Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

[Importados] União Européia questiona Política Tributária Brasileira na OMC


Posts Recomendados

A UE acionou o Brasil junto à Organização Mundial do Comércio, questionando a Política Tributária Brasileira em relação a produtos importados, o que inclui desde miudezas até automóveis.

 

 

 

O ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, afirmou nesta quinta-feira (19) que o Brasil demonstrará na Organização Mundial do Comércio (OMC) que os tributos aplicados pelo Brasil a carros importados e os programas de incentivo à indústria nacional estão em "conformidade" com as regras internacionais.

A União Europeia (UE) comunicou nesta quinta que protocolou processo na OMC questionando os impostos brasileiros sobre importações de produtos, que vão de carros a computadores. No entanto, a organização declara que a disputa não deve ter qualquer influência sobre delicadas negociações de livre comércio em andamento entre o Mercosul e o bloco europeu.

 

O restante da Notícia está no http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/12/impostos-brasileiros-respeitam-regras-internacionais-diz-ministro.html

 

Segundo a Agência Reuters, os EUA podem entrar na jogada, questionando, igualmente, os abusos cometidos pelo governo Brasileiro:

 

 

The European Union launched a case against Brazil at the World Trade Organization on Thursday to challenge Brasilia's taxes on imports ranging from cars tocomputers, but insisted the dispute should have no bearing on delicate free-trade talks.

More than 10 rounds of talks with the Brazilian government have failed to resolve the issue and the European Commission, which handles trade issues for the EU's 28 members, said its only avenue was now the WTO's legal process.

EU officials said other major trading partners including the United States could join the case, but said there was no link between this row and Europe's efforts to wrap up lengthy talks with the South American trade bloc Mercosur early next year.

 

Interessante ver que um processo na OMC pode "forçar" o Brasil a repensar todos os abusos cometidos em sua política tributária. Agora, isso não quer dizer que se o país for condenado, os preços venham a cair, pois sabe-se como é o comércio no Brasil... a margem de lucro tem o céu como limite, se não houver outro.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na pior das hipóteses, vai mostrar pras pessoas que o governo não é o único culpado pelos preços altíssimos.

Mas antes de postar falei com um amigo que é despachante aduaneiro aqui no Chuí. Ele me disse que o Brasil perde fácil na OMC, mas que o Governo vai usar o "protecionismo" dado pelos EUA ao setor agrícola (setor primário) como escusa de responsabilidade. Agora, que não sejamos tratados como burros: proteger o setor primário é bem diferente de impor barreiras comerciais. O Brasil, em números relativos, tem uma taxa de desemprego muito baixa e não são os automóveis e os eletrônicos (estes, quase que 100% oriundos de fora, seja montado ou desmontado) que vai gerar desemprego.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

É triste dizer isso, mas tomara que o Brasil tome uma ferrada nessa.

 

Mas o Brasil tem que tomar uma boa lição. A política tributária protege a indústria nacional ao mesmo ponto que dificulta a instalação de novas indústrias, vindas do exterior, aqui.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pelo pouco que eu entendo de Comércio Exterior, caso os EUA entrem na briga junto da UE contra o Brasil, podemos ter, finalmente, uma carga tributária justa relacionada a produtos vindos do exterior. Será um primeiro passo.

 

 

Depois vemos como os lojistas irão reagir.

 

Eles vão dizer: vamos ganhar ainda mais!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pelo pouco que eu entendo de Comércio Exterior, caso os EUA entrem na briga junto da UE contra o Brasil, podemos ter, finalmente, uma carga tributária justa relacionada a produtos vindos do exterior. Será um primeiro passo.

 

 

 

Eles vão dizer: vamos ganhar ainda mais!

Mas aí o povo deve começar a questionar mais ainda os preços. Não é possível com redução tributária a gente ter um iphone custando 2800.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas aí o povo deve começar a questionar mais ainda os preços. Não é possível com redução tributária a gente ter um iphone custando 2800.

 

Com toda certeza.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Política brasileira é ignorante! Ao mesmo tempo que ela protege a indústria nacional, ela f*** a indústria nacional. Vamos analisar as indústrias têxteis como exemplo, depois da abertura de mercado aplicada pelo Collor lá em 90 e com a entrada do lixo Chinês que usa mão de obra sub humana o índice de crescimento é quase sempre irrisório, quando não negativo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Política brasileira é ignorante! Ao mesmo tempo que ela protege a indústria nacional, ela f*** a indústria nacional. Vamos analisar as indústrias têxteis como exemplo, depois da abertura de mercado aplicada pelo Collor lá em 90 e com a entrada do lixo Chinês que usa mão de obra sub humana o índice de crescimento é quase sempre irrisório, quando não negativo.

 

E tem gente que idolatra o Collor. No ramo têxtil, posso dizer que testemunhei o apogeu e a queda de muitos representantes comerciais. Eu lembro bem que uma peça de roupa que o meu pai vendia custava, digamos, 10, a china vendia 100 unidades a 10. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

E tem gente que idolatra o Collor. No ramo têxtil, posso dizer que testemunhei o apogeu e a queda de muitos representantes comerciais. Eu lembro bem que uma peça de roupa que o meu pai vendia custava, digamos, 10, a china vendia 100 unidades a 10. 

 

Se não estou enganado, hoje em dia pode-se denunciar concorrência desleal à OMC. Nunca que um empresário que cumpre as obrigações trabalhistas com os funcionários vai poder competir com mão de obra semi-escrava.

 

Quanto à queda de preços em um corte de impostos, quero acreditar que as pessoas irão questionar mais se os preços não forem reduzidos na mesma proporção. Tenho esperança que isso aconteça, mas só acredito vendo.   

Editado por Maddo Garan
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se não estou enganado, hoje em dia pode-se denunciar concorrência desleal à OMC. Nunca que um empresário que cumpre as obrigações trabalhistas com os funcionários vai poder competir com mão de obra semi-escrava.

 

Aí entra um problema sério. O Brasil, logo no final do Governo FHC iniciou um processo que terminou durante o Governo Lula, o de Reconhecer a China como Economia de Mercado. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe do debate

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, entre agora para postar com ela.

Visitante
Responder este tópico…

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Limpar editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.



  • Conteúdo Similar

    • Por Rodolfo
      Pessoal, bom dia!
      Resolvi vir aqui compartilhar um pouco da minha experiência real de compra nos EUA usando a Nomad e a Zip4Me, que tanto é falado aqui no MacMagazine.
      A Nomad eu já conhecia desde meados do ano passado, quando meu cartão da Nubank passou a ser rejeitado para pagar o AppleCare+ de forma mensal, hoje a Nomad pra mim é de longe a melhor opção, super simples de usar, menores taxas de spread (quando não fazem promoção e não cobram nada, fazendo o cambio comercial), pode ser usado nas lojas americanas, fazer transferencias para outras contas americanas sem custo e fazer investimentos.
      Único ponto que não gosto muito são as opções de investimento, todas focadas em carteiras/perfis fechados, o que significa um conjunto de ações que eles julgam aderentes aquele perfil, isso deixa o investimento um pouco "engessado", mas é possível transferir para outras corretoras americanas de graça, então esse problema fica menor.
      A Zip4Me eu conheci aqui pelo site, me cadastrei e fiquei aguardando o momento para efetuar algumas compras, o portal em si é super simples, de começo parece algo quase amador, dado a simplicidade das informações, mas como as recomendações aqui do site e do Breno foram ótimas, resolvi arriscar.  
      Depois do cadastro você recebe o endereço do seu "Storage" nos EUA, e basta adicionar isso nas compras. Grande vantagem aqui é que esse endereço está localizado no estado do Oregon, e por alguma razão lá não tem imposto sobre a compra, isso já da uma economia media ai de 6 a 8% sobre o valor final das compras, o que na conversão é considerável.
      Bom, indo as compras, fiz um aporte no dia 24/06 na conta da Nomad, naquela semana que o dólar chegou a ficar abaixo de 5, porém teve taxa de spread, então o cambio VET foi de R$ 5,06. No dia 25/06 o valor já está disponível para uso.
      Fui a Apple Store US online e montei meu pedido:
      Pack 4 AirTag personalizado, Case silicone iPhone 12, Sport Band Apple Watch, 2 Key Ring da Belkin, Belkin 3-in-1 MagSafe Charger, Logitech Keyboard Combo Touch para iPad Pro 11
      Valor total da compra: USD 562,80, com frete grátis e sem impostos
      Total em reais: R$ 2.846,20
       
      O pack das airtags tinha prazo de entrega de 2 a 3 semanas, os demais estavam com entrega imediata. Assim os pacotes começaram a ser entregues no dia 27/06 na Zip4Me. As Tags vieram da China, via FedEx, com todo o rastreio feito pela Apple, e acabaram chegando antes do esperado, no dia 02/07.
       
      A Zip4Me assim que recebia um pacote me enviava um email com notificação, e em até 24 horas depois no portal deles era possível ver a foto das caixas, com o peso. Achei esse serviço super legal, não tem custo nenhum, e você pode confirmar se recebeu o que de fato comprou. Eles oferecem ainda outros serviços (alguns com custo) onde abrem as embalagens, testam os produtos, etc.
      A medida que os pacotes iam chegam você vai montando o seu envio, com opções de tirar ou não da caixa, enviar tudo de uma vez ou de forma separada, e declarar ou nao o valor, de forma completa ou simplificada.
       
      Aqui, optei por enviar tudo em um único pacote, com as caixas, e o valor declarado de forma simplificada, ou seja, dizendo o que são os itens, igual fiz aqui no texto anteriormente, e colocando o valor total da fatura, no meu caso declarei USD 560,00.
      Esse ponto vale um pouco de atenção, você pode declarar o valor que quiser, pode inclusive não declarar valor nenhum, o imposto no Brasil será de 60% sobre o valor declarado, SE CONDIZENTE COM A REALIDADE, se na hora que chegar no Brasil a fiscalização achar que o valor está menor do que o a realidade, o valor será de 100% sobre o valor que a Receita estipular + ICMS sobre aquela mercadoria (por ex, um notebook para SP tera 18,5% de imposto).
       
      Sendo assim, eu poderia declarar um valor menor? Poderia, exceção a base de carregamento e a case com teclado, os demais itens são básicos (mesmo as Tags que no raio X apareceriam basicamente como baterias), mas ainda assim teria um risco de ser sobre taxado. Logo vai de cada um, eu decidi declarar o valor real justamente para ter noção das diferenças de preço entre comprar no Brasil e nos EUA.
      Claro, existe também o ponto de não ser parado na fiscalização, aqui cada um vai achar uma informação na internet. De que é sorte, de que 100% dos pacotes são minimamente fiscalizados, de que se é de pessoa física pra pessoa física passa direto, de que se o valor tiver preenchido eles já deixam passar direto so gerando a guia de imposto, que dependendo do peso na fiscaliza, assim por diante. Honestamente, não sei a verdade, prefiro trabalhar com o pior cenário e considerar que vai ser fiscalizado sempre, logo, considerem num pior cenário, sem risco, 60% de custo sobre o valor da compra.
      Enfim, no dia 05/07 o envio estava pronto para ser despachado (devido o feriado de 04/07), e uma fatura no valor de BRL 498,89 (USD 95,20) foi gerada pela zip4me para a modalidade de envio Zip4cket Express (entrega de 8 a 16 dias uteis), teoricamente a mais rápida, ja incluso o custo de redirecionamento deles. O peso total do pacote foi de 4,64oz, fiz uma tabela com a distribuição proporcional do custo de frete sobre o peso dos produtos, assim como fiz com o imposto.
      As opções de pagamento eram PIX ou TED, fiz um PIX e enviei o comprovante via WhatsApp, na hora o valor foi confirmado e o pacote liberado para envio, sendo despachado no dia 06/07/2021.
      Um código de rastreio dos correios foi gerado, iniciado com a sigla IX, porém até o dia 15/07 nenhuma informação constava no sistema. Do dia 15/07 a 22/07 o objeto apareceu como postado, mas não estava claro se ainda estava nos EUA ou no Brasil. A explicação é que nesse período ele já estava sobre custodia dos correios brasileiros, que possui centros de armazenamento nos EUA, e em transito. No dia 22/07 ele apareceu como recebido na unidade de logística de Curitiba. No dia 24/07 foi encaminhado para fiscalização aduaneira, e no dia 31/07 o valor do imposto foi liberado para pagamento.
      Como dito anteriormente o valor do imposto foi de 60% sobre o valor declarado (USD 560) e o cambio utilizado foi BRL 5,17, totalizando assim um imposto de R$ 1.737,15. Apesar do portal dos correios dizer que essa guia pode ser paga por cartão de credito ou visa checkout a unica opção que apareceu para mim foi via boleto bancário. Efetuei o pagamento no dia 02/08, o pagamento foi processado no dia 03/08 e o pacote foi entregue na minha cidade (Bragança Paulista - SP) no dia 05/08. Ou seja, 40 dias após a compra ter sido de fato realizada.
      No resumo, o valor total da compra, incluindo o frete da Zip4Me e Imposto foi R$ 5.082,24 (79% de acréscimo sobre o valor real da compra), com dólar medio de R$ 5,15.
       
      Para os itens que existem na Apple Store do Brasil a diferença de preço ficou entre 57% a 17%, sendo que os itens da Apple a variação foi respectivamente 36%, 30% e 17% para AirTag, Capa de Silicone e Pulseira (considerando sobre o valor a vista e também frete grátis), mais detalhes na tabela anexa.
       
      A Base de carregamento e o teclado touch para iPad ainda não localizei a venda oficial no Brasil e não consigo fazer a comparação.
       
      Resumo da Experiencia:
      Vale a pena? Depende. Para itens que não existam no Brasil ou personalizados, sem duvida. 
      Se você tem o dinheiro pra pagar a vista, provavelmente você vai economizar um pouco, principalmente se puder esperar 1 mês para receber.
      Tudo é uma questão de pesar os benefícios e prazos de entrega.
       
      Acho super valido considerar a questão do frete, que no meu caso foi quase 18% do valor da compra original. Essa pode ser a grande diferença entre valer a pena ou não. Itens leves com alto valor agregado (por ex as AirTags) resultam em um diferença considerável (36% de economia, porém hoje mesmo saiu uma promo no ponto frio que reduz essa economia para 18%), já a pulseira, que é incrivelmente mais pesada que a capa (provavelmente por causa da embalagem, que poderia ser retirada) a diferença foi só de 17%, devido ao baixo valor agregado (e não é difícil achar promoções no Brasil com valores bem menores que da apple, a questão é o tamanho e a cor).
      As vantagens para mim aqui são reduzir o máximo o numero de intermediários, ter clareza sobre todo o processo, e nesse ponto a Zip4Me é muito boa, total clareza nas etapas e suporte ativo no WhatsApp para esclarecer duvidas e também ter todo o processo homologado e documentado.
      Claro que existem outras experiencias validas, agentes de confiança que podem fazer o processo por você e as vezes com custo menor, mas decidi compartilhar minha experiência aqui justamente por ter tido uma experiencia negativa com esses agentes e resolvi me arriscar fazendo por conta própria.
      Quem tiver interesse eu posso disponibilizar todos os documentos e valores para comprovar os dados que divulguei aqui.

      Espero ter contribuído!
      Abraços!
       
       
    • Por Desirée Oliveira
      No início do ano, a tela do meu computador MacBook Pro deu um problema e apareceram glitches incontroláveis. O aparelho é o modelo MacBook Pro 15” i7/ 2.6 Ghz/ 512 GB ssd/ 16 gb/ Touch Bar / Cinza Espacial e então decidi procurar uma Assistência Autorizada da marca no Brasil/SP. Fui até a empresa STI Tecnologia, deixei para orçamento e eles me instruíram a realizar a troca do display inteiro. O valor desse serviço era de R$ 5.475,00. O que se espera de um investimento desses é o máximo de qualidade e eficiência. Na época, entenderam que o problema existia a partir de negligência de uso - modus operandi da assistência. Acreditando no que me disseram, aceitei a proposta e seguimos com a troca do display.
      No dia 05 de Março, retirei o equipamento da loja e, naquele momento, me disseram que a garantia do serviço/peça era de 3 meses. No dia, questionei porque de ser tão pouco tempo, já que são peças originais, e a atendente me informou que era procedimento da Apple.
      O computador é a minha ferramenta de trabalho e é com ele que eu consigo sobreviver financeiramente. Os aparelhos da Apple não são nem um pouco acessíveis, assim como seus serviços. Ter essa ferramenta e realizar um serviço autorizado, com peças originais, não foi simples. Demandou muito investimento, suor e horas trabalhadas. Esse aparelho é meu patrimônio.
      Para minha surpresa, no dia 14 de Junho, alguns glitches voltaram a aparecer no meu equipamento e no dia 15 de Junho liguei para a STI agendando um horário para mostrar o que estava acontecendo. A empresa marcou horário para o dia 18 de Junho, pela manhã. Chegando lá, contei minha história para um novo atendente e ele chamou sua superior para entender como proceder. Após cerca de 20min de espera a resposta chegou: me informaram que a garantia havia vencido no dia 05 de Junho e não poderiam fazer nada sobre isso. O PROBLEMA VOLTOU A ACONTECER 9 DIAS DEPOIS DA GARANTIA DELES. A solução que me deram era de deixar meu computador novamente, realizar um novo orçamento e, provavelmente, ter que desembolsar um valor semelhante ou maior que o serviço anterior. Mas me deram uma alternativa: deixar o equipamento e, se eu não autorizasse o serviço, pagar uma taxa de R$100,00. Engraçado, pra não dizer trágico, é que o mesmo problema aconteceu com a máquina, mas dessa vez a negligência de uso não existia. Ou seja: será que não foi, desde o início, um problema de fabricação? Pedi para falar com o técnico responsável pela troca do display para me explicar um pouco mais do diagnóstico que ele tinha dado, mas ele se recusou a conversar comigo. 
      No momento, fiquei indignada! Como é possível 9 dias depois da garantia o equipamento original que eles trocaram não estar mais funcionando? O serviço deles foi tratado como alimento perecível. Os atendentes da loja disseram pra eu entrar em contato com o 0800 da própria Apple e então liguei, dali mesmo, para o número. E, após 30 minutos em espera, o call center me retornou com a mesma resposta. Aí eu fiquei ainda mais frustrada. Me senti roubada.
      O meu questionamento é: como pode uma empresa multinacional e uma representante de serviços da mesma reagir com tanto descaso ao consumidor? Me senti, e ainda me sinto, impotente por ter seguido as orientações e ter conduzido meu problema da maneira mais correta possível.
      Pra piorar a situação, levei em outra assistência técnica autorizada e eles me deram como diagnóstico "substituir o display completo que está danificado, não há como repará-lo". Palavras da própria assistência. E o valor do orçamento foi ainda mais caro que da primeira vez: R$6.565,00. Claro que não deixei lá, então tive que pagar uma taxa de R$180,00 dessa vez. 
      Estou sendo extremamente ridicularizada. Completamente impotente. Desesperada para que a Apple olhe para o meu problema. Confiei e investi na marca e estou passando por uma grande decepção. 
      Tentei contato em outros canais com a Apple e eles só me responderam via consumidor.org.br, no dia 21 de Junho. Até agora, dia 29 de Junho, nenhum outro update. 
       
      Mais alguém passou ou está passando por essa frustração? 
       

    • Por NEOLIGHT
      Prezados, por gentileza gostaria de uma ajuda, talvez duas: hoje eu tenho um MBP late2013 que eu estou pensando em trocar por um MBP 13 M1 2020. Tenho também hoje o Magic keyboard que, embora tenha sido comprado aqui no Brasil, é de padrão internacional (sem cedilha). O laptop atual também tem o teclado internacional - foi comprado nos EUA em 2013.
      Daí as duas dúvidas da minha ignorância: 
      1) O MBP M1 vendido aqui no Brasil está vindo com teclado internacional (sem cedilha) ou ABNT (com cedilha)?
      2) No caso dele vir com cedilha, padrão ABNT, traria problema (no sentido de dor de cabeça, ter de ficar configurando toda hora) para o uso do Magic keyboard internacional?
      Muito obrigado a todos!
    • Por uk lima
      Pessoal, o Bolsonaro anunciou uma queda nas alíquotas de importação de 261 itens, sendo 20 da área de informática.

      Alguém sabe se isso vai impactar produtos da Apple? Tem jeito dos preços baixarem ou a gente poder importar por conta própria.

      Quem sabe, não consegui descobrir.

      Abs,
       
    • Por brunoxreis
      Fala aí pessoal, tudo bem?
      Quando o homepod foi anunciado, o site da Apple Brasil não foi atualizado com informações sobre o produto. Sempre que anunciam um produto novo que vai ser vendido aqui, o site é traduzido e possui o botão  "Em Breve".
      Eu gostaria de comprar o homepod, mas não queria usa-lo em Inglês. Estou fazendo uma reforma em casa e automatizando tudo, gostaria de usar o homepod pra controlar lampadas, tomadas etc. O Homepod seria a cereja do bolo. 
      Será que não vai ser lançado por aqui? O pessoal aqui do MacMagazine não tem nenhuma informação quente sobre isso?
      Abraço a todos,
      PS. Em breve vou criar um post falando sobre a automação que estou fazendo em casa. Estou usando Raspberry Pi, Sonoff, acessórios da Xiaomi, Broadlink Pro, câmeras IP, tudo isso está integrado e funcionando com o Homekit da Apple.
    • Por thallesaguiar
      Boa tarde. Gostaria de saber se o iPhone X comprado no Canada vai funcionar no Brasil. Pois no site da Apple não tem a opção de selecionar operadora ou Sim-Free. Como fica? 
      E sobre os Apple Watch 3 com GPS e Celular? Funciona aqui comprando lá também? 
       
      Quem comprou no Canada, poste aqui.
    • Por Leão Imports ®
      Bom dia !
      Gostaria de saber qual site ou loja que e confiável comprar nos EUA e importa para o Brasil ?  Ou melhor compra nos EUA mandar até no Paraguay e retirar lá os produtos comprados
      Fico no aguardo de respostas  ....
    • Por mbpcosta
      Boa tarde galera, tudo certo? Sou novo aqui no fórum, dei uma pesquisada porém não achei uma resposta boa. Eu tenho uma conta na App Store americana que é desde 2008 +-, quando tive meu primeiro produto da apple, um iPod touch na época, e não existia apple store no Brasil. 
       
      Com o passar do tempo, nessa conta fui adquirindo vários apps, e ainda adquiro por esta conta através de gift cards que compro online e faço redeem na conta. Minha pergunta é: Vale a pena migrar a conta da americana para a brasileira? Ou melhor ter duas contas? Uma americana e outra brasileira? Queria pelo fato de que ficar comprando gift cards sempre que quiser um novo app e não tiver mais saldo é um saco. E também tenho medo de perder os apps que já comprei hoje na americana quando migrar para a brasileira.

      Agradeço desde já! Abração!
    • Por Cassiano Fróes
      Galera, bom dia!
      Estou importando todo meu acervo físico de cd's para dentro do iTunes. Estou com uma dúvida. Varias coletaneas e cd's duplo que importo o iTunes cria 2 albuns ( disc 1 e disc2). É possível junta-los em um único album? Voces tem dicas de como organizar da melhor forma a biblioteca? E para os cds que o proprio itunes não encontra a capa do album?
      Outra dúvida é em relação a configuração da aba itunes>preferencias>geral> "ao inserir o cd", existe uma melhor configuração para esses ajustes? Pode ter a ver com o fato de não "achar" as capas dos álbuns ?
       
      Abs,
    • Por shooter
      Galera,
      iPhone X de 64gb a 999,00 dólares e de 256gb a 1149,00 dólares.
      Partindo do princípio que o iPhone 7 plus de 256 gb foi lançado lá fora por 969 dólares e aqui por 4899 reais, se for seguir a mesma métrica de proporção, o X de 256gb vai sair por 5810 reais! 
      Tempos sombrios para os brasileiro..
  • Estatísticas do Fórum

    • Total de Tópicos
      53,1k
    • Total de Posts
      443,1k
×
×
  • Criar Novo...