Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

MacBook Air M1 para Streaming e Edição de Áudio


gustavosaez

Posts Recomendados

Pessoal, tenho visto muitos reviews, muitas informações e comparativos e a pergunta da vez não é se "compensa", mas como se comporta.

Hoje eu tenho um MacBook Air 2017 (A1466) e gravo/edito meu podcast no GarageBand. Até aí, ok. Porém, passei a expandir as ações e os problemas começaram.
Meu último cenário, sem sucesso, foi:
Chat de Voz no Telegram +
Brave no StreamYard (Streaming para o Youtube para um canal parceiro) + 
Audio Hijack mandando Streaming para a Twitch e Youtube (canal pessoal).

Ou seja, 3 apps abertos apenas (Brave, Telegram e Audio Hijack) e o MBA não aguentou, deu lag, travou e tudo mais... temperatura foi pra cima de 80º, processamento 90-100%, ventoinha a 6500rpm... enfim, fechei o Audio Hijack (que seria meu backup) e deu pra fazer o stream.

O MBA ficou quente, mas trabalhou bem. Sei que meu processador tem só 1.8Ghz, não foi criado pra isso e tal, mas gostaria de saber se o MBA M1 suportaria tal atividade sem aquecer muito. Entenda aquecer muito, acima dos 60-70º, porquê nesse momento, estou com o MBA em 60º e estou usando o Safari, Reeder, Telegram, Calendar e Mail.

 

Ps.: Vi reviews que ele em alto desempenho chega em 45-52º, isso é frio (pra mim), vendo meu atual cenário

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Amigo, eu não conheço os programas que você usa, mas posso tentar ajudar com o seguinte:

No meu MacBook Air M1 8/256  uso Photoshop, Lightroom, Premiere Pro, Davinci Resolve e OBS Studio. 

Como estou aprendendo o Davinci Resolve, constantemente abro o Davinci Resolve junto com o Premiere para fazer comparações de resultados, também estão sempre abertos nestes casos um monte de abas no Chrome (nos tutoriais no Youtube) e mais o OneNote para fazer as anotações e gravar prints de tela. Tudo junto e misturado!

Mais pesado ainda é quando gravo minhas aulas, eu uso o OBS Studio capturando a tela do PowerPoint, uma câmera DSLR capturando 1080p 60 fps e um microfone externo usando redução de ruído e equalização na entrada. Ou seja, estou abusando mesmo do processamento real time e nunca tive travamento ou qualquer problema, tudo rola liso. 

E ainda uso o OBS em um monitor externo e no Macbook vejo o PowerPoint e o OneNote com minhas anotações.

Vai na fé que acho que não terá problemas. 

Lembre que a diferença do Pro para o Air na geração M1 é apenas a refrigeração, pois o processador é o mesmo. 

 

Abraços.

 

 

Editado por alex godoy
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como disse o Alex Godoy, o M1 fará tudo isso sem engasgos. É uma máquina simplesmente brilhante, um monstro. Da mesma forma o Pro, que no fim se destaca um pouquinho pela tela ligeiramente melhor em brilho e pelo resfriamento ativo, que permite mais tempo de trabalho em potência máxima.

Certifique-se de que seus aplicativos já estão todos adaptados ao M1, caso contrário não rodarão.

Da máquina que possui para a que pretende comprar notará uma diferença brutal, tão absurda a ponto de usuários menos antenados com a tecnologia em si talvez nem a compreenderem plenamente.

Para uma comparação mais bruta, em alguns casos os M1 fazem frente aos MBP 16" com core i9 9980 8-core hahaha. A GPU dedicada dos atuais 16" ainda acaba dando a ponteira em muitos casos, mas a diferença não é grandes coisas não. Então, sim, o M1 te fará extremamente satisfeito, com um salto de performance fora do comum em relação ao seu atual Air.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

19 horas atrás, alex godoy disse:

Amigo, eu não conheço os programas que você usa, mas posso tentar ajudar com o seguinte:

No meu MacBook Air M1 8/256  uso Photoshop, Lightroom, Premiere Pro, Davinci Resolve e OBS Studio. 

Como estou aprendendo o Davinci Resolve, constantemente abro o Davinci Resolve junto com o Premiere para fazer comparações de resultados, também estão sempre abertos nestes casos um monte de abas no Chrome (nos tutoriais no Youtube) e mais o OneNote para fazer as anotações e gravar prints de tela. Tudo junto e misturado!

Mais pesado ainda é quando gravo minhas aulas, eu uso o OBS Studio capturando a tela do PowerPoint, uma câmera DSLR capturando 1080p 60 fps e um microfone externo usando redução de ruído e equalização na entrada. Ou seja, estou abusando mesmo do processamento real time e nunca tive travamento ou qualquer problema, tudo rola liso. 

E ainda uso o OBS em um monitor externo e no Macbook vejo o PowerPoint e o OneNote com minhas anotações.

Vai na fé que acho que não terá problemas. 

Lembre que a diferença do Pro para o Air na geração M1 é apenas a refrigeração, pois o processador é o mesmo. 

 

Abraços.

 

 

Excelente relato! 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 17/04/2021 at 10:31, gustavosaez disse:

Pessoal, tenho visto muitos reviews, muitas informações e comparativos e a pergunta da vez não é se "compensa", mas como se comporta.

Hoje eu tenho um MacBook Air 2017 (A1466) e gravo/edito meu podcast no GarageBand. Até aí, ok. Porém, passei a expandir as ações e os problemas começaram.
Meu último cenário, sem sucesso, foi:
Chat de Voz no Telegram +
Brave no StreamYard (Streaming para o Youtube para um canal parceiro) + 
Audio Hijack mandando Streaming para a Twitch e Youtube (canal pessoal).

Ou seja, 3 apps abertos apenas (Brave, Telegram e Audio Hijack) e o MBA não aguentou, deu lag, travou e tudo mais... temperatura foi pra cima de 80º, processamento 90-100%, ventoinha a 6500rpm... enfim, fechei o Audio Hijack (que seria meu backup) e deu pra fazer o stream.

O MBA ficou quente, mas trabalhou bem. Sei que meu processador tem só 1.8Ghz, não foi criado pra isso e tal, mas gostaria de saber se o MBA M1 suportaria tal atividade sem aquecer muito. Entenda aquecer muito, acima dos 60-70º, porquê nesse momento, estou com o MBA em 60º e estou usando o Safari, Reeder, Telegram, Calendar e Mail.

 

Ps.: Vi reviews que ele em alto desempenho chega em 45-52º, isso é frio (pra mim), vendo meu atual cenário

@gustavosaez tudo beleza ai? Sei que não é o tópico aqui pra isso, mas como você usa Audio Hijack, eu queria te fazer uma pergunta. Você já testou o Loopback feito pela mesma empresa que faz o Audio Hijack? Se já o que achou dele por favor?

To procurando um app que faz o que o mesmo que o voicemeeter (pra Windows) só que pra MacOs. O mais próximo que eu achei foi ele...

Valeu!

Abs

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 mês depois...
Em 19/04/2021 at 22:19, Rdamico disse:

@gustavosaez tudo beleza ai? Sei que não é o tópico aqui pra isso, mas como você usa Audio Hijack, eu queria te fazer uma pergunta. Você já testou o Loopback feito pela mesma empresa que faz o Audio Hijack? Se já o que achou dele por favor?

To procurando um app que faz o que o mesmo que o voicemeeter (pra Windows) só que pra MacOs. O mais próximo que eu achei foi ele...

Valeu!

Abs

Fala aí @Rdamico, beleza e por ai?

Cara, desculpa o delay, e pra uma resposta negativa rsrs. Não tenho o Loopback não, você comprou? O que achou?

O Audio Hijack é o que mais me atende de todos os que eles fazem...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
Em 27/06/2021 at 19:45, gustavosaez disse:

Fala aí @Rdamico, beleza e por ai?

Cara, desculpa o delay, e pra uma resposta negativa rsrs. Não tenho o Loopback não, você comprou? O que achou?

O Audio Hijack é o que mais me atende de todos os que eles fazem...

Fala @gustavosaez desculpa a demora pra te responder.

Não comprei, acabei achando uma solução pro meu problema (inclusive eu to devendo uma atualização do post que eu abri aqui no forum, vou tentar fazer esta semana), mas eu usei o vb-cable e conjunto com uma interface combinada dentro do Audio MIDI do próprio Mac.

Tenho usado normalmente ja há 2 meses, só tive problema 1x que eu acho que foi por falta de boot no MBP, que eu quase não faço :).

 

Abs

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
  • 2 semanas depois...

Olá Gustavo

Creio que o Macbook Air não tenha ventoinha.

Se ainda não migrou para o M1, tente uma instalação limpa do MacOS e depois os Apps.

Talvez tenha algum resultado melhor, mas nunca comparado com um MacBook Air M1.

Se o disco SSD estiver cheio fica difícil para o sistema fazer swap (usar memória de disco).

Vale!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

16 horas atrás, Igor Santorsula disse:

O meu aqui tá dando conta do recado. E trabalho com PS, LR e edição de vídeo. Mini 16GB RAM.

Fala Igor! Beleza? Me diz aqui, como tá a performance dessa máquina com esses softwares que vc citou? Meu uso profissional é bem parecido com o seu.

Queria pegar um Mini desse com 16gb de RAM mas a gente sabe que 16gb pra quem faz uso profissional hj em 2021 já tá no talo (8gb então só pra quem faz uso doméstico mesmo).

E eu não acredito nesse papo que muita gente propaga por aí que o M1 usa a RAM de forma diferente/otimizada e blablabla pq na vida real e fora do pensamento mágico dessa galera eu mesmo tenho colegas de trabalho que compraram o M1 com 8gb pra trabalhar e a máquina tá engasgando (isso pq a máquina é nova, imagina daqui alguns anos).

Meu receio é pegar esse M1 com 16gb e a máquina já operar no limite. Ou seja, daqui poucos anos já vai me dar trabalho de desempenho e vou ter que trocar de novo. Pegar M1 Pro/Max com 32gb é fora de cogitação por conta dos preços absurdos.

To coletando esse feedback pra ver se vou nessa máquina ou se pulo de vez pra um Desktop PC com 32gb de ram.

Obrigado desde já!

Editado por juniorgoncalves
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 19/10/2021 at 17:43, juniorgoncalves disse:

Fala Igor! Beleza? Me diz aqui, como tá a performance dessa máquina com esses softwares que vc citou? Meu uso profissional é bem parecido com o seu.

Queria pegar um Mini desse com 16gb de RAM mas a gente sabe que 16gb pra quem faz uso profissional hj em 2021 já tá no talo (8gb então só pra quem faz uso doméstico mesmo).

E eu não acredito nesse papo que muita gente propaga por aí que o M1 usa a RAM de forma diferente/otimizada e blablabla pq na vida real e fora do pensamento mágico dessa galera eu mesmo tenho colegas de trabalho que compraram o M1 com 8gb pra trabalhar e a máquina tá engasgando (isso pq a máquina é nova, imagina daqui alguns anos).

Meu receio é pegar esse M1 com 16gb e a máquina já operar no limite. Ou seja, daqui poucos anos já vai me dar trabalho de desempenho e vou ter que trocar de novo. Pegar M1 Pro/Max com 32gb é fora de cogitação por conta dos preços absurdos.

To coletando esse feedback pra ver se vou nessa máquina ou se pulo de vez pra um Desktop PC com 32gb de ram.

Obrigado desde já!

Junior, beleza e você? Cara tem dado conta do recado sim. 

"E eu não acredito nesse papo que muita gente propaga por aí que o M1 usa a RAM de forma diferente/otimizada e blablabla pq na vida real e fora do pensamento mágico dessa galera eu mesmo tenho colegas de trabalho que compraram o M1 com 8gb pra trabalhar e a máquina tá engasgando (isso pq a máquina é nova, imagina daqui alguns anos)." Na vida real procede. Tenho amigos com M1's 1 com 8GB e estão satisfeitos com o desempenho, mas viam de máquinas muito, muito inferiores...

Antes de usar o M1 estava com um PC: 32GB, SSD, Ryzen e uma GTX 1660. Era um equipamento de entrada pra padrões de edição, mas era o que eu tinha no momento. No Brasil de hoje ter uma placa de vídeo é um luxo para poucos. Hoje tenho amigos que tiveram que pegar crédito pessoal "empréstimo" para poder ter uma máquina viável e muitas das vezes sem muito luxo nas configurações. Imac, Macbook e etc são só pra minoria da minoria. Ganhamos em real e pagamos as contas em dólar! O posto Ipiranga sempre foi fake.

Abração,

Editado por Igor Santorsula
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Caraca, eu saí de um Lenovo S145 com Intel I7 8565U com 20GB DDR 2400MHz e SSD NVME Kingston pra um Air M1 8GB e até agora não to sentindo falta dos meus antigos 20GB hein? Não sou produtor, sou apenas um analista de redes que trabalha o dia todo e todo dia com computador, muitas janelas abertas de terminal e várias abas de navegador. Comprar 16GB hoje pra mim seria desperdício.

Falar que 8GB de RAM no M1 é suficiente apenas para usuário doméstico não concordo, uso profissionalmente e me atende muito bem.

Mas como disse, não trabalho com vídeo ou com áudio, sou um simples analista de redes.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em 29/10/2021 at 22:18, arthur.bernardes disse:

Caraca, eu saí de um Lenovo S145 com Intel I7 8565U com 20GB DDR 2400MHz e SSD NVME Kingston pra um Air M1 8GB e até agora não to sentindo falta dos meus antigos 20GB hein? Não sou produtor, sou apenas um analista de redes que trabalha o dia todo e todo dia com computador, muitas janelas abertas de terminal e várias abas de navegador. Comprar 16GB hoje pra mim seria desperdício.

Falar que 8GB de RAM no M1 é suficiente apenas para usuário doméstico não concordo, uso profissionalmente e me atende muito bem.

Mas como disse, não trabalho com vídeo ou com áudio, sou um simples analista de redes.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Meu amigo, ficou meio de dificil entender sua linha de argumentação.

Você disse: "Sou analista de redes, uso apenas abas de terminal, abas no navegador e não trabalho com produtor" e logo após vc AFIRMA que 8GB de RAM é suficiente para uso profissional e que 16GB seria disperdício.

Fiquei na dúvida aqui sobre como vc chegou a essa conclusão já que vc não tem experiencia com isso.

Sou da área de imagem/video e 16GB de RAM na nossa área profissional é realmente uma quantidade para utilização básica. 

Editado por juniorgoncalves
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu fiz a troca igual do amigo acima, tinha 20GB no hackintosh no S145 e hoje uso o Air M1 de 8GB… estou usando impactões Adobe via Rosetta ainda (o que piora o gerenciamento)… usando Chrome com Whats Web e Spotify, Word (M1 version), InDesign e Illustrator abertos, ele não chega a fazer swap no SSD, porém a compressão na RAM fica em amarelo no gráfico do Monitor de Atividades. Agora se abro o Photoshop, e depois de um bom tempo de editando imagem… deixando vários vetores tudo em aberto… e havendo claramente um acúmulo de RAM por tempo (memory leak?) aí ele começa a fazer swap… mas com 3 dias sem desligar o Mac e só deixando no sleep… ele fez pouco mais de 1GB de swap

 

Agora… engasgou? Ficou lento? Programa deixou de responder? NÃO! De maneira alguma, sistema responde normalmente é até hoje não tive nenhum problema relacionado a isso… e isso que estou com esse MacBook desde Agosto… vai fazer aí 3 meses

Pelo menos pro meu uso como recomendo pra quem tem igual… 8GB é completamente suficiente… e acredito que esse consumo de ram depois de um tempo com ctz é algum problema por estar rodando via Rosetta… o nativo com ctz deve gerenciar bem melhor… agora se trabalha com render de qualquer tipo… seja pra programação rodando compilações ou dump… ou então render de vídeo/finalização 3D… aí com ctz 8GB não vão ser suficientes… então ao meu ver tem que ter um uso muito específico pra necessitar de fato 16GB no ARM… e detalhe que no meu Hackintosh com esse mesmo uso a RAM ocupava cerca de 11 a 12gb

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Conteúdo Similar

    • Por Bruno DM
      Resolvi formatar meu Macbook Air M1.
       
      Fui no utiliario de deisco e coloquei para apagar a partição Macintosh HD e Macintosh HD - Data.
       
      Depois voltei na tela anterior, e coloquei pra instalar o macOS Big Sur.
       
      Depois de instalado, na hora de entrar com o Apple ID e criar a conta, fica dando este erro:
       
      Alguem sabe o que pode ser ?
       



    • Por zagam
      Pessoal atualmente tenho um macbook pro 13.3  2017 i5 8gb e 512 de ssd  que uso diariamente no escritório e um Imac 5k 27  com 1tb  ssd e 32gb de memória, que uso para fazer as edições em casa usando o Adobe PS, Premiere e Illustrator. Estou com duvida se faço o upgrade do meu macbook para o Macbook pro 13.3 M1 já que está um pouco mais barato ou  espero mais um pouco e pego o Macbook pro 14 com M1 Pro , Minha situação é, comecei a fazer edições no macbook pro  também e sinto que ele da umas travadas, queria saber se no macbook pro M1 de 13.3 com 8gb os programas estão rodando mais lisos, além disso queria saber como está a fluidez de quem utiliza o pacote adobe [editado] nas maquinas M1. Alguém consegue me dar uma luz ? 😬
    • Por ViniciusVSG
      Olá, bom dia! Estou com um Macbook Air M1 desde de julho, uso ele para trabalho geralmente das 7:50 até as 18:00 e de noite p/ lazer. Sempre no carregador, pois uso ele na minha mesa. Ele tem 18 ciclos na bateria apenas, pois sempre fica plugado ao carregador. Só que pelo menos 8 desses ciclos foram tudo nos últimos 2 meses, pois tem acontecido a seguinte situação:
      De manhã, quando ligo ele as 7:50, ele está sempre 100%. Mas quando chega por volta das 9:30 ele já caiu p/ 89%, mesmo ficando no carregador esse tempo todo.  Dai ele fica nesses 88% o restante do dia, completando a carga de noite e no dia seguinte o ciclo se repete. Mesmo ficando conectado 100% do tempo no carregador, a bateria sempre baixa de manhã. Não percebia isso no início, mas agora sempre noto ( print abaixo ).
      Pensei que era por utilizar o Google Meet que consumia muita energia, mas hoje, só de usar o chrome ( Docs e Youtube ) eu vi que aconteceu exatamente a mesma coisa.
      Isso é normal ou talvez esteja com algum problema de carregamento? 

       
    • Por Thales Vinieri Ramos
      Olá pessoal!

      Recentemente comprei um MBP com chip M1 e realmente o computador é muito bom. Porém há um tópico que não sai da minha cabeça desde as pesquisas que fiz antes de realmente comprá-lo, que é o gerenciamento de bateria... Todos sabemos que essas baterias de Íons de lítio não sofrem com o problema de "viciar" o funcionam melhor quando não são estressadas demais. Fiquei intrigado com esse tema e decidi pesquisar mais sobre isso, a fim de aumentar a vida útil da bateria. A Apple diz que o gerenciamento inteligente de bateria "aprende"a maneira que vc usa o computador e adapta o carregamento para otimizar sua durabilidade. Eu uso o computador na bancada, conectado a um monitor externo na maior parte do tempo, portanto mantenho ele na tomada praticamente o dia todo, e só retiro durante a noite, porém isso fez com que os ciclos aumentassem bastante (em 15 dias de uso, estou com 11 ciclos). Nesses 15 dias de uso com o gerenciamento da bateria, não percebi controle nenhum por parte do sistema, para manter a bateria carregada de maneira inteligente. Descobri o aplicativo Al Dente que limita a carga da bateria em uma porcentagem determinada, mesmo quando conectado à tomada, porém não estou 100% seguro em relação ao uso deste app, ou de algum outro... Na realidade ainda não descobri uma maneira de fazer com que o uso seja otimizado para manter o equilíbrio que esse tipo de bateria prefere funcionar.

      Alguém tem alguma opinião sobre esse tema? Se posso ficar tranquilo em relação ao gerenciamento da própria Apple ou se recomendam o uso do AlDente ou algum outro app?

      Muito Obrigado!
    • Por BetoGaleazzo
      Calma! Antes de me crucificar pelo "relativamente simples", deixa eu explicar 😅
      Este tópico trata de uma curiosidade técnica e também de uma esperança para um futuro não distante, rs.
      Há alguns anos atrás se alguém dissesse que era possível aumentar a memória de armazenamento dos iPhones, iPads e iPods, seria instantaneamente taxado de mentiroso, porém com o avanço dos reparos a nível microeletrônico, isso se tornou possível. Não só aumentar o armazenamento, mas também reparar devices com defeitos de memória antes tratados como insolucionáveis (famosos erros 9, 4013 e 4014  do iTunes). O conhecimento começou a se disseminar, ferramentas novas foram sendo desenvolvidas e hoje é comum encontrar esse tipo de serviço em assistências especializadas em reparo de placa lógica.  Eu mesmo que nem me considero um gigante do microscópio, tampouco tenho um laboratório super fancy, faço com certa frequência esse tipo de upgrade e reparo.
      O vídeo abaixo mostra o procedimento de upgrade de armazenamento num MacBook Air 2020 M1. Irei explicar o que ele fez e dizer o porquê de ser mais fácil do que nos dispositivos mobile.
       
      Agora vamos lá. Provavelmente você pensou durante todo o vídeo que esse procedimento não é simples "nem aqui, nem na China" (ba dum tss), mas a real é que é simples, apesar de não poder ser feito pelo próprio usuário como nos Macs antigos. Explico: nos iPhones, iPads e iPods, a placa lógica é bem menor, logo a concentração de componentes é bem maior, o que torna o manuseio da estação de solda a ar mais complexo e arriscado. A chance de espalhar ar quente em componentes que não podem sofrer muito calor é grande, demanda muita prática e técnica. Você pode ver como é feito o procedimento em iPhones neste vídeo. A placa do Mac é bem ampla e os chips de memória estão consideravelmente separados dos demais. Outro ponto é que foi "basicamente" tirar dois chips, colocar dois chips e fazer a restauração. Já nos dispositivos mobile o chip NAND é vinculado a outros componentes da placa, até mesmo ao chip responsável pelo WiFi e Bluetooth, e quando é necessário efetuar o reparo ou fazer o upgrade do armazenamento nesses dispositivos, temos que remover também o chip de WiFi/BT (que também tem seus riscos por ficar próximo a diversos componentes importante) e usar um equipamento nada barato pra copiar dados da memória antiga pra nova (número de série do aparelho e outras informações). Então nesse ponto além de mais complexo quanto a remover os componentes sem danificar outros, também existem mais etapas e mais equipamentos necessários. Eu também não vi no vídeo outras complicações possíveis, causadas pelo chip T2 Security ou algo do tipo. -- Lembrando que este procedimento de troca dos chips de memória NÃO remove iCloud e nem senha de firmware/EFI.
      Já há um bom tempo é comum encontrar no AliExpress os chips de memória NAND dos iPhones em todas as capacidades possíveis, novos ou retirados de outro aparelho que não pôde ser reparado. Antigamente só mesmo removendo de outras placas lógicas que não tiveram reparo. Ainda não existem esses chips do Mac para comprar, e obviamente não deve ter muita placa lógica de M1 "morta" por aí pra remover componentes já que o modelo é relativamente novo, porém existe a possibilidade de que esses chips dos Macs venham a ser vendidos no varejo também. Caso aconteça, estamos falando da possibilidade de fazer upgrade de memória de armazenamento, ou reparar Macs que tenham tido problemas nesses componentes, causados por desgaste, por exemplo. Outro indicativo de que pode começar a rolar em breve, é que já existe stencil de reballing para M1 à venda na China, o que significa que por lá já estão fazendo esses procedimentos com mais frequência, inclusive com memória RAM.
      Nos novos Macs com processadores M1 Pro e M1 Max aparentemente o procedimento é o mesmo. Os chips já estão mais concentrados na placa (como você pode ver aqui aos 3m32s), o que vai demandar maior perícia, mas mesmo assim continua mais simples que nos dispositivos mobile.
      É gambiarra? Não! Se feito por um bom técnico que efetivamente sabe o que está fazendo e tem a perícia necessária, é um serviço indetectável. Há até como reaplicar resina após o reparo pra ficar exatamente como veio de fábrica. O sistema reconhece normalmente o novo armazenamento e não existem efeitos colaterais, como pode ocorrer com a função Hibernar quando se faz uso de adaptadores para SSDs NVME M2 nos MacBooks.
      Briga de cão e gato... A Apple dificultando a vida dos usuários e dos técnicos em relação à reparabilidade, mas há esperança. Como eu disse no início do tópico, um dia iPhones com defeito de placa eram condenados à lata do lixo e hoje tem reparo para quase tudo.
    • Por Fernando Braz
      Praticamente nova, configuração de ponta pra rodar tudo, perfeita para edição e criação.

      NÃO ACOMPANHA TECLADO E MOUSE.

      iMac (Retina 4K, 21.5-inch, 2017)
      Processador: 3 GHz Intel Core i5 Quad-Core
      Memória: 16 GB 2400 MHz DDR4
      SSD 480GB Kingston
      GPU Radeon Pro 555 2 GB

      Não aceito trocas nem propostas absurdas.

      Retirada em mãos por SP e pagamento na hora via PIX.
      R$8.500

    • Por Fernando Braz
      Vendendo meu iPad Air pois não me adaptei, ainda na garantia até Janeiro de 22.
      Película já aplicada e case smart folio. Sempre utilizado com capa e película, equipamento impecável.
      Retirada em mãos por SP e pagamento na hora via PIX.
      R$4.990

    • Por Cirdes Borges
      Pessoal, pode ser exagero, rs, mas semana passada troquei o MBP e hoje, por acaso, percebi um pequeno pontinho na tecla shift direita, alguem ja viu isso? 
       

    • Por Ian
      Fala pessoal! 
      Essa semana pensei seriamente em tentar colocar o Big Sur no meu Mac, MacBook Air mid 2012 13 polegadas. Tentei tentei e não consegui, desencanei e desisti. Pensei no risco e caso depois eu fizesse m… e meu Mac nao ligasse mais devido a uma tentativa mal sucedida eu não me perdoaria.  
      Enfim, acontece que  ao deu certo e após isso eu formatei meu laptop todo. Do zero. E, agora com calma observei que a bateria que estava EM MANUTENÇÃO, agora não aparece mais aquele warning, consta como status: Normal. 
      Só pra já poupar algumas questões;
      1- Sim, estou com a última versão do catalina, tanto agora quanto antes de ter formatado. Já era o última versão. 
      2- A bateria está com 400 ciclos, no status de info da bateria consta capacidade máximo em torno de 3800 mAh.
      E aí, já aconteceu isso com vocês? Após a formatação ele “corrigir” a informação da bateria ? 
      Outra coisa… esse lance do Big Sur ou “Bug” Sur em máquinas não suportadas,  vale a pena mesmo? Tipo, desisti porque o meu Catalina supre minhas necessidades numa boa, e como o próprio fabricante não disponibilizou o Sur para minha máquina, penso que eu ficaria indignado caso tentasse burlar isso e colocasse tudo a perder… já vi vários reportes de uma galera que teve problemas.
      Me ajudem aí! 
      forte abs! 
    • Por rafsguedes
      Bom dia/Boa tarde/Boa noite! Como vocês estão? Espero que bem. 
       
      Depois de completar mais de uma década no Windows estou decidido de migrar para um Mac Air, por conta da portabilidade.
      Visto em conta os chips M1, e respectivamente sua eficiência, me questionei se deveria partir para um modelo de 8gb ou 16gb. 
      Pensei muito no de 8gb por conta do valor, porque é praticamente 1/3 a menos do valor de 16gb. Porém, como usuário Windows sei a importância dos 16gb rs
       
      Hoje em dia meu trabalho se concentra em escrever no notion, utilizar o photoshop para fazer trabalhos sem muito efeito e camadas e também o illustrator para uns vetores básicos. Em casos bem raros faço algumas edições de vídeo no Filmora. Não pretendo trocar de computador tão cedo, queria um que durasse no mínimo 5 anos tranquilamente.
      A questão é: 8gb aguenta tranquilo esses trabalhos, ou terei que tirar o escorpião do bolso para comprar um modelo de 16gb? :')
       
      Desde já, fica aqui meu agradecimento por você ter a vontade de ajudar!
  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      53,3k
    • Total de Posts
      443,5k
×
×
  • Criar Novo...