Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Warui

Membros
  • Total de itens

    38
  • Registrou-se em

  • Última visita

Posts postados por Warui

  1. Tentou desconectar a bateria da placa e colocar no carregador? ÀS VEZES os iPhones ligam assim, não chega a completar o boot mas dá sinal de vida pelo menos.

    Primeiro teste óbvio seria testar a placa do aparelho com uma fonte de alimentação ou multímetro pra ver se não está em curto, e também checar se a bateria está em pelo menos 3 volts.

    Testar com outra bateria.

    Mais indicado mesmo é levar para um técnico. Sem as ferramentas adequadas você pode danificar componentes da placa ao remover o flex da bateria e/ou afetar a placa com eletricidade estática da mão ou ferramenta inadequada.

    Melhor conselho: se não é técnico, procure um.

    Boa sorte, abrs.


    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  2. Vamos colocar da seguinte forma, doutor: você compra um carro 0km na concessionária, percebe imperfeições após uns dias na lataria e descobre que o carro foi repintado por um acidente com o caminhão cegonha. Quem agiu de má fé, a concessionária ou a marca? Você comprou na iPlace um aparelho sem garantia da marca e quer esbravejar com o fabricante por que? Vai perder na justiça, porque não foi a Apple quem vendeu e não se trata de aparelho elegível para troca.

    Simpatizo com seu caso, é foda, ninguém merece, mas seja sensato e justo: tem que processar a iPlace por agir de má fé.



    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  3. Quando anunciaram a integração do iTunes ao Finder no Catalina eu até achei que seria positivo, porém depois que atualizei para o novo macOS achei que ficou bem porcaria, várias facilidades sumiram, ou eu é que estou me batendo aqui.

    Eu uso o Mac para realizar backup, restauração e atualização de dispositivos iOS de diversos clientes diferentes, e antes pelo iTunes era tão mais simples, por exemplo, quando o iTunes estava baixando uma atualização para restaurar/atualizar o aparelho conseguíamos ver o progresso do download no canto inferior direito do programa, agora não mais. A barra de progresso da restauração e atualização dos aparelhos também não aparece mais, só quando estamos fazendo backup ou restaurando um backup, aparece agora uma "pizza" que informa o progresso. 

    Outra coisa que também senti falta, é que antes nas preferências dos iTunes, na aba "Dispositivos", eu tinha acesso a cada um dos backups realizados, discriminados com nome do dispositivo e horário em que o backup foi feito, podendo apagar somente o backup que eu quisesse caso não fosse utilizar mais. Não estou mais encontrando mais essas informações.

    Também não consegui utilizar um IPSW baixado fora do iTunes para restaurar o aparelho estando em Recovery Mode ou DFU. Clico na opção Restaurar enquanto aperto Option do teclado porém não abre a janela do sistema para buscar o IPSW.

    Estou batendo cabeça com a alteração ou essas funções desapareceram mesmo?

    Abraço!

  4. Boa tarde. 

    Você consegue pelo menos abrir o app do Apple Music? Ou ele já aparece esse erro logo de cara? Se estiver conseguindo pelo menos abrir o app, no canto superior esquerdo da tela clique em "Música", depois "Preferências". Irá abrir uma janela onde na parte superior você deverá clicar em "Restrições". Nessa opção, veja se tem algo marcado em "Desativar". Desmarque tudo, dê OK e tente novamente.

    Abrs.

  5.  

    Lembro que quando o MM postou sobre o aviso de display não original no iOS a partir dos novos modelos vários ficaram felizes, achando que agora a Apple iria ajudar a desmascarar os mentirosos, e que esse assunto gerou a maior discussão do planeta.

     

    Pois bem, o vídeo abaixo demonstra o iCopy, um aparelho capaz de ler, copiar e gravar quaisquer informações de chips e componentes dos iPhones, exceto o "Secure Enclave", onde ficam armazenadas as informações do "Buscar iPhone".

     

    Com ele é possível copiar as informações do display original quebrado e repassá-las a qualquer display, original ou não, fazendo com que o iOS não identifique a troca, além de manter as funções de brilho automático e TrueTone, que quando estão faltando podem indicar uma troca não autorizada de display.

     

    Com o iCopy também é possível alterar a saúde da bateria, remover aviso de manutenção, copiar informações de cabos flexíveis (inclusive do FaceID, mas isso não copia os rostos registrados).

     

    Enfim, tal aparelho custa 130 reais no AliExpress e já está recebendo atualização para os novos modelos de iPhones, basta que o usuário compre uma plaquinha nova com os novos conectores e encaixar no aparelho.

     

    Vejam abaixo vídeo de demonstração.

     

     youtu.be/DNkR1OFJ8V0

     

     

    Como é o ditado mesmo... "Tampar o sol com a peneira?"

     

     

     

    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

     

     

  6. Não sou obrigado a ser educado com quem está me taxando de mercenário por tabela e você é quem começou com as distorções afirmando que estou me valendo de uma posição para ter credibilidade, quando na verdade eu só quis dizer que se fosse pra eu postar links maliciosos em um fórum, não estaria colocando a minha marca na identificação do meu usuário. Simples assim.

    Você não se denominou especialista, mas se portou como um ao afirmar de forma absoluta que nenhum serviço de torrent é confiável. A conversa deixou de ser a respeito sobre o que o autor do tópico perguntou quando eu rebati a sua afirmação, porque para você dizer que NENHUM é seguro, teria que conhecer todos. Os dados são assim mesmo, zeros ou uns. Ou você é, ou não é.

    Você não pode ler informações incompletas como "uTorrent instala spywares no computador dos usuários" e condenar todo um protocolo de transferência por causa de um cliente de torrrent comercial e porcaria. As empresas não se utilizam dessas ferramentas e até mesmo esses fatos não afetam a integridade dos dados, pra isso existe o CHECKSUM.

    HOJE é mais simples ter servidores de dados, cloud sharing, data centers inteiros, mas nem sempre foi assim, e muitas grandes corporações utilizaram este tipo de transferência no passado, principalmente comunidades opensource, porque a idéia era: se você baixou, ajude outras pessoas a ter acesso e envie também. Sempre acompanhados do código MD5 para que as pessoas pudessem verificar a integridade de arquivos. Como eu disse: Oracle, Canonical e até Nvidia. Na verdade várias ainda utilizam. Nós não estamos falando dos clientes de torrent aqui, estamos falando do tipo de transferência, e eu só entrei nessa discussão porque você foi taxativo: "nenhum torrent é confiável".

    Simples. Começou com uma crítica ao seu comentário, tornou-se baixaria porque o espertão favorito do fórum não sabe ser contrariado.

    Deve ser difícil trabalhar na Globo e ter uma família bolsonarista Entendo seu estresse.

    Abraco! Bom dia.


    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  7. https://horizon.netscout.com
    Mapa intelectivo de ciberataques no globo
     
    Partir pra ataques pessoais e de reputação não leva a nada, ou qualquer comportamento competitivo. Todos tem seu valor. O que vale é compartilhar informações confiáveis e tecer e receber críticas plausíveis e íntegras como forma de colaboração. Nem sempre estamos certos. Namaste.


    Concordo totalmente. Rebati a ideia de que nenhum torrent é confiável, fui irônico com a resposta mas em momento algum quis ser desrespeitoso, e aí então o colega decide começar com ironias vexatórias, chamar de querido e insinuar que a intenção aqui é ser mais um ganhando dinheiro e que estou querendo dar carteirada, distorcendo o que eu disse.

    Não importa se é usuário antigo, não sabe o que está falando e está semeando desinformações (prática bem comum da empresa que ele trabalha, inclusive).








    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  8. Antes de tudo: "querido", não. Você não me conhece, e também não te conheço. Então não seja folgado.

    Citei o meu e-mail profissional porque através do domínio dele qualquer pessoa com Q.I acima de 70 consegue encontrar o meu nome, documento pessoal e telefone usando um site do tipo "Who is Hosting This?" - Quer uma dica (aproveita que é de graça): registro.com.br/2/whois - É bem mais completo inclusive do que uma foto de uma pessoa qualquer e um nome, se pra você isso é sinônimo de confiabilidade.

    Não sou "mais um querendo ganhar dinheiro" aqui. Com dois ou três cliques você verá que eu jamais ofereci serviço algum aqui e que estou ajudando também quando cruzo com algo que eu sei responder, ao contrário de você que parece estar correndo atrás de positivações, mesmo que dizendo qualquer bobagem. Você é quem veio de carteirada com número de postagens. Se fosse pra dar carteirada já tinha compartilhado o lattes e a dissertação de mestrado sobre o uso de Big Data e CIÊNCIA DE DADOS aplicada, mas nem precisa 😂

    Você está se limitando ao que acha que sabe falando sobre p2p e torrent. Como eu disse, deixando de lado a pirataria, que não é o foco do tópico já que o autor não te perguntou o que você acha que é moral ou não, o p2p é sim ainda muito utilizado por grandes corporações, não necessariamente com o torrent (mas também). Muitas delas também já distribuíram seus softwares através do torrent. Quer um exemplo? SÓ A CANONICAL, distribuidora do Ubuntu (só!!!). A Oracle (coitadinha, pequenina), a USP, a UFPR, UFRJ... Poderia ficar o dia todo aqui da aplicação atual do p2p no uso acadêmico e corporativo. Já não se usa mais tanto o p2p para distribuição porque atualmente é muito mais simples e barato menos caro ter servidores de arquivos dedicados e com grandes capacidades de armazenamento.

    Deixando de lado esses termos da TechTudo (by-passado, hahaha pão de batata), dê uma lida sobre hash, principalmente MD5. Não custa ler antes de falar.

     

  9. Se fosse pra eu compartilhar links maliciosos, não colocaria meu e-mail profissional na minha assinatura, minha localização, a logo da minha empresa no avatar, deixe de ser ingênuo.

    Você fala com tanta propriedade sobre segurança da informação, deveria saber que não se tratam de links maliciosos. Provavelmente seu Avast! vai te proteger aí, fica tranquilo.


    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  10. Se troca de arquivos p2p fosse segura, todas as desenvolvedoras do planeta distribuiriam seus softwares dessa forma, economizando milhões em infra-estrutura.
    O arquivo pode ser íntegro na hora que sai da primeira máquina. No momento que ele caiu em uma máquina desconhecida, você não pode mais garantir a "originalidade" dele e nem vou colocar aqui uma "má fé". O computador do seeder pode estar infectado por vírus e ele nem saber, mas e daí? Você vai receber o arquivo com vírus e já era.
    Dado que não há controle algum sobre a distribuição, podemos afirmar que nenhum Torrent é seguro. Isso vale para qualquer outro p2p.


    Dois links de suma importância que você leia:

    https://lmgtfy.com/?q=o+que+%C3%A9+hash+md5%3F&s=g

    https://lmgtfy.com/?q=por+que+n%C3%A3o+devo+falar+sobre+o+que+n%C3%A3o+sei&s=g

    Thank me later.




    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  11. 13 horas atrás, Alan Leitão disse:

    "... Baixar de torrents, mesmo os "mais confiáveis" (não se engane, não existe Torrent confiável), deixa você exposto..."

    Pra fazer uma afirmação tão absoluta, imagino que deve conhecer todos os trackers de torrent existentes.

    "Torrent" é apenas uma forma peer2peer de compartilhamento de arquivos, não tem nada a ver com o conteúdo dos arquivos. Existem diversos trackers sérios, comunidades extremamente fechadas, onde o compartilhamento de arquivos tem regras rígidas e é feito de forma segura.

    Para que fique claro a todos, quando fiz meu comentário, estava tratando estritamente da forma de compartilhamento, e não entrei no mérito da legalidade/moralidade da pirataria. Particularmente prefiro comprar os apps pois gosto de mantê-los atualizados, mas por favor não sejamos hipócritas.

    Abrs.

  12. Não vale a pena, amigo. Não por esse preço. Com esse valor a pessoa pega à vista na Fast Shop, lacrado também mas com nota fiscal, se for em uma loja não autorizada capaz ainda de conseguir parcelar esse valor.

    Pensa que você tá pegando num negócio, não vai usufruir dele e ainda vai ter que esquentar a cabeça anunciando, negociando e vendendo.

    Não sei qual é o negócio de vocês, mas EU pegaria nessa situação por no máximo 5800.

    Abrs




    Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  13. BCM943602CS 

    Procura esse modelo no AliExpress, eu peguei de uma empresa chamada IdeaTrust mas existem diversas outras fabricantes que usam esse chip. Na época paguei uns 150 reais. Só plugar na placa mãe e ser feliz. Roda nativo sem precisar de patch, nem nada, inclusive já no Recovery Mode. Funciona AirPlay, AirDrop, HandOff etc etc, tudo nativo. Também funciona no Windows normalmente, mas pro Windows precisa de driver que é extremamente fácil de conseguir.

    EDIT: é WiFi e Bluetooth. Ambos funcionam nativo e 100%

    Abrs.

  14. Olha, até onde eu sei, o backup que se faz nas configurações do app é uma compressão dos dados locais e upload para a nuvem (iCloud Drive no caso do iPhone, Google Drive para os Androids). E também existe o backup bruto que é feito pelo iTunes no PC ou Mac.

    E o backup cross-plataform é impossível, infelizmente. Como não armazenam numa nuvem própria do WhatsApp, mas sim nas nuvens próprias das plataformas, elas não conversam entre si então não há como migrar dados de Android pra iPhone e vice-versa no caso do WhatsApp.

    Abrs.

  15. Cara, eu particularmente jamais faria essa troca. Eu tenho também um X de 256GB, só trocaria por um XS Max ou 11 Pro Max por causa do tamanho e se conseguisse um valor bom, mas de resto o X atende muito bem qualquer necessidade.

    Não trocaria jamais por um XR ou 11 por serem mais grossos e também obviamente pela diferença gritante entre os displays.

    Minha opinião. Abrs!

  16. 1 hora atrás, Heitor disse:

    Não necessariamente. Um problema na placa mãe com algum curto pode fazer o aparelho superaquecer sem que seja mostrado nenhum aviso no sistema. O aviso que você falou é SOMENTE quando se expõe o aparelho à temperaturas elevadas (como deixá-lo dentro de um carro num dia muito quente), não para o uso normal. Se o aparelho está aquecendo mais que o normal, deve ser sim investigado e pode ser um problema interno que o iOS NÃO vai informar. Já tive problemas com placa mãe em um aparelho e não existe qualquer alerta do sistema quanto a isso, somente um diagnóstico da Apple ou autorizada para identificar. 

    Pode não ser obrigada, mas é uma política da Apple de prestar garantia global para todo e qualquer iPhone comprado em qualquer lugar do mundo. Ela pode se negar a prestar garantia, mas estaria indo contra sua política de reparo. Além do mais, como o rapaz falou acima, já foi prestado reparo para o XS Max dele americano sem qualquer problema. Também já tive iPhone e Apple Watch trocado em garantia sem ser o modelo vendido no Brasil.

    Você está equivocado, amigo. O sensor de temperatura dos aparelhos (inclusive o Watch) identificam altas temperaturas independente da causa. Geralmente aparelhos em curto nem sequer ligam, quiçá funcionar todas as funções, haja visto que o colega só mencionou o sintoma de alta temperatura (nem sequer mencionou queda repentina de carga da bateria e desligamentos aleatórios, sintomas clássicos de um aparelho em curto). Um aparelho em curto eleva a temperatura a tal ponto que é praticamente impossível segurá-lo com a mão ou deixá-lo no bolso. Ele também comentou que a autorizada não identificou quaisquer defeitos com a ferramenta de diagnóstico, que como eu disse, é extremamente precisa podendo identificar basicamente qualquer pequena alteração, e aqui estou falando qualquer mesmo, inclusive eletricidade estática ocasionada de forma não intencional pelo usuário.

    Sobre essa "garantia global": é mito. As lojas americanas trocam basicamente tudo, porém em diversos países a marca age como no Brasil, se reservando ao direito de não efetuar o reparo ou troca do dispositivo caso ele não seja oficialmente vendido naquele país. Eu posso te garantir que essa é uma orientação da própria marca, as assistências autorizadas não ganham nada mandando o cliente embora sem prestar suporte. O que elas fazem muitas vezes é o reparo fora da garantia por conta própria (onde elas realmente ganham dinheiro pra falar a verdade). Pra ser sincero até demais, a real "política de reparo" da Apple é o que eles passam às autorizadas. A marca nunca prometeu a troca do aparelho completo, e mesmo assim a maioria esmagadora dos clientes pensam que têm o direito absoluto de receber um aparelho novo na garantia.

     

     

×
×
  • Criar Novo...