Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Upgrade em Macbook Pro, SSD ou RAM?


lucasfogacadj

Posts Recomendados

Olá pessoal!

Tenho uma duvida, tenho um Macbook Pro Mid 2012 com 4GB de RAM e 500GB de HD.

Gostaria de fazer um upgrade, mas como minha mascada tem limites, gostaria de saber,

qual aumentaria mais do desemprenho, tendo em vista que gastaria a mesma quantia para ambos,

em torno de 300R$.

 

1- Colocar 8GB de RAM

 

2- Colocar SSD de 120GB no lugar do drive de dvd.

 

 

Gostaria da opinião de vocês!

 

Muito, muito obrigado!!  :D

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu ficaria com SSD, descartaria o Super Drive usando um Caddy: http://goo.gl/cbgaao e depois um clean install ativando o Fusion.

Fiz isso no iMac Late 2009 e economizei aproximadamente R$ 9.000,00 num iMac novo !!!

Editado por Willy
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Concordo com tudo o que o Willy comentou acima. Inclusive no Fusion Drive.

 

Complementaria apenas sugerindo que o melhor para a sua máquina seria colocar o SSD no lugar do HDD e o HDD no lugar do SuperDrive usando o caddy que ele linkou.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Aproveitando o topico referente ao Fusion Drive, seria possível o mesmo usar 2 SSDS ??

 

Att.

Rapaz, tecnicamente seria possível sim uma vez que o Fusion Drive é um core volume, mas a única vantagem seria tratar duas unidades físicas como um único volume lógico nesse caso, sem a exigência das duas unidades serem do mesmo tamanho. Quase um JBOD.

 

Para unidades do mesmo tamanho - e de preferência do mesmo fabricante e modelo - seria mais interessante montar um RAID 0 onde além de tratar como um único volume lógico você terá a aplicação do algoritmo de aumento de performance repartindo os arquivos entre as duas unidades. Vale observar que em testes que vi na internet com RAID 0 de SSDs, dependendo do SSD - se for de alta performance - o ganho não vale o investimento porque o limite da interface SATA já é atingido com uma única unidade. Para SSDs de baixa performance (aqueles em que a escrita fica em torno de 250 MB por segundo) o ganho de performance de escrita é bem vantajoso.

 

Bom, nesse cenário eu investiria o dinheiro de duas unidades SSD em uma única com a capacidade das duas somadas ou de menor capacidade mas top como as Samsung 850 Pro.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...

Pessoal, vou trocar meu HD por um SSD e colocar meu HD no lugar SuperDrive, e fazer uma instalação limpa, existe algum processo que preciso fazer para instalar o Yosemite no SSD, algo diferente do HDD normal? E se é preciso ativar algo para usar meu HDD que vai estar no lugar do SuperDrive ou ele já reconhece normal.

Obs: Vai ser no meu Macbook Pro Meados 2012

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Rapaz, quanto ao projeto que pretende por em prática, dê uma lida neste tópico aqui.

 

Já com relação à configurações posteriores, leia este tópico aqui sobre o TRIM.

 

Muito obrigado Alan, sobre o TRIM, já até comprei o software TRIM Enabler,

 

Porém sobre o Fusion Drive fiquei com algumas duvidas, como eu não tinha ouvido falar dele, eu ia passar meus 150GB de músicas e toda a pasta Pessoal pro HDD, qual você acha mais vantajoso? 

 

Fazendo o Drive Fusion trás alguma complicação para fazer Boot Camp? 

 

Muito Obrigado.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito obrigado Alan, sobre o TRIM, já até comprei o software TRIM Enabler,

 

Porém sobre o Fusion Drive fiquei com algumas duvidas, como eu não tinha ouvido falar dele, eu ia passar meus 150GB de músicas e toda a pasta Pessoal pro HDD, qual você acha mais vantajoso? 

 

Fazendo o Drive Fusion trás alguma complicação para fazer Boot Camp? 

 

Muito Obrigado.

 

Cara, só precisava ter utilizado o Chameleon SSD Optimizer que é gratuito e ativa o TRIM da mesma forma.

 

http://tinyurl.com/ku9gg29

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito obrigado Alan, sobre o TRIM, já até comprei o software TRIM Enabler,

 

Porém sobre o Fusion Drive fiquei com algumas duvidas, como eu não tinha ouvido falar dele, eu ia passar meus 150GB de músicas e toda a pasta Pessoal pro HDD, qual você acha mais vantajoso? 

 

Fazendo o Drive Fusion trás alguma complicação para fazer Boot Camp? 

 

Muito Obrigado.

Não era necessário comprar o TRIM Enabler. Para a funcionalidade básica de ativar o TRIM e monitorar sua ativação ele é gratuito. A porção paga somente ativa a função de benchmark e ajustes finos no OS X.

 

O Fusion Drive é o melhor balanço entre performance e confiabilidade. Além de manter os dados mais usados na porção SSD da unidade ele ainda protege os dados do HDD impedindo formatação acidental.

 

O Boot Camp funcionará perfeitamente no Fusion Drive, mas a partição com o Windows será colocada somente no HDD, portanto o sistema da Microsoft não se beneficiará da performance do SSD.

 

Observe que como você removerá o seu SuperDrive interno para colocar o HDD no lugar dele você precisará de uma unidade de DVD externa (ou uma imagem do instalado do Windows em pendrive) para instalar esse sistema no seu computador.

Cara, só precisava ter utilizado o Chameleon SSD Optimizer que é gratuito e ativa o TRIM da mesma forma.

 

http://tinyurl.com/ku9gg29

Pelo que li em alguns tópicos aqui do fórum o Chameleon tem sérios problemas com o Yosemite. Há vários relatos de usuários que tiveram problemas de inicialização depois de usar essa ferramenta. O TRIM Enabler ainda é a melhor e mais segura opção para ativar o TRIM no Yosemite.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Será que é possível realizar o Fusion Drive num MacBook (13 polegadas, Final de 2009)?

 

Se sim, vai consumir mais bateria?

 

Obrigado!

Se você retirar o SuperDrive que é pouco usado para colocar no lugar um HDD que estará sempre ligado o consumo de bateria irá realmente aumentar, mas na minha máquina anterior o impacto foi pouco significativo.

 

A possibilidade de usar o Fusion Drive no seu Macbook será a capacidade dele de rodar o OS X da versão 10.7 em diante e de encontrar os adaptadores necessários para o seu modelo específico.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pelo que li em alguns tópicos aqui do fórum o Chameleon tem sérios problemas com o Yosemite. Há vários relatos de usuários que tiveram problemas de inicialização depois de usar essa ferramenta. O TRIM Enabler ainda é a melhor e mais segura opção para ativar o TRIM no Yosemite.

 

Nunca tive problemas e nenhum dos meus amigos e familiares que utilizam, também. Todos no Yosemite. Da mesma forma já li vários comentários de usuários com problemas após a utilização do TRIM Enabler mas também nunca entendi o motivo já que fazem a mesma coisa.

 

Existe até a ativação através do Terminal que faz exatamente o que ambas as ferramentas fazem.

 

É impossível dizer com certeza qual deles é o melhor. Acho que se cavar bem as informações dos usuários, veremos que a maioria dos problemas está relacionado ao hardware e não ao aplicativo.

 

De qualquer forma, fica mais uma alternativa à escolha.

Editado por joaquimn
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nunca tive problemas e nenhum dos meus amigos e familiares que utilizam, também. Todos no Yosemite. Da mesma forma já li vários comentários de usuários com problemas após a utilização do TRIM Enabler mas também nunca entendi o motivo já que fazem a mesma coisa.

 

Existe até a ativação através do Terminal que faz exatamente o que ambas as ferramentas fazem.

 

É impossível dizer com certeza qual deles é o melhor. Acho que se cavar bem as informações dos usuários, veremos que a maioria dos problemas está relacionado ao hardware e não ao aplicativo.

 

De qualquer forma, fica mais uma alternativa à escolha.

Bom, concordo que isso é relativo, mas estou usando os relatos do fórum e minhas experiências pessoais de suporte em Macs. Em 100% dos casos de uso do Chameleon em máquinas com o Yosemite tive problemas de inicialização que só foram resolvidos usando o tutorial da Cindori. Além disso, nunca tive problemas com o TRIM Enabler, mesmo na versão gratuita. Portanto, eu posso afirmar, usando a minha experiência com as ferramentas que o TRIM Enabler é a melhor e mais segura opção para ativar o TRIM no Yosemite.

 

Mas é só a minha experiência, devo alertar. Cada um tem a sua experiência e melhor forma de resolver os problemas.

Editado por Alan Leitão
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom, concordo que isso é relativo, mas estou usando os relatos do fórum e minhas experiências pessoais de suporte em Macs. Em 100% dos casos de uso do Chameleon em máquinas com o Yosemite tive problemas de inicialização que só foram resolvidos usando o tutorial da Cindori. Além disso, nunca tive problemas com o TRIM Enabler, mesmo na versão gratuita. Portanto, eu posso afirmar, usando a minha experiência com as ferramentas que o TRIM Enabler é a melhor e mais segura opção para ativar o TRIM no Yosemite.

 

Mas é só a minha experiência, devo alertar. Cada um tem a sua experiência e melhor forma de resolver os problemas.

 

Cara, então a única coisa que podemos fazer é relatar nossas experiências sem condenar alguma das ferramentas, como foi escrito aqui. É algo bem diferente.

 

Entenda que todo o tempo eu me demonstrei imparcial justamente porque ambas as ferramentas funcionam e presenciei reclamações sobre as duas. Porém, nunca tive problemas em todos os Macs que utilizei o Chameleon, assim como quando utilizava o Trim Enabler, há anos atrás quando no site só havia a foto do desenvolvedor, o link pra download e uma penca de reclamações, que ainda estão lá, por sinal.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, amanhã chega a memória o SSD e o adaptador, aproveitando que vou abrir meu trackpad parece que ele perdeu o CLICK quando eu aperto, tem alguma dica para ele voltar, apenas vi alguns videos no youtube.. 

Como não vi nenhum video em português sobre estes processos, acho que vou fazer um quando trocar os hds, fazer o fusion e ativar o trim =)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Conteúdo Similar

    • Por brunomoraisti
      Tenho um MBP M1 8Gb/512Gb com Mac OS Monterey e quando termino trabalho apenas fecho a tampa e o aparelho entra em repouso, quando, vou utilizar a bateria acabou ou está quase no fim. Todas as configurações de energia estão no padrão que veio de fabrica. Está com 21 ciclos/97% carga máxima.
      Alguém tem alguma sugestão do que seja?
    • Por brunosp7
      MacBook Pro 13'' com Touchbar
      Modelo: A1989
      Cor: Space Grey
      Ano: 2018
      CPU: 2,3 GHz Intel Core i5 Quad-Core
      RAM: 8 GB 2133 MHz LPDDR3
      SSD: 512GB
      Portas: 4x Thunderbolt-3 (USB-C) / saída fone
      Bateria: 122 ciclos. Condição 'Normal'
      Valor: R$7.500
       
      Somente entrega em mãos em São Paulo - SP
      Caso necessário, posso criar um anúncio no Mercado Livre



    • Por Gabriel Costa Resende
      Vendo Macbook Pro Retina 13, early 2015
      Apenas 2 ciclos de bateria! Isso mesmo!
      Processador i5 2,7 GHz
      Memória 8 GB DDR3
      256 GB SSD

      O computador sempre foi meu, está absolutamente impecável.
      Recentemente foi feita manutenção nele para troca da bateria. Neste processo é substituído toda a placa frontal do notebook que contém o teclado. Também foram substituídos os alto-falantes, feita revisão do resfriamento e até a dobradiça da tela foi ajustada. Todo este processo foi feito na autorizada da Apple em Brasília, tenho as notas.
      O Resultado: o Macbook está impecável, como se tivesse saída da caixa. A bateria é original Apple e o contador está com apenas 2 ciclos! Dura muito.
      O teclado super macio, novo, até a dobradiça da tela está firme como nova. Durante a manutenção também foi feita toda limpeza interna e atualização de pasta térmica.

      Na parte externa, apenas pequenos arranhões de uso. Possível ver nas fotos. Incrível oportunidade de pegar um Macbook praticamente novo pagando menos.
      R$ 5.290,00
      Venda para Brasília - DF e região.
       

       

    • Por jorgeaas
      Prezados,
      Alguém saberia dizer se a assistência técnica Loja do Sapo (https://lojadosapo.com.br/) de Belo Horizonte-MG é uma boa referência para manutenção em Macbook?
    • Por Matheus Maia Palhano
      Ola, eu recentemente comprei um iMac m1 de 256gb. Porém preciso de mais espaço, estou em busca de um ssd externo mas achei apenas poucos modelos com preços absurdos. Alguém tem alguma sugestão para ter mais espaço no Mac com bom custo beneficio? 
       
    • Por italogama
      Boa tarde galera. 
      Sou desenvolvedor e quero começar a desenvolver para iOs, começei a pesquisar um pouco e vi esse anúncio na OLX

      O que vocês acham? vale a pena? o único defeito nele é o que está descrito na OBS. Estou um pouco indeciso pois ouvi dizer que o ideal para programar é ter o OS mais atualizado no mac, porem esse de 2013 já não aceita as novas atualizações..
      Desde já agradeço
       
    • Por italogama
      Boa tarde galera. 
      Sou desenvolvedor e quero começar a desenvolver para iOs, começei a pesquisar um pouco e vi esse anúncio na OLX

      O que vocês acham? vale a pena? o único defeito nele é o que está descrito na OBS. Estou um pouco indeciso pois ouvi dizer que o ideal para programar é ter o OS mais atualizado no mac, porem esse de 2013 já não aceita as novas atualizações..
      Desde já agradeço
       
      Criado na área errado, perdão.
      Criado na área errado, perdão.
    • Por BetoGaleazzo
      Calma! Antes de me crucificar pelo "relativamente simples", deixa eu explicar 😅
      Este tópico trata de uma curiosidade técnica e também de uma esperança para um futuro não distante, rs.
      Há alguns anos atrás se alguém dissesse que era possível aumentar a memória de armazenamento dos iPhones, iPads e iPods, seria instantaneamente taxado de mentiroso, porém com o avanço dos reparos a nível microeletrônico, isso se tornou possível. Não só aumentar o armazenamento, mas também reparar devices com defeitos de memória antes tratados como insolucionáveis (famosos erros 9, 4013 e 4014  do iTunes). O conhecimento começou a se disseminar, ferramentas novas foram sendo desenvolvidas e hoje é comum encontrar esse tipo de serviço em assistências especializadas em reparo de placa lógica.  Eu mesmo que nem me considero um gigante do microscópio, tampouco tenho um laboratório super fancy, faço com certa frequência esse tipo de upgrade e reparo.
      O vídeo abaixo mostra o procedimento de upgrade de armazenamento num MacBook Air 2020 M1. Irei explicar o que ele fez e dizer o porquê de ser mais fácil do que nos dispositivos mobile.
       
      Agora vamos lá. Provavelmente você pensou durante todo o vídeo que esse procedimento não é simples "nem aqui, nem na China" (ba dum tss), mas a real é que é simples, apesar de não poder ser feito pelo próprio usuário como nos Macs antigos. Explico: nos iPhones, iPads e iPods, a placa lógica é bem menor, logo a concentração de componentes é bem maior, o que torna o manuseio da estação de solda a ar mais complexo e arriscado. A chance de espalhar ar quente em componentes que não podem sofrer muito calor é grande, demanda muita prática e técnica. Você pode ver como é feito o procedimento em iPhones neste vídeo. A placa do Mac é bem ampla e os chips de memória estão consideravelmente separados dos demais. Outro ponto é que foi "basicamente" tirar dois chips, colocar dois chips e fazer a restauração. Já nos dispositivos mobile o chip NAND é vinculado a outros componentes da placa, até mesmo ao chip responsável pelo WiFi e Bluetooth, e quando é necessário efetuar o reparo ou fazer o upgrade do armazenamento nesses dispositivos, temos que remover também o chip de WiFi/BT (que também tem seus riscos por ficar próximo a diversos componentes importante) e usar um equipamento nada barato pra copiar dados da memória antiga pra nova (número de série do aparelho e outras informações). Então nesse ponto além de mais complexo quanto a remover os componentes sem danificar outros, também existem mais etapas e mais equipamentos necessários. Eu também não vi no vídeo outras complicações possíveis, causadas pelo chip T2 Security ou algo do tipo. -- Lembrando que este procedimento de troca dos chips de memória NÃO remove iCloud e nem senha de firmware/EFI.
      Já há um bom tempo é comum encontrar no AliExpress os chips de memória NAND dos iPhones em todas as capacidades possíveis, novos ou retirados de outro aparelho que não pôde ser reparado. Antigamente só mesmo removendo de outras placas lógicas que não tiveram reparo. Ainda não existem esses chips do Mac para comprar, e obviamente não deve ter muita placa lógica de M1 "morta" por aí pra remover componentes já que o modelo é relativamente novo, porém existe a possibilidade de que esses chips dos Macs venham a ser vendidos no varejo também. Caso aconteça, estamos falando da possibilidade de fazer upgrade de memória de armazenamento, ou reparar Macs que tenham tido problemas nesses componentes, causados por desgaste, por exemplo. Outro indicativo de que pode começar a rolar em breve, é que já existe stencil de reballing para M1 à venda na China, o que significa que por lá já estão fazendo esses procedimentos com mais frequência, inclusive com memória RAM.
      Nos novos Macs com processadores M1 Pro e M1 Max aparentemente o procedimento é o mesmo. Os chips já estão mais concentrados na placa (como você pode ver aqui aos 3m32s), o que vai demandar maior perícia, mas mesmo assim continua mais simples que nos dispositivos mobile.
      É gambiarra? Não! Se feito por um bom técnico que efetivamente sabe o que está fazendo e tem a perícia necessária, é um serviço indetectável. Há até como reaplicar resina após o reparo pra ficar exatamente como veio de fábrica. O sistema reconhece normalmente o novo armazenamento e não existem efeitos colaterais, como pode ocorrer com a função Hibernar quando se faz uso de adaptadores para SSDs NVME M2 nos MacBooks.
      Briga de cão e gato... A Apple dificultando a vida dos usuários e dos técnicos em relação à reparabilidade, mas há esperança. Como eu disse no início do tópico, um dia iPhones com defeito de placa eram condenados à lata do lixo e hoje tem reparo para quase tudo.
    • Por Fernando Braz
      Praticamente nova, configuração de ponta pra rodar tudo, perfeita para edição e criação.

      NÃO ACOMPANHA TECLADO E MOUSE.

      iMac (Retina 4K, 21.5-inch, 2017)
      Processador: 3 GHz Intel Core i5 Quad-Core
      Memória: 16 GB 2400 MHz DDR4
      SSD 480GB Kingston
      GPU Radeon Pro 555 2 GB

      Não aceito trocas nem propostas absurdas.

      Retirada em mãos por SP e pagamento na hora via PIX.
      R$8.500

    • Por Fernando Braz
      Vendendo meu iPad Air pois não me adaptei, ainda na garantia até Janeiro de 22.
      Película já aplicada e case smart folio. Sempre utilizado com capa e película, equipamento impecável.
      Retirada em mãos por SP e pagamento na hora via PIX.
      R$4.990

  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      53,3k
    • Total de Posts
      443,6k
×
×
  • Criar Novo...