Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Sobre o novo ajuste de bateria “%” iPhone 11, 11 pro e 11 pro max


Posts Recomendados

Bem quem acompanha o beta do iOS 14.5 viu que teremos enfim uma possível solução para o erro da % da bateria dos modelos da geração 11 dos iPhone, vi muitos relatos positivos que subiram de 85% para 96% em coisa de uma semana recalibrando, porém a questão é será que caso a bateria tenha sua informação como citada ir na assistência a troca será amigável? Pois nitidamente a bateria destes modelos sofreram e tiveram muitas reclamações de usuários e no longo período a Apple se calou, até conheço uma amiga que a bateria ficou abaixo dos 80% e fez o aparelho entrar em modo redução de performance e ela trocou na assistência da vila Leopoldina em SP e depois de dois meses já estava “a nova” em 95%, sendo uso básico.

Enfim a solução parece bem promissora o meu estava em 84% e subiu para 97% o que agora creio que está correto depois de um ano e alguns meses e sendo um aparelho reserva de pouco uso.

veremos cenas dos próximos capítulos...

qual opiniões de vocês usuários dos modelos citados?

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, fabiofsl disse:

Bem quem acompanha o beta do iOS 14.5 viu que teremos enfim uma possível solução para o erro da % da bateria dos modelos da geração 11 dos iPhone, vi muitos relatos positivos que subiram de 85% para 96% em coisa de uma semana recalibrando, porém a questão é será que caso a bateria tenha sua informação como citada ir na assistência a troca será amigável? Pois nitidamente a bateria destes modelos sofreram e tiveram muitas reclamações de usuários e no longo período a Apple se calou, até conheço uma amiga que a bateria ficou abaixo dos 80% e fez o aparelho entrar em modo redução de performance e ela trocou na assistência da vila Leopoldina em SP e depois de dois meses já estava “a nova” em 95%, sendo uso básico.

Enfim a solução parece bem promissora o meu estava em 84% e subiu para 97% o que agora creio que está correto depois de um ano e alguns meses e sendo um aparelho reserva de pouco uso.

veremos cenas dos próximos capítulos...

qual opiniões de vocês usuários dos modelos citados?

 

Eu tenho um X que uso só para o trabalho que a bateria dele(já foi trocada na iPlace do Shopping Recife) e até um dia desses estava em 84%, atualizei a versão e desceu para 83% e "2" dias depois desceu para 78. Será que com essa nova re-calibragem da bateria corre o "risco" de subir dos 78 para a cima de 80? 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, victorbrandaao disse:

Eu tenho um X que uso só para o trabalho que a bateria dele(já foi trocada na iPlace do Shopping Recife) e até um dia desses estava em 84%, atualizei a versão e desceu para 83% e "2" dias depois desceu para 78. Será que com essa nova re-calibragem da bateria corre o "risco" de subir dos 78 para a cima de 80? 

Pelo que eu li apenas os modelos 11 estão ativos a função, quem sabe na versão final que deve estar pra sair saia pra todos ou num futuro não tão distante.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bem quem acompanha o beta do iOS 14.5 viu que teremos enfim uma possível solução para o erro da % da bateria dos modelos da geração 11 dos iPhone, vi muitos relatos positivos que subiram de 85% para 96% em coisa de uma semana recalibrando, porém a questão é será que caso a bateria tenha sua informação como citada ir na assistência a troca será amigável? Pois nitidamente a bateria destes modelos sofreram e tiveram muitas reclamações de usuários e no longo período a Apple se calou, até conheço uma amiga que a bateria ficou abaixo dos 80% e fez o aparelho entrar em modo redução de performance e ela trocou na assistência da vila Leopoldina em SP e depois de dois meses já estava “a nova” em 95%, sendo uso básico.
Enfim a solução parece bem promissora o meu estava em 84% e subiu para 97% o que agora creio que está correto depois de um ano e alguns meses e sendo um aparelho reserva de pouco uso.
veremos cenas dos próximos capítulos...
qual opiniões de vocês usuários dos modelos citados?
 

Tenho um 11 com 1 ano e 5 meses e 85% de saúde. Já chegou a cair 5% em um único mês. Pelo que li na página da Apple, a partir do iPhone 11 eles lançaram um novo sistema integrado de software e hardware para otimizar o desempenho e a vida útil da bateria, para que o desgaste da bateria não impacte tanto na autonomia. Na prática parece não funcionar da maneira que deveria. Desde o fim de 2019, coisa de 3 meses após o lançamento dos modelos 11, muita gente já reclamava nos fóruns sobre uma acentuada queda na saúde da bateria. Eu tenho um amigo que tem um iPhone X com 2 anos de uso e ainda tem 91% de saúde. O meu 11 com 1 ano e meio tá com 85%, e isso que o nosso uso é bem parecido e eu até cuido mais da bateria, não exponho a temperaturas extremas, não deixo cair pra baixo de 20%, etc... mesmo assim esse esforço e cuidado não tem funcionado. Uso o meu iPhone há mais de um ano quase que o tempo todo apenas no WiFi em razão da quarentena, e a bateria deveria estar até mais preservada do que o normal.

Sem dúvida que o posicionamento da Apple e o lançamento desse recurso é muito bem vindo. Mas ainda vai correr muita água por baixo dessa ponte. Acho que vai ter gente processando, igual o “escândalo” das baterias dos iPhones 6. Pessoal tá comparando com a “fraude do odômetro” e afirmando que a Apple está escondendo algo pior e maquiando os números. Não chego a ser tão conspiracionista assim, até porque se fosse pra maquiar alguma coisa a Apple não faria tão na cara assim com o lançamento de um recurso como esse. Acredito que identificaram uma falha nesse sistema que faz a medição da saúde da bateria e que é algo generalizado na linha 11, não sendo possível especificar um lote para iniciar um programa de recall. Então lançaram um recurso para que o software tente recalibrar esse sistema para mostrar a real saúde da bateria. A Apple deixou claro que o problema não é com a bateria, nem com a saúde da bateria em si, mas com esse sistema que faz a análise da saúde da bateria. Ele provavelmente está informando uma porcentagem de capacidade equivocada e o iOS trabalha dentro dessa capacidade errada que foi informado pelo sistema, resultando em menos horas de uso e uma autonomia pior e que se deteriora cada vez mais rápido. Ou seja, a bateria tem uma saúde boa, o problema é nesse sistema de software e hardware. O que me deixou intrigado é que, caso a recalibragem não dê certo, irá aparecer uma mensagem recomendando enviar o iPhone a uma autorizada para que eles realizem a troca da bateria de graça (mesmo fora da garantia) para restaurar 100% da capacidade. E aí que está o problema: como você mesmo deu de exemplo o caso da bateria nova que em 2 meses já estava em 95%, essa troca da bateria não vai solucionar o problema, que deve ser no hardware (algum componente fisico na placa mãe do iPhone). A bateria nova trocada de graça pela Apple vai sofrer do mesmo problema e sua saúde será informada de modo equivocado e impreciso. Em suma, só vejo problema caso a recalibragem não dê certo e apareça a mensagem de “recall” da bateria, porque significa que o software não conseguiu recalibrar e que o problema pode ser físico, no hardware, não adiantando trocar a bateria por uma nova. Vamos aguardar pra ver


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Tenho um 11 com 1 ano e 5 meses e 85% de saúde. Já chegou a cair 5% em um único mês. Pelo que li na página da Apple, a partir do iPhone 11 eles lançaram um novo sistema integrado de software e hardware para otimizar o desempenho e a vida útil da bateria, para que o desgaste da bateria não impacte tanto na autonomia. Na prática parece não funcionar da maneira que deveria. Desde o fim de 2019, coisa de 3 meses após o lançamento dos modelos 11, muita gente já reclamava nos fóruns sobre uma acentuada queda na saúde da bateria. Eu tenho um amigo que tem um iPhone X com 2 anos de uso e ainda tem 91% de saúde. O meu 11 com 1 ano e meio tá com 85%, e isso que o nosso uso é bem parecido e eu até cuido mais da bateria, não exponho a temperaturas extremas, não deixo cair pra baixo de 20%, etc... mesmo assim esse esforço e cuidado não tem funcionado. Uso o meu iPhone há mais de um ano quase que o tempo todo apenas no WiFi em razão da quarentena, e a bateria deveria estar até mais preservada do que o normal.

Sem dúvida que o posicionamento da Apple e o lançamento desse recurso é muito bem vindo. Mas ainda vai correr muita água por baixo dessa ponte. Acho que vai ter gente processando, igual o “escândalo” das baterias dos iPhones 6. Pessoal tá comparando com a “fraude do odômetro” e afirmando que a Apple está escondendo algo pior e maquiando os números. Não chego a ser tão conspiracionista assim, até porque se fosse pra maquiar alguma coisa a Apple não faria tão na cara assim com o lançamento de um recurso como esse. Acredito que identificaram uma falha nesse sistema que faz a medição da saúde da bateria e que é algo generalizado na linha 11, não sendo possível especificar um lote para iniciar um programa de recall. Então lançaram um recurso para que o software tente recalibrar esse sistema para mostrar a real saúde da bateria. A Apple deixou claro que o problema não é com a bateria, nem com a saúde da bateria em si, mas com esse sistema que faz a análise da saúde da bateria. Ele provavelmente está informando uma porcentagem de capacidade equivocada e o iOS trabalha dentro dessa capacidade errada que foi informado pelo sistema, resultando em menos horas de uso e uma autonomia pior e que se deteriora cada vez mais rápido. Ou seja, a bateria tem uma saúde boa, o problema é nesse sistema de software e hardware. O que me deixou intrigado é que, caso a recalibragem não dê certo, irá aparecer uma mensagem recomendando enviar o iPhone a uma autorizada para que eles realizem a troca da bateria de graça (mesmo fora da garantia) para restaurar 100% da capacidade. E aí que está o problema: como você mesmo deu de exemplo o caso da bateria nova que em 2 meses já estava em 95%, essa troca da bateria não vai solucionar o problema, que deve ser no hardware (algum componente fisico na placa mãe do iPhone). A bateria nova trocada de graça pela Apple vai sofrer do mesmo problema e sua saúde será informada de modo equivocado e impreciso. Em suma, só vejo problema caso a recalibragem não dê certo e apareça a mensagem de “recall” da bateria, porque significa que o software não conseguiu recalibrar e que o problema pode ser físico, no hardware, não adiantando trocar a bateria por uma nova. Vamos aguardar pra ver


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Complementando:

Quem já fez a recalibragem e teve uma melhora substancial na saúde da bateria, como você, tem que observar se a autonomia da bateria vai melhorar mesmo. E também observar se não vai cair rápido de novo. Não adianta a recalibragem ser bem sucedida se não recuperar autonomia (ainda mais em casos que a % sobe muito) ou se a saúde continuar caindo rápido. Só o tempo dirá.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fala galera beleza ai, tenho um iPhone 11 Pro, ja há há 9 meses, e até bater nesse tópico não tinha ido ver a saude da bateria do meu, e está em 94% do uso, meu uso é meio parecido com o do @JLCA e fiquei bem surpreso, vou dar uma pesquisada no assunto fiquei preocupado com isso, principalmente com relação a autonomia depois de uma recalibragem, uma coisa interessante eu não achei que a autonomia do meu iPhone ta ruim, a bateria dura mais ou menos 1 dia, beleza que meu uso é basicamente WhatsApp, uma vez ou outra instagram e ligações.

Abs

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 21/04/2021 at 00:43, JLCA disse:


Tenho um 11 com 1 ano e 5 meses e 85% de saúde. Já chegou a cair 5% em um único mês. Pelo que li na página da Apple, a partir do iPhone 11 eles lançaram um novo sistema integrado de software e hardware para otimizar o desempenho e a vida útil da bateria, para que o desgaste da bateria não impacte tanto na autonomia. Na prática parece não funcionar da maneira que deveria. Desde o fim de 2019, coisa de 3 meses após o lançamento dos modelos 11, muita gente já reclamava nos fóruns sobre uma acentuada queda na saúde da bateria. Eu tenho um amigo que tem um iPhone X com 2 anos de uso e ainda tem 91% de saúde. O meu 11 com 1 ano e meio tá com 85%, e isso que o nosso uso é bem parecido e eu até cuido mais da bateria, não exponho a temperaturas extremas, não deixo cair pra baixo de 20%, etc... mesmo assim esse esforço e cuidado não tem funcionado. Uso o meu iPhone há mais de um ano quase que o tempo todo apenas no WiFi em razão da quarentena, e a bateria deveria estar até mais preservada do que o normal.

Sem dúvida que o posicionamento da Apple e o lançamento desse recurso é muito bem vindo. Mas ainda vai correr muita água por baixo dessa ponte. Acho que vai ter gente processando, igual o “escândalo” das baterias dos iPhones 6. Pessoal tá comparando com a “fraude do odômetro” e afirmando que a Apple está escondendo algo pior e maquiando os números. Não chego a ser tão conspiracionista assim, até porque se fosse pra maquiar alguma coisa a Apple não faria tão na cara assim com o lançamento de um recurso como esse. Acredito que identificaram uma falha nesse sistema que faz a medição da saúde da bateria e que é algo generalizado na linha 11, não sendo possível especificar um lote para iniciar um programa de recall. Então lançaram um recurso para que o software tente recalibrar esse sistema para mostrar a real saúde da bateria. A Apple deixou claro que o problema não é com a bateria, nem com a saúde da bateria em si, mas com esse sistema que faz a análise da saúde da bateria. Ele provavelmente está informando uma porcentagem de capacidade equivocada e o iOS trabalha dentro dessa capacidade errada que foi informado pelo sistema, resultando em menos horas de uso e uma autonomia pior e que se deteriora cada vez mais rápido. Ou seja, a bateria tem uma saúde boa, o problema é nesse sistema de software e hardware. O que me deixou intrigado é que, caso a recalibragem não dê certo, irá aparecer uma mensagem recomendando enviar o iPhone a uma autorizada para que eles realizem a troca da bateria de graça (mesmo fora da garantia) para restaurar 100% da capacidade. E aí que está o problema: como você mesmo deu de exemplo o caso da bateria nova que em 2 meses já estava em 95%, essa troca da bateria não vai solucionar o problema, que deve ser no hardware (algum componente fisico na placa mãe do iPhone). A bateria nova trocada de graça pela Apple vai sofrer do mesmo problema e sua saúde será informada de modo equivocado e impreciso. Em suma, só vejo problema caso a recalibragem não dê certo e apareça a mensagem de “recall” da bateria, porque significa que o software não conseguiu recalibrar e que o problema pode ser físico, no hardware, não adiantando trocar a bateria por uma nova. Vamos aguardar pra ver


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Minha amiga que citei que o diga

Em 21/04/2021 at 16:58, victorbrandaao disse:

Tudo bem que tem essa questão da atualização só funcionar pro 11  e o meu XS não vai ter essa "recalibragem" mas acho errado isso aí... Tive o mesmo problema de degradação que usuários do 11 tiveram e não vou ter essa "recalibragem"

Bem mais o problema do iPhone da família 11 é geral ocorre muito rápido o seu modelo ocorreu no começo também ??? Quanto tempo está ativo???

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O meu após a recalibragem desceu de 85% para 80%. Vou procurar uma autorizada para troca.

Minha calibragem ainda não terminou. Também estou com 85% de saúde. Mas pelo menos nesses dois primeiros dias após a atualização do 14.5 eu já senti uma melhora na bateria. No 3utools (que sempre mostra a mesma porcentagem do iOS) aparece 88% e no iMazing 90%. Espero que não caia igual o seu.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
Em 28/04/2021 at 07:27, JLCA disse:


Minha calibragem ainda não terminou. Também estou com 85% de saúde. Mas pelo menos nesses dois primeiros dias após a atualização do 14.5 eu já senti uma melhora na bateria. No 3utools (que sempre mostra a mesma porcentagem do iOS) aparece 88% e no iMazing 90%. Espero que não caia igual o seu.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

O meu concluiu esta manhã caiu pra 81% e sumiu e pior que nem sinto queda de autonomia, meu medo é chegando a 79% e reduzindo minha bateria kkk, ainda bem que não é o aparelho oficial.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O meu concluiu esta manhã caiu pra 81% e sumiu e pior que nem sinto queda de autonomia, meu medo é chegando a 79% e reduzindo minha bateria kkk, ainda bem que não é o aparelho oficial.

A minha subiu de 85% pra 88%. Na prática nenhuma mudança na autonomia também. Agora é observar se essa saúde vai continuar caindo rápido igual antes, porque não adianta recalibrar e daqui 2 meses voltar pra 85% ou pra baixo disso. Em teoria, o sistema deve reportar a capacidade real da bateria após a recalibragem.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

18 horas atrás, JLCA disse:


A minha subiu de 85% pra 88%. Na prática nenhuma mudança na autonomia também. Agora é observar se essa saúde vai continuar caindo rápido igual antes, porque não adianta recalibrar e daqui 2 meses voltar pra 85% ou pra baixo disso. Em teoria, o sistema deve reportar a capacidade real da bateria após a recalibragem.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Eu acho que a do iPhone 11 aqui não  foi recalibrada, pois já caiu pra 80% hoje é a performance continua a mesma, o problema que passou dos 80% entra em modo que pode reduzir a performance.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Meu iPhone 11 tinha 87% antes do iOS 14.5; fui verificar hoje e a recalibragem havia terminado, com a saúde em 80% e uma mensagem recomendando a manutenção !!  

Como havia possibilidade de troca por problemas na bateria, liguei para o suporte da Apple e, após análise da atendente, fui informado que esse nível de bateria é normal, dependendo do uso. Se eu quiser, posso trocar a bateria por cerca de R$ 600 (!).

Acho bem estranho um celular com 1 ano e 5 meses de uso, praticamente só no Wifi, brilho no automático e recarregado todas as noites apresentar tal resultado para a saúde da bateria...

Alguém mais em condições similares chegou a contatar a Apple a respeito e obteve resposta diferente?

Em 28/04/2021 at 07:18, motaren disse:

O meu após a recalibragem desceu de 85% para 80%. Vou procurar uma autorizada para troca.

Conte sua experiência, por favor.  

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Meu iPhone 11 tinha 87% antes do iOS 14.5; fui verificar hoje e a recalibragem havia terminado, com a saúde em 80% e uma mensagem recomendando a manutenção !!  
Como havia possibilidade de troca por problemas na bateria, liguei para o suporte da Apple e, após análise da atendente, fui informado que esse nível de bateria é normal, dependendo do uso. Se eu quiser, posso trocar a bateria por cerca de R$ 600 (!).
Acho bem estranho um celular com 1 ano e 5 meses de uso, praticamente só no Wifi, brilho no automático e recarregado todas as noites apresentar tal resultado para a saúde da bateria...
Alguém mais em condições similares chegou a contatar a Apple a respeito e obteve resposta diferente?
Conte sua experiência, por favor.  

Recomendo conferir quantos ciclos tem sua bateria. Para a Apple, uma bateria normal deve reter pelo menos 80% de sua capacidade após 500 ciclos. Como a sua está em 80%, verifique a quantidade de ciclos. Têm tutoriais no YouTube. Se estiver com menos de 500 ciclos, você pode argumentar pra Apple que se trata de uma bateria defeituosa pq não está dentro do padrão 80%/500.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tenho um iPhone 11, novo, com menos de 3 meses de uso e só nesse período o percentual da bateria caiu para 96%, mesmo eu mantendo um uso comum e com uma bateria que durava em torno de 30h entre cargas. Assim que ficou disponível, fiz a atualização do iOS 14.5 e a recalibragem da bateria começou, aparecendo a notificação.
Após alguns dias, notei que a notificação da recalibragem não estava mais lá e o percentual passou pra 95% inclusive. Não teve nenhum relatório ou notificação sobre o processo também. Alguém teve sucesso nesse processo ou passou por algo semelhante?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...

Meu iPhone 11 Pro tinha 93% de bateria no iOS 14.4.X. Imediatamente depois de instalar o 14.5, caiu para 91% e agora está caindo 1% a cada semana. Hoje estou com apenas 87% e continua caindo. 
 

Uma coisa eu sei: isso não é normal. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.
×
×
  • Criar Novo...