Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Placar

Conteúdo Popular

Mostrando conteúdos com a mais alta reputação desde 19-01-2022 em todas as áreas

  1. Se esse indicador de saúde não existisse, você estaria preocupado agora com a sua bateria? Poderia dizer sem sombra de dúvidas que após a atualização você percebeu impacto na autonomia? São perguntas honestas, porque eu uso e conserto iPhones desde sempre, e na minha opinião e experiência as pessoas reclamavam da bateria com mais legitimidade. Antes o cliente percebia que a bateria já não durava mais a mesma coisa, e agora me ligam pra dizer que baixou 1% da saúde do dia pra noite, ou que o iPhone do fulano parece não baixar na mesma velocidade. Me parece neurose, pra ser sincero. As pessoas passaram a trocar de iPhone por causa desse número (que é uma estimativa e pode inclusive subir) sem mesmo cogitar uma troca de bateria ou até mesmo se a autonomia realmente diminuiu e deixou de atender a necessidade. Fico imaginando se os pneus de carros e amortecedores tivessem indicadores de saúde. Acredito que a Pirelli e a Cofap iam lucrar razoavelmente mais, mesmo as pessoas fazendo o mesmo uso dos carros, rs. O iPhone 6S é de 2015 e recebe atualização até hoje, no mesmo dia em que o iPhone 13 Pro Max recebe. Tem usuário com Mac 2010 fazendo uso profissional. iPad também costuma ter vida útil mais longa que os concorrentes. São aparelhos que desvalorizam muito menos que os da concorrência e são vendidos seminovos com bastante facilidade... Então particularmente eu não vejo obsolescência programada. Sendo sincero aqui, já que você tocou no assunto: você tinha um iPhone 11 Pro, que é um monstro. Vai dizer que a Apple te forçou a troca pelo 12 Pro?
    9 pontos
  2. ferdsnando

    [vendo/troco] - iPhone 11 pro 256

    vou esperar mais um mês com essa queda de preço dele aí vai tá uns 2mil espero aguento mais um pouco kkk
    5 pontos
  3. Cara ofereço 3000 porque esta com a bateria viciada e não e o ultimo lançamento.
    5 pontos
  4. fabiowap

    [vendo/troco] - iPhone 11 pro 256

    Esse modelo já está muito desatualizado, ofereço R$ 4.000 pois já tem 2 gerações a frente.
    5 pontos
  5. a tara por bateria é algo que eu não consigo entender. tem gente que compra um produto novo e aí a primeira coisa que faz é criar uma conta aqui no forum e abrir um tópico perguntando "como faço pra não danificar a bateria"? 😂 pelo amor de deus bicho, usa teu equipamento, te diverte com eles, seja feliz, f* a bateria!
    4 pontos
  6. fabiowap

    [Vendo iPhone 11 pro 256]

    Ofereço agora pra fechar R$ 2.500 pois além de ser o valor que eu acho que vale estou vendo micro riscos na lateral cromada que faz depreciar muito valor do aparelho. Temos que levar em conta também os 85% de saúde de bateria, uma substituição dessa além de abrir o aparelho não sai por menos de R$ 600,00. Desta forma ofereço R$ 2.300. Peraí, vi aqui que o aparelho foi vendido em outro post nesta madrugada e já reanunciado. Ofereço R$ 2.000 pois está com cara que foi devolvido na velocidade da luz.
    3 pontos
  7. Ahhhhhh....voces são demais seus danadinhos!!!! Obrigado pelo Feedback pessoal! Esse tipo de dedicação e atenção a gente não encontra em nenhum grupo de Facebook ou qualquer outra bobagem moderna. Só nos bons e velhos fóruns mesmo! Esse tipo de coisa é que faz valer a pena ainda manter conta em fóruns como esse. Apesar de vivermos submersos em um universo de anúncios de venda de iPhone e iPad, de vez em quando surgem essas interações entre os usuários que fazem tudo valer a pena. É muito legal ver várias pessoas dedicando um pouco de seu tempo pra formular e escrever uma resposta a um questionamento feito por um outro usuário qualquer. Muito obrigado a todos! Sim, voces me convenceram! Esquece Mac Pro! Vou manter meu iMac vivo por mais alguns meses/anos, até a situação permitir partir pra um Apple silicon mesmo. Apesar de, como bem constatou o @BetoGaleazzo, minha pira por mac vintage ser enorme! 🤣 Então eu adoraria ter um Mac Pro desses aqui na mesa (ou no chão). Cheguei até a dar uma pesquisada nos PowerMac G5! Não ia dar pra fazer muita coisa com ele, mas pelo menos ia aquecer o quarto no inverno! 🤣🤣🤣 Esse gabinete "ralador de queijo" é lindo demais e eu adoraria ter um desses. Mas enfim, analisando friamente não vale a pena mesmo. Ia gastar uma graninha num Mac Pro 2009/2010, ia ter que gastar mais um pouco pra fazer uns bons upgrades, e ia conseguir no máximo rodar um Catalina ou Mojave por mais 2 ou 3 anos, até começar a sentir gargalar de novo. Então vida longa e próspera a meu iMac 2010, que recentemente desmontei, limpei, troquei pasta térmica, ssd, e tá rodando suave, lisinho....hehehe Mais uma vez obrigado a todos! Agora deixa eu voltar pro marketplace do Facebook e seguir com minha pesquisa por "iMac G3".....🤣 🤣🤣🤣🤣 Abraço. Obrigado pela resposta meu querido! Mais completa impossível! Cara, só um comentário: eu não acho que esses parches do Dosdude sejam muita "gambiarra" não. Nesse teu Mac Pro vai rodar o Catalina frouxo com o parche, e vai rodar liso cara, sem bug, sem defeito. Abraço.
    3 pontos
  8. Boa tarde amigos foristas... Alguns aqui me conhecem, já tendo feito negócios comigo, sejam compras ou vendas. Outros podem não me conhecer, mas sou um user já antigo da casa. Vou me desfazer de alguns itens que tenho parados por aqui e vou criar os anúncios individuais pelo ML, porém já aproveito para elencá-los antes aqui, para o caso de algum amigo ter interesse, já se antecipando ao restante do mercado. Conforme eu criar o anúncio, retorno e acrescento o link aqui também. Moro no interior de São Paulo (São José do Rio Preto +ou- 430Km da Capital), mas vou eventualmente para SP. Vamos lá: Apple TV 3ª Geração (R$ 299,99) Acompanha Caixa Original, Controle Remoto, Cabo de Energia e Cabo HDMI Funciona perfeitamente, sem marcas de uso Apple Time Capsule 1TB 3ª Geração (R$ 499,99) Acompanha Caixa Original, Cabo de Energia e Cabo de Rede Gigabit Funciona perfeitamente, leves marcas de uso devido ao tempo Apple iPhone X 256GB Prata/Branco (R$ 1999,99) Acompanha Caixa Original, Carregador + Cabo Lightning/USB + EarPods Lightning Funciona tudo perfeitamente inclusive FaceID, tela já foi trocada uma vez e a traseira está trincada, leves marcas de uso, bateria durando o dia todo mas já com aviso de substituição Apple MacBook Pro Retina 15" Mid 2012 (R$ 4999,99) Intel Core i7 2,6Ghz / 16GB 1600Mhz / SSD 756GB / GeForce GT 650 1GB + Intel HD 4000 Sem Caixa. Acompanha Laptop e Carregador Original + Carregador Paralelo. Já teve a motherboard e o Display trocados pela Apple (Recall) Mi Smart Band 6 (R$ 199,99) Acompanha Caixa, Relógio, Pulseira e Cabo Carregador Funciona perfeitamente e sem marcas de uso hTV Box 3 (R$ 499,99) Acompanha hTV Box, Cabo de Alimentação USB e Controle Remoto Sem Caixa. Funciona perfeitamente e sem marcas de uso. Liberado PC Gamer (R$ 5999,99) Intel i7 7700 3,6Ghz / T-Force 32GB 3200Mhz / Corsair nVME 1TB / Asus RoG Radeon RX 580 8GB / Gabinete Pichau Gadit X RTB / Fonte Corsair RM650X
    2 pontos
  9. alvaro81886

    [Vendo iPhone 11 pro 256]

    Após o comentário acima vejo que há um certo risco na negociação e o aparelho possui marcas de depreciação. Ofereço 1.500. É o que vale após minha avaliação minuciosa.
    2 pontos
  10. Sem preço é doação? De qualquer forma ofereço R$ 800,00 pois depois que saiu da loja já deprecia mesmo.
    2 pontos
  11. Indicador de saúde da bateria é uma coisa que eu só olhei duas vezes: quando eu fui comprar, e quando eu for vender.
    2 pontos
  12. BetoGaleazzo

    iPhone SE não roda jogo leve

    Com certeza não é falta de recursos de hardware, por motivos óbvios. Existe um único teste possível pra saber se é o aparelho: faz um backup dos dados importantes, faça um reset e atualize o aparelho pra última versão disponível, ative como aparelho novo sem passar o backup e instale SOMENTE o app em questão. Veja se o mesmo problema ocorre. Se continuar acontecendo, é algo com o próprio jogo em si, que não foi otimizado pra certos aparelhos ou está com bugs. Tem que ver na AppStore quem é o desenvolvedor e entrar em contato pra tirar a dúvida.
    2 pontos
  13. Valor eu mesmo posso dizer? Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
    2 pontos
  14. Não sabia que era você quem decidia o valor que eu devo vender, desculpe mas já foi vendido, podem fechar o tópico
    2 pontos
  15. brunogoulart

    Applecare+ no Brasil

    Recentemente ativei uma troca por dano acidental do meu Apple Watch em uma autorizada e, em conversa com o técnico, ele disse que pelo que se sabe nem tão cedo o AC+ será comercializado por aqui. Pra mim, essa garantia já é válida de qualquer maneira. Por conta do câmbio, talvez seja melhor contratar os AC+ com uma conta americana pela internet, mas é só uma sugestão. Sent from my iPhone using Tapatalk
    2 pontos
  16. Passando pra recomendar o Alexandre, negociei com ele um Apple Watch e correu tudo muito bem! Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
    2 pontos
  17. Desculpa reviver o tópico mas eu tenho um teste que acabei de fazer e acho válido compartilhar. Essa semana eu abri a tampa traseira do meu Air M1 para colocar thermalpads na área do dissipador dele (fazer o Thermal mod que o povo faz ai)... e ok... fechei e dei um torque fortinho nos parafusos... só que eu fui abrir a tela dele uns 2 dias depois (pois tenho usado ele fechado, só mantendo em sleep)... e percebi que ela tava beeeeem dura pra abrir... tanto que deu uma levantada nele no suporte... achei estranho mas ok... ontem aconteceu a mesma coisa e eu fiquei meio encucado e pensei na possibilidade de eu ter apertado d+ os parafusos da parte de tras perto da tampa. Então agora eu peguei ele e testei novamente abrir a tela... e simplesmente ele levantou a base junto e não abriu... então peguei a chavinha P5 novamente e dei uma leeeeeeve desapertada nos parafusos de tras... coisa de 1/4 de volta... e pra minha surpresa a tela voltou a ser totalmente molinha de novo! Eu não sei como isso poderia acontecer sozinho (dilatação talvez e contração talvez?) mas definitivamente o torque dado nos parafusos fizeram a tampa passar de bem rigida a ponto de levantar a base... para algo bem molinho como sempre foi
    2 pontos
  18. Cheguei um pouco tarde mas gostei da ideia, amigo Marcos! Confesso que nunca joguei Quake e também nunca vi nada sobre o jogo, apesar de muito ter ouvido falar. Nesses últimos meses tenho voltado a jogar alguns dos jogos que jogava anos atrás então esse aspecto "clássico" do Quake me interessa bastante. Tenho um Power Mac G5 que comprei há alguns anos e nunca usei, talvez esta fosse uma boa oportunidade de colocá-lo para funcionar. Respondendo ao amigo @BetoGaleazzo, pelo que pesquisei existe o projeto ioquake3, que nada mais é do que uma comunidade que busca continuar suportando e atualizando a engine do Quake 3, que tem código aberto. Eles dão suporte ao Windows, Linux e macOS, incluindo aqueles com M1, então dá para todos jogarmos. Para isso, basta fazer o download do binário da sua plataforma de preferência e copiar os assets do jogo original, seja a versão vendida na Steam/GOG ou do CD-ROM apontado pelo amigo Marcos. As instruções detalhadas estão no site do projeto. Como a base da engine é a mesma, aparentemente podemos ter jogadores em todas as plataformas e arquiteturas simultaneamente e, inclusive, entrar no servidor criado pelo amigo Marcos em seu clássico iMac G4.
    1 ponto
  19. Em perfeito estado. Funcionando perfeitamente. Apenas com um problema em duas entradas USB (fácil reparo). Sem funcionar o Bluetooth embutido ao computador. Valor: R$ 1.600 Localização: São Paulo (Capital) Fotos:
    1 ponto
  20. Se rolar um cross-platform com Ruindows eu jogo kkkkk vou nem tentar rodar no M1 😂
    1 ponto
  21. Olá, a tela do iPhone X é OLED. No link do ML estão as fotos. https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-2151763658-iphone-x-256-gb-prateado-_JM
    1 ponto
  22. Mais ajuda do que atrapalha esse indicador. Além de não ser totalmente preciso, as pessoas PRECISAM entender que a bateria se degrada. Simples assim. Seja por idade, uso, temperatura, etc... Ela vai se degradar. Se criou uma verdadeira legião de gente complexada, olhando diariamente a saúde, ou até pior, desativando funções e regulando o uso do aparelho para "poupar" bateria. O consenso é que o melhor a se fazer, é manter a bateria entre 20 e 80% de carga, que o desgaste é menor. O uso de carregamento rápido, que gera mais calor, também é bom evitar. De resto, a Apple deveria simplesmente abolir isso e somente mostrar quando a bateria estiver com 75% de saúde, recomendando uma troca e quando atingir 60%, pedindo que o usuário troque a bateria. Nada a ver relacionar obsolescência programada com um componente que sofre desgaste.
    1 ponto
  23. Amigos

    Apple e a obsolescência programada

    Amigo, acredito que esse paragrafo seja tão relevante e verdadeiro quanto possível. Vejo que o amigo que fez a publicação inicial não trouxe um questionamento ou discussão, e também não adicionou nada de relevante ao tema para além dos dados citado. Pessoalmente, adoraria ver uma resposta às reflexões que você propôs. Falando especificamente do medidor de "saúde" da bateria, tenho a sensação que esse dado tem um efeito prático mais negativo do que positivo. Querendo ou não, ele é um belo exemplo de como somos expostos a informações das quais pouco entendemos seu significado real, resultando nessa espécie de "neurose" que me parece rondar as baterias. Algo que todo usuário de iPhone deveria ter em mente é que o processo de estimação da capacidade total de carga de uma bateria não é um problema resolvido, muito menos exato. Em primeiro lugar, não existe uma metodologia única de definição desse valor, ou seja, tantos os indicadores, tais como temperatura de superfície, tensão e corrente de carga entre outros, quanto a função/implementação podem variar. Como nenhum desses indicadores é capaz de apresentar o valor real da capacidade de uma bateria, o máximo que podemos fazer é tentar nos aproximarmos de um número que nos de noção do estado da mesma. Sendo assim, o valor que é marcado, e as variações dele, não são um reflexo perfeito da realidade, eles dão tão somente uma noção. Além disso, outro erro dos usuário tem a ver com os critérios que eles mesmos impõem. Não é incomum ver pessoas dizendo algo do gênero de "Em um mês minha bateria caiu 1%, onde já se viu isso?". O questionamento inevitável é: quem definiu que um mês é muito ou pouco para uma degradação de 1%? Essa avaliação acontece baseada somente em ideias arbitrárias que o próprio usuário coloca e que não tem qualquer fundamento. É importante refletir sobre quais os princípios estamos usando para definir essas regras, pois muitas vezes eles superdimensionam o entendimento de algo e terminam em noções e afirmações sem qualquer relação com a realidade.
    1 ponto
  24. Boa tarde Alexandre, Tem fotos dos AirPods?
    1 ponto
  25. Coloca no Mercado Shops, pra eu ver se fica bom pra compra. Obrigado.
    1 ponto
  26. Só um complemento para a sua colocação 1: A garantia de iPhones, iPads e Apple Watches começa a contar a partir da ativação, ou seja, se você comprar um aparelho novo, deixar 3 meses guardado e ativar a garantia dele será de um ano a partir da data de ativação e não da data de compra. É muito importante observar isso porque eu já tive um caso com um iPhone que comprei para a minha esposa. Comprei numa promoção do Shoptime (o vendedor era o Shoptime mesmo) e quando chegou a caixa estava perfeitamente lacrada. Abri, ativei, restaurei backup e quando fui ver em ajustes a cobertura da garantia ela estava com pouco mais de seis meses! Entrei em contato com o suporte da Apple e me informaram que o aparelho já havia sido ativado no passado, ou seja, minha esposa não era a primeira dona. Muito provavelmente foi um aparelho que foi devolvido, o Shoptime lacrou novamente a caixa e o revendeu como novo. Inclusive eles se recusaram a trocar o aparelho porque não se tratava de defeito e alegaram que com a nota eu teria um ano de garantia. Eu tive que simplesmente usar o meu direito de desistir da compra para receber o dinheiro de volta e acabei perdendo o preço promocional que eles haviam feito. Nem pensei em levar o caso para a justiça porque achei que seria complicado para explicar para o juiz que a garantia da Apple é em relação à ativação e não à nota. Enfim, voltando para o assunto do tópico: Baterias não usadas também se deterioram. Há também o caso de aparelhos guardados por muito tempo, em estoques com alta variação de temperatura (principalmente aquecimento). Nesses casos as baterias podem sofrer envelhecimento químico precoce, ou seja, a indicação de "saúde" não varia, mas os componentes estão velhos e podem indicar a necessidade de substituição. Por isso muitas vezes não é percebido um impacto na duração da carga ou desligamentos repentinos, mas essas baterias não são mais confiáveis quando comparadas com as mesmas em parâmetros normais. Eu li, mas sem comprovação alguma porque foi num fórum gringo e não achei nenhuma pesquisa que comprove, que esse tipo de situação é onde ocorrem mais casos de baterias "inchadas".
    1 ponto
  27. Marcelo Virgilio

    iPhone ligação cancelada

    @melro, o iPhone da minha esposa, estava com o mesmo problema após a portabilidade para a Claro. (iPhone11) O que resolveu foi: Redefinir todos os ajustes. Ajustes > Geral > Transferir ou Redefinir o iPhone > Redefinir > Redefinir todos os Ajustes
    1 ponto
  28. Sempre usei 2 monitores no Windows, mas desde que peguei meu M1 (em Julho), só conseguia usar apenas um pelo HDMI do hub (8 em 1 da Baseus - Comprei em Julho por ). Agora em Dezembro vi alguns videos usando um hub azul, compatível com o DisplayLink. Pesquisei e descobri ser o HP Travel Dock. Por coincidência, achei com um preço legal no Aliexpress (Paguei R$ 180). Estou usando a mais ou menos 1 mês a tela do M1 + 2 monitores da Dell e não tenho nada a reclamar, funcionando perfeitamente. Só tem um detalhe que acabei não pesquisando pois não me atrapalha. Quando o mac está aberto, um monitor fica com um tipo de temperatura de cores. Com o macbook fechado, a temperatura de cores muda. Fora isso, perfeita a combinação (Exceto pelo volume de dispositivos, quem preza pela organização deve se incomodar com 2 hubs ligados no mac). A ligação que uso é o hub Baseus ligado no usb-c do macbook e o hub HP ligado no usb do hub Baseus. Prefiro não usar o hub para o carregamento, acabo deixando o carregamento direto no macbook. [EDIT] Consigo usar o macbook + 2 monitores + iPad com sidecar + TV LG, totalizando 5 telas simultâneas com informações diferentes em cada uma delas.
    1 ponto
  29. Tom64

    [Compro] Adaptador USB-C para P2

    Não tenho um para revenda, mas se quiser uma sugestão o adaptador da Samsung funciona perfeitamente e é mais em conta que o da Apple. Tenho usado eles no meu iPad Pro e até agora sem problemas Vi também que o Mercado Livre está vendendo o adaptador da Apple por R$56. Como é vendido pelo próprio site ele é original https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1959070161-adaptador-apple-usb-c-para-conector-fones-de-ouvido-de-35mm-_JM?quantity=1
    1 ponto
  30. O comprador pode ir nas configurações pelo AW e resetar o relógio. Vai conseguir emparelhar, mas em um dado momento vai ser solicitada a senha do Apple ID dela que está vinculado ao relógio. Ela pode também entrar em iCloud.com e AppleID.apple.com e na parte de dispositivos desabilitar o Buscar e remover da conta - nem sempre isso libera a necessidade de inserir a senha do AppleID vinculado na configuração. Se precisar da senha, faça uma chamada de vídeo com o comprador pra que seja feito o procedimento. Depois, altere a senha dela e se não tiver, ative a verificação em duas etapas. Sent from my iPhone using Tapatalk
    1 ponto
  31. Fabio S

    Monitor com USB - C

    Eu tenho um LG 27UN880 e uso conectado pela USB-C. Não sei nada sobre detalhes de painel, tempo de resposta, etc. Meu uso é para aplicações web e office. Por ser 4K, consigo montar uma grade com 4 janelas simultâneas, como se fossem 4 telas de 13”.
    1 ponto
  32. André Bittencourt

    Monitor com USB - C

    A qualidade de imagem dele é muito diferente de um Macbook? Pois é, queria o modelo da Dell, mas eles tiraram de circulação do Brasil, lá fora ainda existe.
    1 ponto
  33. tuba

    (Vendo/Troco) iPhone 12 Pro Max

    BOM DIA gostaria de agradecer a paciencia e atencao do Guilherme Zavataro na negociacao e acabei ficando com o 12 PRO MAX!!!! RECOMENDO A TODOS !!!!
    1 ponto
  34. Se está 8500 a vista e o cara tá vendendo por 8 então você está tendo 500 reais de economia, que mania de querer por preço nas coisas dos outros, o que tem de diferente do iPhone vendido na Apple para os demais?
    1 ponto
  35. Marcão, Se eu for vendê-lo mesmo, vou testar o patch pro Catalina, só por curiosidade. Valeu pela dica ! Abraços !
    1 ponto
  36. Fala Marcão !!!!! Essa eu tive que entrar pra te responder meu amigo já que possuo um Mac Pro 5.1 (2010) e é basicamente minha máquina principal pra tudo. Primeiro, sobre meu setup: Mac Pro 5.1 2010 (original, não é o 4.1 "convertido") Twelve Core (2 x Intel Xeon X5670 2.93GHz / 6.4GT/s / 12 cores), 128GB @ 1333MHz de RAM. volume que roda o MacOS é um SSD PCIe AHCI de 512GB, Sapphire Pulse Radeon RX 580 8GB de VRAM, o Super Drive foi substituído por um gravador de Blu-Ray e a segunda baia de disco óptico possui um adaptador OWC para HD/SSD. Substituí todos os discos mecânicos dos slots SATA por SSDs. Tenho instalados Windows 7, Windows 10 e MacOS Mojave (cada um no seu respectivo SSD). Meu monitor é um Apple Cinema Display 30" (2560x1600) / Placa de Captura de Vídeo PCIe Blackmagic Intensity Pro e Interface de Áudio USB Arturia MiniFuse 2. Quando estou de home-office uso ela para trabalho, navegação Internet, vídeos no YouTube, Word, Excel, rodo bastante coisa virtualizada via VMware Fusion (laboratório e simulações), edito alguns vídeos casualmente (1080p60 mas com a RX580 dá pra editar 4K) usando o DaVinci Resolve e Final Cut e faço bastante edição de áudio para um Podcast usando o Ableton Live, Audacity e Reaper. O que gosto: Para uma máquina com 12 anos de vida ela roda muita coisa e roda bem. É sem dúvida uma máquina parruda, realmente profissional, extremamente estável, confiável e dá conta do recado na maioria dos casos. A compatibilidade com Windows x64 nativo é uma grande vantagem frente aos Macs com M1. Outra coisa memorável, sua incrível capacidade de expansão, dá pra trocar processador (limitado ao Xeon X5690), expandir memória RAM (até 128GB perdendo o Triple Channel e rodando no máximo a 1333MHz), GPU (limitado aos 225W na alimentação e PCIe 2.0), SSD NVME (limitado ao PCIe 2.0), instalar placa USB 3.1, placas de captura de vídeo, interfaces de áudio, etc...etc... E até Thunderbolt eu já vi rodando nesse Mac Pro !!!!! O que não gosto: Apesar do seu inegável poder de processamento, as CPUs limitam bastante a produtividade. Os processadores usados nessa geração de Mac Pro já estão muito defasados, não suportam recursos modernos de otimização como codecs para aceleração por hardware tipo H.264/HEVC. Para tarefas single core o Xeon dessa geração perde feio para muito Core i5 de gerações mais recentes. O barramento de memória também é um limitador, DDR3 rodando a 1333MHz possui largura de banda teórica de 10.6GB/s (em comparação o M1 com memória unificada possui largura de banda de 68.25GB/s !!!!) Apenas por curiosidade, veja o resultado do GeekBench de algumas máquinas, benchmarks não são e nunca foram uma verdade absoluta, mas nos fornecem uma boa base de comparação geral do poder de fogo de uma máquina. É uma máquina grande, pesada e que ocupa muito espaço pelo que faz, eu estou atualmente numa pegada mais minimalista, acho que uma máquina menor, mais moderna e otimizada renderá muito mais que o Mac Pro. Como um colega aí citou, o consumo de energia é algo crítico no Mac Pro, afinal, quantas máquinas gamers (olha que puxei aqui na comparação) você conhece que possuem uma fonte de 980W ??? E veja que interessante, mesmo com uma fonte de 980W e capacidade de upgrade da GPU é limitada pelo suporte de alimentação (a margem segura é de 225W sendo 75W slot PCIe, 75W PCIe AUX 1 e 75W PCIe AUX 2), ou seja, limita e muito as escolhas por GPUs mais parrudas. Claro que há gambiarras, gente que usa adaptadores para extrair energia das portas SATA, Pixlas mod, fontes externas mas eu abomino gambiarra sob qualquer circunstância. O que detesto: Detesto o fato da Apple não suportar mais o Mac Pro 5.1 (mesmo com o suporte longevo da Apple de 10 anos), matá-lo no MacOS 10.14 Mojave é uma vergonha ! Com os upgrades adequados, o Mac Pro 5.1 é plenamente capaz de rodar o BigSur e Catalina sem qualquer dificuldade, exceto claro que recursos modernos como AirDrop, Sidecar, e outras coisas é sem chance mesmo ! Agora, o bola fora mais feio da Apple, foi forçar os donos de Mac Pro 4.1/5.1 a investir numa placa gráfica compatível com Metal para rodar o Mojave e matar logo em seguida o suporte no SO seguinte (Big Sur). Ou seja, quem comprou GPU nova na esperança de ter suporte nativo e oficial para rodar SOs mais recentes se lascou e jogou dinheiro fora (meu caso). E falo de suporte nativo, como disse antes, não gosto de gambiarras e acredito que muitos que dependem de seus Macs para trabalhar também não, sei que dá pra instalar o Big Sur e Catalina via Dosdude1 patch e OpenCore mas essas ferramentas me soam mais como um Hackintosh no hardware Apple do que uma solução efetiva e confiável para manter seu Mac Pro atualizado, sem contar a dor de cabeça para aplicar os updates, desativa isso, ativa aquilo, copia kext pra tal lugar, não é nada "Apple like" entende ? Perde-se toda a magia e prazer de usar um Mac ! Custo/Benefício: Bom, o Mac Pro mesmo com todas as suas virtudes, limitações e defeitos, ainda consegue ser uma máquina para se trabalhar profissionalmente, com algumas ressalvas é claro, mas ainda dá conta do recado e atenderá a necessidade de muitos usuários. A grande questão é que para isso tudo, além do equipamento, você precisa contar com os upgrades necessários para torná-lo mais atual (menos obsoleto) de acordo com o que você fará com ele. No meu caso por exemplo, eu tive que investir em SSDs, memória, GPU e umas cositas más ! Se me atende ? Definitivamente Sim, mas a que preço ? Se juntasse todo o dinheiro investido ao longo desses anos para comprar um Mac com M1, hoje eu teria um MacBook 14" com o M1 Pro ! Minha máquina atualmente (Jan/2022) vale por volta de 15 mil reais, e se eu anunciar para vendê-la duvido muito conseguir 10 mil reais e se conseguir vou correndo comprar um Mac Mini M1 com 16GB de RAM e ser muito feliz 😂 😂 😂 ***ALERTA DE SPOILER*** Com certa dor no coração e após longos 7 anos de alegria, trabalhos ininterrúptos sem quaisquer travamentos, diversão garantida fazendo os mais diversos upgrades, informo que em breve devo anunciá-la para venda. Não tanto por necessidade, mas por espaço mesmo. Estou montando um home studio e acreditem, cada cm2 está me fazendo repensar e reorganizar muita coisa no meu escritório. Portanto, aos possíveis interessados, fiquem atentos ! Conclusão Com o risco de dar um tiro no meu próprio pé (depois do meu spoiler aí em cima), eu digo terminantemente com todas as letras que hoje investir $$ em um Mac Intel é perder dinheiro. Com o M1 a Apple quebrou muitos paradígmas, o custo/benefício/eficiência é incrivelmente favorável aos Macs com Apple Silicon. Há sim um pouco de hype também, pois há casos e casos, por exemplo, nem mesmo o M1 MAX top dos top é páreo para as GPUs modernas, a compatibilidade para rodar Windows X64 nativo para aplicações muito específicas também é outro fator relevante e por último, pra quem precisa realmente de uma máquina que permita upgrades e está preso ao ecossistema da Apple, não tem outra alternativa senão investir uma fortuna num Mac Pro 2019. Fora isso, é muito mais sensato e barato partir para um Mac M1. Então meu amigo Marcos, avalie bem suas necessidades, o quanto pretende investir e principalmente, por quanto tempo você irá ficar com o equipamento que comprar agora, se ele deve ter suporte oficial ou não, etc. Esses fatores serão determinantes na sua escolha ! E veja, com o preço maluco dos componentes e periféricos, nunca foi tão favorável para a Apple como está sendo agora, desktops e notebooks equivalentes em qualidade e design estão custando tanto quanto Apple no dias atuais e quem diria que viveríamos para ver um computador Apple sendo mais barato que um PC 😮 Grande abraço e sucesso em 2022 !!!
    1 ponto
  37. Fala @Welby G Stehling Andreatta, tudo certo? podemos negociar sim me chama no whatsapp: 11982455422
    1 ponto
  38. Guilherme Zavataro

    (Vendo/Troco) iPhone 12 Pro Max

    Vendido aqui pelo grupo mesmo, grato ao Paulo que se dispôs a me encontrar e averiguar a situação do mesmo e dar continuidade à venda. Valeu galera.
    1 ponto
  39. Já tentou restaurar o iPhone e configurá-lo como novo, sem trazer o backup do iCloud? Só por desencargo, acho que vale o teste. Quase sempre acaba herdando alguma configuração errada e isso pode se replicar até em outro aparelho.
    1 ponto
  40. Seguem alguns itens que estão para venda! Aceito Mercado Livre, PIX e entrego pessoalmente em Curitiba! iPhone 12 Pro Max 512GB Pacific Blue - Possui caixa e cabo originais, sem uso. Pouco menos de 1 ano de uso. VALOR: R$ 7.599 iPhone 13 512GB Azul - Menos de 3 meses de uso, comprado na Europa, acompanha caixa e cabo original. VALOR: R$ 7.999 Apple Watch 44mm (Series 4) de Inox Gold - Está em excelente estado de conservação, sem qualquer detalhe, com caixa completa e pulseira Estilo Milanês Dourada original. Saúde da bateria em 79%. VALOR: R$ 2.199 MacBook Pro 13" Touch Bar (2016) c/ intel Core i5, 8GB de RAM e 512GB SSD - MacBook em excelente estado de conservação, foi trocado bateria, top case, bottom case, teclado, tudo em programa de qualidade. Está como novo. Após a troca pouquíssimo foi utilizado. Acompanha caixa e acessórios originais! VALOR: R$6.299 iPad Pro 11" (2018) 64GB Wi-Fi - Em excelente estado, não possui qualquer marca de uso, compatível com a Apple Pencil 2 e possui Face ID! Excelente custo beneficio! VALOR: R$ 4.199 Apple Watch Gold vendido! para o @Rockfeller Outros dispositivos seguem a venda!
    1 ponto
  41. Vamos lá, outra opinião vale e não vale depende muito do seu uso e qt vc vai gastar, eu já usei qz tds as máquinas, imac, macmini, macbook, Mac Pro etc, usei bastante o Macpro 5.1 q deixei ele um foguete, isso na época q as peças não eram tão caras, ele tinha 96gb de ram ssd, hd, placa de video de 8gb e tal, era animal editava vídeo em 4K de boa, claro sem muitos efeitos, imagens bem pesada no Photoshop era surreal nem poderia ser o tamanho maior q fosse ele ia de boa, mas aí vendi p pegar um imac e aí vai muita história, minha esposa q e fotógrafa usou um Mac Pro básico e era bem tranquilo p ela, então resolvi pegar uma macmini m1 p ela testa, e por falta de espaço, pois ela trabalha com muita e muitas fotos, Td projeto no Lightroom não aguentava, e ela só reclamava tinha q fechar Td hr, p/ poder ter espaço de Memoria, entoa apareceu outro Mac Pro 5.1 e como tinha algumas peças guardadas e comprei outras, fiz um up, hj ela está com 5.1 12 core memória de 64gb ssd de 500+ 6t de hd p becup de fotos, e Uma placa de vídeo de 4gb, p ela tá tranquilo, trabalha com várias coisas abertas seM travar e sem engasgos. Então depende Muito do q vc for fazer e qt vc vai gastar, só vc não precisa dE muito espaço e quer gastar pouco, eu iria de macmini m1 e colocaria ssd externo e uma baita máquina, espero ter ajudado um pouco
    1 ponto
  42. Acabei de conseguir comprar o AppleCare+ para o meu MacBook Air M1 utilizando meu Apple ID brasileiro. O autor do post original no blog afirmava que isso era possível, mas como não encontrei um relato há meses e tive algumas dificuldades, assumi que isso não era mais possível. É possível sim. Basta mudar a região no site de Suporte para Estados Unidos e usar o cartão da Nomad. A única desvantagem é que o plano anual (que no caso do MacBook Air M1 custa USD 70,00/ano) não estava habilitado, apenas a cobertura de três anos (por USD 199,00). Acho que ainda vale a pena: é mais barato que o AppleCare Protection Plan, comercializado no Brasil, e optando por essa opção, não há o risco de, daqui a um ano, na renovação, essa opção não estar mais disponível. Primeiro eu tentei usar o meu cartão da Wise (antiga TransferWise), que também é associado a uma conta-corrente em dólar para você fazer compras internacionais. Não consegui: com qualquer endereço de cobrança, recebi a mensagem que o meu billing address precisava bater com o meu país de residência. Tentei, inclusive, com o endereço da própria agência da Wise em New York City, que consta nos dados da minha conta-corrente americana com eles, mas obtive o mesmo erro. Com o cartão da Nomad, porém, funcionou tudo muito bem. Usei um endereço de um hotel em Delaware onde eu resido legalmente para os advogados da Apple de plantão que encontrei no TripAdvisor, já que nesse estado não há imposto sobre vendas. Já recebi o Proof of Coverage. Curiosamente, os três anos passaram a contar a partir da data da compra do AppleCare+, e não da data da compra do MacBook como eu estava esperando. Sendo assim, é vantajoso esperar chegar o mais próximo possível do limite de 60 dias com tudo pronto pra conseguir mais algumas semanas extra de cobertura. Mas lembrando que, pra aproveitar os 15 dólares de cash back da Nomad, é preciso fazer uma compra com o cartão em até 15 dias corridos a partir da abertura da conta, então o ideal é começar todo esse processo de abrir conta e transferir os fundos aos 45 dias depois da data de compra do MacBook, e sacrificar uma ou duas semanas de garantia pra caso haja algum imprevisto nesse processo. Ainda não recebi os 15 dólares de cash back da Nomad mas ainda não passou o prazo de 1 dia útil da compra.
    1 ponto
  43. Apenas use a sua máquina. Mantenha sempre atualizada, tanto sistema quanto aplicativos. RAM sem uso é RAM desperdiçada. Quanto mais RAM a máquina tem, mais o sistema deixará processos armazenados nela, liberando conforme a demanda subir. E impossível um sistema atual consumir apenas 500MB de RAM tendo 4GB disponíveis. Vc deve ter visto errado. Se tivesse pegado o modelo com 8GB, o sistema iria deixar menos processos na RAM, liberando para outro uso que vc viesse a fazer. Nada de errado com o seu Mac. Tudo normal com ele.
    1 ponto
  44. É, questão de gosto mesmo. Essa parte estética acaba sendo muito pessoal. Particularmente, as bordas brancas me agradaram porque meu setup aqui é praticamente todo branco (mouse, teclado, monitores de audio...), então achei que casou muito bem, rsrs. Outro dia estava vendo um desses reviews dos iMac 24" e um camarada comentou um lance que aparentemente pode fazer sentido. Tanto esse queixo do iMac quanto o notch do iPhone passaram a ser uma referencia visual que diferencia a Apple dos outros fabricantes. O cara mostrou no vídeo uns ícones comparativos e fez sentido pra mim. Mas não sei até que ponto isso é algo pensado pela estética ou tem relação com melhoria no rendimento mesmo. @rodolfonarrow Sim, estou com os dois. Mas o de 27" está restaurado e "embalado" pra vender. Eu cheguei a pensar em manter ele apenas como monitor também, mas cheguei à conclusão que é muito dinheiro parado pra usar como monitor, rsrs. Eu peguei esse modelo silver. E na parte frontal dele, o cinza é quase branco - o que honestamente, estou adorando. Só não gostei de ter perdido a logo na frente. Até agora não entendi.... @flaviodtna Cara, não sei exatamente como é seu trabalho, mas o modelo de entrada dos iMac é bem simples. Inclusive em termos de portas (só duas entradas Thunderbolt). Eu posso estar bem enganado, mas pra qualquer pessoa que pretenda trabalhar com alguma coisa relacionada a imagem (seja video ou foto) eu não aconselharia o modelo de entrada. Ele pode até aguentar bem agora, mas tenho receio de que em uns anos comece a não aguentar mais, porque os programas começam a ficar mais pesados. Eu acho até mais válido você abrir mão de armazenamento (se for questão financeira) e pegar um com 8GPU, mesmo com 256GB. Se você usar SSD externo via Thunderbolt a velocidade é bem aceitável. Pelo que entendi, o "problema" do iMac com 7 GPU pra quem quer trabalhar com imagens, é que ele vem com 1 ventoinha só, o que faz o processador aquecer mais em momentos de alta demanda. E como segurança, o computador reduz a velocidade do processador... Considerando que você está pensando em pegar um novo, eu partiria pros M1 de cara. Na minha opinião, é meio incerto o futuro do processador Intel nos computadores da Apple. A tendência daqui pra frente é os desenvolvedores focarem no M1. Eu, como já tinha um 27" Intel, estava na dúvida se fazia um upgrade de processador e SSD, ou trocava de vez pelo M1. A ideia do upgrade era pra não gastar tanto quanto um computador novo, já que eu tinha um 27"... Mas se você nem considera upgrade, minha opinião é partir pro M1. @sigma7Eu uso o Duet em algumas situações e sempre me atendeu bem. Uso o iPad como segunda tela.
    1 ponto
  45. De forma alternativa, existem as soluções Luna Display e Duet Display.
    1 ponto
  46. pô, tu ganhou as paradas e tá reclamando? rsrsrs... seguinte, esse macbook é problemático mesmo, porém, eu arrumaria sim. se o resto dele tá funcionando bem, se o problema é só o teclado, eu consertaria. tem topcase desses no ebay por menos de 100 dolares. o macbook saiu de graça pra voce. se voce gastar 500/600 reais pra arrumar, mesmo que dali a 1 ano dê problema de novo, eu acho que vale a pena. exemplo apenas: https://www.ebay.com/itm/384537488120?_ul=MX&chn=ps&norover=1&mkevt=1&mkrid=21527-161791-684379-7&mkcid=2&itemid=384537488120&targetid=1301274261574&device=c&mktype=pla&googleloc=9101203&poi=&campaignid=13433240304&mkgroupid=125796657480&rlsatarget=pla-1301274261574&abcId=9300584&merchantid=118952506&gclid=Cj0KCQiAuP-OBhDqARIsAD4XHpeduEYM8fSmK7PAZgBGBGa7cVP6hXmwNE2CdLuvbN9rCHdc86csMbYaAm3IEALw_wcB no meu caso eu mesmo faria a troca. se voce for mandar a um técnico aí tem que ver quanto ele vai te cobrar, aí concordo que pode não valer a pena. ps: se voce quiser repassar esse presente de grego aí pra outro, eu aceito de bom grado! 😀 sou de BH também, não vai nem gastar com frete! rsrssrrsrs
    1 ponto
  47. Boa tarde meu amigo, li todo o relato, e te digo que esse Macbook 2015 é dificil ser reparado, dê uma lida nesse artigo
    1 ponto
  48. Comprei também uma caneta da WB. Para digitação, acredito que o notebook Windows será a ferramenta principal. Pretendo usar muito o Ipad para ler / grifar PDFs e tomar notas manuscritas.
    1 ponto
  49. Olá pessoal! todo mundo que acompanha o mundo Apple deve concordar que a atual linha de produtos da Apple é uma zona! principalmente a Linha de iPads, por isso eu resolvi fazer uma listinha de como eu gostaria que ficasse. Vou compartilhar com vcs e gostaria de saber o que acham... Detalhe que inclui alguns produtos que não foram lançados como um novo iPod, Mac Mini Pro, iMac Pro M1, Mac Pro com chip M, Apple TV game Edition, um novo HomePod e um Display externo. Coloquei também os preços que eu acho que seriam 'justos' sem tentar viajar de mais kkk 😅 Linha de produtos Apple iPod 5.2” (A Chip) 399 iPhone SE (?) iPhone 6.1” (A Chip) 749 iPhone Pro 6.1” (M Chip) 999 iPhone Pro Max 6.7” (M Chip) 1.099 iPad mini 8.3” (A Chip) 399 iPad 11” (A Chip) 499 iPad Pro 11” (M Chip) 999 iPad Pro Max 13” (M Chip) 1.099 Mac mini (M Chip) 499 Mac mini Pro (M chip Pro/Max) 699 MacBook 14” (M Chip) 999 MacBook Pro 14” (M chip Pro/Max) 1.999 MacBook Pro 16” (M chip Pro/Max) 2.499 iMac 24” (M1) 1.299 iMac Pro 32” (M Chip Pro/Max) 2.499 Mac Pro (M Chip Pro/Max) 4.999 Apple TV HD (A Chip) 99 Apple TV 4K (A Chip) 149 Apple TV 4K Game Edition (M Chip) 249 Apple Watch SE 41, 45mm 249 Apple Watch 41, 45mm 399 AirPods 149 AirPods Pro 249 AirPods Max 499 HomePod mini 99 HomePod 299 Pro Display XDR 3.999 Liquid Retina Display 999
    1 ponto
  50. Você comprou novo ou seminovo? É difícil, mas pode ser sim que uma bateria nova de um aparelho novo recém comprado dê problema. Se for seminovo, com certeza a bateria já foi substituída para estar com 100% da capacidade, ou esta leitura está incorreta. Existem duas grandes possibilidades: defeito na bateria, ou defeito no componente da placa lógica responsável pela leitura de parâmetros da bateria. Se o aparelho é novo e está na garantia, a solução é encaminhar para a autorizada. Se o aparelho não está coberto pela garantia, você precisa levar a algum técnico especializado para fazer o diagnóstico. Eu particularmente não vejo como isso pode ser um defeito de software, mas fazer uma restauração no iTunes pra ver se esse indicador de manutenção é o primeiro passo. Sobre "cuidar da bateria", a única medida que você pode tomar pra ela não degradar com o tempo de uso é não usar o aparelho, rs. Infelizmente depois que a Apple colocou esse indicador no iOS, as pessoas viraram escravas desse número. Pra mim o que indica que a bateria está na hora de ser trocada é se ela estiver com autonomia incondizente com o meu uso. Olho esse indicador de vez em nunca.
    1 ponto
Este ranking está baseado em São Paulo/GMT-03:00
×
×
  • Criar Novo...