Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Tempo médio de vida de um iMac


Alberto Calil Junior

Posts Recomendados

Prezados,

 

Estou propenso a comprar um Imac, no entanto, devido ao preço, tenho encontrado resistência por parte de minha esposa. Já utilizo um MacBook Air, mas em casa mantenho um PC. E com os PCs, em média, trocamos de computador a cada dois anos e esse é o principal argumento contrário dela. Diz que o valor é muito alto para algo que vamos ter que trocar daqui a dois anos. 

 

Enfim, gostaria de saber qual o tempo de vida em média de um Imac. Alguém poderia me dar uma ajuda?

 

Grato,

 

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estou em meu primeiro iMac e acho justamente o contrário do que ela pensa. Refletindo sobre os PCs que tive eu diria que me arrependo muito de não ter comprado um iMac no passado, pois o que eu gastei em 2009 com CPU, monitor, webcam, caixas de som e microfone eram o suficiente para comprar um iMac 27" naquela época. O resultado desse conjunto que comprei é que em dois anos a ventoinha fazia barulho, as caixas estavam com um leve zumbido, o Windows/Antivírus precisava ficar baixando 1001 coisas toda a semana (quanta pop-up...) e a péssima estética e não funcionalidade da alta quantidade de fios perambulando para todos os lados. O iMac você tem durabilidade (até 3 anos com AppleCare), estética e funcionalidade do sistema que não demanda baixar softwares/drives/plugins/etc o tempo todo. Hoje você tem ainda a suíte iWork gratuitamente, iCloud de 5GB, todos os softwares/apps/músicas/etc comprados disponíveis o tempo todo na Mac App Store/iTunes e tudo se tornando ainda mais integrado se você tiver algum dispositivo com iOS.

Editado por sigma7
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A Apple tem uma grande vantagem no seu SOFTWARE/HARDWARE vc nao sente ele lento com o passar do tempo a curto medio prazo, eu possuo um macbook 2012 e um MacMini 2009, o Mac mini ainda supre minhas necessidades, o maximo que vc vai precisar trocar é adicionar um memoria futuramente nada mais, e o Hardware nem me fale tem mac ai 100% funcional dos anos 2000.....

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

No mínimo 5 anos para upgrade de novas versões do OS X.

Mas eu tenho Mac rodando MacOS 9 e que funciona sem problema. Ou seja, seu Mac vai durar muito tempo (salvo casos de problemas sérios de hardware), o máximo que vc vai precisar fazer são upgrades de HD e memória.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Prezados,

 

Estou propenso a comprar um Imac, no entanto, devido ao preço, tenho encontrado resistência por parte de minha esposa. Já utilizo um MacBook Air, mas em casa mantenho um PC. E com os PCs, em média, trocamos de computador a cada dois anos e esse é o principal argumento contrário dela. Diz que o valor é muito alto para algo que vamos ter que trocar daqui a dois anos. 

 

Enfim, gostaria de saber qual o tempo de vida em média de um Imac. Alguém poderia me dar uma ajuda?

 

Grato,

 

Meus dois centavos.

Olha, primeiramente, o Sr. com certeza não vai ser "obrigado a comprar" nada em 2 anos. Mas deixa eu tornar meu pensamento um pouco mais claro para não soar um idiota.

 

Uma coisa é obvia em computação, desde que a observação ou, melhor denominando, a conjectura de Gordon Moore sobre a duplicação da densidade dos circuitos após um período aproximado de 18 a 24 meses, a performance dos dispositivos aumenta em grandes saltos a cada geração. 

Infelizmente, nos anos noventa e na década passada isso era realmente um pesadelo, pois os paradigmas de interface ainda não haviam sido solucionados, (não que tenham sido solucionados agora, mas melhorou muito) e portanto, em um ciclo curto de tempo, os softwares se tornavam rapidamente mais exigentes e um computador de apenas "dois anos" já não dava mais conta.

Acontece que nos últimos cinco anos houve um shift de prioridade para a mobilidade e, como consequência, a prioridade máxima tem sido o aumento da performance móvel e o desempenho por Watt. Em resumo, vivemos no celular smartphone exatamente o pesadelo que estávamos vivendo há 10-15 anos no desktop. A cada geração com muito mais performance, se possibilita muito mais liberdade de programação e, portanto, os paradigmas da plataforma mudam e os devices nada antigos, logo, ficam rapidamente obsoletos.

A realidade é que o Desktop não tem sofrido mais tanto disso nos últimos 4 anos, isso obviamente desconsiderando o terremoto que foi a migração PowerPC para a X86, e portanto vai fazer sentido em afirmar que um Desktop de hoje, 2014, vai ter mais meia vida doméstica do que há dez anos atrás.

Acho razoável precisar que um Desk hoje, se munido de um SSD, vai tolerar muito bem os próximos anos. 

Deixando apenas uma ÚNICA RESSALVA. Apesar de a performance do desk não subir muito no futuro, existe uma tendência obvia para monitores de maior definição e os iMacs portando essa característica ainda não foram lançados no mercado. Portanto, se essa característica não fizer diferença pra você, acho RAZOÁVEL afirmar que suas necessidades computacionais domesticas estarão cobertas por um período aproximado de 4-5 anos. Note que o Mac costuma sobreviver bem o "teste do tempo", especialmente em um local que não tende a ter tantas novidades atualmente como o Desktop...

​Abraço.

B)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Meus dois centavos.

Olha, primeiramente, o Sr. com certeza não vai ser "obrigado a comprar" nada em 2 anos. Mas deixa eu tornar meu pensamento um pouco mais claro para não soar um idiota.

 

Uma coisa é obvia em computação, desde que a observação ou, melhor denominando, a conjectura de Gordon Moore sobre a duplicação da densidade dos circuitos após um período aproximado de 18 a 24 meses, a performance dos dispositivos aumenta em grandes saltos a cada geração. 

Infelizmente, nos anos noventa e na década passada isso era realmente um pesadelo, pois os paradigmas de interface ainda não haviam sido solucionados, (não que tenham sido solucionados agora, mas melhorou muito) e portanto, em um ciclo curto de tempo, os softwares se tornavam rapidamente mais exigentes e um computador de apenas "dois anos" já não dava mais conta.

Acontece que nos últimos cinco anos houve um shift de prioridade para a mobilidade e, como consequência, a prioridade máxima tem sido o aumento da performance móvel e o desempenho por Watt. Em resumo, vivemos no celular smartphone exatamente o pesadelo que estávamos vivendo há 10-15 anos no desktop. A cada geração com muito mais performance, se possibilita muito mais liberdade de programação e, portanto, os paradigmas da plataforma mudam e os devices nada antigos, logo, ficam rapidamente obsoletos.

A realidade é que o Desktop não tem sofrido mais tanto disso nos últimos 4 anos, isso obviamente desconsiderando o terremoto que foi a migração PowerPC para a X86, e portanto vai fazer sentido em afirmar que um Desktop de hoje, 2014, vai ter mais meia vida doméstica do que há dez anos atrás.

Acho razoável precisar que um Desk hoje, se munido de um SSD, vai tolerar muito bem os próximos anos. 

Deixando apenas uma ÚNICA RESSALVA. Apesar de a performance do desk não subir muito no futuro, existe uma tendência obvia para monitores de maior definição e os iMacs portando essa característica ainda não foram lançados no mercado. Portanto, se essa característica não fizer diferença pra você, acho RAZOÁVEL afirmar que suas necessidades computacionais domesticas estarão cobertas por um período aproximado de 4-5 anos. Note que o Mac costuma sobreviver bem o "teste do tempo", especialmente em um local que não tende a ter tantas novidades atualmente como o Desktop...

​Abraço.

B)

Nossa, um dos comentários mais sensatos que já li por aqui. Um resumo muito útil que costumo fazer é: se o trabalho ou tarefa não mudar, não há necessidade de mudar a ferramenta. Isso quer dizer que se o seu uso do equipamento hoje não mudar nos próximos 5 anos, o computador não precisará ser mudado nos próximos 5 anos. Só por observação: Eu estou no meu terceiro MacBook. O primeiro foi um White, final de 2009, que era usado somente para web e e-mail na época. Hoje, ele está com um amigo de trabalho que só usa para web e e-mail. Obviamente, ele está com a versão mais atual do sistema e não tem do que reclamar. A tarefa é a mesma, a máquina é a mesma. Só precisei trocar quando comecei a trabalhar com edição de vídeo, quando migrei para a família Pro dos MacBooks.

 

Uma máquina de 2009, com 5 anos, rodando a versão mais atual dos softwares que vieram originalmente e que tem performance aceitável. Eu ainda acredito que essa máquina suportará o sistema posterior ao Yosemite e caso isso se confirme a máquina chegará a 7 anos totalmente atual (no software é claro) e atendendo às necessidades originais. Isso quer dizer que esse computador, no padrão citado (troca a cada dois anos) pagou-se várias vezes. No final, foi uma economia com hardware que não precisou ser trocado e com software muito mais barato que o Windows.

 

Enfim, o argumento principal é: o tempo de troca não será mais a cada dois anos mas sim a cada cinco anos pelo menos. Na ponta do lápis, sai mais barato. Macs envelhecem melhor que outros PCs.

Editado por Alan Leitão
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Minha única máquina é um iMac late 2007. Faço tudo que fazia em 2007 e mais um pouco (coisas que nao conhecia, por exemplo). ÓBVIO que, como todo bom velhinho, ele é mais vagoroso do que faria com um iMac novo.

Se posso te sugerir, esperar pra ver se o mini vem ai dia 9. Mas só espere até dia 9, pq a Apple está devendo um novo Mini faz tempo viu, e pode continuar a demorar kkkkk

Ah sim, qd comprei o meu já pedi o máximo de memória possível (incríveis 4Gb, Ual!!!!) Se puder colocar tudo que puder em memória.... HD eu só fui mudar em 2012 por um de 1Tb. Troquei eu mesmo (nao sei a facilidade disso hj em dia)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Deixando apenas uma ÚNICA RESSALVA. Apesar de a performance do desk não subir muito no futuro, existe uma tendência obvia para monitores de maior definição e os iMacs portando essa característica ainda não foram lançados no mercado.

 

No entanto vale dizer que a resolução do atual iMac já é próximo de retina.

 

Enfim, o argumento principal é: o tempo de troca não será mais a cada dois anos mas sim a cada cinco anos pelo menos.

 

Acho que é por isso que a Apple tem investido em serviços como iCloud, iTunes, etc, mediante sua estratégia de Hub Digital. Ao menos para o usuário doméstico a atualização a cada cinco anos faz bastante sentido.

Editado por sigma7
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa, um dos comentários mais sensatos que já li por aqui. Um resumo muito útil que costumo fazer é: se o trabalho ou tarefa não mudar, não há necessidade de mudar a ferramenta. Isso quer dizer que se o seu uso do equipamento hoje não mudar nos próximos 5 anos, o computador não precisará ser mudado nos próximos 5 anos. Só por observação: Eu estou no meu terceiro MacBook. O primeiro foi um White, final de 2009, que era usado somente para web e e-mail na época. Hoje, ele está com um amigo de trabalho que só usa para web e e-mail. Obviamente, ele está com a versão mais atual do sistema e não tem do que reclamar. A tarefa é a mesma, a máquina é a mesma. Só precisei trocar quando comecei a trabalhar com edição de vídeo, quando migrei para a família Pro dos MacBooks.

 

Uma máquina de 2009, com 5 anos, rodando a versão mais atual dos softwares que vieram originalmente e que tem performance aceitável. Eu ainda acredito que essa máquina suportará o sistema posterior ao Yosemite e caso isso se confirme a máquina chegará a 7 anos totalmente atual (no software é claro) e atendendo às necessidades originais. Isso quer dizer que esse computador, no padrão citado (troca a cada dois anos) pagou-se várias vezes. No final, foi uma economia com hardware que não precisou ser trocado e com software muito mais barato que o Windows.

 

Enfim, o argumento principal é: o tempo de troca não será mais a cada dois anos mas sim a cada cinco anos pelo menos. Na ponta do lápis, sai mais barato. Macs envelhecem melhor que outros PCs.

 

 

Eu concordaria contigo se o iMac (máquina que se prentende comprar) custasse o que era antes, por volta dos R$4000 (ou menos, se aproveitasse alguma promoção). Imagino que teu antigo White também deve ter custado uns R$3,6K, ou menos. Porém, com esses preços atuais do Brasil, sai praticamente elas por elas comprar um iMac (o mais barato) e usar por cinco anos ou comprar dois PCs. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

...compra o iMac parceiro, muiiitoooo bom. Mas compra com FusionDrive. É muito mais rápido! Eu tenho e posso afirmar. 

 

E se tiver $ aí compra logo com 16GB de RAM (se for modelo de 21,5"), se for comprar o de 27" não se preocupe com a memória RAM pois poderá adicionar vc mesmo mais tarde! 

 

Antes de fechar o primeiro ano de vida dele - pode ser no 11 mês de uso, vc compra o Apple Care pra estender a garantia por mais 2 anos. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu concordaria contigo se o iMac (máquina que se prentende comprar) custasse o que era antes, por volta dos R$4000 (ou menos, se aproveitasse alguma promoção). Imagino que teu antigo White também deve ter custado uns R$3,6K, ou menos. Porém, com esses preços atuais do Brasil, sai praticamente elas por elas comprar um iMac (o mais barato) e usar por cinco anos ou comprar dois PCs. 

 

Paguei no meu R$ 3800 e veio dos EUA numa mala.... realmente, aqui e absurdo de caro.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tenho um iMac Late 2009 e um MBP Retina 15 Mid 2012...

Quando estou em casa e vou converter algum vídeo e trabalhar com fotos, ainda prefiro usar o iMac (e olha q o bichinho já tem mais de 5 anos)...

Tudo o q meu Retina faz, o iMac também faz (lógico que algumas atividades ele pode solicitar um pouco mais de tempo, mas estamos falando de atrasar uma conversão de vídeo em 3 ou 4 minutos... não vou morrer e ainda vou ter maior conforto visual trabalhando no iMac)...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu concordaria contigo se o iMac (máquina que se prentende comprar) custasse o que era antes, por volta dos R$4000 (ou menos, se aproveitasse alguma promoção). Imagino que teu antigo White também deve ter custado uns R$3,6K, ou menos. Porém, com esses preços atuais do Brasil, sai praticamente elas por elas comprar um iMac (o mais barato) e usar por cinco anos ou comprar dois PCs. 

Mas você está levando em consideração dois PCs All in one de fabricantes confiáveis equivalentes eu PCs montados em loja de esquina? Porque PCs montados sempre tiveram a melhor relação de custo, porém sem garantia, suporte, integração, pesquisa, desenvolvimento e testes. PCs "de marca" costumam ser bem mais caros e dois deles somados, com as mesmas características de um iMac (mesmo o de entrada), saem mais caro.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas você está levando em consideração dois PCs All in one de fabricantes confiáveis equivalentes eu PCs montados em loja de esquina? Porque PCs montados sempre tiveram a melhor relação de custo, porém sem garantia, suporte, integração, pesquisa, desenvolvimento e testes. PCs "de marca" costumam ser bem mais caros e dois deles somados, com as mesmas características de um iMac (mesmo o de entrada), saem mais caro.

 

Dell, que é a marca fora a Apple em que confio, mas na realidade peguei um notebook como exemplo. Modelo Vostro 5470 com i5 dual core , 8GB de RAM e 128GB SSD, fora o corpo do notebook, que eu acho bem construído, acho uma baita máquina. A namorada de um primo meu comprou por R$2500. 

 

Se for pegar o all in one core i5 mais barato da Dell já custa uns R$3500, mas se ligar pra lá e chorar consegue um bom desconto, ou garantia maior. Dois desses ficam um pouco mais caro que o iMac de entrada se não conseguir desconto algum, mas fica quase elas por elas mesmo assim.

 

Sobre a longevidade, meu pai usa um Dell que ganhou da minha mãe, processador Sempron, em 2007. Meu pai continua a escrever os textos dele, navegar na internet e usar Skype. Pra mim está bem lento, mas já instalei meu SSD pra testar, deu um bom gás na máquina. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Os computadores da Apple no Brasil realmente são muito caros. E cada ano fica pior.

 

Mas se puder, ainda acho que vale mais a pena comprar um iMac que um outro PC. 

 

Nunca tive iMac, mas pego uma referencia meu Macbook. Apesar de ter 4 anos, ainda consigo fazer tudo nele, e com 8GB e um SSD, roda muito bem para as tarefas cotidianas. E tem um hardware que considero bem mais resistente, mesmo com 4 anos, ainda tudo funciona. Bateria mesmo com mais de 550 ciclos, ainda segura mais de 2h a carga, sem folgas nas dobradiças da tela, teclado 100%.

 

Já notebooks PC, já tive HP, Dell, Compaq, e nenhum durou mais que 1 ano em boas condições. Meu Dell com 1 ano, já apresentava folgas nas dobradiças da tela, bateria não durava mais que 30 minutos, lento mesmo que na epoca da compra tinha uma configuração legal. HP foi ainda pior, com 1 ano além das dobradiças com folga, bateria com pouca duração, teclado e touchpad também já estavam ruins. 

 

Agora estou além do macbook com um Asus Vivobook. Aparentemente tem uma construção melhor que Dell e HP que tive, pelo menos agora não tive nenhum problema com ele. Mas ainda não fez um ano. Vamos ver como vai estar com 1 ano. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Dell, que é a marca fora a Apple em que confio, mas na realidade peguei um notebook como exemplo. Modelo Vostro 5470 com i5 dual core , 8GB de RAM e 128GB SSD, fora o corpo do notebook, que eu acho bem construído, acho uma baita máquina. A namorada de um primo meu comprou por R$2500. 

 

Se for pegar o all in one core i5 mais barato da Dell já custa uns R$3500, mas se ligar pra lá e chorar consegue um bom desconto, ou garantia maior. Dois desses ficam um pouco mais caro que o iMac de entrada se não conseguir desconto algum, mas fica quase elas por elas mesmo assim.

 

Sobre a longevidade, meu pai usa um Dell que ganhou da minha mãe, processador Sempron, em 2007. Meu pai continua a escrever os textos dele, navegar na internet e usar Skype. Pra mim está bem lento, mas já instalei meu SSD pra testar, deu um bom gás na máquina. 

Concordo com a sua avaliação da Dell. Considero que é uma das poucas que consegue apresentar um produto com boa qualidade construtiva, apesar de vários problemas na empresa devido à falha prematura desses hardwares. Compramos 22 notebooks Precision M3800 há 3 meses e 4 deles já foram atendidos em garantia. Há um outro grande problema: atualizações de software que são bastante caras - nada haver com a Dell, entendo. Caso se decida usar uma máquina dessas por mais do que 3 anos, considerando a compra junto com o lançamento da versão nova do Windows e quiser manter o software atualizado terá que desembolsar uma boa quantia em licença do sistema operacional, só para começar. Minimamente, pacote Office também deverá ser incluído. E junto com tudo isso uma bela perda de performance. As máquinas aguentam anos de funcionamento e isso é indiscutível, mas tornam-se bem menos responsivas a cada instalação/atualização de software. Nessas contas eu acho que o iMac apresenta a melhor relação custo benefício comparando All in ones não só no hardware mas também no software onde este se mantém atualizado por mais tempo, por um custo menor e com performance equivalente à quando saiu da caixa. Sem esquecer o trabalho de trocar de máquina, cópia dos dados, reinstalação de programas e reconfiguração do sistema além do descarte do hardware antigo que seriam muito menos frequentes com um iMac. E devido às características dos sistemas operacionais (Windows que cadastra bibliotecas de programas em bancos de dados unificados que devem ser carregados mesmo que os programas não sejam usados e OS X que é bem mais compartimentado onde as dependências dos programas ficam restritas aos mesmos, sem pesar no sistema) qualquer coisa instalada num PC Windows acumula entradas no registro, aumenta ele e diminui a performance da máquina, além do lixo com instalação e remoção de programas. Os arquivos de preferências plist no OS X só são usados pelos programas quando carregados, o que quer dizer que mesmo que eles fiquem no sistema depois da remoção, não causarão perda de performance porque nunca mais serão chamados. E como são arquivos de texto (e não um banco de dados gerenciado pelo sistema) ocupam espaço irrisório.

 

Off topic: Essa questão do custo é complicada... eu acho os preços Apple elevados demais, mas eu fiz umas contas recentemente e não consegui achar vantagem em trazer um MacBook Pro Retina de 15 com GPU dedicada importado de forma legalizada. Vamos às contas: Preço lá: US$ 2500,00 sem impostos. Impostos em torno 8% lá. Preço com impostos: US$ 2700. Imposto de importação: 50% acima de US$ 500. Ou seja, 50% de US$ 2200 sendo US$ 1100 de imposto de importação. Valor total US$ 2700 + US$ 1100 = US$ 3800. Convertendo para real com cotação de ontem: R$ 8510,48. Só de máquina, fora passagens de ida e volta que nem me atrevi a cotar e pelo menos um dia de hospedagem. Se mandar alguém trazer, tem que pagar a comissão de quem traz. Ou seja, o valor no Brasil é bem elevado mas se for comparar com uma importação legalizada não fica tão diferente com a vantagem de pagar parcelado. Comparativamente, não entendo a Dell que vende o Precision M3800 (notebook profissional) fabricado em Jundiaí por R$ 11700,00!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.




  • Conteúdo Similar

    • Por Julio Cesar Freitas
      @lojapontoapple
      Chip M1 da Apple Verde. CPU de 8 núcleos
      GPU de 8 núcleos Armazenamento de 512 GB
      Armazenamento de 512 GB¹ Memória unificada de 8 GB Tela Retina 4.5K de 24 polegadas² Duas portas Thunderbolt / USB 4 Duas portas USB 3 Gigabit Ethernet Magic Keyboard com Touch ID Valor: R$ 17.200.00
      com garantia pela apple de um ano.
      Atenção Preço bom pra vende logo aceito mercado pago e pague seguro com taxas por conta do cliente. Aceito smartphones e Produto apple como parte do pagamento também.
      Interessados entrar em contato comigo por esse numero 11987011828 ou 11972787972 ou no chat. Entrego no shopping tatuape ou Shopping Analia Franco.



    • Por eduardoamc
      Processador Intel Core i5 2,3 GHz
      Memória 8 GB
      Placa de Vídeo Intel Iris Plus Graphics 640 1536 MB
      SSD 720 GB
      Teclado Magic Keyboard (Original - recarregável)
      Mouse Magic Mouse 2 (Original - recarregável)
       
      Máquina extremamente nova, sem nenhum detalhe. Estou com ela tem cerca de 1 ano.
       
      Preferência para retirada em mãos (São Paulo/SP).
       
      Valor: R$ 10.000,00





       
       
    • Por Fernando Braz
      Vendendo meu iPad Air pois não me adaptei, garantia até ano que vem.
      Acompanha Pencil de segunda geração, película já aplicada e case smart folio.
      Quero R$6.000 no kit completo pra vender logo.
      Mais imagens do equipamento no link abaixo:
      https://drive.google.com/drive/folders/1Wj4Q4ZslxOay-QB0muPpIJOqjr3gjDdM?usp=sharing
      Retirada em mão por SP e pagamento na hora via PIX.


    • Por jonascandal
      Boa galera, blz?
      Então, eu sou produtor musical e áudiovisual e estou começando a desenvolver projetos que requerem configurações boas, atualmente tenho um Win i3 6gb 500gb porém o mesmo já está sofrendo muito para rodar meus projetos.
      Estou pesquisando trocar de computador, porém os preços dos Apple ainda estão bem altos, ainda mais na atual situação,
      Minha dúvida é o seguinte, pesquisando iMacs usados, em torno de 5k, acha alguns i5 com 8gb ou mais até, porém fica aquela dúvida, será se um iMac de 2011 ou anterior vai "aguentar" os processos pesados e programas de música / vídeo ? 
      Com o mesmo valor investido, consigo pegar um Win com config melhor, as vezes até zero, porém vejo muita gente dizendo que os Macs tem uma vantagem enorme para trabalho em relação aos Win.
      Compensa um iMac usado mesmo com configs "antigas"? 
      Pensei na possibilidade de um iMac pela facilidade do "tudo-em-um", já que os Macbooks mesmo usados ainda passam o limite, e os MacMini precisam de todos os "periféricos" conectados.
      Queria saber opiniões, Macbook? iMac? MacMini? Lembrando que até um 5k seria o ideal, já que a musica ainda não paga 100% minhas contas kk mas a ideia é um Comp que aguente mais uns anos até conseguir investir em um melhor.
      ps: estava pesquisando e boa parte vem com placa de vídeo "fraca", as vezes bate aquela vontade jogar, seria interessante um que rodasse mesmo no min uns joguinhos kk
       
      Valeeeeu!!
    • Por sa_mantovani
      Olá
      Meu iMac2010 está com problema na placa de vídeo e precisa de reparo. Gostaria de vende-lo, porem, nao consigo se quer formata-lo para vender à um novo dono.
      É arriscado publicar em sites como olx, no qual a pessoa pode reparar e depois captar meus dados? alguem já passou por este problema? reparar a placa de video é bastante caro, para eu arrumar e depois encontrar um comprador.
       
      obrigada
    • Por WesleyID
      Pretendo programar para ios utilizando um aparelho de 2008/2010 seja ele mac mini, imac, macbook não tenho preferencias,
      gostaria de saber dos Dev's de plantão o que acham da ideia de upgrade de hardwares antigos apple para rodar Os recentes tal como catalina na utilização de desenvolvimento Ios/Mac OS
      é uma boa ideia ???????
    • Por marchelr
      Boa tarde a todos!
      Desde que saiu o iOS 14.2 o download via iTunes está extremamente lento: às vezes chega a 15 horas! Isto não é problema com minha conexão de internet. O que pode ser e como corrigir?
      macOS: 10.13.6
      iTunes: 12.8.2.3
    • Por danp
      Tudo bem galera? 

      fui formatar o meu iMac (2010) e apaguei o hd dele quando reiniciei segurando cmnd + R, em seguida escolhi a opção de instalar o HighSierra mas apareceu uma mensagem que não era possível conectar (algo assim) e entao eu reiniciei ele novamente e agora fica aparecendo uma pasta com uma “?” e não acontece mais nada. Tentei reiniciar com Cmnd + Option + R mas ele fica um planeta terra rodando e não acontece nada. 
       
      Alguem sabe como resolver? Uso ele pra trabalhar já procurei algumas soluções no google mas não achei nada. 
       
      obrigado!! 
    • Por nandase
      Lá vamos nós para mais uma dúvida, tenho certeza que tenho ascendente em Libra. Então, como disse em postagem anterior, tenho um MBP 15” 2014 confiscado pela patroa, vulgo minha mãe. Diante disso, eu me vi na necessidade de adquirir uma nova máquina. No caso, dentre essas três, qual vcs escolheriam e o porquê?
      Eu sou estudante de Medicina, logo não necessito de grandes programas, mas preciso ter um notebook. Tenho um iPad Pro 2018 e, mesmo com teclado, eu não me vejo usando-o todos os dias, pois ainda sinto falta de algumas características do Mac OS. Tive um MBP 13” 2010 e o 15” 2014, não tenho o que reclamar das duas máquinas. Renderizei uma abertura no After Effects na de 15” que foi tranquilo (Pelo menos não deu pau no computador kkk). Enfim, sem mais delongas:
      Eu, atualmente, tenho condições de ter um computador de mesa, pois o iPad me permite a mobilidade, embora o notebook sempre tenha seu lugar. Não conheço à fundo de configurações para escolher a melhor máquina, por isso minha pergunta. Qual máquina é o ideal? Passei 6 anos com um Macbook e vi muitos notebooks entrando e saindo da minha casa, mesmo de marcas consagradas.
      Até pensei em comprar um PC gamer kkk Jogo de vez em quando alguns jogos no computador, mas nada pesado.
    • Por Ricardo Cefali
      Ola a todos!
      Em épocas de home office, estou usando um iMac (modelo 2017) cedido pela empresa e um monitor LG como segunda tela.
      Como não tenho espaço em casa, meu iMac pessoal (modelo final 2014) esta parado. Pesquisei sobre essa questão de usar um iMac como segunda tela, me pareceu bem simples a configuração, porém, caro. Adaptador Thunderbolt 3 para Thunderbolt 2 e cabo, saem R$450,00 na apple Store.
      Gostaria de saber se alguém já fez essa configuração e se existem opções mais baratas de adaptadores. Vi que adaptadores para cabo Displayport podem funcionar, são mais baratos, mas não é garantido que dê certo. 
      Obrigado desde já.
      Abraço.
       
  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      52,6k
    • Total de Posts
      440,2k
×
×
  • Criar Novo...