Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

sirisy

Membros
  • Total de itens

    427
  • Registrou-se em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    3

Tudo que sirisy postou

  1. Ferrari, um governo não tem nada a ver com um condomínio..... em um condomínio eu assino (explicitamente) um contrato qdo compro um imóvel, o que implica em certos direitos prévios em relação a esse contrato (basicamente, o q importa p/ essa discussão, direito de propriedade "sobre mim mesmo", direito de propriedade sobre outros bens q eu já tenho). Eu não assinei contrato nenhum com governo algum.... além disso, as regras de condomínio visam além da questão de tratar de áreas comuns (preservar, manter etc..), regras sobre os usos que não violem direitos de terceiros (som alto, por exemplo).... os governos modernos foram muito, mas muito além disso. Que direito de terceiros eu violo ao importar um iphone? Do vendedor do mercado local? mas ele tem direito a ter o mercado fechado p/ ele?... obvio q não. Violo o direito de quem quer educação com o meu dinheiro? porque alguém teria direito de ter um bem ofertado com o meu dinheiro, contra a minha vontade? Eu sou um escravo dessa pessoa?. Enfim, enquanto as regras de condomínio costumam ser exatamente regras que evitam violações de seu espaço e coisas do tipo, as regras de governo visam tirar de quem é politicamente mais fraco, desorganizado (por uma série de motivos) e dar a quem faz lobby, é mais organizado etc.. e isso é uma imoralidade do meu pto de vista. Se um governo faz isso, ele deveria ser extinto e "refundado", reorganizado. Obviamente nada disso acontecerá se as pessoas entendem que o governo pode dar, financiar tudo e é essa mesmo a função dele, enquanto aos indivíduos cabe pagar a conta e tentar ser maioria p/ definir as leis ao seu favor, gerar privilégio e subsídios p/ si, sem nenhuma noção de direito inato, natural do ser humano que não podem ser violados independentemente do tamanho do grupo a que um indivíduo pertença...... mas enfim, realmente é uma discussão longa e que sai muito do assunto do tópico...
  2. Ferrari, não questionei o aspecto legal da decisão (se a Apple cumpre ou deixou de cumprir a legislação local).....questionei a "moralidade", "justiça" da legislação local sobre o exemplo do ipad, vc pode obter a informação da garantia facilmente na Apple Brasil (seria um lugar "óbvio" p/ se procurar qdo o assunto é esse).... enfim, não é um problema tão relevante. Agora, talvez realmente a Apple tenha mesmo que se explicar sobre essa "garantia mundial" que ela mesmo propaga p/ deixar as coisas mais claras. Deixar muito claro que vale a tal garantia mundial apenas qdo o produto é oficialmente lançado no país onde vc estiver solicitando a mesma, enfim.... Mas é uma questão de esclarecer apenas. Se ela colocar em letras garrafais "garantia seguindo a norma X" isso é completamente válido independente do que seja essa norma X. Vc compra se quiser. Governo nenhum teria que se meter nisso (a não ser em casos de fraude, desrespeito de contratos etc..) agora eu acho engraçado o Gustavo (e outros por aí) falando em ser "refém" da marca, Apple isso, Apple aquilo. Primeiro não existe isso de "refém" da marca.... a Apple não te obriga a comprar um iphone, o produto é dela e ela vende nas condições que ela achar adequadas. Vc compra se quiser. Se ele é refém de alguém é do governo, que se mete em uma transação comercial cobrando impostos de importação absurdos, q gera a diferença de preços que temos aqui e faz o pessoal buscar essas alternativas (comprar no exterior, fazer contrabando etc..). A Apple, moralmente falando, tem todo o direito de dar a garantia como ela quiser (claro, desde que deixe isso claro antes da compra, daí a minha ressalva que talvez ela pudesse mudar a clareza do seu anuncio sobre isso, mas que obviamente não foi problema nesse caso do Gustavo)
  3. parece que o surto de ganancia dos revendedores brasileiros milagrosamente desapareceu na área de embarque internacional de guarulhos..... bem como a suposta exótica mania de brasileiro querer pagar caro http://macmagazine.com.br/2014/05/09/nova-fnac-no-aeroporto-de-guarulhos-vendera-iphones-5s-pelo-preco-dos-eua-sem-impostos/
  4. primeiro, ninguém é lesado qdo a empresa diz "o produto X é vendido sob a condição Y" ANTES da compra e, realmente depois da compra, a empresa cumpre integralmente as condições Y sobre a questão da fidelidade e simpatia do consumidor, isso é um problema que cada empresa deve resolver. Não é a justiça ou o governo que tem que se preocupar com isso. sobre a legislação brasileira, bem, um judiciário que aplica a ferro e fogo legislações tão non-sense (principalmente em termos econômicos) como as que temos aqui, só consegue no longo prazo transformar a vida do consumidor em um inferno (usando o tema em discussão)..... vc lá atrás disse, ora a Apple entrou no Brasil depois da cf 88 e do cdc.... bem, imagine que um juiz resolva levar as duas coisas a ferro e fogo. No limite a Apple e nenhuma empresa "entram" oficialmente aqui.... ai no lugar de não ter garantia p/ o modelo americano, não teríamos garantia p/ modelo algum (isso p/ não falar de outras consequências não intencionais péssimas p/ o consumidor, como escassez de oferta e consequentemente mais preços altos etc..) enfim, essa mentalidade de transformar em lei qq coisa, em achar que as pessoas precisam ser sempre "protegidas", tuteladas, sempre tem razão contra as malvadas empresas multinacionais somado ao clássico protecionismo vem gerando a mesma coisa sempre.... péssimos serviços aqui e preços exorbitantes. um mercado onde isso (como regulações supostamente pró-consumidores se transformam em um pesadelo anti-consumidor) pode ser visto em tons quase dramáticos é no mercado de planos de saúde. O governo criou tantas regras obrigando os planos a cobrirem tantas doenças e procedimentos que uma pessoa mais pobre está cada vez mais longe de um plano de saúde, pois p/ cobrir tantas exigências o preço vai p/ estratosfera. O que era p/ proteger o consumidor só gerou maiores preços com planos cada vez piores e mais engessados que ninguém pode ou quer comprar, sobrando alternativas bem piores como o SUS. É uma "proteção" e tanto.
  5. dado q esse "arbítrio" foi esclarecido antes do ato da compra, não houve "fraude", ninguém enganou vc, sim.... é um acordo q vc entra ou não por livre e espontânea vontade. A empresa diz: estou vendendo X sob a condição Y (ela anuncia qdo, em q condições vc vai ter garantia etc..). Se vc comprou, aceitou a condição Y.
  6. bem, eu não considero que pq é lei, é moral... existem certas leis que chega a ser um dever moral vc desobedecer ..... e, uma opinião pessoal (foi isso q eu expressei), a cf 1988 é de uma imoralidade enorme e o mesmo vale p/ o cdc.... a questão p/ mim é mto simples.... a apple fabrica o iphone, ela detém a propriedade, a oferta de certos serviços sobre iphone, ela produziu isso e tem o direito ao usufruto do valor que ela gerou, criou.... se ela deseja vender esse bem, essa sua criação sob a condição x, y, z é um "direito moral" dela. Ninguém é obrigado a comprar. E ninguém deveria ter o direito de impedir ou evitar que isso ocorra. obviamente falo da apple pq ela que está em discussão, mas vale p/ qq ser humano ("empresa") isso....
  7. sobre a questão dos impostos p/ fomentar a industria nacional, isso não faz o menor sentido..... o que "fomenta" qq industria é justamente o oposto de proteção, é concorrência, abertura de mercado. Protecionismo só serve p/ transferir dinheiro do consumidor p/ empresários sem que estes conquistem tal dinheiro. No longo prazo a situação é mais tragica ainda..... com os lucros exorbitantes que as empresas protegidas obtem, elas passam a realizar lobbies cada vez maiores por mais proteção, regulação.... enfim, no lugar de supostamente investirem o dinheiro "usurpado" do consumidor via protecionismo em inovação, elas investem cada vez mais p/ manutenção e ampliação da proteção. Essa atualmente é a triste situação por aqui (não só atualmente na verdade, o Brasil sempre foi avesso a idéias pró-mercado, livre concorrencia, abertura, desregulamentação etc..) sobre a questão da garantia dos iphones, eu discordo, "moralmente" da decisão da justiça sobre o assunto..... a Apple desde o começo foi bem clara sobre que modelo ia ou não ter garantia nacional. Se vc opta por comprar o modelo que não teria garantia, é um direito da Apple simplesmente manter o q ela já tinha falado..... ela não te obrigou e nem te enganou falando q daria garantia e não deu.... desde o começo ela disse "não dou garantia". economicamente é mais uma daquelas intervenções do governo que prejudicam as empresas, elevam o custo da mesma e só prejudica o ambiente de negócios no Brasil (já bem prejudicado por incertezas juridicas e economicas nos ultimos anos)
  8. mais um com o mesmíssimo problema..... mas aqui é um ipad mini com tela retina
  9. se tem alguma quebra de filosofia é no próprio Carplay, dado q, até onde sei, em nenhum dos casos a Apple fabrica/ desenvolve o hardware.... nem no aftermarket da Pioneer, nem nos casos em q ele já vinha com a ferrari, volvo etc.. p/ resolver isso ela teria que lançar um "iCar"....hehehehe
  10. p/ academia, principalmente se vc gosta de correr e tal, não encontrei nada melhor que o sennheiser pmx 680i..... ele não cai de jeito nenhum, vc nem lembra que está usando um fone o pto negativo dele é a durabilidade...... supostamente ele é resistente ao suor, mas estou no meu segundo e esse segundo, com 6 meses de uso, parou de funcionar o fone do lado esquerdo.... o outro durou mais ou menos 1 ano (até simplesmente morrer)..... como não encontro nenhum outro fone tão confortável e que se "encaixa" tão bem na minha cabeça, continuo com ele..... agora tem uma versão nova, o pmx 685i..... estou pensando seriamente na compra (até pq o meu atual, como já disse, parou de funcionar o lado esquerdo) pro dia a dia gosto dos shures..... tive um shure se315, que eu detonei na academia (não é resistente a suor) e agora um shure se215..... eles são meio estranhos e feios, mas eu gosto do isolamento que eles geram (óbvio, dentro do que um earphone é capaz)...... sobre os fones da apple, eu simplesmente odeio eles.... vazam som demais e, no caso da minha orelha, simplesmente não param..... chega a dar até raiva.....
  11. não sei se resolve o seu problema, mas vc tentou usar isso: http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=18140 supostamente esse programa deixa vc controlar o pc com o windows do seu mac.....
  12. eu não tenho o pixelmator, mas vc já tentou abrir a imagem no pré-visualização, dar imprimir e clicar no botão "mostrar detalhes"? nesse mostrar detalhe tem um ajuste que fala em "imprimir toda imagem" / ajustar ao papel.... acho que deve resolver o seu problema
  13. icloud não tem gerenciamento de arquivo como um dropbox ou onedrive (até tem em certos apps, mas enfim, é bem mais limitado).... é exatamente esse adicional que eu queria.....
  14. não sei se alguém já sugeriu.... não é bem no iOS 8 (poderia só ser liberado p/ quem estiver nessa versão, enfim...), mas eu adoraria um "iDrive" tipo dropbox, onedrive da Apple
  15. acho que se o app q vc está usando p/ abrir a foto e acessar o airprint não te dá as opções de configuração, vc não conseguirá mudar nada p/ imprimir.... pq vc não tenta algum app da própria impressora, tipo o HP ePrint no caso das HPs?
  16. tem q ver o que eles consideram "crash" e como isso é coletado.... se um app "congela" ou fica lento, com lag e vc fecha ele isso é um crash ou uma ação normal de usuário?.... no ios qdo o app começa a se comportar de forma estranha ele sempre tende a ser "fechado" pelo sistema (aquela famosa fechada rápida que vc nem vê direito que aconteceu e acha que tocou em algum botão por engano)..... no android isso não acontece, o app fica meio "zumbizando" lá até o usuário fazer alguma coisa outro ponto é a coleta.... se não me engano, no iphone/ipad aquela opção de enviar dados p/ apple é por padrão "ligada".... não sei como é no Android.... se a coleta tem a ver com isso, seria um viés contra a apple (imagine a quantidade de pessoas que compram um smartphone barato com android, sem plano de internet... eles podem tender a desativar isso)
  17. bem, eu tenho os 2..... obviamente não tenho "necessidade" de ter os 2, mas é divertido..... acabei ficando com os 2 pq tinha umas milhas no multiplus que iam vencer, não ia viajar, não tinha ninguém p/ vender, aí acabei pegando o air p/ não perde-las (era a única coisa que eu podia resgatar que me interessava um pouco).... o mini eu uso mais qdo vou sair (sem mochila, por exemplo) e levo ele no bolso (qdo vou a um restaurante, algum lugar que tenho que ficar "esperando" e vou sozinho).... talvez ele perca sua "função" nos meus hábitos e usos qdo a apple lançar um iphone com tela maior, não sei.... entre o air e o mini, eu adorei o air (tinha tido só o ipad 1 e depois só os minis - o normal e agora o retina).... a tela é linda (o mini parece ter uma tela mais "lavada", com cores menos vibrantes), os ícones e letras do ios 7 no air são gdes e isso me agradou...... qdo eu posso escolher entre o air e o mini, prefiro o air.....
  18. sempre compro idevices pretos..... gosto de cores escuras e acho mais elegante. Branco além de sujar mais, é muito chamativo.....
  19. Pessoal, é o seguinte.... alguém com Airport Extreme/Express usa o Airport Utility para ios e consegue ver o nome dos devices conectados no lugar do ip ou do mac address? queria que isso acontecesse aqui, mas não consigo de jeito nenhum já configurei o airport extreme como distribuidor de DHCP (sem nat), já coloquei os clientes id em cada dispositivo e p/ mim sempre o airport utility mostra o mac address dos devices, nunca o nome.... alguém que consiga ver o nome pode me informar como é sua rede e se o airport está em somente dhcp ou dhcp+nat.... meu airport está conectado no modem do vivo fibra (que infelizmente eu não posso desligar pq ele faz a separação do sinal da tv e da internet).... eu deixava o airport em modo bridge, mas como queria testar essa questão dos nomes (e em modo bridge diz que não aparece mesmo), coloquei ele p/ distribuir os ips (dhcp) para os dispositivos wifi, mas mesmo assim nada do nome dos devices aparecer na lista do airport utility.... como disse, já coloquei, em cada dispositivo, os nomes como cliente id p/ aparecerem e nada
  20. se vc está reservando um endereço para um pc conectado via ethernet no airport vc tem que colocar o MAC do pc..... não sei como está sua rede, mas se estiver assim modem cisco > airport > outros devices, vc tem que configurar no modem da cisco um ip fixo para o airport.... vc entra lá e seleciona um ip fora do range de ips usados para dhcp pelo modem da cisco.... por exemplo, se o modem da cisco usa 1.1.1.10 a 1.1.1.100 vc escolhe algo 1.1.1.09 ou 1.1.1.101 e reserva p/ o MAC do airport feito isso, vc volta p/ o airport, vai na aba internet do airport utility e se conecta usando o ip que vc reservou (seleciona estático no conectar usando:)..... depois vai em rede e seleciona apenas dhcp ou dhcp e nat (se ele não der aviso de nat duplo, o que provavelmente deve acontecer)..... feito isso, em intervalo dhcp vc seleciona um intervalo de ips fora daquele que vc já usou p/ conectar o airport e o que está sendo usado pelo modem cisco....
  21. - possibilidade de escolher o aplicativo padrão (por exemplo, eu toco em um link em um email e o iphone abre o chrome que eu escolhi como navegador padrão no lugar do safari ou ainda toco em um anexo .docx e abre o pages ou o word que selecionei como app padrão p/ essa extensão de arquivo) - no ipad air (e o modelo futuro de mesmo tamanho ou maior) deixar dividir a tela entre 2 apps - teclado escuro (como no primeiro beta do ios 7.1) - airdrop entre macs e idevices - opção p/ não desativar o wifi qdo o idevice estiver em repouso
  22. não gostei do teclado novo com as letras mais "grossas".... adorava o estilo "fininho" da fonte anterior por outro lado, gostei da maior velocidade das animações e dos novos botões do app do telefone...... p/ completar corrigiram um bug q eu tinha desde o ios 7.0 com a cor das fontes na tela de desbloqueio (meu papel de parede era escuro e as letras não ficavam "brancas" ou claras, ficava tudo escuro e quase ilegível)
  23. bem, as Quadro são placas profissionais da Nvidia, enquanto a GTX 680 é uma placa p/ usuários "gamers", "domésticos"..... o mesmo vale p/ a 7950 da AMD.... nunca tive placas de vídeo offboard em macs (só os mac pros tinham placas off e nunca tive os mac pros antigos), mas nos pcs, p/ jogos (que é o uso principal delas em windows), a GTX680 é melhor no geral (ela era a top single-gpu da nvidia na geração passada, seria a "rival" da 7970 da AMD que está acima da 7950) agora, em macs, no osx não faço idéia de qual tem melhor desempenho, mas eu apostaria mais na nvidia (tem um histórico melhor de drivers / estabilidade no Windows pelo menos)
  24. queria saber qual o problema com a Folha? o artigo deveria ser da onde? carta capital? caros amigos? do site do pt?.... os argumentos importam alguma coisa? e me desculpe..... mercantilismo tem a muito tempo mesmo.... uns países praticam menos, outros mais..... agora o Brasil bate recorde e como não "politizar"?..... realmente o PSDB fez, o PMDB (Sarney) fez, Collor fez (embora tenha sido ele q iniciou uma tímida abertura comercial no Brasil), agora o PT defende explicitamente uma praga econômica chamada "desenvolvimentismo" (é uma versão "terceiro-mundista" do mesmo mercantilismo de sempre) - quem não sabe o que é procure pelo google que vai encontrar.... obviamente a situação não vai mudar com o povão elegendo PT e achando que a culpa são das malvadas corporações internacionais..... o problema é inteiramente político, é impossível não politizar....
  25. vc tentou ir em preferências > som > saída e selecionar o auto-falante do macbook pro? ou então no iconezinho do som na barra superior do osx, pressione option+ clique com o botão direito..... ele vai listar os seus dispositivos de saída de som..... ai é só vc selecionar o auto-falante interno do macbook
×
×
  • Criar Novo...