Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

zemahon

Membros
  • Total de itens

    499
  • Registrou-se em

  • Última visita

Histórico de Reputação

  1. Positivar
    zemahon recebeu reputação de Rafael Scott em Galeria dos desktops dos leitores/usuários do MM   
    Double post, mas… comprei um iMac a uma semana. Mantive o mesmo papel de parede (o Aqua do Tiger). A tela maior realmente ajuda na hora de organizar meu desktop.
     
    Obs.: Voltei para o Mavericks e iWork 09.
     
    Curtindo muito a máquina  
     

  2. Positivar
    zemahon recebeu reputação de Solano em Download OSX Mavericks?   
    Vá nos seus itens comprados da App Store.
     
    Caso nunca tenha baixado por lá, pode baixar por outro meio. Não consideraria pirataria, pois a Apple não cobrava pelo download do sistema e não me recordo do termos de uso especificar a App Store como único meio de realizar o download.
  3. Positivar
    zemahon recebeu reputação de Solano em Dúvidas relacionadas a iMac e MacBook Pro 2011   
    Obrigado!
  4. Positivar
    zemahon recebeu reputação de rafael.furieri em Fundo borracha Macbook white 13"   
    Amigo, o fundo original é um defeito de fabricação. A Apple reconheceu o problema e fez um conserto, totalmente de graça e fora da garantia. Segundo o site, eles fazem a troca em até quatro anos depois da compra. O meu foi feito dentro deste prazo, mas ouvi falar de pessoas que conseguiram fazer depois (possivelmente por desconhecimento da assistência).
     
    Basta você ir numa assistência autorizada. A nova borracha é diferente da antiga. A vantagem é que ela não suja e não derrete como a defeituosa.
     
    https://www.apple.com/support/macbook-bottomcase/
  5. Positivar
    zemahon recebeu reputação de Mauricio Fernandes em [Últimas aquisições] - Informe aqui o que você comprou   
    Comprei um iMac 21.5" de meados de 2011. 
  6. Positivar
    zemahon recebeu reputação de carlosrh2 em Iniciando em programação   
    Amigo, posso te dar umas dicas. Não sei o seu nível de conhecimento no assunto, mas creio que não deva ser muito vasto, devido ao "iniciando minha vida". Eu não cheguei a me adentrar muito na área, mas cursei Ciências da Computação na Unicap (tipo a PUC, só que de Pernambuco). Mudei de área e hoje curso Design na UFPE. Vou falar em relação ao que conheço, e das minhas experiências.
     
    Sobre ser apaixonado pela Apple: Acredito que todos somos, mas isso não deve influenciar você a dedicar seus estudos apenas a uma linguagem. Isso será um hobby? Massa, mas acredito que não seja, e sendo assim não aconselho você aprender Swift logo de cara. Por mais que seja fã da Apple, este será seu trabalho, e a Apple não pagará suas contas.
     
    Sobre iniciar aprendendo Swift: Eu (frisando esse "eu") não considero um bom planejamento começar aprendendo Swift logo de cara. Acredito que a melhor forma de ser um bom programador (e não apenas um "cara que sabe programar") é aprender toda a "teoria da programação" primeiro. Isso é basicamente estudar a sintaxe geral de uma linguagem de programação (impressão, leitura, condicionais, recursividade, laço, gerenciamento de dados, árvore…) e só depois se aprofundar em alguma linguagem.
     
    Qual a vantagem disso? Simples: Isso te deixará por dentro de como uma linguagem "funciona", e dessa forma será muito mais fácil aprender outras linguagens no futuro. Isso também te dá o conhecimento necessário para criar soluções criativas para problemas que possam existir em seu código. Se você conhece alguma coisa a fundo, e não apenas num nível técnico, você será apto a encontrar soluções mais fácil.
     
    Eu, por exemplo, aprendi toda a teoria da programação em C puro, e a parte de orientação a objeto em C++. Pegar Objetive C, então, foi muito fácil. Nunca mexi com Swift (saí do ramo de computação antes disso), mas creio que não seja muito difícil.
     
    Acredito que ter uma boa "base" te ajudará muito no futuro. Pode ser algo que demore mais do que você tinha imaginado, mas acredito que estudar mais no começo te fará um ótimo programador no futuro.
  7. Positivar
    zemahon recebeu reputação de sigma7 em [Últimas aquisições] - Informe aqui o que você comprou   
    Comprei um iMac 21.5" de meados de 2011. 
  8. Positivar
    zemahon recebeu reputação de sigma7 em 10 aplicativos fundamentais para iMac   
    1. Não, ele é bem simples: Só arrasta o vídeo do jeito que quer e ele entrega um .GIF com o mesmo nome, no mesmo directório.
    2. A versão 0.14 é da comunidade! O Tattie deixou na versão 0.12.
  9. Positivar
    zemahon recebeu reputação de sigma7 em 10 aplicativos fundamentais para iMac   
    Não sei se o pessoal já comentou sobre esses aplicativos, mas vai a dica para quem ainda não sabe:
     
    Reflector: Espelha sua tela do iPhone/iPad via Airplay no Mac. Uso para demonstrar a interface Web de algum site ou versão mobile de aplicativo para o cliente, sem necessidade de conectar cabos ou sair do meu Keynote.
     
    Gifrocket: Drag & Drop o vídeo dentro da janela e o App transforma em GIF. Não tem como ser mais fácil.
     
    Adapter: Conversor de vídeo bem mais simples de usar que o Handbrake!
     
    PS3 Media Server: Fazer streaming da media do Mac para o PS3.
     
    Driver do Tattiebogle para joystick de 360: Usar o joystick do 360 no Mac, funciona muito bem com o OpenEmu! Certifique-se de baixar a versão "modificada" pela comunidade, pois a do Tattie não possui suporte para Yosemite/El Capitan.
     
    unetbootin: Criar drive de inicialização.
  10. Positivar
    zemahon recebeu reputação de JoãoLucasSilva em 10 aplicativos fundamentais para iMac   
    Não sei se o pessoal já comentou sobre esses aplicativos, mas vai a dica para quem ainda não sabe:
     
    Reflector: Espelha sua tela do iPhone/iPad via Airplay no Mac. Uso para demonstrar a interface Web de algum site ou versão mobile de aplicativo para o cliente, sem necessidade de conectar cabos ou sair do meu Keynote.
     
    Gifrocket: Drag & Drop o vídeo dentro da janela e o App transforma em GIF. Não tem como ser mais fácil.
     
    Adapter: Conversor de vídeo bem mais simples de usar que o Handbrake!
     
    PS3 Media Server: Fazer streaming da media do Mac para o PS3.
     
    Driver do Tattiebogle para joystick de 360: Usar o joystick do 360 no Mac, funciona muito bem com o OpenEmu! Certifique-se de baixar a versão "modificada" pela comunidade, pois a do Tattie não possui suporte para Yosemite/El Capitan.
     
    unetbootin: Criar drive de inicialização.
  11. Positivar
    zemahon recebeu reputação de sandro.an em Dica sobre Macbook Air usado   
    Oi amigo. Primeiramente obrigado pelo elogio ao tópico do meu review, é bom saber que ele está ajudando (ou inspirando) de alguma forma.
     
    Sobre o MacBook para sua esposa, eu acredito que um Air de 2011 com 4 GB de ram seja ótimo hoje e "a prova do futuro", visto que a Apple não vai parar de lançar atualização para ele nem tão cedo. Caso haja alguma dúvida, entrega teu MacBook a ela e deixa ela brincar com ele durante umas duas semanas. Se ela curtir, então você sabe que ela vai adorar o Air.
     
    No caso do CD/DVD, se for apenas montagem vai ser de boa, se precisar realmente gravar então você precisará de um gravador externo. Eu poderia te aconselhar partir para o Pro como nosso amigo y0shi, mas desta foram sua esposa sacrificaria a portabilidade do MacBook Air. No caso de alguém que precisar usar um gravador de disco constantemente, não faz sentido ter o Air; Mas no caso de sua esposa, que usará discos de forma esporádica (e em um lugar específico), não vale a pena sacrificar o resto do uso com um computador mais espesso e pesado. Logo, meus conselho seria ir de Air mesmo. Se ela curtir algo ainda mais portátil, compra o modelo de 11" (que possui resolução horizontal até maior que o seu MacBook).
  12. Positivar
    zemahon recebeu reputação de sandro.an em Review do MacBook White Unibody 2009   
    Eu também cara. Sou daquele tipo de gente que pensa: "Se eu fazia X com esse computador Y anos atrás, o que me impede de fazer X com ele hoje?". Tenho que admitir que meu uso mudou muito de uns anos para cá, mas fica claro que essa regra é válida. Basicamente, esse computador é tão rápido (ou lento) quanto em 2009. O C2D, em 2015, ainda é excelente. Como falei acima, ele engasga em algumas coisas, mas essas eram as mesmas coisas que ele engasgava em 2009. Em nenhum momento ele perdeu alguma utilidade que já tinha, mas tenho que admitir que as atualizações do Mac OS X trouxeram várias novidades (e, em alguns casos, até melhorias de performance). Mas claro, a tecnologia evolui de forma diferente para profissões diferentes. 
     
    Acredito que o usuário comum só verá necessidade de trocar este computador (ou os MacBooks que vieram antes, em 2006) quando os navegadores não forem mais capazes de renderizar as novas páginas da Web, ou reproduzir vídeos do youtube, ou até mesmo a placa wifi não for mais compatível com os roteadores do futuro (menos provável).
     
    A exemplo da minha profissão, os designers vão trocar apenas quando quiserem acelerar seu trabalho. Eu mesmo trabalho com design gráfico para meios impressos e digitais, além de modelagem/rendering estático de produtos para uso em publicidade. Faço tudo neste MacBook, e o pessoal que veio antes de mim faziam as mesmas coisas que eu faço em seus sistemas PowerPC G4 e G5. Eles rodavam a CS 4 ou CS 3 da Adobe, mas faziam o mesmo trabalho que eu rodando a CS 6. Esses softwares adicionam funções que simplificam nossa vida, mas ainda é possível obter o mesmo resultado (ou algo bem próximo) nos mais antigos. Pegue qualquer livro ou revista (bem diagramado) de dez anos atrás e verá o que estou falando.
     
    Trabalho sozinho, mas se fosse abrir um estúdio hoje não pensaria duas vezes antes de o equipar com iMac G5 ou Core (2) Duo. Os grandes estúdios de 2005 usavam G5 e faziam coisas maravilhosas, porque o meu não poderia? Esta é uma profissão que é muito mais limitada pela sua criatividade e conhecimento, do que pela tecnologia. Não posso comentar sobre outras ramificações na área (como Game Design em formato digital) pois ainda não tenho familiaridade.
     
    Já a exemplo dos desenvolvedores de software, acho que a coisa muda um pouco. É uma área que está sempre mudando, sempre evoluindo. A medida que as interfaces ficam mais simples (graças a Deus e aos designers), os códigos ficam mais poderosos e pesados. Neste cenário, torna-se necessário aumentar o ritmo de upgrade. Mas acredito que um computador top de linha de hoje possa aguentar pelo menos uns cinco anos. Posso estar errado, visto que não é minha área (não mais).
     
    Sobre a "Ghz run" que vivemos atualmente no mundo mobile, eu fico chateado. Eu tenho um iPhone 4S e um iPad 3. Mantenho ambos no iOS 7 simplesmente porque não consigo aguentar eles no iOS 8. Meu Mac foi atualizado inúmeras vezes do Snow Leopard até o El Capitan, e eu não o sinto drasticamente mais lento, só alguma coisa aqui e alí. Outras são até mais rápidas. Porque não acontece o mesmo no iOS? Eu entendo que os aplicativos devem ficar mais pesados, e você atualiza se quiser, mas jamais imaginei o mesmo para o sistema. Tive um iPhone 3G praticamente inútil graças a isso. Portanto, decidi ficar no iOS 7 e estaria mais feliz não fosse os novos apps que não funcionam nele.
  13. Positivar
    zemahon recebeu reputação de sandro.an em Review do MacBook White Unibody 2009   
    Decidi fazer um pequeno update no review, e dar uma visão do computador com alguns anos de uso. O motivo disso é:
     
    A. Saber o quão bem (ou não) os Macs envelhecem, mesmo que seja a médio prazo.
     
    B. Ter uma noção da capacidade de computador de gerações passadas, para saber se o Mac A ou B hoje em dia poderia atender às suas necessidades.
     
    C. Porque eu quero, e porque eu posso. E porque hoje é sábado.
     
    Primeiramente, este MacBook passou por três níveis de uso diferente. O primeiro foi entre o final de 2009 (quando comprei) até o final de 2010. Nesta época eu fazia um uso bem comum dele, apenas para email, web, edição bem simples no Pixelmator, PDF, etc. Durante 2011 até começo de 2014 eu estudava Ciências da Computação, então já fazia um uso um pouco mais pesado dele. Não era o uso de um profissional da área, pois estava apenas estudando, mas já aumentou um pouco minhas necessidades. 
     
    No início de 2013 troquei a memória de 2GB por 8GB e o HD de 250 GB para 500 GB. No começo de 2014 entrei no curso de Design, e meu uso mudou dramaticamente. É a partir dessa perspectiva que vou discutir abaixo.
     
    Performance
     
    Ram: O Snow Leopard realmente usa menos memória, e é bem usável para o uso comum com apenas 2 GB. Mas o sistema também possui bem menos processos rodando, e seus aplicativos possuem menos funções. De forma geral, o impacto não é muito grande com 8 GB, mas sinto que 2 GB seria pouquíssimo para o El Capitan. O sistema usa, sem nada aberto, pouco mais de 2.6 GB. Existe caches de apps nessa conta, mas mesmo assim seria demais para “apenas" 2GB.
     
    Quando o assunto é uso pesado, eu consigo atingir os 8 GB em algumas situações, sendo elas quando abro uma PSD de 2 GB ou quando estou editando vídeos grandes no FCP. São situações bem isoladas, e no geral dificilmente em entro na memória virtual.
     
    Vídeo: Se você observar no meu review antigo, vai ver que o OS X tinha problema com a fluidez de algumas animações na 9400m. Depois de algumas atualizações (e em especial a dupla Mavericks + Yosemite) não tive muito mais o que reclamar. No El Capitan ainda precisa dar uma melhorada, mas definitivamente a performance é bem melhor que na época que comprei. 
     
    Os aplicativos 3D, como o Rhino e o Blender/Maya, é onde a placa brilha. Ela realmente usa todo o seu potencial, e é uma performance que me agrada bastante. As vezes acontece uma lentidão, mas está dentro do aceitável para um notebook não profissional de 2009. Nota em relação a jogos: Uma vez instalei o steam nessa máquina. Portal rodou muito bem na resolução nativa, e Half Life precisou que diminuísse um pouco a qualidade das texturas. Não fiz testes muito além disso, visto que não gosto muito de jogar no notebook mesmo.
     
    Processamento: Não percebi perda de performance durante os anos. Tudo que esse Core 2 Duo fazia em 2009, ele faz hoje. O El Capitan obviamente demanda mais do hardware, mas a perda de performance para o uso básico que fazia antigamente (email, web, foto…) é imperceptível. Não tenho como falar da performance nos aplicativos profissionais que uso hoje em dia. No geral, esta é uma linha de processador que vai completar uma década de uso pela Apple, e me impressiono com a performance que eles possuem.
     
    Dia-a-dia
     
    Sistema: De 2009 até hoje passei por seis atualizações do Mac OS: Snow Leopard, Lion, Mountain Lion, Mavericks, Yosemite e El Capitan. Possuo um disco externo com Snow Leopard, e uso ele para manter um sistema “salva vidas”, caso seja necessário. Quando comparado com o El Capitan, e diferença de usabilidade é enorme. Sinto como se fosse outro computador. Não conseguiria imaginar minha vida sem os apps em tela cheia, sem os novos gestos do trackpad, e sem as melhorias dentro dos aplicativos nativos.
     
    Illustrator + Photoshop: Funciona muito bem, obrigado. Consigo jogar vários elementos com efeitos aplicados no Illustrator. Existe uma lentidão aceitável em adicioná-los, mas depois tudo volta ser fluido. É possível trabalhar muito bem. O Photoshop é mais lento, mas está longe de ser impraticável. Consigo fazer um trabalho complexo com bastante facilidade. Acredito que quando precisar usar alguma mistura de efeitos, ou uma illustração muito complexa, possa ser estressante, mas para o dia-a-dia é muito satisfatório.
     
    Rhino + Render (Maya ou Blender): É o meu uso mais pesado. Uso o Rhino apenas para modelar, tudo funciona como esperado. O Aplicativo é muito bom e muito focado, então isso ajuda também. Já para renderizar, é um problema. Manipular os modelos tanto no Blender quanto no Maya é fácil, mas é bastante lento para renderizar uma imagem que quase sempre é complexa. Ela renderiza, mas é coisa de horas… No entanto, não deixo de fazer o meu trabalho.
     
    Final Cut Pro X + Aperture: O Aperture funciona como sempre. Bastante rápido mesmo com imagens RAW, não tenho o que reclamar. Só posso reclamar da Apple ter abandonado o desenvolvimento… Já o FCP engasga para editar 1080p, e para exportar é uma desgraça. Já em 720p não tive problema.
     
    Tela: A resolução é 1280 x 800. É pouco. Esta é a resolução horizontal mínima para usar o FCP, e não aconselho usar o Maya com menos que isso. A qualidade da tela deixa um pouco a desejar também para uso profissional, visto que a exibição de cores e os ângulos de visão não são os melhores. Fora de cada, e para uso comum, esta tela faz seu trabalho muito bem, mas em casa eu aconselho usar um monitor externo. A performance de vídeo cai um pouco, mas vale a pena.
     
    Sobre SSD: Atualmente uso um drive de 5400rpm. Aplicativos abrem numa velocidade aceitável, mas arquivos são meio lentos para copiar ou duplicar. No geral, pretendo colocar um SSD ainda esse ano, e acredito que a máquina vai ganhar outra sobrevida.
     
    Aquecimento: É comum as ventoinhas ligarem quando estou renderizando algo no Maya/Blender (ou quando o flash está ligado, mas nem me lembro da última vez ;P). No entanto, o MacBook nunca se desligou sozinho, então nunca houve um super aquecimento propriamente dito. 
     
    Durabilidade
     
    Este é o ponto mais impressionante. A única coisa que deu defeito desde o dia da compra foi a borracha inferior que simplesmente derreteu e se soltou. Foi feio, mas logo descobri que era problema de fábrica e a iTown trocou fora da garantia sem cobrar nada. 
     
    Obs.: Essa borracha nova é de uma qualidade muito melhor que a antiga. Não suja, derrapa menos e esquenta menos. Não sei que bruxaria é essa, mas aconselho todo mundo que tenha esse MacBook trocar esta borracha mesmo que a sua não tenha causado problema.
     
    O exterior da máquina continua lindo. Eu conservei este notebook muito bem nos primeiros anos, mas depois tive que ser menos cuidadoso devido à vida agitada. Mesmo assim ele não possui amassados, mesmo nos pontos onde já levou pancadas fortes. Vez ou outra dou uma limpada para ficar mais branquinho. Acho esse computador muito bonito.
     
    No geral, meu trabalho do dia-a-dia se desenrola muito bem. Este MacBook cumpre o trabalho, mesmo que as vezes haja uma lentidão aqui e alí. Não trocaria essa lentidão por R$ 8 mil a menos na minha conta. No entanto, isso não será para sempre. Pretendo trocar este computador quando eu me formar em Design, o que seria 2017 pelas minhas contas. E mesmo depois disso, ele ainda terá muita utilidade nas mãos de minha namorada, que é estudante de Direito e não precisará de muito processamento.
     
    Recomendações
     
    Eu paguei pouco menos de R$ 3000 na própria Apple Store BR, em 2009. Vejo o pessoal vendendo esta máquina por R$ 1500, as vezes menos. Acho que vale muito a pena. Eu trabalho nesta máquina, e com certeza meu trabalho pagaria R$ 1500 a curto prazo. É ótimo para trabalhar, ganhar dinheiro e depois comprar um computador mais potente, talvez até mesmo um iMac usado, visto que você já teria a mobilidade do MacBook.
     
    Engraçado que vejo muita gente perguntar se o MacBook Pro/Air de hoje seria bom para design gráfico/industrial e eu vejo gente responder que não. Meu MacBook morre de rir com isso. Claro que você pode trabalhar mais rápido até mesmo num MacBook Air de entrada, e isso pode ser até 3 ou 4 vezes mais rápido, mas não muda o fato que a baseline de comparação (no caso, este MacBook branco) é muito boa por si só.
     
    Quando for em 2017, eu dou mais um update aqui
  14. Positivar
    zemahon recebeu reputação de Carlos_Alberto em Thunderbolt ou USB 3.0 com HD?   
    Rapaz, não posso te dizer se há uma limitação por conta de ser um disco rígido, nem posso te falar da thunderbolt especificamente, mas posso te dizer que a USB 3.0 é muito veloz por conta própria. Meu MacBook só possui 2.0, mas os computadores da minha faculdade possuem 3.0 e eu rodo um "live drive" do OS X (disco neles com meus arquivos, programas e configurações, e a coisa voa. Não vejo o Thunderbolt sendo absurdamente mais rápido que isso para justificar uma diferença de preço normalmente tão grande. O USB pela primeira vez funciona muito bem para uso profissional!
     
    Mas é bom você fazer uma relação com seu uso. Eu, por exemplo, trabalho com arquivos de, no máximo, 8 GB. E isso é bem máximo, o normal é metade disso. Nesse meu caso, mesmo que usasse o USB 3 em 5 GB/s, meu arquivo chegaria ao mesmo tempo que os 10 GB/s que o thunderbolt promete. Você precisaria criar ou copiar arquivos enormes para este drive? As vezes mesmo que a diferença seja o dobro (como estes 10 GB/s e 5 GB/s que você mencionou), não será algo que você vai sentir no uso profissional do dia-a-dia.
     
    Espero ter ajudado!
  15. Positivar
    zemahon recebeu reputação de theygoran em MD101 / Mid 2012 para desenvolvimento de software   
    Cara, vá sem medo…
  16. Positivar
    zemahon recebeu reputação de Alessandro Saba em Review do MacBook White Unibody 2009   
    Decidi fazer um pequeno update no review, e dar uma visão do computador com alguns anos de uso. O motivo disso é:
     
    A. Saber o quão bem (ou não) os Macs envelhecem, mesmo que seja a médio prazo.
     
    B. Ter uma noção da capacidade de computador de gerações passadas, para saber se o Mac A ou B hoje em dia poderia atender às suas necessidades.
     
    C. Porque eu quero, e porque eu posso. E porque hoje é sábado.
     
    Primeiramente, este MacBook passou por três níveis de uso diferente. O primeiro foi entre o final de 2009 (quando comprei) até o final de 2010. Nesta época eu fazia um uso bem comum dele, apenas para email, web, edição bem simples no Pixelmator, PDF, etc. Durante 2011 até começo de 2014 eu estudava Ciências da Computação, então já fazia um uso um pouco mais pesado dele. Não era o uso de um profissional da área, pois estava apenas estudando, mas já aumentou um pouco minhas necessidades. 
     
    No início de 2013 troquei a memória de 2GB por 8GB e o HD de 250 GB para 500 GB. No começo de 2014 entrei no curso de Design, e meu uso mudou dramaticamente. É a partir dessa perspectiva que vou discutir abaixo.
     
    Performance
     
    Ram: O Snow Leopard realmente usa menos memória, e é bem usável para o uso comum com apenas 2 GB. Mas o sistema também possui bem menos processos rodando, e seus aplicativos possuem menos funções. De forma geral, o impacto não é muito grande com 8 GB, mas sinto que 2 GB seria pouquíssimo para o El Capitan. O sistema usa, sem nada aberto, pouco mais de 2.6 GB. Existe caches de apps nessa conta, mas mesmo assim seria demais para “apenas" 2GB.
     
    Quando o assunto é uso pesado, eu consigo atingir os 8 GB em algumas situações, sendo elas quando abro uma PSD de 2 GB ou quando estou editando vídeos grandes no FCP. São situações bem isoladas, e no geral dificilmente em entro na memória virtual.
     
    Vídeo: Se você observar no meu review antigo, vai ver que o OS X tinha problema com a fluidez de algumas animações na 9400m. Depois de algumas atualizações (e em especial a dupla Mavericks + Yosemite) não tive muito mais o que reclamar. No El Capitan ainda precisa dar uma melhorada, mas definitivamente a performance é bem melhor que na época que comprei. 
     
    Os aplicativos 3D, como o Rhino e o Blender/Maya, é onde a placa brilha. Ela realmente usa todo o seu potencial, e é uma performance que me agrada bastante. As vezes acontece uma lentidão, mas está dentro do aceitável para um notebook não profissional de 2009. Nota em relação a jogos: Uma vez instalei o steam nessa máquina. Portal rodou muito bem na resolução nativa, e Half Life precisou que diminuísse um pouco a qualidade das texturas. Não fiz testes muito além disso, visto que não gosto muito de jogar no notebook mesmo.
     
    Processamento: Não percebi perda de performance durante os anos. Tudo que esse Core 2 Duo fazia em 2009, ele faz hoje. O El Capitan obviamente demanda mais do hardware, mas a perda de performance para o uso básico que fazia antigamente (email, web, foto…) é imperceptível. Não tenho como falar da performance nos aplicativos profissionais que uso hoje em dia. No geral, esta é uma linha de processador que vai completar uma década de uso pela Apple, e me impressiono com a performance que eles possuem.
     
    Dia-a-dia
     
    Sistema: De 2009 até hoje passei por seis atualizações do Mac OS: Snow Leopard, Lion, Mountain Lion, Mavericks, Yosemite e El Capitan. Possuo um disco externo com Snow Leopard, e uso ele para manter um sistema “salva vidas”, caso seja necessário. Quando comparado com o El Capitan, e diferença de usabilidade é enorme. Sinto como se fosse outro computador. Não conseguiria imaginar minha vida sem os apps em tela cheia, sem os novos gestos do trackpad, e sem as melhorias dentro dos aplicativos nativos.
     
    Illustrator + Photoshop: Funciona muito bem, obrigado. Consigo jogar vários elementos com efeitos aplicados no Illustrator. Existe uma lentidão aceitável em adicioná-los, mas depois tudo volta ser fluido. É possível trabalhar muito bem. O Photoshop é mais lento, mas está longe de ser impraticável. Consigo fazer um trabalho complexo com bastante facilidade. Acredito que quando precisar usar alguma mistura de efeitos, ou uma illustração muito complexa, possa ser estressante, mas para o dia-a-dia é muito satisfatório.
     
    Rhino + Render (Maya ou Blender): É o meu uso mais pesado. Uso o Rhino apenas para modelar, tudo funciona como esperado. O Aplicativo é muito bom e muito focado, então isso ajuda também. Já para renderizar, é um problema. Manipular os modelos tanto no Blender quanto no Maya é fácil, mas é bastante lento para renderizar uma imagem que quase sempre é complexa. Ela renderiza, mas é coisa de horas… No entanto, não deixo de fazer o meu trabalho.
     
    Final Cut Pro X + Aperture: O Aperture funciona como sempre. Bastante rápido mesmo com imagens RAW, não tenho o que reclamar. Só posso reclamar da Apple ter abandonado o desenvolvimento… Já o FCP engasga para editar 1080p, e para exportar é uma desgraça. Já em 720p não tive problema.
     
    Tela: A resolução é 1280 x 800. É pouco. Esta é a resolução horizontal mínima para usar o FCP, e não aconselho usar o Maya com menos que isso. A qualidade da tela deixa um pouco a desejar também para uso profissional, visto que a exibição de cores e os ângulos de visão não são os melhores. Fora de cada, e para uso comum, esta tela faz seu trabalho muito bem, mas em casa eu aconselho usar um monitor externo. A performance de vídeo cai um pouco, mas vale a pena.
     
    Sobre SSD: Atualmente uso um drive de 5400rpm. Aplicativos abrem numa velocidade aceitável, mas arquivos são meio lentos para copiar ou duplicar. No geral, pretendo colocar um SSD ainda esse ano, e acredito que a máquina vai ganhar outra sobrevida.
     
    Aquecimento: É comum as ventoinhas ligarem quando estou renderizando algo no Maya/Blender (ou quando o flash está ligado, mas nem me lembro da última vez ;P). No entanto, o MacBook nunca se desligou sozinho, então nunca houve um super aquecimento propriamente dito. 
     
    Durabilidade
     
    Este é o ponto mais impressionante. A única coisa que deu defeito desde o dia da compra foi a borracha inferior que simplesmente derreteu e se soltou. Foi feio, mas logo descobri que era problema de fábrica e a iTown trocou fora da garantia sem cobrar nada. 
     
    Obs.: Essa borracha nova é de uma qualidade muito melhor que a antiga. Não suja, derrapa menos e esquenta menos. Não sei que bruxaria é essa, mas aconselho todo mundo que tenha esse MacBook trocar esta borracha mesmo que a sua não tenha causado problema.
     
    O exterior da máquina continua lindo. Eu conservei este notebook muito bem nos primeiros anos, mas depois tive que ser menos cuidadoso devido à vida agitada. Mesmo assim ele não possui amassados, mesmo nos pontos onde já levou pancadas fortes. Vez ou outra dou uma limpada para ficar mais branquinho. Acho esse computador muito bonito.
     
    No geral, meu trabalho do dia-a-dia se desenrola muito bem. Este MacBook cumpre o trabalho, mesmo que as vezes haja uma lentidão aqui e alí. Não trocaria essa lentidão por R$ 8 mil a menos na minha conta. No entanto, isso não será para sempre. Pretendo trocar este computador quando eu me formar em Design, o que seria 2017 pelas minhas contas. E mesmo depois disso, ele ainda terá muita utilidade nas mãos de minha namorada, que é estudante de Direito e não precisará de muito processamento.
     
    Recomendações
     
    Eu paguei pouco menos de R$ 3000 na própria Apple Store BR, em 2009. Vejo o pessoal vendendo esta máquina por R$ 1500, as vezes menos. Acho que vale muito a pena. Eu trabalho nesta máquina, e com certeza meu trabalho pagaria R$ 1500 a curto prazo. É ótimo para trabalhar, ganhar dinheiro e depois comprar um computador mais potente, talvez até mesmo um iMac usado, visto que você já teria a mobilidade do MacBook.
     
    Engraçado que vejo muita gente perguntar se o MacBook Pro/Air de hoje seria bom para design gráfico/industrial e eu vejo gente responder que não. Meu MacBook morre de rir com isso. Claro que você pode trabalhar mais rápido até mesmo num MacBook Air de entrada, e isso pode ser até 3 ou 4 vezes mais rápido, mas não muda o fato que a baseline de comparação (no caso, este MacBook branco) é muito boa por si só.
     
    Quando for em 2017, eu dou mais um update aqui
  17. Positivar
    zemahon deu reputação a y0shi em Review do MacBook White Unibody 2009   
    Já que o tópico foi ressuscitado rs, eu sou da opinião que os C2D ainda tem muito gás pela frente. Tive um MacBook white desses e fazia miséria com ele, desenvolvi muita coisa considerada "pesada" nele. Sei que eles são capazes de muita coisa porque há alguns meses atrás estava trabalhando num iMac de 2009 e o bicho segurava incrivelmente bem tudo que faço no i5 de quarta geração hoje. O segredo realmente é o combo RAM+SSD. 
     
    A corrida pelo hardware mais forte deu uma diminuída, antigamente em 2, 3 anos havia uma evolução tão grande no hardware que era complicado não fazer upgrade. Acredito que com a chegada dos smartphones e tablets a corrida mudou de lado e os PCs deram uma estagnada. 
  18. Positivar
    zemahon recebeu reputação de electro em Qual not devo comprar?   
    Matheus... vai com calma com a moça
    Pois bem, você não disse o motivo de querer um NoteBook novo, então é impossível decidir qual é o melhor para você. Isso por que nem tudo é "melhor" que os outros, mas sim "melhor para alguém". Se você for um usuário comum, por exemplo, o MacBook cai como a melhor opção. Iria ainda mais além e aconselharia um Air, e não um Pro, para você. Afinal, algo mais leve a mais fino pode ser melhor para você carregar (ainda mais que a maioria das mulheres andam com bolsas que cabem muito bem um notebook de 11-13").
    Mas no fundo o Matheus tem razão. É mais fácil você querer opinião de "qual mac é melhor para mim?" do que notebooks de marca variadas aqui neste forum.
  19. Negativar
    zemahon deu reputação a Girottooo em Como funciona o bluetooth do iPhone e iPad?   
    Como funciona e em qual produtos funciona?
  20. Positivar
    zemahon recebeu reputação de carlos.artes em Qual not devo comprar?   
    Matheus... vai com calma com a moça
    Pois bem, você não disse o motivo de querer um NoteBook novo, então é impossível decidir qual é o melhor para você. Isso por que nem tudo é "melhor" que os outros, mas sim "melhor para alguém". Se você for um usuário comum, por exemplo, o MacBook cai como a melhor opção. Iria ainda mais além e aconselharia um Air, e não um Pro, para você. Afinal, algo mais leve a mais fino pode ser melhor para você carregar (ainda mais que a maioria das mulheres andam com bolsas que cabem muito bem um notebook de 11-13").
    Mas no fundo o Matheus tem razão. É mais fácil você querer opinião de "qual mac é melhor para mim?" do que notebooks de marca variadas aqui neste forum.
  21. Positivar
    zemahon recebeu reputação de NicholasPufal em teclado sem Ç (cê cedillha) - o pouco caso da Apple Brasil   
    Eu acho bastante prático o option+c. A Apple está "nos deixando para o lado" sim, por não adaptar nosso padrão, mas isso não significa que isso seja algo ruim. A letra "A", que é a que eu uso mais com "Ç" tá bem perto do "C", o que torna tudo mais conviniente.
    Ela tá nos excluindo desse privilégio sim, mas não quer dizer que é algo ruim. Prefiro como tá.
×
×
  • Criar Novo...