Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

leandroborges

Membros
  • Total de itens

    46
  • Registrou-se em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

leandroborges ganhou o dia pela última vez em 16 de julho 2020

leandroborges teve o conteúdo mais curtido!

Sobre leandroborges

  • Data de Nascimento 28-06-1983

Métodos de Contato

Informações do Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Salvador

Conquistas de leandroborges

  1. Pois é, infelizmente o recall não adianta porque a GPU utilizada possui um problema em sua construção que faz ela quebrar com o uso. Já li relatos de pessoas que trocaram 5 vezes a placa mãe e o mesmo problema apareceu. Eu só troquei 1 vez, quando quebrou a segunda vez já tinha acabado o programa. MacBooks Pro e iMacs com Radeon 6750 e 6770 vão ter problema com a GPU em algum momento, o problema dessa série mobile nunca foi resolvido. Existe como você fazer o reflow da placa, mas também não vai resolver por muito tempo. A única solução viável é essa de desativar a Radeon via terminal. O meu continua funcionando normalmente e está sendo utilizado por uma funcionária da empresa.
  2. Você pode gerar a DSDT utilizando o https://github.com/corpnewt/SSDTTime Ao abrir selecione a opção 4 para gerar o dump do arquivo.
  3. Fala Vitor, beleza? Eu estava usando o MacBook normalmente com Photoshop e Illustrator, claro que o desempenho para algumas coisas muda bastante, mas quebrou o galho por bastante tempo. Atualmente está com um colaborador da empresa, fiz upgrades para SSD, 16gb de Ram e troquei a placa bluetooth para ativar airdrop, continuidade e afins. Foi o meu melhor mac, apesar do problema infeliz. Acabei comprando um Dell G5 e colocando o hackintosh, os preços da Apple estão inviáveis.
  4. Opa, sei que o tópico é antigo, mas como a pergunta ficou sem resposta resolvi responder. Conseguir instalar o Catalina 10.5.5 no G5 5590 a80p (RTX 2060) utilizando o OpenCore. Não funciona a dGPU, Ethernet e Wi-Fi. Encomendei da china uma placa m.2 Wi-Fi + Bluetooth da Fenvi, que é detectada OOB, estou aguardando chegar. Estou muito satisfeito com o resultado, tinha um MacBook Pro 17" 2011 e estava precisando trocar. Na faixa de preço que estava disposto a pagar, só conseguia um MacBook Pro 2015, acabei optando pelo Dell G5 novo, com garantia de 1 ano e tecnologia mais recente. A iGPU está dando conta tranquilo do trabalho. Basicamente segui o Vanilla Laptop Guide e depois fiquei dias e noites fazendo ajustes finos. Ainda quero fazer alguns ajustes, mas o estado atual está muito bom. Estou com dual boot: SSD NVMe - EFI Windows / Windows 10 Pro / macOS SSD Sata (coloquei no slot disponível) - EFI OpenCore / Partição para o Linux / Dados Estou mantendo um repositório contendo os arquivos atualizados que utilizo para rodar o macOS: https://github.com/leocg/Hackintosh-Dell-G5-5590 Se for utilizar com Windows, recomendo deixar 1 pen drive com a instalação do Windows 10 e outro com a instalação do Catalina. Durante o processo de ajuste do mac, o windows deixou de bootar umas 4 vezes e foi preciso usar o pen drive para reescrever o bootloader pelo prompt de comando utilizando o bcdboot. Caso o BIOS esteja na mesma versão do meu (1.13.2), a variável do CFG Lock é a mesma, não precisa fazer o dump do bios para encontrar, basta usar o setup_var_3 no UEFI Shell modificado. Existe uma versão para Clover aqui, mas preferi fazer na mão com OpenCore para facilitar updates do OS no futuro.
  5. Eu utilizo o MacBook i7 2.5ghz com GPU dedicada desativada como minha máquina principal de trabalho. Consigo trabalhar normalmente com desenvolvimento web, utilizando bastante o photoshop (normalmente os layouts de site não são pesados). Faço todas as tarefas normais sem problemas e consigo jogar Hearthstone com a placa integrada. O CPU ainda me atende muito bem, coloquei 16gb de RAM, SSD e HD de 1TB no lugar do drive de DVD, não sinto engasgos no sistema. Por 900 reais eu pegaria sim, visto que, com esse valor, vc não pega nem um MacBook Air de 11" 2010 com 2gb de ram e ssd de 64gb aqui no brasil. A máquina ainda suporta troca de componentes (HD e Memória), que aumenta a sua vida útil. O único problema é ter que rodar patches a cada atualização do sistema, mas já estou tão acostumado que essa tarefa não leva nem 5 minutos quando preciso executar. É claro que deve-se levar em consideração que é uma máquina de quase 10 anos e a placa mãe pode falhar. Nesse caso você iria gastar entre 2k-4k em uma placa mãe nova (comprada em mercado paralelo, pois esse modelo já é considerado Vintage pela Apple), então é bom avaliar o nível de risco que você está disposto a enfrentar. O problema descrito por você é 99% de chance de ser o GPU mesmo. O meu fica assim quando ativa a placa dedicada.. Tela azul, embaralhada ou branca ao iniciar o sistema, pouco após aparecer a marca da Apple na tela.
  6. É normal voltar ao começo da linha, digita a linha completa, exatamente como está na descrição. pelo erro da foto, o arquivo que você está tentando carregar não existe, tente rever os passos: 6. Faça um backup dos seus drivers (kexts): digite: mkdir -p /System/Library/Extensions-off (pressione ‘Enter'). Uma pasta será criada em /System/Library para mover os drivers que vamos mexer. 7. Mova apenas UM kext que "quebra o nosso computador": digite: sudo mv /System/Library/Extensions/AMDRadeonX3000.kext /System/Library/Extensions-off/  Verifique se o sistema retorna algum erro ao digitar cada um desses comandos. Caso continue dando problema, digite cd /System/Library/Extensions-off (enter) ls (enter) e veja se vai listar o arquivo AMDRadeonX3000.kext
  7. Que bom que conseguiu reviver seu MacBook! O comando do NVRAM desabilita a GPU dedicada no momento do boot, permitindo que seu mac inicie corretamente. Esse passo deverá ser refeito caso resete o NVRAM ou PRAM. Também deverá ser refeito caso atualize o sistema. Eu usava o gfx card status para deixar apenas a placa intel habilitada, mas o tutorial que postei anteriormente desliga totalmente a gpu dedicada, mesmo marcando ela como ativa, o sistema não vai habilitar. Então ferramentas como gfxcardstatus ou gswitch não são necessárias após a correta aplicação dos patches.
  8. Qual o script que você está precisando? O tutorial mostra como criar os Shell Scripts (.sh) utilizando um editor de texto. Os meus caminhos estão diferentes do tutorial porque guardo os arquivos kext em uma pasta na raiz, junto com os scripts. Seguindo esses passos vc consegue criar tudo. A única coisa que não está explicita é que você deve DESABILITAR o SIP (System Integrity Protection) antes de iniciar o tutorial, abrindo o recovery (liga o Mac pressionando Command+R). Ao abrir o modo recovery você vai em Utilities -> Terminal e digita csrutil disable Não tem mais o que fazer... 😞 Ele está marcado como Vintage (normalmente após 5 anos os produtos são marcados dessa forma e a Apple para de produzir peças de reposição). A única forma é uma assistência técnica não autorizada ou desabilitando a placa de vídeo externa conforme o passo-a-passo.
  9. Já sim.. Estava ouvindo música, não estava no máximo e ainda era Jack Johnson (pra não dizer que foi por causa do grave ou algo do tipo). No meio da música a caixa esquerda estourou no meu MacBook Pro 2011. Tudo bem que ela funcionou normalmente por 7 anos. Já o MacBook Pro 2017 do meu sócio aconteceu o mesmo logo quando terminou a garantia. O dele foi menos agressivo, perdeu apenas o grave e não fica distorcendo o som.
  10. Os passos funcionam normalmente no Mojave também! Acabei de atualizar para o Mojave utilizando o patcher do Dosdude1 e tudo funcionou normalmente após remover o kext da pasta /System/Library/Extensions http://dosdude1.com/mojave/
  11. Você deve ter utilizado um teclado no padrão ABNT2, com "Ç". Tenta Shift+Ç, se não der certo vai tentando todas as teclas até encontrar
  12. O USB funciona normalmente. Já precisei montar um pen drive para copiar uns arquivos via single user mode em um iMac que não estava dando boot.
  13. Acredito que apenas com um teclado USB mesmo.. Acho que o single user mode não dá suporte ao mouse pra você copiar e colar algum "dois pontos" do processo de boot.
  14. Sim, é bem simples de reverter, basta resetar o PRAM/NVRAM e colocar o KEXT original na pasta /System/Library/Extensions É possível atualizar o sistema também, só que as atualizações colocam os drivers novamente na pasta e é necessário seguir o tutorial toda vez que fizer um update. Como o MacBook Pro 2011 não tem suporte ao Metal, não temos mais atualizações do macOS. Recebemos apenas os security updates do High Sierra. Após a instalação do security update talvez seja necessário desativar o system integrity protection. A última atualização que fiz ativou ele. Também fiz a troca da placa mãe no final do recall, inclusive me deram uma placa mãe com processador melhor (2.5ghz, era 2.4ghz). Coloquei SSD, 16gb de RAM e um HD de 1tb no lugar do Superdrive. Coloquei um patch para aumentar a placa integrada da intel para 1gb de RAM (esse patch também preciso executar após cada update do sistema). Esse pessoal que fala que faz "resolda" aqui no Brasil é 99% mentira... Eles fazem reflow. Colocam uma pistola de ar quente no GPU durante alguns minutos e ele volta a funcionar por algum tempo. Já vi gente que colocou a placa lógica no forno. Esses métodos deixam a placa funcionando por algum tempo, mas sempre vai quebrar novamente. A série Radeon 6770M nos MacBook possuem problema de engenharia, mesmo trocando o GPU por um novo ele vai acabar quebrando porque não aguenta o constante aumento/diminuição de temperatura.
  15. Tenta colocar: sudo /sbin/mount -uw / O sudo tenta executar o comando como root. Caso não consiga avisa pra gente procurar outra solução!
×
×
  • Criar Novo...