Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Instalação SSD: Clonar disco, restaurar Time Machine ou migrar tudo do zero?


Posts Recomendados

Pessoal,

 

Acabei de adquirir um SSD Crucial M500 de 480GB para instalar em meu MacBook Pro e gostaria da opinião da galera que já fez esse upgrade. Para fazer a migração dos dados, quais das opções abaixo vale mais a pena executar:

 

- Clonar o HDD inteiro para o SSD,

- Instalar o OS X e restaurar backup - via Time Machine,

- Instalar o OS X e migrar apenas meus dados, me obrigando a reinstalar e reconfigurar meus apps do zero?

A própria Crucial fornece um guia sobre clonagem de disco por meio do Utilitário de Disco (Disk Utility), mas queria a opinião de quem já fez esse processo e se tem alguma dica valiosa para esse processo.

Abs.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 13
  • Criado
  • Última resposta

Top Postadores Neste Tópico

Olá UnderEU,

 

fiz isso recentemente, troquei o HDD original do meu MacBookPro por um SSD da Samsung 840 Series.

Apesar de ser muito prático utilizar o TimeMachine, depois de muitas pesquisas conclui que seria mais adequado não fazer o restore e instalar o OSX do zero pois assim garantiria que qualquer driver ou configuração que era quando utilizada com HDD seja instalada usando o driver que o OS realmente identificar, no caso o SSD.

 

Uma vez reinstalado o OSX, vc poderia seguir o caminho de fazer o restore do TM com os seus dados (do usuario) apenas ... no caso dados e aplicativos.

Eu particularmente optei por fazer tudo do zero mesmo, inclusive copiar os dados manualmente sem usar TM. Isso porque queria instalar apenas dados e apps que realmente iria utilizar.

 

Vejo como vantagem e segurança utilizar o TM quando há algum arquivo que perdi e que gostaria de volta. Já para sistema operacional e drivers, não acredito que seja seguro assumir que o SO vai vai tratar uso do SSD como se fosse HDD.

 

Certamente o trabalho é muito maior, levei horas pra acertar tudo quando fiz, mas estou mais tranquilo que ao instalar todos os drivers foram usados conforme o hardware que identificou.

 

Boa sorte e paciencia.

Abraço

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fazer tudo do zero é mais prático, pois além de se fazer uma instalação limpa, permite ao usuário já ir conhecendo o desempenho da máquina desde o processo de instalação.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá UnderEU,

 

fiz isso recentemente, troquei o HDD original do meu MacBookPro por um SSD da Samsung 840 Series.

Apesar de ser muito prático utilizar o TimeMachine, depois de muitas pesquisas conclui que seria mais adequado não fazer o restore e instalar o OSX do zero pois assim garantiria que qualquer driver ou configuração que era quando utilizada com HDD seja instalada usando o driver que o OS realmente identificar, no caso o SSD.

 

Uma vez reinstalado o OSX, vc poderia seguir o caminho de fazer o restore do TM com os seus dados (do usuario) apenas ... no caso dados e aplicativos.

Eu particularmente optei por fazer tudo do zero mesmo, inclusive copiar os dados manualmente sem usar TM. Isso porque queria instalar apenas dados e apps que realmente iria utilizar.

 

Vejo como vantagem e segurança utilizar o TM quando há algum arquivo que perdi e que gostaria de volta. Já para sistema operacional e drivers, não acredito que seja seguro assumir que o SO vai vai tratar uso do SSD como se fosse HDD.

 

Certamente o trabalho é muito maior, levei horas pra acertar tudo quando fiz, mas estou mais tranquilo que ao instalar todos os drivers foram usados conforme o hardware que identificou.

 

Boa sorte e paciencia.

Abraço

 

 

As kexts do OS X não são instaladas por demanda, ou seja, instala de acordo com o hardware do mac em que o sistema vai rodar. Há um conjunto de kexts que são instaladas e estão presentes sempre. Pode instalar uma versão do OS X em um HD externo em um determinado mac e rodar em outro, desde que seja compatível. Como exemplo concreto, posso instalar o Mavericks em um drive externo no meu iMac e vai rodar 100% no meu MBA.

Editado por Maddo Garan
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

As kexts do OS X não são instaladas por demanda, ou seja, instala de acordo com o hardware do mac em que o sistema vai rodar. Há um conjunto de kexts que são instaladas e estão presentes sempre. Pode instalar uma versão do OS X em um HD externo em um determinado mac e rodar em outro, desde que seja compatível. Como exemplo concreto, posso instalar o Mavericks em um drive externo no meu iMac e vai rodar 100% no meu MBA.

Era exatamente o que eu iria explicar. Clonar ou restaurar o TM seriam os métodos rápidos de levantar a máquina após a troca da unidade. A única observação que eu faria é de habilitar o TRIM porque esse recurso só é ativado no OS X se o SSD for original Apple. Para ativar dá para usar o "TRIM Enabler".

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Uso o TM ou Clonagem de disco quando preciso subir a máquina rapidamente, quando ocorre algum problema e eu preciso trabalhar por exemplo.

 

Por outro lado, se o sistema está rodando bem, sem nenhum "comportamento" estranho, não vejo problema algum em restaurar ou clonar. Claro que a instalação limpa é um momento de reflexão sobre o que é, realmente, necessário.

 

Quando vendi meu XPS (Hackintosh 10.9) eu cheguei a clonar o SSD dele pro Macbook e rodou lindamente.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu clonei e estou na versão beta e acho que não dá para instalar do zero com ela(eu coquei o ssd antes de instalar a versão beta), mais quando sair a versão oficial eu vou instalar do zero. Fiz no windows também e o desempenho foi muito melhor, o Windows liga em 10 segundos enquanto q o mac liga em 24 segundos

Editado por Franciscojunior
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça clonagem com o Carbon, depois mande instalar o maverick. Instalar por cima. 

Ele automaticamente vai criar a partição de restauração, que não é criada na clonagem, e o SO fica 100%!

 

Depois faça aquele reset do PRAM e SMC.

Editado por plinioOM
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fiz a clonagem pelo Utilitário de Disco mesmo e a máquina funciona perfeitamente.

 

Acredito que só formatarei agora quando o YOSEMITE for lançado.

 

Sempre que sai uma nova versão, eu começo tudo do zero, mas é claro, com o Time Machine sempre em mãos, para qualquer emergência.

 

Falow

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa estória do TRIM é uma coisa que me irrita: porque a Apple não permite que o TRIM seja ativado nativamente para todos os dispositivos SSD?

Nessas horas é que a Microsoft deve ser respeitada, ela no tem esse tipo de frescura.

Ela permite, mas tem que ser feito manualmente.

 

O OS X reconhece uma unidade de estado sólido (SSD) quando conectada, mas não identifica se há suporte a TRIM. Nem todo SSD suporta esse recurso. Creio que seja esse o motivo de não ser ativado automaticamente.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ela permite, mas tem que ser feito manualmente.

 

O OS X reconhece uma unidade de estado sólido (SSD) quando conectada, mas não identifica se há suporte a TRIM. Nem todo SSD suporta esse recurso. Creio que seja esse o motivo de não ser ativado automaticamente.

Eu já acho que é uma questão de filosofia: se o Mac em questão não vinha com SSD (ou não foi vendido com), na visão Jobiana, ele não deveria receber um. Acho uma limitação boba, mas nós concordamos com ela quando usamos aparelhos da Maçã. Comparar com o Windows nesse caso não cabe porque o SO da MS é ofertado no mercado como sendo "genérico" rodando em qualquer coisa que alguém ouse chamar de PC.

 

Não acho que seja uma questão de a unidade suportar ou não até porque ativar o TRIM em uma unidade que não "entende" (não trata) esse comando não resulta em nada.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 semanas depois...

Bom, acabei que reinstalei o sistema do zero e restaurei meu backup do TM. Tentei fazer a clonagem pelo Disk Utility e não funcionou.

 

Hoje, instalei o Yosemite por cima do Mavericks mesmo e tá lindo!

 

 

Eu já acho que é uma questão de filosofia: se o Mac em questão não vinha com SSD (ou não foi vendido com), na visão Jobiana, ele não deveria receber um. Acho uma limitação boba, mas nós concordamos com ela quando usamos aparelhos da Maçã. Comparar com o Windows nesse caso não cabe porque o SO da MS é ofertado no mercado como sendo "genérico" rodando em qualquer coisa que alguém ouse chamar de PC.

 

Não acho que seja uma questão de a unidade suportar ou não até porque ativar o TRIM em uma unidade que não "entende" (não trata) esse comando não resulta em nada.

A dica do TRIM eu já havia lido, e hoje eu uso o Chameleon SSD Optimizer pra isso.

E eu realmente não entendo o porquê desa limitação besta, afinal o especial de qualquer computador é sua modularidade de componentes. E foi exatamente o que o colega falou: se a unidade tem suporte ou não, custava já deixar habilitado?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



×
×
  • Criar Novo...