Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Helon

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registrou-se em

  • Última visita

Sobre Helon

  • Data de Nascimento 27-10-1974

Métodos de Contato

Informações do Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Brasília/DF
  • Interesses
    Plastimodelismo, Bombeiros, Piloto de avião.

Conquistas de Helon

  1. Eu tenho um MBP do primeiro que saiu. Comprei em março de 2006. Eu uso ele ligado direto na tomada o tempo todo e com teclado e monitor externo. Isso estraga a bateria. Quando eu digo direto, é DIRETO MESMO! Tem um pad daqueles com ventilador embaixo. Uso ele como meu Desktop. Para uso diário, preferi um MB Branco C2D A1181. Tenho ele a um bom tempo também. A bateria dura mais e o sinal do Airport é melhor pela localização da antena... mas vamos a tal bateria. A bateria deve ter seus elementos funcionando sempre. Isso quer dizer, carregando e descarregando. Se o sentido é um só, a bateria vive menos. É necessário, no entanto, que AO MENOS 1 VEZ por mês, se faça a calibragem da bateria já citada por algum colega. Não se encanem com isso de CICLOS. Eu tinha um ibook G3 que a bateria tinha uns 500 ciclos e durava uma eternidade. O meu Branco tem 237 ciclos. Nunca usei o Coconut battery para saber, mas a bateria tem durado muito... Mais importante ainda: Uma bateria NOVA custa uns 70/100USD nos Estados Unidos. Som imposto e tudo, se sair caro, dá uns 200 USD aqui. Vale a pena tanta preocupação? O meu velhinho MBP quando eu tiro da tomada dura 2h ainda (com a bateria acusando "Check battery" nas informações do sistema). E olha que o meu é "dos que fritavam ovo". Eu uso o "fan" ligado a 4500 rpm (smcFanControl) Aproveitem seus computadores e o que eles podem dar. São fantásticos! Sobre viajar com ele em sleep: Um cuidado com note em geral é dar log off sempre que colocar ele na mochila! Se um ladrão (deus me livre) pega, já viu! Com o log off a possibilidade diminui de acessar os seus arquivos importantes. Eu uso o SmartSleep. Eu ajusto para hibernar sempre. Isso poupa carga da bateria e nunca tive problemas. O sleep consome um pouco e corre o risco do computador ser "acordado" por uso de rede (wireless) ou de dispositivos BT ou IR. Se ligar, vai aquecer dentro da mochila. Isso já aconteceu com alguns usuários que eu conheço. Não custa hibernar....... Bom, falei demais!
  2. Obrigado! Agora é aprender a usar!!!
  3. Eu tenho quase a mesma configuração que vc. Eu uso o MB ou o MBP ligado na entrada HDMI com o audio conectado pela entrada de som da tv. Tanto faz ser pela VGA quanto pelo HDMI o som sai do note e passa pela TV. A minha é uma plasma LG 42" Antes eu tinha um mini ligado direto como Media center, mas deixei de lado por usar muito pouco. Valia mais a pena conectar o note.
  4. Eu já usei os dois. O VMWare Fusion é mais leve e tem a vantagem de usar os dois cores do processador enquanto o parallels só usa um. Para jogos não é muito bom. Eu nunca usei para isso mas a aceleração gráfica não é boa em nenhum dos dois. Se for esse o onjetivo, use o Bootcamp. É possível compartilhar pastas, etc. Valem o preço.
  5. Por segurança, faça o logout. Caso a máquina seja roubada, o desgraçado não terá acesso aos seus arquivos pessoais e de trabalho. Claro que tem como quebrar a senha, mas vai um trabalho para o ladrão. Outra coisa boa de se fazer é desligar o BT e Airport. Esses dispositivos podem ativar o note sem querer e ele aquece na mochila fechada. Se você não usa, também pode desativar o IR do remote. Nunca desligo meus macs. Deixo em sleep seja em viajem longas ou durante o dia mesmo em casa. Restart só em atualizações.
  6. Toda economia é baseada em ciclos. A economia americaa está passando por um período chamado "estagflação". Nesse período alguns setores prosperam e outros sofrem. Como consequencia o mercado não cresce e fica estagnado. Não há, ainda, o reconhecimento de recessão pelos órgãos oficiais, mas pela definição teórica (dois quartos com GDP negativo) eles já se enquadram. A crise americana é setorizada. Ela está batendo o setor de crédito. Iniciou pelo sub-prime imobiliário (hipotecas mais populares) e agora está atingindo pequenos bancos que compravam esse risco. Como não é possível negociar mais os financiamentos, já que ninguém mais qur assumir esses riscos, a economia parou. Os setores produtivos de grande volume estão em serviços (seguros, comércio, etc.). Há muito tempo que a produção americana tem se voltado a idéias e não a produzir. É mais barato usar empresas na Ásia para help desk, por exemplo, que contratar um americano para isso. Por isso a Apple produz do outro lado do mundo, assim como 99% das empresas americanas. Os mercados estão reagindo a problemas que hoje são internacionais. A Zona do Euro sofre com problemas de ameaça de inflação. Os países de economia mais fraca, como Portugal, tem lá os seus problemas. A França tem um alto nível de protecionismo do trabalhador (lembra bem o Brasil) enquanto a Alemanha segura a produção de quase toda a Zona. As recessões sempre ocorreram. Os mercados tiveram a bolha das .com, o 11/9, um monte de outras rises e passaram por isso. Minha observação fica, somente, que os modelos para que a recuperação aconteçam estão defasados já que os fundamentos econômicos estão "artificialmente" alterados. O Keysianismo não funciona mais com a mesma velocidade. É bem possível que o Banco Central Americano (FED) diminua iainda mais as taxas de juros para acelerar um pouco a economia. O dólar pode se valorizar um pouco, mas está longe de ser um período macabro como as pessoas imaginam. Sobre o Brasil, penso que nossa economia não é ruim. Ne verdade ela sofre do mesmo mal das outras economias latino-americanas - Somos populistas econômicos. O Brasil tem muito dinheiro em reservas cambiais, tem superávit de arrecadação acumulado em anos, perticipa do mercado mundial de uma maneira muito forte e tem ponta em diversas tecnologias que no futuro serão (se já não são) fundamentais como o pró-alcool. O nosso problema está em manter um excesso de custos trabalhistas (como na França), um pesado funcionalismo público, um número ENORME de programas sociais imediatistas e ridículos sob a ótica da resolução dos problemas. Tudo isso é cultural da política brasileira paternalista e de discurso superficial. Na verdade, poucos dirigentes tem a vontade de resolver os problemas de forma mais agressiva. Não vejo o Imperialismo americano. Vejo uma sociedade que descobriu uma forma de crescer e se desenvolver. Não critico se estão certos ou errados, mas não fecho os olhos ao sucesso deles. Claro que isso trás implicações sérias, mas infelizmente Darwin já colocava em seus estudos que a sobrevivência será do mais forte (ou mais adaptado). Em tempos de Euro a 1,50USD e Libra a quase 2.00USD, resta saber o quanto tempo levará para se alcançar o novo equilíbrio econômico.
  7. O .mac fica ativo para você por 60 dias com todas as funcionalidades. Depois que acaba o período de avaliação, ele fica funcionando para o iChat sim. Você só não terá os demais recursos que ele disponibiliza. Se um dia você quiser usá-lo, basta comprar o .mac e quando for registrar, registrar sob o mesmo [email protected] que você colocou inicialmente. Eu uso no iChat com o meu .mac, com o e-Mail do google (jabber). Nunca usei o aMSN. Se quiser algo parecido, sugiro o Adium já que o msn no ichat é muito ruim. Até mais!
  8. Eu só recomendo fazer o logoff antes de colocar na mochila por questões de segurança. Se alguém pegar o seu note, vai no mínimo ter que usar uma senha para usá-lo, além de fechar todos os aplicativos. Mas isso só no caso de transporte. Outra coisa interessante é desligar o BT e Wi-Fi. Tem como "acordar" o mac por esses dispositivos. Basta desativar a opção ou simplesmente desligar os dispositivos.
  9. Sim, Ricardo. Tem que fazer a instalação nos dois. Uma outra possibilidade é instalar um vnc server (sugiro o Vine Server) no que for o servidor. Ai basta usar um cliente para acessar (chicken Vnc). Isso irá permitir o acesso remoto DENTRO da sua rede. Você só terá a funcionalidade externa se usar um port forward do seu router (que funciona com NAT). No caso do Back to My Mac, existem alguns routers na lista dos "aprovados" no site do .mac sob o assunto Back to my mac. É interessante usar um deles para que a funcionalidade seja boa e caso seu conhecimento sobre redes não seja tão grande. Fica "meio" plug and play... Depois de instalado nos dois, basta habilitar nas pref do sistema o compartilhamento de tela e de arquivos. Eu sugiro que restrinja os usuários que podem conectar (há essa opção) e no firewall, permita SOMENTE as conexões para esse fim. O manual do Back to My mac é bom e está disponível no site do .mac
  10. Eu uso o Leopard e baixo a 200-250 com ADSL da Brasiltelecom (2MB). O site que vc mandou funcionou aqui tranquilo. Deve ser algo pontual. Outra coisa que vc pode checar: O wireless SEMPRE vai identificar a menor velocidade disponível na rede. Se o seu mac tem um padrão mais rápido que o PC, ele vai segurar a velocidade na do PC.
  11. Ricardo, O Back to My mac é uma parte do Leopard. Não é disponível no Tiger, salvo engano. O que ele faz? Bem, ele é um dedo-duro do seu ip dinâmico, basicamente. Ele permite que o seu ip verdadeiro (o que vc acessa a internet) seja publicado através do .mac para as outras máquinas nas quais vc tem a conta habilitada. Assim, mesmo que o seu ip seja mudado, o .mac sabe onde seu computador está (endereço de internet válido). O mesmo serviço pode ser feito com o no-ip que serve para associar um domínio ao seu IP dinâmico por um programa que vc instala na sua máquina. Depois que o .mac reconhece isso (ou o No-ip), vc vai ter que liberar as portas do seu computador para que o acesso externo seja direcionado para o tráfego interno (WEB->Lan). Isso se chama port forward. O Back to my mac é isso: ele "liga" os seus macs com ip dinâmico, coordenando o endereçamento deles. Agora a diferença do compartilhamento de arquivos e Tela... Compatilhar arquivos é o que vc já conhece. É acessar o outro computador para pegar (ou gravar) informações nele como se fosse em um drive local. No compartilhamento de tela é um pouco diferente. Você faz um "vnc" -> o computador o qual vc acessa tem a tela "projetada" no seu desktop como se vc estivesse na frente dele. Isso pode ser feito dentro da sua rede doméstica ou a distância (do seu trabalho, da rua). Na rede doméstica não é preciso ter as portas abertas. Para acesso externo precisa. Em casa, por exemplo: Vc pode usar o seu note para controlar o seu mini que é um media center na sua sala como um control remoto; pode ajudar a esposa que não sabe como resolver um probleminha no computado do escritório dela, etc. Esse tipo de acesso não é novo. Tem remote desktop para windows e vários tipos de vnc. Inclusive eu faço tanto para mac quanto para o meu PC no trabalho.
  12. Helon

    DESLIGAR O iMAC

    O Magsafe é só no caso de puxadas inesperadas e acidentais... acho que foi só uma interpretação errada mesmo. Descargas elétricas não são protegidas pelo conector. Seria ótimo ter algo assim. O cuidado é o mesmo que eu tenho com TV, DVD e demais eletrônicos que eu tenho em casa, só tirando da tomada quando o mundo está se afogando. Chuvinhas, um ou outro raio, etc eu deixo. O Mini e Modem ADSL ficam com no-break para evitar os picos de energia e falhas eventuais.
  13. Eu uso o Tim Web desde o lançamento. Funciona bem para o que se propõe - Uma internet móvel para acessar seus e-mails, navegar... Eu uso também para acesso remoto do computador em casa (back to my Mac). Basta seguir a instalação que está na resposta anterior. Eu tinha o VivoZap e cancelei para usar o Tim Web. Motivo? preço. O meu Modem é o HUAWEI branquinho. Quando fui comprar o pessoal não sabia se funcionava, Mas bastou acessar o site do fabricante que funcionou direitinho. A taxa de transferência chega a 20~30Kb/s pela rede EDGE. Não é um ADSL mas quebra o galho. Recentemente a rede entrou em manutenção em Brasília e, segundo a TIM, seria a implantação do 3G na rede (o modem HUAWEI é 3G). Quanto ao problema de conexão/autenticação, basta aguardar uns poucos segundos depois de plugar o USB antes de pedir a conexão. Mesmo no PC (eu conecto pelo VMWare também, além do PCZão) isso acontece.
  14. Eu uso. Não só pelo e-Mail (que nem uso na verdade), mas pelas outras funcionalidades como o Back to My Mac, Backup, iweb, etc. Vale o custo
×
×
  • Criar Novo...