Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

[Garantia] Apple Brasil é obrigada a dar garantia a modelos de iPhone não homologados pela Anatel


Posts Recomendados

Sensacional! Parabéns!

Também gostaria de saber os procedimentos tomados, mesmo lendo acima que são "automáticos", gostaria de saber como surgiu a idéia, quem procurou, o que fez, explicação simples.

Obrigado.

Abraço!

 

Fala meu caro,

 

Os procedimentos e os autos do processo, além da sentença, estão nesse artigo que escrevi no MM: http://macmagazine.com.br/2014/04/02/justica-brasileira-afirma-que-apple-e-obrigada-a-dar-garantia-a-iphones-comprados-no-exterior/

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 233
  • Criado
  • Última resposta

Top Postadores Neste Tópico

Top Postadores Neste Tópico

Posts Populares

Prezados,   É com muita satisfação que lhes comunico que a Ação Judicial que promovi contra a Apple Computer Brasil Ltda., acerca da obrigatoriedade de prestação da garantia ao iPhone 5S A1533, foi

Exatamente, quero saber quais os procedimentos para dar inicio a minha garantia .

@Gustavo Jaccottet Novidades "13/02/2015 Sentença Resumida com Resolução de Mérito Ante o exposto, julgo procedente o pedido, com fundamento no artigo 269, I do Código de Processo civil, para cond

Imagens Postadas

Amigo,

Serviria para o modelo A1530 compraro em hong kong?

Um abraco e parabens pela iniciativa.

 

Sim. Serviu especificamente para o A1533, mas o processo pode incluir qualquer modelo de iPhone.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabéns pela iniciativa xará.

Se os ipads tem garantia mundial, porque os iphones não? Porque ter vários modelos? Isso tem dedo dessas operadoras de merda.

Ps: caso alguém venha trocar o aparelho importado, ele ganhará o mesmo modelo importado ou nacional?

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabéns pela iniciativa xará.

Se os ipads tem garantia mundial, porque os iphones não? Porque ter vários modelos? Isso tem dedo dessas operadoras de merda.

Ps: caso alguém venha trocar o aparelho importado, ele ganhará o mesmo modelo importado ou nacional?

 

Caso exista troca, a Apple, seguindo a coerência, deve oferecer o modelo comercializado no País, até porque estamos falando de aparelhos 99.9% idênticos e não de aparelhos distintos, como um iPhone 5C de um iPhone 5 ou um iPhone 4 de um iPhone 4S.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabéns pela iniciativa Gustavo, se todos nós tivermos ciência dos direitos que temos e corrermos atrás, como você fez, teremos mais respeito e isso prova que não podemos simplesmente aceitar tudo que é nos passado, até porque, essa questão de garantia da Apple é uma das poucas coisas que 'sujam' um pouco a imagem dela aqui no BR.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Até agora não tenho nenhuma novidade, pois a Apple ainda não, oficialmente, intimada da decisão via Diário de Justiça Eletrônico. Assim que ela for intimada, no dia útil seguinte, passará a correr um prazo de 15 dias para a proposição dos recursos. É bem provável que a Apple recorra, mas se perder o Recurso, será condenada a pagar custas e mais honorários advocatícios (no caso para minha pessoa, que atuo em causa própria).

 

Sempre que tiver algo de novo atualizo vocês. Até lá o ideal é vocês irem promovendo ações nos mesmos moldes. Eu autorizo a usar a minha petição, que está no MM, como modelo. E nunca esquecer de dizer que se tem conhecimento que existe mais de um modelo de iPhone, para assim provar que a parte está agindo nas mais correta boa-fé.

 

Abs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi. Já guardei ela aqui, só na minha família, temos 5 iPhones americanos.

Abraço e parabéns pela atitude.

Boa sorte. Faço votos de sucesso.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha pessoal eu sempre trago aparelho de fora mais acerto a darf de entrada e ainda consigo vender a meus clientes a preço justo, como o fórum é aberto a opinião vai a minha.

A Apple deveria dar apenas assistência aos aparelhos de fora que entram corretamente, pois acho ridículo as pessoas que vem com eles escondidos em bolsos, pacotes e etc.

Minha esposa é da federal e todo dia tem gatuno tentando burlar o sistema então não acho correto o irregular querer assistência já que existe toda uma logística no país para atender este povo errado, o mal do Brasileiro é querer ganhar vantagem em tudo.

Resumindo a Apple deve dar assistência desde que mostre o invoice e darf paga aí acho correto.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você só esqueceu de 1 detalhe! Qualquer viajante vindo do exterior tem direito a 1 aparelho celular sem entrar na cota de U$ 500.00.

E quando mesmo assim a pessoa deseja declarar e regularizar a situação do aparelho, as vezes os fiscais mandam a pessoa ir embora na alfândega, alegando q não precisa.

Portanto, como a Apple vai saber se o dono do aparelho entrou só c/ 1 iPhone ou trouxe mais outros 3 com ele?

A Apple da garantia mundial para todos os produtos. Pq o iPhone não tem direito?

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma duvida pf...... Poderiamos fazer uma acao coletiva ? Se pudermos, vc ajudaria(faria) com custo é claro ?

Abs

Ajudar eu ajudaria, mas isso é algo muito complexo. Teria que se criar uma associação, registrar o estatuto em cartório, dentre outros trâmites. Caso contrário, recomendo que busquem a Defensoria Pública, pois ela tem legitimidade para propor uma ação coletiva.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha pessoal eu sempre trago aparelho de fora mais acerto a darf de entrada e ainda consigo vender a meus clientes a preço justo, como o fórum é aberto a opinião vai a minha.

A Apple deveria dar apenas assistência aos aparelhos de fora que entram corretamente, pois acho ridículo as pessoas que vem com eles escondidos em bolsos, pacotes e etc.

Minha esposa é da federal e todo dia tem gatuno tentando burlar o sistema então não acho correto o irregular querer assistência já que existe toda uma logística no país para atender este povo errado, o mal do Brasileiro é querer ganhar vantagem em tudo.

Resumindo a Apple deve dar assistência desde que mostre o invoice e darf paga aí acho correto.

Nesse sentido a jurisprudência é clara: independente do produto, basta provar que ele é seu, pois se foi dado de presente? Eu não tenho o Invoice, tampouco a DARF. A Apple tem a obrigação de prestar a devida garantia, pois uma questão é cível (cliente X Apple), outra é pública (contribuinte X Receita Federal), logo se eu exigir a DARF, se comprei de um importador, ele vai emitir uma NF.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nesse sentido a jurisprudência é clara: independente do produto, basta provar que ele é seu, pois se foi dado de presente? Eu não tenho o Invoice, tampouco a DARF. A Apple tem a obrigação de prestar a devida garantia, pois uma questão é cível (cliente X Apple), outra é pública (contribuinte X Receita Federal), logo se eu exigir a DARF, se comprei de um importador, ele vai emitir uma NF.

Continuo a favor da Apple minha família sempre agiu honesta e nem por isto deixamos de lucrar, Gustavo você tão diplomático falando se vem de presente foi a melhor (venhamos os brasileiros não pensam nos outros e sim no seu próprio umbigo) olha gosto de fórum que observo de como as pessoas citam como entram com aparelhos(muamba em geral) e sempre repasso a minha esposa, lendo acima amigos falam que muitos PF não querem emitir darf pois se você fosse honesto e como diz quero pagar procure o supervisor de plantão enfim mudanças virão para o segundo semestre e preparem entrada de iPhone 6 sem procedência será digamos 90% barrada eu sofro e muitas vezes na distribuidora da família tenho que repassar impostos altos ao consumidor final devido ao fato de alguns que geram o mercado paralelo mais isto está mudando, ou o povo anda na linha ou vai ter a cabeça na tábua de corte
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Continuo a favor da Apple minha família sempre agiu honesta e nem por isto deixamos de lucrar, Gustavo você tão diplomático falando se vem de presente foi a melhor (venhamos os brasileiros não pensam nos outros e sim no seu próprio umbigo) olha gosto de fórum que observo de como as pessoas citam como entram com aparelhos(muamba em geral) e sempre repasso a minha esposa, lendo acima amigos falam que muitos PF não querem emitir darf pois se você fosse honesto e como diz quero pagar procure o supervisor de plantão enfim mudanças virão para o segundo semestre e preparem entrada de iPhone 6 sem procedência será digamos 90% barrada eu sofro e muitas vezes na distribuidora da família tenho que repassar impostos altos ao consumidor final devido ao fato de alguns que geram o mercado paralelo mais isto está mudando, ou o povo anda na linha ou vai ter a cabeça na tábua de corte

Fábio, concordo, impostos no Brasil são frustrantes! Mas não é justo um aparelho q custa 1.700,00 nos EUA, e aqui Apple+Brasil colocarem por 2.600,00 (a vista). Não mudo minha opinião, comprem por 2.000,00 nos fóruns!

É melhor "colocar" 600,00 no seu bolso, do que mandar para políticos corruptos+Apple.

E outra, sempre a pessoa vai poder entrar com mais de 1 iPhone. Desde que pague os impostos dos outros! Um fiscal da Alfândega em uma entrevista, se não me engano, disse que pode trazer até 3 produtos iguais, desde q pague impostos. E o pior, a pessoa pagando imposto ainda sai mais barato que comprar aqui.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Prezado Gustavo, parabéns pela iniciativa e pelo sucesso na demanda. Eu li praticamente todo o processo (que você postou em outro tópico) e, se bem entendi, você entrou como uma ação meramente declaratória; o seu iphone não chegou a apresentar defeito, certo!? Nesse caso, posso compreender o porquê do juiz não conceder a liminar de antecipação, por não vislumbrar risco de dano irreparável ou de difícil reparação (embora a concessão da medida, por outro lado, não trouxesse qualquer prejuízo para a ré).

Outra coisa que também me chamou a atenção foi o grau de simplicidade da contestação. Por ser a Apple, uma gigante, imaginei que seria elaborada uma intrincada defesa de direito. Mas ela se limitou a dizer que o aparelho não está autorizado a funcionar no território nacional. Nem a alegação de que o Código de defesa do consumidor não abrange relações estabelecidas fora do pais veio acompanhada de qualquer argumento de autoridade - e existem centenas - a lhe emprestar substância. Achei curioso.

Por fim, acho interessante registrar para os demais colegas do fórum (principalmente para os que não são da área jurídica) que a decisão foi proferida pelo Poder Judiciário do Rio Grande do Sul, conhecido pelas suas posições de vanguarda e decisões marcadas pela interpretação criativa. Foi naquele estado que nasceu, inclusive, um movimento chamado Direito Alternativo, que prega a necessidade de decisões justas ao invés de decisões meramente legais. Já nos tribunais de São Paulo, por exemplo, prevalece o tradicionalismo, o respeito às formas e o legalismo. O bom é que isso está mudando um pouco. Mas uma decisão positiva como a que o Gustavo obteve seria mais difícil de ser conseguida num juízo paulista. O precedente é ótimo, mas não é garantia de que beneficiará a todos.

Mais uma vez, parabéns amigo. Pela coragem, pela iniciativa e, sobretudo, pelo sucesso.

Editado por Thiago Oliveira
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Prezado Gustavo, parabéns pela iniciativa e pelo sucesso na demanda. Eu li praticamente todo o processo (que você postou em outro tópico) e, se bem entendi, você entrou como uma ação meramente declaratória; o seu iphone não chegou a apresentar defeito, certo!? Nesse caso, posso compreender o porquê do juiz não conceder a liminar de antecipação, por não vislumbrar risco de dano irreparável ou de difícil reparação (embora a concessão da medida, por outro lado, não trouxesse qualquer prejuízo para a ré).

Outra coisa que também me chamou a atenção foi o grau de simplicidade da contestação. Por ser a Apple, uma gigante, imaginei que seria elaborada uma intrincada defesa de direito. Mas ela se limitou a dizer que o aparelho não está autorizado a funcionar no território nacional. Nem a alegação de que o Código de defesa do consumidor não abrange relações estabelecidas fora do pais veio acompanhada de qualquer argumento de autoridade - e existem centenas - a lhe emprestar substância. Achei curioso.

Por fim, acho interessante registrar para os demais colegas do fórum (principalmente para os que não são da área jurídica) que a decisão foi proferida pelo Poder Judiciário do Rio Grande do Sul, conhecido pelas suas posições de vanguarda e decisões marcadas pela interpretação criativa. Foi naquele estado que nasceu, inclusive, um movimento chamado Direito Alternativo, que prega a necessidade de decisões justas ao invés de decisões meramente legais. Já nos tribunais de São Paulo, por exemplo, prevalece o tradicionalismo, o respeito às formas e o legalismo. O bom é que isso está mudando um pouco. Mas uma decisão positiva como a que o Gustavo obteve seria mais difícil de ser conseguida num juízo paulista. O precedente é ótimo, mas não é garantia de que beneficiará a todos.

Mais uma vez, parabéns amigo. Pela coragem, pela iniciativa e, sobretudo, pelo sucesso.

 

Sim, a ação é de natureza meramente declaratória e o meu iPhone não apresentou defeito algum. Eu só buscava a segurança necessária para qualquer problema aqui no Brasil, ou seja, queria que fosse deferida a Antecipação de Tutela desde de logo, a fim de que não precisasse esperar pela sentença para a aplicação da garantia. Com, o tratamento equânime aos iPhone vendidos no Brasil, ainda sou beneficiado pela possibilidade de recompra depois de finda a garantia, o que é outro ponto fundamental. E fica bem claro no processo que a prova foi meramente documental, não existiu a necessidade de prova oral em audiência, assim o Magistrado poderia ter deferido a Antecipação de Tutela. Eu não agravei da decisão por não necessitar da garantia quando entrei com a ação e ainda não necessito dela, mas posso vir a necessitar, nunca se sabe.

 

Sobre a forma de como a outra parte agiu no processo, bem, ela agiu como achou que deveria agir. Se leres na contestação, há a afirmação de que eu pedi indenização por danos morais, o que não existiu. Ela também não mandou advogado para a audiência de instrução, tão somente preposto, abrindo mão de produção de prova oral em audiência.

 

Eu já advoguei em SP e não vejo que as decisões daí sejam tão tradicionais. Aqui o Direito Alternativo ainda fica só nas páginas dos livros. Sem tem algo que realmente, no Brasil, começou aqui foi o Crime de Bagatela (via C. Bittencourt) e a Prova Diabólica nas relações de consumo (via Cláudia Lima Marques). Há algumas decisões judiciais bem interessantes. Eu prezo pela simplicidade e pela objetividade, economizando em argumentos fáticos e fazendo uso de muitos precedentes. Até mesmo a doutrina eu prefiro deixar de lado em certos processos.

 

Eu acredito que se aos poucos forem lançados processos envolvendo o mesmo caso em diversos Estados, alguns obtendo procedência, outros a improcedência, tenho a certeza de que será formado um entendimento pontual.

 

Sou grato pelas tuas palavras, mas só terei sucesso depois que passar a fase recursal (se ela vier a existir, é claro).

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.




  • Conteúdo Similar

    • Por Barbara Silva
      Estou em Pânico
      Comprei um iPhone X em Outubro em uma revendedora de iPhones que fica em São Caetano. Dei o meu 6s na troca ,com NF e comprei um semi-novo em perfeito estado de conservação, tudo funcionando perfeitamente!
      Quando foi sábado, do nada ele parou de funcionar e eu fui investigar touch deu uma falha e descobri que existe um programa de garantia da Apple que faz assistência como se fosse um recall ! Muito bem ... Mandei na autorizada e agora estão exigindo a NF para dar andamento no serviço ou então tenho que pagar $1.699 ... A pessoa que me vendeu não tem controle de onde veio e não consegue contratar a pessoa para solicitar a NF eu já não sei mais onde procurar a NF pq não sei onde foi comprado e nem quem foi o primeiro dono ! Jamais imaginei q eu teria problemas 💔
    • Por Henrigust
      Olá, tenho um MacBook Air 2018, estou com ele há mais ou menos uns 7 meses e nos últimos dias tenho percebido um rangido na dobradiça, principalmente na hora de abrir a tampa do Mac. Gostaria de saber se alguém já teve esse problema? É normal? Se não for algo normal, a Apple efetua a troca do dispositivo ou apenas o reparo? 
    • Por AlexandreAlmeidam
      Olá!
      Sou dono de um iPhone 5S, há quase 6 anos, e estou prestes a adquirir um Apple Watch Series 5. Li em alguns lugares que o watchOS 6 é apenas compatível com o iOS 13. Seria possível, mesmo assim, parear o relógio com o iPhone 5S, receber notificações e enviar dados ao celular?  Tenho um iPad Pro 11", mas também li que não é possível parear com iPads, infelizmente. 
    • Por Gian Santos
      Olá a todos, tenho um iphone 5s que está me deixando curiosos pois parou de carregar no cabo/carregador original, porém os mesmos estão funcionando. O carregador funciona  até porque consigo carregar minha capinha recarregável e é desse modo que eu ainda consigo usar o celular. Alguém pode me ajudar a entender o que está acontecendo?
      Agradeço.
    • Por PEDRO HENRQIUE
      BOA NOITE TENHO UM IPHONE 7 E COMEÇOU A DAR PROBLEMA NA MLB DO APARELHO, LEVEI EM UMA AUTORIZADA E ELES ALEGARAM QUE ALEM DESSE PROBLEMA O CELULAR ESTAVA SEVERAMENTE ENTORTADO, RETIREI MEU CELULAR DESSA AUTORIZADA E LEVEI PARA OUTROS LUGARES PARA ANALISAREM E DISSERAM QUE NAO HAVIA NADA GRAVE DE ENTORTAMENTO, RESOLVI MANDAR MEU IPHONE PARA SAO PAULO ? SERA QUE LA ELES VAO RESOLVER MEU PROBLEMA ? PORQUE AS AUTORIZADAS FAZEM ISSO ALEGANDO TER PROBLEMAS AMAIS NO CELULAR ? ALGUEM ME AJUDA AEW
    • Por Mudantas
      Bom dia, pessoal!
      Gostaria de comentar com vocês o que venho enfrentando (o texto é longo pois gosto de detalhar bastante).
      No início do ano, estive nos EUA e adquiri um Macbook Pro com touchbar, 15", junto com o AppleCare+. Como todos sabem, este modelo possui aquele infeliz problema de algumas teclas travarem ou não serem reconhecidas ao serem apertadas - tanto é que a Apple criou um programa para reparo referente a estes modelos.
      Meu Macbook foi "contemplado" com este empecilho. Aguardei uns meses para levar até uma assistência, pois apesar do pequeno inconveniente, ainda conseguia trabalhar com o dispositivo sem problemas.
      Resolvi levar na assistência no dia 23/10/18. Como moro em Porto Alegre, optei por levar na iPlace do shopping Iguatemi - já tive problemas com meu iPad de terceira geração que foram resolvidos rapidamente lá, mas isso faz muito tempo.
      A técnica que me atendeu de fato observou que tinha problema no meu Macbook Pro e abriu o chamado, informando que tudo seria resolvido entre 7 e 14 dias. Era um tempo adequado para mim.
      Acontece que nada era atualizado no site deles e nada sobre o reparo existia no site da Apple. Algo foi aparecer por lá somente no dia 2/11, quando me enviaram uma DANFE da top case.
      Mais de uma semana se passou e nada. Tentava ligar pra assistência e também nada, nem atendiam. No dia 12/11, entrei em contato diretamente com a Apple referente a este caso. Uma atendente do Apple Care, que foi super cordial e atenciosa, também tentou contato com a iPlace e ninguém a atendia. Foram retornar somente mais tarde, quando me enviaram por email mais duas DANFE distintas referentes à top case!
      A atendente da Apple me ligou em seguida e informou que a demora para o reparo e estas várias DANFE se deram pois a primeira top case chegou danificada na assistência, no dia 2. Mas somente foram solicitar uma nova peça no dia 12... Eles deram o prazo de mais cinco dias para terminar o meu reparo. E isso se encerrará agora na segunda-feira, dia 19.
      Dia 23/11, farão 30 dias que meu Macbook Pro está na assistência pra "resolver" um problema de design no teclado (entre aspas pois sabemos que somente trocarão a peça, continuando suscetível ao mesmo problema).
      Alguém enfrentou um problema semelhante, seja com a Apple diretamente, iPlace ou outra assistência? Se sim, como foi resolvida a questão depois que se passaram os 30 dias? Pois para mim está bem claro que a iPlace é muito, mas muito demorada para resolver o problema, além de terem colocado no sistema que eu levei o dispositivo somente no dia 2/11 - mais de uma semana depois.
      Obrigado desde já pela atenção. ☺️
    • Por VivianAlmeid
      Eu comprei no Canadá um MacBook Pro touchbar em abril desse ano. 
      Caiu um líquido no painel(teclado) e depois disso nunca mais ligou. Levei em um local indicado pela Apple e me cobraram o valor de outro MacBook, (7600) sendo que ainda estou pagando esse.
      Achei um absurdo esse suporte e conserto da Apple.
      Alguem me ajuda, me dá uma luz, indica uma solução para esse problema? O que faço, vendo? Conserto fora de autorizada, levo nos Canadá??Preciso de ajuda pq preciso da máquina para trabalhar. 
      Ahh.. E não aconselho comprarem os novos MacBooks, bem complicado para reparos.
      obrigada
       
       
       
    • Por LeticiaAkiko
      Pessoal, boa noite!
      Estou com uma dúvida, sera que podem me ajudar? Um amigo trouxe um apple watch pra mim de uma viagem dos EUA. Porém ele perdeu a nota. Ele trouxe lacrado e eu ainda não liguei para ativar. A garantia de fabrica de 1 ano é valida mesmo sem a NF? 
      Meu iPhone eu trouxe de lá, mas como eu mesma comprei, guardei tudo que eles me deram no dia. E no fim não precisei usar. 
      Se o apple watch tiver algum problema, ele está coberto ou eu dancei?
      obrigada!!
    • Por berabera
      Olá amigos! Hoje eu estava a carregar meu aparelho iPhone 5s e de repente eu comecei a sentir um cheiro de queimado forte. Dei a volta no apartamento inteiro e me dei conta que era o celular, então tirei o bendito da tomada e cheirei ele, era ele mesmo, com aquele cheirão de metal queimado. Eu esperei um pouco e coloquei de novo pois podia ser coisa da minha cabeça, e na hora não voltou o cheiro de queimado, daí pensei que eu que tinha enlouquecido.
      Passou uns minutos e o cheiro veio bem mais forte. O cheiro não vem muito forte na saída da bateria e do fone, mas parece que vem da tela, não sei explicar, é um cheiro de queimado bem forte. Alguém pode me orientar o que posso fazer pelo bendito celular?
      Tenho ele desde Novembro de 2015, 32GB, comprado pelo site do Ponto Frio, nunca tinha dado cheiro de queimado, apesar de outros vários e vários problemas que já tive, incluindo não carregar corretamente, tive muitos problemas com carregadores - esse é o meu quarto carregador. Agradeço quem ajudar!
      EDIT: Um dos problemas que ele tem, devido a um acidente meu, é que ele tem manchas de umidade e ele pode estar oxidando por dentro também.
    • Por bernardo.dias
      Adquiri o novo MacBook Pro 15'' no final de abril/2018 e o equipamento veio com o trackpad manchado.    Enviei uma foto da mancha (anexo) via chat online do suporte da Apple. O atendente solicitou que eu levasse o notebook a uma loja autorizada. Assim o fiz, na loja iONE localizada no Taguatinga Shopping de Brasília/DF. Fui bem atendido pela técnica da iONE, de nome Karol, que reconheceu o problema, informando se tratar de uma provável falha na pintura/polimento. A mancha tem aproximadamente 10cm. Foi me pedido um prazo para análise. Após esse prazo (com 4 dias de atraso), recebi retorno por telefone da Central de Suporte da Apple Care, por meio do Sr. Eric, via telefone 001 408 556-4000  (San Jose, CA, USA), no qual fui informado que DEFEITO ESTÉTICO NÃO É COBERTO PELA GARANTIA.   Trata-se de um produto novo. Obviamente, portanto, um erro de fabricação DEVE ser coberto pela garantia. Inclusive, para esse caso específico, há previsão no Termo de Garantia de 1 Ano da Apple: "(...) Esta Garantia não se aplica: (...) a danos estéticos, (...), a menos que a falha ocorra devido a um defeito de material ou fabricação". A Apple descumpriu o próprio contrato e se mostra uma empresa que age de má fé. A garantia é enganosa e a conduta fere a Lei Consumerista, art. 18.   Essa foi minha última aquisição na Apple. Me arrependo de ter influenciado irmãos, pais e alguns colegas de trabalho a comprarem Apple. Eu acreditava ser uma empresa honesta.    Na oportunidade, informo que a bateria desse novo Mac teve autonomia de apenas 4h a 5h. Só utilizei 9 ciclos até o momento. Testarei mais. Foi uso padrão - navegação na internet via Safari e Wifi, sem dispositivos conectados nas portas Usb. Tenho um Mac antigo, de 2013, cuja bateria até hoje dura aprox 9 a 10h. O novo Mac é uma vergonha. Além dessa decepção, na mesma compra adquiri um iPhone X, cujo FaceID pifou na primeira semana.      
  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      51.435
    • Total de Posts
      432.888
×
×
  • Criar Novo...