de não ver uma ligação direta entre eles, mas foi assim que você citou) como liberdade de expressão. Não acho que eles são movimentos falhos e/ou que devem ser esquecidos, muito pelo contrário. Acredito em qualquer forma de arte ou protesto que não prejudique terceiros.

Na minha opinião, o que deve ser evitada é essa necessidade de padronização da sociedade.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só faltou defender a pena de morte e a oposição ao aborto e ao casamento homossexual...

Hj em dia o Rock é a coisa mais careta e nerd do mundo. Hoje em dia nem junkies os rockeiros/metaleiros são. Vá a um show de heavy metal hoje em dia e 99% do publico é caretissimo e nem beber cerveja direito bebe (os papos além do metal devem girar entre videogame, xampus de cabelo e técnicas de programação orientada a objeto). Há muito mais drogas em shows de pagode do que em shows de rock. O autor do post acima demonstra uma visão completamente datada e preconceituosa ao nível do absurdo. Parece até aqueles posts humorísticos em blogs de personagens fakes ultra reacionarios. Já a modificação corporal é algo que veio pra ficar e piercings e tatuagens são cada dia mais comuns. Cada dia perdem mais o estigma associado.

Nosso amigo provavelmente é saudoso do tempo em que o paletó era obrigatorio mesmo sob o sol de 40 graus dos trópicos e lugar de mulher era esquentando o fogão.

FORA REAÇA!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu tenho tatuagens, escuto rock e não sou criminosa. Muito pelo contrário, me considero uma pessoa honesta até demais para os dias de hoje. (o que nem sempre é uma qualidade) Trabalho com interfaces digitais em uma fundação bastante respeitada na área tecnológica. Não tenho problemas com droga ou álcool. Também não fumo.

Discordo TOTALMENTE dessa teoria. Não tenho absolutamente nenhum conhecimento na área de direito, mas costumo pensar e ler muito e acredito que não há como rotular ou generalizar o ser humano dessa forma. Defendo a tatuagem e o rock (apesar de não ver uma ligação direta entre eles, mas foi assim que você citou) como liberdade de expressão. Não acho que eles são movimentos falhos e/ou que devem ser esquecidos, muito pelo contrário. Acredito em qualquer forma de arte ou protesto que não prejudique terceiros.

Na minha opinião, o que deve ser evitada é essa necessidade de padronização da sociedade.

Pois é, concordo em gênero, número e grau. Comigo trabalham vários policiais que tem tatuagens e ouvem rock, eu curto muito rock em geral, metal, etc.. Isso não quer dizer nada!

Assim como já vi muito bandido que curte pagode..

Não existe um padrão, não tem como generalizar, bandido, usuário de droga, traficante, etc, não tem um padrão, pode ser um zé ninguém largado na beira da calçada como um executivo andando de carro importado e comendo em restaurante chique.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

sua idéia usa como argumentos premissas que só fariam sentido há pelo menos duas décadas.

os tempos mudam, os estereótipos também.

o mundo seria um lugar melhor se cada um se preocupasse menos com as decisões alheias quando estas não afetam ninguém além do próprio sujeito.

Editado por rott3n
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa noite! Obrigado a todos que colaboraram até aqui com seus posts.

Assim como vocês me respeitam usando um linguajar à altura, também os respeito, porém, terão de aceitar a minha "teoria", dizendo à grosso modo. É o meu modo de pensar, meu ponto de vista, e isso não vou mudar jamais por causa de algumas reles opiniões contraditórias.

Editado por Fernando Motta
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa noite! Obrigado a todos que colaboraram até aqui com seus posts.

Assim como vocês me respeitam usando um linguajar à altura, também os respeito, porém, terão de aceitar a minha "teoria", dizendo à grosso modo. É o meu modo de pensar, meu ponto de vista, e isso não vou mudar jamais por causa de algumas reles opiniões contraditórias.

vou assumir, com boa vontade, que você quis dizer "opiniões contrárias" ao invés de "contraditórias".

felizmente essas "reles opiniões" não dependem da aprovação de seu preconceito.

agora nos diga, o que te motivou a vir num fórum sobre macs e se cadastrar pra postar essa peça de desrespeito?

aquele abraço.

Editado por rott3n
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A minha namorada é criminosa e eu não sabia. OMG!

Sempre achei que aquela tatuagem nas costas era só para ser sexy, ou algo assim.

Vou avisar para ela antes que ela cometa o erro de fazer a pequena joaninha no pulso dela... pois se ela se tatuar de novo eu vou ter certeza que não vale nada!

Estou começando acreditar que inclusive o piercing no umbigo dela significa que ela já cometeu crimes muito mais graves. Afinal piercing e tatuagem andam de mãos dadas, não?

ROFL

----

Falando sério. Sou totalmente contra uma idéia fechada como essa. Se alguma coisa na vida fosse tão simples assim como você descreveu para as tatuagens, acho que o mundo seria muito diferente.

Acho que muitos psicólogos concordariam que há padrões, e há regras para se definir o comportamento humano... mas não é tão simples assim.

---

Bom, quem falou sobre pena de morte... eu defendo a pena de morte, eu defendo o aborto, e defendo o casamento homosexual.

A única coisa que não sou muito a favor é a troca de sexo, mas a partir do momento que eu acredito que as pessoas devem ter direito de alterar seu corpo do jeito que entender... não posso reclamar disso.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tenho tatuagens (no plural) e nem por isso sou criminoso, ou assassino.

A tatuagem da forma como você, Fernando, a colocou, foi de forma muito preconceituosa. Sabe como surgiu a tatuagem?

Ela era usada em muitas tribos com caráter religioso, como a dos Maoris por exemplo. Ainda hoje esse estilo de tatuagem é tema para muitos aficcionados pela arte. Guerreiros africanos também se tatuavam pra gerar medo nos inimigos. Esses inclusive também enfiavam ganchos debaixo da pele e a levantavam para marcar de forma definitiva (esqueci o nome dessa técnica agora... se a escarificação).

O problema não é a tatuagem, mas as pessoas que cometem crimes que escolheram essa forma para se marcarem.

Tenho muitos amigos que se tatuam e são pessoas muito boas. E já fui assaltado de mão armada por indivíduos que pareciam não ter nenhuma tatuagem.

Tome cuidado para que sua opinião não se manifeste da forma de preconceito. Repito: não é a tatuagem que faz o bandido. É o bandido que gosta da tatuagem... Como também gosta de carros turbinados, som alto, jóias...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu tb tenho a minha e nem por isso sou criminoso. Santo eu tb não sou, mas quem não tem pecados que atire a primeira pedra. O amigo motta deveria viajar um pouco pelo mundo e conhecer as coisas ao redor do globo. Respeito seu nobre ponto de vista (gosto não se discute), porém não julgues para não ser julgado. A forma como seu texto foi colocado demonstra claramente o ponto preconceituoso sobre o assunto. Como o membro Panqueca disse acima, as tatuagens vem de muitissimo tempo e em muitos povos eram usadas em rituais religiosos. Assim como Deus é universal não vamos nos predem ao conceito tão incerto. A igreja católica chegou a banir a tatuagem na idade Média, até foi proibida pelo Papa e considerada como uma pratica demoníaca. Mas nem por isso nossas almas estão perdidas. Ou estarão ?! hehehe

Bem vindo ao forum amigo.

=]

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

vou assumir, com boa vontade, que você quis dizer "opiniões contrárias" ao invés de "contraditórias".

felizmente essas "reles opiniões" não dependem da aprovação de seu preconceito.

agora nos diga, o que te motivou a vir num fórum sobre macs e se cadastrar pra postar essa peça de desrespeito?

aquele abraço.

Está em pânico? A sua pessoa nem ao menos tem conhecimento dos meus valores morais e éticos; já me julga e taxa de forma precoce como preconceituoso.

Já acompanho o fórum faz um tempinho, nada melhor do que finalmente me tornar membro desta comunidade e discutir de forma SAUDÁVEL e PROVEITOSA, sem desrespeito, esse tema que analiso há anos.

Não importa se é fórum de Mac, vídeo-game ou PC, o tópico faz uso da sessão Off-Topic, então não há problema nenhum nisto.

Abraços.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O problema não é a tatuagem em si.

E sim suas companhias.

É a mesma coisa que dizer que só existe ladrão negro.

Tenho tatuagem ( e vou aumentar ela amanha 28/09) e nunca me envolvi com nenhum problemas. Assim como já tive mais de 6 piercings pelo corpo.

Volto a dizer que o problema não é a tatuagem em sim e sim as pessoas com quem a pessoa se relaciona.

Agora se a maioria dos bandidos tem tatuagem ai é outraaaaaa conversa.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Está em pânico? A sua pessoa nem ao menos tem conhecimento dos meus valores morais e éticos; já me julga e taxa de forma precoce como preconceituoso.

sim, em pânico. aterrorisado. tremendo e suando frio.

acho que todas as falácias que eu poderia apontar no seu discurso já estão óbvias o bastante pras outras pessoas que lerem.

mas vou é sair de fininho antes que eu desmaie de medo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"conhecimento dos meus valores morais e éticos" o escambau. Todo o seu argumento apresenta preconceito irracional baseado em devaneios, já que com certeza você não conhece os fans de rock atuais para saber que são 90% um bando de caretas. Ainda mais com o Rock sendo tocado em igrejas a torto e a direito. O que não falta é banda de rock gospel por aí. Meu caro Fernando Motta, o problema não é discordarmos do seu argumento. É que simplesmente ele não faz o minimo sentido , estando longe de estar pautado em alguma logica e razão, sendo fruto da visão distorcida de um indivíduo que CERTAMENTE ignora o funcionamento do mundo real, ao apresentar uma teoria deplorável que só encontraria apoio em pessoas psicologicamente comprometidas.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está agora fechado para novas respostas.
  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      53,1k
    • Total de Posts
      443,3k
×
×
  • Criar Novo...