Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

[Garantia] Apple Brasil é obrigada a dar garantia a modelos de iPhone não homologados pela Anatel


Posts Recomendados

Olá Gustavo, é Juizado Especial Cível e constou aqui nas movimentações "AR Positivo Juntado". Estou com uma expectativa muito grande!

Muito bacana o caso da Ana Luiza ter dado certo também, fico feliz de ver a coisa andando !

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fala Fabricio,

 

Então em breve teremos novidades com o teu processo. É muito bom ter tido uma sentença procedente no RJ, temos algumas aqui no RS (já em Segundo Grau, ou seja, já existem precedentes fortes), temos o caso do rapaz que conseguiu a troca do vidro do iPad em SP, enfim, é com a mobilização que conseguimos alçar ao sucesso.

Editado por Gustavo Jaccottet
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ontem fui à autorizada que me foi aconselhado por contato telefônico com Apple Care (já que é impossivel conseguir horário no Genius Bar) para trocar ou reparar a tela do meu iPhone 6, mas eles disseram que não tem autonomia para fazer isso sem que me fosse cobrado pelo reparo, me encaminhando para a loja física da Apple. Chegando lá, por óbvio que não tinha horário e haveria um encaixe apenas para as 21h (detalhe: eram 13h da tarde).

Diante disso desisti de tentar amigavelmente, vou entrar com outra ação essa semana ainda e dou informações quando tiver alguma notícia. Até pq não tenho outra opção né! Ficar com iphone novo, quebrado e sem garantia não é uma opção, muito menos pagar para o reparo de um aparelho que veio danificado.

 

Está aí a foto que dá pra ver perfeitamente a "micro rachadura", que fez com que eu perdesse a garantia do aparelho com menos de 2 semanas de uso. Dá pra perceber que não tem sequer um arranhão ou amassado em volta do dano. O que me parece ter sido decorrente da montagem do aparelho mesmo, mas como sou leiga nesse assunto, é apenas um "achismo".

 

1622764_10152880195334919_30295931651041

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A Apple não resolve esses processos de forma amigável. Não adianta nem tentar.

 

Não resolve aqui no Brasil que somos tratados como consumidores de 2a categoria... Queria ver se fosse nos EUA.

Isso é um absurdo! Com esses danos morais irrisórios que eles são condenados, vai continuar sempre assim, é mais vantajoso desrespeitar o consumidor do que melhorar o atendimento pós-contratual. Enfim, farei o que me é possível...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas à medida em que os processos forem se multiplicando, numa espécie de bola de neve, a política de vendas e de trato com o consumidor vai mudar. Não posso reclamar do serviço de pós-venda da Apple. Quando precisei da devolução integral do dinheiro pago por um MBP com defeito, a Apple não pestanejou e me reembolsou na hora.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 semanas depois...

Mas à medida em que os processos forem se multiplicando, numa espécie de bola de neve, a política de vendas e de trato com o consumidor vai mudar. Não posso reclamar do serviço de pós-venda da Apple. Quando precisei da devolução integral do dinheiro pago por um MBP com defeito, a Apple não pestanejou e me reembolsou na hora.

 

Boa tarde,

Como havia falado anteriormente, entrei com a ação contra a APPLE, e foi concedida a tutela antecipada, falta publicar.

Segue;

 

Concedida a Antecipação de tutela

Vistos, etc... Trata-se de ação de obrigação de fazer com pedido de indenização por danos morais e tutela antecipada, sendo este para que a requerida conserte os vícios apresentados no celular, objeto da presente ação ou que realize a troca deste. Para a concessão da tutela é imprescindível a demonstração de prejuízo pela demora e, ainda, da verossimilhança do direito invocado, de modo a criar um juízo positivo de probabilidade acerca do virtual sucesso na demanda. No caso dos autos a parte requerente comprovou a compra do produto (f.40), bem como demonstrou que através de consulta no site com o número de série fornecido pela própria requerida, o produto ainda está dentro do prazo de garantia para reparos e assistência, conforme f.38. No que tange ao telefone móvel ter sido adquirido no exterior, nada interfere na decisão, uma vez que à custa do que diz o nosso Código do Consumidor, a companhia é obrigada a fornecer garantia mesmo a celulares comprados no exterior. Como se vê: CONSUMIDOR. VÍCIO EM PRODUTO ADQUIRIDO NO EXTERIOR. GARANTIA QUE PODE SER EXIGIDA EM FACE DO REPRESENTANTE NACIONAL DE MARCA OFERECIDA EM DIVERSOS PAÍSES. LEGITIMIDADE PASSIVA. O produto objeto do presente feito (notebook) foi adquirido no exterior, tendo apresentado defeito ainda no prazo de garantia. Menção expressa de garantia mundial do equipamento. Responsabilidade da subsidiária brasileira, pela solução dos problemas apresentados pelo produto, mesmo não sendo a responsável pela venda, importação, ou comercialização. É legítima passivamente a fabricante e importadora nacional, ainda que o produto estrangeiro da mesma marca por ela não tenha sido importado, uma vez é parte integrante de negócio globalizado, com extensão mundial, prevalecendo-se da confiança depositada na marca para efetuar seus negócios. Se a empresa nacional beneficia-se da marca do produto defeituoso, deve também honrar com a sua garantia legal. (RI nº 71001662253, Rel. Dr. Ricardo Torres Hermann). Assim, correta a sentença em condenar a ré a consertar o produto ou substituir por outro igual ou equivalente. RECURSO DESPROVIDO. (Recurso Cível Nº 71003253713, Primeira Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Leandro Raul Klippel, Julgado em 11/08/2011).  Ademais, a providência não acarreta qualquer prejuízo à ré. Diante do exposto e considerando que o aparelho encontra-se dentro do prazo para assistência, defiro o pedido e determino a intimação da parte requerida para que em 10 (dez) dias, contados da ciência desta decisão, proceda o conserto dos vícios apresentados no celular adquirido, sob pena de multa diária de de R$100,00 (cem reais), ou realize a troca do produto para um equivalente e em perfeitas condições de uso, no mesmo prazo acima. Desde já, como são verossímeis as alegações da parte requerente, e como as provas necessárias para o deslinde da controvérsia somente podem ser produzidas pela parte requerida (hipossuficiência técnica da parte requerente), em cumprimento ao disposto pelo inciso VIII do artigo 6º do CDC, fica a parte requerida cientificada da obrigação de produzir tais provas, pena de sofrer as consequências da inércia diante da possibilidade DA INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA. Aguarde-se a audiência. I-se.

 

Qualquer novidade eu posto aqui.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Topppp!!!!!!! Só de pensar que tudo começou com uma ação despretensiosa da minha parte e agora vejo todos esses usuários, que por anos e anos ficaram inertes, e agora passam a agir de forma a fazer valer o que está consolidado no CDC e na Constituição. É só desta maneira que podemos criar um País melhor. Em vez de ficar reclamando, vamos agir! Parabéns!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa tarde,

Como havia falado anteriormente, entrei com a ação contra a APPLE, e foi concedida a tutela antecipada, falta publicar.

Segue;

 

Concedida a Antecipação de tutela

Vistos, etc... Trata-se de ação de obrigação de fazer com pedido de indenização por danos morais e tutela antecipada, sendo este para que a requerida conserte os vícios apresentados no celular, objeto da presente ação ou que realize a troca deste. Para a concessão da tutela é imprescindível a demonstração de prejuízo pela demora e, ainda, da verossimilhança do direito invocado, de modo a criar um juízo positivo de probabilidade acerca do virtual sucesso na demanda. No caso dos autos a parte requerente comprovou a compra do produto (f.40), bem como demonstrou que através de consulta no site com o número de série fornecido pela própria requerida, o produto ainda está dentro do prazo de garantia para reparos e assistência, conforme f.38. No que tange ao telefone móvel ter sido adquirido no exterior, nada interfere na decisão, uma vez que à custa do que diz o nosso Código do Consumidor, a companhia é obrigada a fornecer garantia mesmo a celulares comprados no exterior. Como se vê: CONSUMIDOR. VÍCIO EM PRODUTO ADQUIRIDO NO EXTERIOR. GARANTIA QUE PODE SER EXIGIDA EM FACE DO REPRESENTANTE NACIONAL DE MARCA OFERECIDA EM DIVERSOS PAÍSES. LEGITIMIDADE PASSIVA. O produto objeto do presente feito (notebook) foi adquirido no exterior, tendo apresentado defeito ainda no prazo de garantia. Menção expressa de garantia mundial do equipamento. Responsabilidade da subsidiária brasileira, pela solução dos problemas apresentados pelo produto, mesmo não sendo a responsável pela venda, importação, ou comercialização. É legítima passivamente a fabricante e importadora nacional, ainda que o produto estrangeiro da mesma marca por ela não tenha sido importado, uma vez é parte integrante de negócio globalizado, com extensão mundial, prevalecendo-se da confiança depositada na marca para efetuar seus negócios. Se a empresa nacional beneficia-se da marca do produto defeituoso, deve também honrar com a sua garantia legal. (RI nº 71001662253, Rel. Dr. Ricardo Torres Hermann). Assim, correta a sentença em condenar a ré a consertar o produto ou substituir por outro igual ou equivalente. RECURSO DESPROVIDO. (Recurso Cível Nº 71003253713, Primeira Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Leandro Raul Klippel, Julgado em 11/08/2011).  Ademais, a providência não acarreta qualquer prejuízo à ré. Diante do exposto e considerando que o aparelho encontra-se dentro do prazo para assistência, defiro o pedido e determino a intimação da parte requerida para que em 10 (dez) dias, contados da ciência desta decisão, proceda o conserto dos vícios apresentados no celular adquirido, sob pena de multa diária de de R$100,00 (cem reais), ou realize a troca do produto para um equivalente e em perfeitas condições de uso, no mesmo prazo acima. Desde já, como são verossímeis as alegações da parte requerente, e como as provas necessárias para o deslinde da controvérsia somente podem ser produzidas pela parte requerida (hipossuficiência técnica da parte requerente), em cumprimento ao disposto pelo inciso VIII do artigo 6º do CDC, fica a parte requerida cientificada da obrigação de produzir tais provas, pena de sofrer as consequências da inércia diante da possibilidade DA INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA. Aguarde-se a audiência. I-se.

 

Qualquer novidade eu posto aqui.

Não entendi...é um notebook ou um celular?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Topppp!!!!!!! Só de pensar que tudo começou com uma ação despretensiosa da minha parte e agora vejo todos esses usuários, que por anos e anos ficaram inertes, e agora passam a agir de forma a fazer valer o que está consolidado no CDC e na Constituição. É só desta maneira que podemos criar um País melhor. Em vez de ficar reclamando, vamos agir! Parabéns!!!!

 

Sim, muito bom, obrigado pela idéia, foi com isso que animei para entrar com a ação...

Gustavo, vc q ja tem um pouco mais de experiencia com as ações da APPLE, e como a empresa trabalha... Sabe me dizer se eles vão querer arrumar o celular? Trocar?

 

 

Don Corleone, é ação do meu celular, IPHONE 5S.. queimou um pixel na tela (ponto vermelho pequeno), e eles informaram que eu não tinha direito a manutenção, pois meu celular foi comprado no exterior... (o do notbook foi uma decisão de algum tribunal)

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fabrizio,

 

Eles vão ou trocar o aparelho ou te restituir o valor pago mediante a devolução do aparelho. Depende do que eles entenderem mais conveniente e como não há determinação judicial em como proceder e sim em oferecer a garantia, não sei te dizer. O que é certo é que eu sempre peço a restituição do valor pago mediante a devolução do aparelho e na audiência, quando fores ouvido, podes dizer que não queres continuar com o aparelho e sim devolvê-lo para a Apple.

 

Abs.

 

Gustavo

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...

Fabrizio,

 

Eles vão ou trocar o aparelho ou te restituir o valor pago mediante a devolução do aparelho. Depende do que eles entenderem mais conveniente e como não há determinação judicial em como proceder e sim em oferecer a garantia, não sei te dizer. O que é certo é que eu sempre peço a restituição do valor pago mediante a devolução do aparelho e na audiência, quando fores ouvido, podes dizer que não queres continuar com o aparelho e sim devolvê-lo para a Apple.

 

Abs.

 

Gustavo

Boa noite, 

 

Tenho meu Iphone 5s A1533 desde março de 2014, nao me deu problema até hoje (e torço para que não dê!), não tenho a nota dele, pois trouxe dos EUA tbm, não tenho conhecimento nessa parte jurídica, gostaria de saber, como você deu entrada com a petição, para que eu efetue o mesmo procedimento para receber a garantia aqui no Brasil, caso eu necessite dela.

 

Mais uma vez obrigado, e parabens pela sua iniciativa e esforço!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa noite, 

 

Tenho meu Iphone 5s A1533 desde março de 2014, nao me deu problema até hoje (e torço para que não dê!), não tenho a nota dele, pois trouxe dos EUA tbm, não tenho conhecimento nessa parte jurídica, gostaria de saber, como você deu entrada com a petição, para que eu efetue o mesmo procedimento para receber a garantia aqui no Brasil, caso eu necessite dela.

 

Mais uma vez obrigado, e parabens pela sua iniciativa e esforço!

 

Olá, você encontra tudo sobre o caso neste artigo criado pelo Gustavo: https://macmagazine.com.br/2014/04/02/justica-brasileira-afirma-que-apple-e-obrigada-a-dar-garantia-a-iphones-comprados-no-exterior/

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, estou chegando agora e esse tópico, assim como as informações do Gustavo Jaccottet, tem sido bastante animadoras pra mim. No meu caso, adquiri um iPhone 6 em Lisboa, no último dia de viagem e o mesmo apresentou um pixel maluco na tela. Como já estava no Brasil, resolvi ligar pra Apple e ela me informou que a saída era retornar a Portugal (como se fosse aqui na esquina) e trocar o aparelho, pois esse tipo de problema é para ser trocado o aparelho e não consertado, mas a Apple Brasil não poderia efetuar a troca, pois a (malvada) Embratel não havia homologado o modelo do meu aparelho. A1586.
Bom, sabendo dessas ações que os consumidores estão tomando contra a Apple e que normalmente dá ganho de causa ao consumidor, vou tomar as devidas providências também.

Vocês sabem me dizer quanto tempo dura, em média, pra sair o parecer da ação judicial?

Liguei na Apple e apertei a opção 3, conforme o conselho do Gustavo, mas não consegui nada mais que um número de protocolo referente ao meu caso. Alguém conseguiu alguma informação a mais?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pessoal, estou chegando agora e esse tópico, assim como as informações do Gustavo Jaccottet, tem sido bastante animadoras pra mim. No meu caso, adquiri um iPhone 6 em Lisboa, no último dia de viagem e o mesmo apresentou um pixel maluco na tela. Como já estava no Brasil, resolvi ligar pra Apple e ela me informou que a saída era retornar a Portugal (como se fosse aqui na esquina) e trocar o aparelho, pois esse tipo de problema é para ser trocado o aparelho e não consertado, mas a Apple Brasil não poderia efetuar a troca, pois a (malvada) Embratel não havia homologado o modelo do meu aparelho. A1586.

Bom, sabendo dessas ações que os consumidores estão tomando contra a Apple e que normalmente dá ganho de causa ao consumidor, vou tomar as devidas providências também.

Vocês sabem me dizer quanto tempo dura, em média, pra sair o parecer da ação judicial?

Liguei na Apple e apertei a opção 3, conforme o conselho do Gustavo, mas não consegui nada mais que um número de protocolo referente ao meu caso. Alguém conseguiu alguma informação a mais?

Difícil dizer quanto tempo dura, pois cada Tribunal tem regimento próprio. O meu processo foi distribuído no dia 04/11/2014 e logo no dia 27/11/2014 foi dado o aviso de recebimento para o requerido. Ocorre que o TJ daqui entrou em recesso vários dias por causa do ano novo além do Juiz ter entrado de férias então acabou atrasando o andamento.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Obrigado Fabricio. Vou entrar com o processo o quanto antes aqui em SP.

Uma dúvida, você anexou o número de protocolo do atendimento da Apple?

Anexei dois, um atendimento negado em 2013 e outro em 2014, tentei mostrar para o Juiz que em ambas épocas foi negado a garantia.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Obrigado, vou dar uma lida e preparar o meu, caso dê algum problema e eu precise acionar a garantia!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Conteúdo Similar

    • Por raffa_iphones
      Pessoal, bom dia!
      Gostaria de saber, até que data a garantia do iphone 11 é válida?
    • Por Desirée Oliveira
      No início do ano, a tela do meu computador MacBook Pro deu um problema e apareceram glitches incontroláveis. O aparelho é o modelo MacBook Pro 15” i7/ 2.6 Ghz/ 512 GB ssd/ 16 gb/ Touch Bar / Cinza Espacial e então decidi procurar uma Assistência Autorizada da marca no Brasil/SP. Fui até a empresa STI Tecnologia, deixei para orçamento e eles me instruíram a realizar a troca do display inteiro. O valor desse serviço era de R$ 5.475,00. O que se espera de um investimento desses é o máximo de qualidade e eficiência. Na época, entenderam que o problema existia a partir de negligência de uso - modus operandi da assistência. Acreditando no que me disseram, aceitei a proposta e seguimos com a troca do display.
      No dia 05 de Março, retirei o equipamento da loja e, naquele momento, me disseram que a garantia do serviço/peça era de 3 meses. No dia, questionei porque de ser tão pouco tempo, já que são peças originais, e a atendente me informou que era procedimento da Apple.
      O computador é a minha ferramenta de trabalho e é com ele que eu consigo sobreviver financeiramente. Os aparelhos da Apple não são nem um pouco acessíveis, assim como seus serviços. Ter essa ferramenta e realizar um serviço autorizado, com peças originais, não foi simples. Demandou muito investimento, suor e horas trabalhadas. Esse aparelho é meu patrimônio.
      Para minha surpresa, no dia 14 de Junho, alguns glitches voltaram a aparecer no meu equipamento e no dia 15 de Junho liguei para a STI agendando um horário para mostrar o que estava acontecendo. A empresa marcou horário para o dia 18 de Junho, pela manhã. Chegando lá, contei minha história para um novo atendente e ele chamou sua superior para entender como proceder. Após cerca de 20min de espera a resposta chegou: me informaram que a garantia havia vencido no dia 05 de Junho e não poderiam fazer nada sobre isso. O PROBLEMA VOLTOU A ACONTECER 9 DIAS DEPOIS DA GARANTIA DELES. A solução que me deram era de deixar meu computador novamente, realizar um novo orçamento e, provavelmente, ter que desembolsar um valor semelhante ou maior que o serviço anterior. Mas me deram uma alternativa: deixar o equipamento e, se eu não autorizasse o serviço, pagar uma taxa de R$100,00. Engraçado, pra não dizer trágico, é que o mesmo problema aconteceu com a máquina, mas dessa vez a negligência de uso não existia. Ou seja: será que não foi, desde o início, um problema de fabricação? Pedi para falar com o técnico responsável pela troca do display para me explicar um pouco mais do diagnóstico que ele tinha dado, mas ele se recusou a conversar comigo. 
      No momento, fiquei indignada! Como é possível 9 dias depois da garantia o equipamento original que eles trocaram não estar mais funcionando? O serviço deles foi tratado como alimento perecível. Os atendentes da loja disseram pra eu entrar em contato com o 0800 da própria Apple e então liguei, dali mesmo, para o número. E, após 30 minutos em espera, o call center me retornou com a mesma resposta. Aí eu fiquei ainda mais frustrada. Me senti roubada.
      O meu questionamento é: como pode uma empresa multinacional e uma representante de serviços da mesma reagir com tanto descaso ao consumidor? Me senti, e ainda me sinto, impotente por ter seguido as orientações e ter conduzido meu problema da maneira mais correta possível.
      Pra piorar a situação, levei em outra assistência técnica autorizada e eles me deram como diagnóstico "substituir o display completo que está danificado, não há como repará-lo". Palavras da própria assistência. E o valor do orçamento foi ainda mais caro que da primeira vez: R$6.565,00. Claro que não deixei lá, então tive que pagar uma taxa de R$180,00 dessa vez. 
      Estou sendo extremamente ridicularizada. Completamente impotente. Desesperada para que a Apple olhe para o meu problema. Confiei e investi na marca e estou passando por uma grande decepção. 
      Tentei contato em outros canais com a Apple e eles só me responderam via consumidor.org.br, no dia 21 de Junho. Até agora, dia 29 de Junho, nenhum outro update. 
       
      Mais alguém passou ou está passando por essa frustração? 
       

    • Por Giovanni Schiavolin
      Olá pessoal bom dia! 

      Comprei um macbook air m1 no mercado livre, e o vendedor emitiu nota e mandou junto com o produto. 
      Essa nota dele, vale para apresentar na garantia da apple? 
      Fui colocar o número de seria no site https://checkcoverage.apple.com/br/pt e diz que esse número de serie não é válido.
    • Por Barbara Silva
      Estou em Pânico
      Comprei um iPhone X em Outubro em uma revendedora de iPhones que fica em São Caetano. Dei o meu 6s na troca ,com NF e comprei um semi-novo em perfeito estado de conservação, tudo funcionando perfeitamente!
      Quando foi sábado, do nada ele parou de funcionar e eu fui investigar touch deu uma falha e descobri que existe um programa de garantia da Apple que faz assistência como se fosse um recall ! Muito bem ... Mandei na autorizada e agora estão exigindo a NF para dar andamento no serviço ou então tenho que pagar $1.699 ... A pessoa que me vendeu não tem controle de onde veio e não consegue contratar a pessoa para solicitar a NF eu já não sei mais onde procurar a NF pq não sei onde foi comprado e nem quem foi o primeiro dono ! Jamais imaginei q eu teria problemas 💔
    • Por Henrigust
      Olá, tenho um MacBook Air 2018, estou com ele há mais ou menos uns 7 meses e nos últimos dias tenho percebido um rangido na dobradiça, principalmente na hora de abrir a tampa do Mac. Gostaria de saber se alguém já teve esse problema? É normal? Se não for algo normal, a Apple efetua a troca do dispositivo ou apenas o reparo? 
    • Por AlexandreAlmeidam
      Olá!
      Sou dono de um iPhone 5S, há quase 6 anos, e estou prestes a adquirir um Apple Watch Series 5. Li em alguns lugares que o watchOS 6 é apenas compatível com o iOS 13. Seria possível, mesmo assim, parear o relógio com o iPhone 5S, receber notificações e enviar dados ao celular?  Tenho um iPad Pro 11", mas também li que não é possível parear com iPads, infelizmente. 
    • Por Gian Santos
      Olá a todos, tenho um iphone 5s que está me deixando curiosos pois parou de carregar no cabo/carregador original, porém os mesmos estão funcionando. O carregador funciona  até porque consigo carregar minha capinha recarregável e é desse modo que eu ainda consigo usar o celular. Alguém pode me ajudar a entender o que está acontecendo?
      Agradeço.
    • Por PEDRO HENRQIUE
      BOA NOITE TENHO UM IPHONE 7 E COMEÇOU A DAR PROBLEMA NA MLB DO APARELHO, LEVEI EM UMA AUTORIZADA E ELES ALEGARAM QUE ALEM DESSE PROBLEMA O CELULAR ESTAVA SEVERAMENTE ENTORTADO, RETIREI MEU CELULAR DESSA AUTORIZADA E LEVEI PARA OUTROS LUGARES PARA ANALISAREM E DISSERAM QUE NAO HAVIA NADA GRAVE DE ENTORTAMENTO, RESOLVI MANDAR MEU IPHONE PARA SAO PAULO ? SERA QUE LA ELES VAO RESOLVER MEU PROBLEMA ? PORQUE AS AUTORIZADAS FAZEM ISSO ALEGANDO TER PROBLEMAS AMAIS NO CELULAR ? ALGUEM ME AJUDA AEW
    • Por Mudantas
      Bom dia, pessoal!
      Gostaria de comentar com vocês o que venho enfrentando (o texto é longo pois gosto de detalhar bastante).
      No início do ano, estive nos EUA e adquiri um Macbook Pro com touchbar, 15", junto com o AppleCare+. Como todos sabem, este modelo possui aquele infeliz problema de algumas teclas travarem ou não serem reconhecidas ao serem apertadas - tanto é que a Apple criou um programa para reparo referente a estes modelos.
      Meu Macbook foi "contemplado" com este empecilho. Aguardei uns meses para levar até uma assistência, pois apesar do pequeno inconveniente, ainda conseguia trabalhar com o dispositivo sem problemas.
      Resolvi levar na assistência no dia 23/10/18. Como moro em Porto Alegre, optei por levar na iPlace do shopping Iguatemi - já tive problemas com meu iPad de terceira geração que foram resolvidos rapidamente lá, mas isso faz muito tempo.
      A técnica que me atendeu de fato observou que tinha problema no meu Macbook Pro e abriu o chamado, informando que tudo seria resolvido entre 7 e 14 dias. Era um tempo adequado para mim.
      Acontece que nada era atualizado no site deles e nada sobre o reparo existia no site da Apple. Algo foi aparecer por lá somente no dia 2/11, quando me enviaram uma DANFE da top case.
      Mais de uma semana se passou e nada. Tentava ligar pra assistência e também nada, nem atendiam. No dia 12/11, entrei em contato diretamente com a Apple referente a este caso. Uma atendente do Apple Care, que foi super cordial e atenciosa, também tentou contato com a iPlace e ninguém a atendia. Foram retornar somente mais tarde, quando me enviaram por email mais duas DANFE distintas referentes à top case!
      A atendente da Apple me ligou em seguida e informou que a demora para o reparo e estas várias DANFE se deram pois a primeira top case chegou danificada na assistência, no dia 2. Mas somente foram solicitar uma nova peça no dia 12... Eles deram o prazo de mais cinco dias para terminar o meu reparo. E isso se encerrará agora na segunda-feira, dia 19.
      Dia 23/11, farão 30 dias que meu Macbook Pro está na assistência pra "resolver" um problema de design no teclado (entre aspas pois sabemos que somente trocarão a peça, continuando suscetível ao mesmo problema).
      Alguém enfrentou um problema semelhante, seja com a Apple diretamente, iPlace ou outra assistência? Se sim, como foi resolvida a questão depois que se passaram os 30 dias? Pois para mim está bem claro que a iPlace é muito, mas muito demorada para resolver o problema, além de terem colocado no sistema que eu levei o dispositivo somente no dia 2/11 - mais de uma semana depois.
      Obrigado desde já pela atenção. ☺️
    • Por VivianAlmeid
      Eu comprei no Canadá um MacBook Pro touchbar em abril desse ano. 
      Caiu um líquido no painel(teclado) e depois disso nunca mais ligou. Levei em um local indicado pela Apple e me cobraram o valor de outro MacBook, (7600) sendo que ainda estou pagando esse.
      Achei um absurdo esse suporte e conserto da Apple.
      Alguem me ajuda, me dá uma luz, indica uma solução para esse problema? O que faço, vendo? Conserto fora de autorizada, levo nos Canadá??Preciso de ajuda pq preciso da máquina para trabalhar. 
      Ahh.. E não aconselho comprarem os novos MacBooks, bem complicado para reparos.
      obrigada
       
       
       
  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      53,1k
    • Total de Posts
      443,1k
×
×
  • Criar Novo...